O Vasco, representado pelo seu presidente, fez na última segunda-feira (15/12), em São Januário, a apresentação oficial de seu novo treinador para comandar o time Cruz-maltino a partir de 2015. Doriva foi o escolhido pela diretoria e terá a responsabilidade de fazer a equipe vascaína jogar um futebol ofensivo, para frente. O que foi pedido, inclusive, feito pelo próprio Eurico Miranda.

Durante a coletiva de imprensa na apresentação de Doriva, o presidente do clube interrompia toda vez que alguém perguntava sobre o passado ou "coisas óbvias", segundo o Eurico. Porém, quando conseguia responder, o novo técnico (que tem 42 anos de idade e foi campeão do Campeonato Paulista pelo Ituano, em 2014) falou que vai utilizar o fato de conhecer muitos atletas que ainda são desconhecidos dos grandes clubes do Brasil e que pretende reforçar o Vasco com alguns deles. Ele também lamentou a sua saída antecipada do Atlético-PR, de onde foi demitido.

"Agradeço aos torcedores pela aprovação, e representar a marca Vasco da Gama é a grande satisfação. Eu quero agarrar esse projeto com todas as minhas forças, vontade de vencer e simplicidade que eu tenho", disse Doriva. Após responder à pergunta durante a coletiva e ao lado do presidente e do vice de futebol, José Luis Moreira, o treinador recém-contratado confirmou que também espera permanecer no clube até o prazo estipulado pelo mandatário do Vasco, ou seja, pelos próximos três anos. Quanto ao tempo de contrato, Doriva assinou um vínculo por um ano, mas o presidente Eurico Miranda pretende mantê-lo no cargo para que ele permaneça no comando do time até o final do mandato do atual presidente, em 2017.

Doriva também recebeu do vice-diretor e das mãos de Eurico Miranda uma camisa da comissão técnica vascaína com o nome do novo comandante da equipe.

O Vasco escolheu Doriva seguindo uma linha de estilo que o clube buscava para o cargo, lembrando que antes de procurar o ex-técnico do furacão, o Cruz-maltino tentou também a contratação de Marquinhos Santos, do Coritiba, mas que não se concretizou por conta de problemas familiares do treinador do Coxa.

Uma das vantagens que o novo comandante poderá ter é o fato de conhecer dois jogadores do atual elenco vascaíno por já ter trabalhado com eles na disputa do Paulistão 2015 pelo Ituano, são eles o zagueiro Anderson Salles e o atacante Rafael Silva. E quando foi perguntado sobre a qualidade desses atletas, Doriva os elogiou. "Me ajudaram muito na conquista do título na época do Ituano. Eles atuaram em 90% dos jogos na competição (Campeonato Paulista de 2014) e têm um comportamento excelente. E se me ajudaram antes, podem fazer isso novamente nesse novo momento também", elogiou.

Como ex-jogador de futebol, vale lembrar que Doriva tem como uma de suas principais conquistas o título do Mundial de Clubes com o São Paulo, em 1993. Além de ter sido convocado para a Seleção Brasileira na disputa da Copa do Mundo de 1998, na França.

Por João Calvet

Doriva ? o novo t?cnico do Vasco

Foto: Divulgação


Eurico Miranda, que já foi presidente do Vasco anteriormente (três vezes) foi novamente eleito em 2014 e comandará o clube carioca pela quarta vez. Ele tomou posse do cargo nesta terça-feira (02/12), quando começará seu novo mandato pelos próximos três anos. Porém, apesar de o dirigente estar longe do foco nos últimos anos, há algum tempo ele segue interferindo nas decisões em São Januário.

Nesse retorno à presidência do cruz-maltino ele já anunciou algumas das suas primeiras medidas na nova gestão, ou como o próprio Eurico fez questão de frisar também se referindo à antiga administração do clube, os primeiros compromissos prometidos pelo novo dirigente, que é a mescla entre experiência e juventude em alguns cargos da diretoria.

Por outro lado, todos os integrantes das vice-presidências da nova diretoria serão pessoas que fizeram parte das antigas gestões de Eurico Miranda. O cargo de vice de finanças é considerado estratégico pelo presidente, não é remunerado como todos os cargos estatutários do clube, terá mais responsabilidades na nova gestão Eurico e será ocupado por Marcos Pereira de Carvalho. Para tomar posse dessa função, é preciso ser conselheiro do Vasco. O responsável por esse cargo no último mandato do atual presidente era Amadeu Pinto da Rocha, que faleceu no ano passado e era considerado um grande colaborador do cruz-maltino.

O segundo vice-presidente geral, Silvio Godói, deve acumular o cargo da vice-presidência de comunicações. José Luiz Moreira será novamente o vice de futebol. Marco Antônio Monteiro será nomeado presidente de marketing e vai acumular o cargo da presidência de relações públicas e de divulgação, que serão unificados. Já o departamento jurídico, terá o retorno de Paulo Reis.

Confira abaixo a lista dos possíveis nomeados para cada cargo da nova diretoria do Vasco da Gama, comandada por Eurico Miranda e que ficará no comando DP clube até 2017:

– Presidência: Eurico Miranda;

– 1ª Vice-Presidência: Fernando Horta;

– 2ª Vice-Presidência: Silvio Godói;

– Vice-Presidência do departamento médico: Egas Manoel Fonseca;

– Vice-Presidência do Jurídico: Paulo Reis;

– Vice-Presidência de Comunicações: Silvio Godói;

– Vice-Presidência do Departamento de Patrimônio: José Cardoso Joaquim;

– Vice-Presidência do Departamento de Finanças: Marcos Pereira de Carvalho;

– Vice-Presidência do Departamento Infanto-Juvenil: José Mourão Gonçalves;

– Vice-Presidência de Relações Especializadas: Denis Carrega Dias;

– Vice-Presidência de Marketing e Divulgação e Relações Públicas: Marco Antônio Monteiro;

– Vice-Presidência de Desportos Terrestres: Francisco Villanova;

– Vice-Presidência de Desportos Náuticos: Antônio Lopes;

– Vice-Presidência de Desportos de quadra e salão: Fernando Lima.

Por João Calvet

Vasco


A Umbro já foi a fornecedora de material esportivo do Clube de Regatas Vasco da Gama, entre os anos de 2003 a 2005; e agora a marca volta com tudo, tanto é que estampará seu logo na camisa cruzmaltina por um período de três anos e meio, num valor de contrato que pode chegar à casa dos R$ 56 milhões.

Quanto ao valor, não é que o Vasco colocará a mão em toda a grana, já que no montante inclui-se o fornecimento de materiais esportivos para a agremiação, desde as categorias de base até o time profissional, e também o prêmio por conquistas dentro de campo, como o acesso à série A do Brasileirão, a conquista de títulos, etc.

Em dinheiro vivo, a garantia de royalties (que podem aumentar com a venda de produtos oficiais) e o patrocínio, é um total de R$ 8 milhões por ano, que em 42 meses chega a R$ 28 milhões; já em material esportivo, a conta é de que o Vasco receberá cerca de R$ 16 milhões durante o período do contrato, o que equivale a um total de 45 mil peças esportivas por ano, incluindo nestas calção, camisas, meias, etc.

Quanto às premiações, durante os três anos e meio de contrato, o Vasco pode faturar pouco mais que o montante de R$ 11 milhões, nada mais que R$ 3,4 milhões ao ano. Na soma de tudo, chega-se ao valor de R$ 56 milhões divulgado pelo clube e pela fornecedora de material esportivo.

Extra aos R$ 56 milhões, outros números podem aparecer na conta do clube, já que existe a previsão de um jogo amigável com um clube brasileiro que também seja patrocinado pela Umbro; essa partida seria realizada em um estádio que foi sede da Copa do Mundo de 2014, no Nordeste ou no Norte. De acordo com levantamentos, a possibilidade de receita chegaria a R$ 1 milhão.

A Umbro pertence ao Grupo Dass, que tinha a receber do Vasco o valor de R$ 3,5 milhões, mas com o contrato a dívida cessou. Outras fornecedoras de material esportivo também chegaram a conversar com o clube, mas propostas oficiais, além da Umbro, vieram somente da Kappa e da Puma, contudo nada que agradasse aos dirigentes cruzmaltinos.

Por Vinicius Cunha

Vasco e Umbro

Foto: Divulgação


Entraram em campo Atlético-PR x Vasco hoje pela trigésima oitava rodada do Brasileirão 2013 da primeira divisão (série A). Foi uma partida de suma importância para ambas as equipes, porém, o que restou ao Vasco foi receber uma ultra goleada por 5 a 1 do Atlético Paranaense.

Melhores momentos de Atlético-PR x Vasco

Briga da torcida

Pelo lado do Vasco, Luan e Guiñazu não jogaram, pois estavam suspensos devido a cartões amarelos.

Jogo ao Vivo Atlético PR x Vasco Ultima Rodada Brasileirao 2013 Série A

A partida foi disputada na Arena Joinville, em Joinville (SC) às 17h (horário de Brasília) deste domingo, dia 8 de dezembro.

Entraram em campo pelo Atlético Paranaense

Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, João Paulo, Paulo Baier (Zezinho ou Felipe) e Everton; Marcelo e Ederson.

Entraram em campo pelo Vasco

Alessandro, Fagner, Renato Silva (Jomar), Cris e Yotún; Abuda, Wendel, Pedro Ken e Marlone; Thalles (Bernardo) e Edmílson.


Vasco x Náutico fazem importantíssimo jogo neste domingo pelo Brasileirão 2013 da série A (quer dizer, série A só pro Vasco (por enquanto) pois o Náutico já foi rebaixado e jogará a série B no ano que vem).

Uma vitória! É só isso que importa ao Vasco em jogo desta 37ª rodada do Brasileirão. Jogando em casa, e contra uma equipe que já foi rebaixada muitas rodadas atrás, o Vasco precisa triturar o time pernambucano para continuar sonhando em se manter na série A em 2014.

Uma vitória lhe deixará em uma zona um pouco mais confortável; irá a 44 pontos, ultrapassando inclusive o seu arquirrival Fluminense, que empatou ontem contra o Atlético-MG. E vejam que situação curiosa: hoje jogam também Coritiba x Botafogo, e se o Botafogo vencer, ajudará tanto Vasco quanto Fluminense a sonharem em se manter na primeira divisão.

O Vasco vem com uma sequência razoável nas últimas partidas, tendo empatado duas, vencido duas, e perdido só uma. Já o Náutico, o que dizer? Não é possível lembrar quando foi a última vez que ganhou algum jogo. Nas 10 últimas rodadas perdeu absolutamente todos os jogos. É mole? Se não se cuidar, desse jeito cairá para a série C em 2015.

jogo-vasco-x-nautico-brasileirao-2013-serie-A-37-rodada

Escalação do Vasco

Alessandro; Fagner, Cris, Luan e Yotún; Guiñazu, Abuda, Pedro Ken e Marlone; Thalles e Edmilson.

Escalação do Náutico

Ricardo Berna; Maranhão, Alison, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Derley, Gustavo Henrique, Martinez e Tiago Real; Rogério e Maikon Leite.

Quem apita o jogo é Anderson Daronco, do Rio Grande do Sul.


A situação para o Vasco não está nada boa neste Brasileirão 2013. A equipe carioca tem somente 32 pontos, e encabeça a zona de rebaixamento deste campeonato. A situação do Criciúma também é bem sinistra: tem somente 29 pontos, e possui grandes chances de ser um dos times que irá visitar a série B no ano de 2014.

Escalação de Vasco x Criciúma

VASCO: Diogo, Fagner, Renato, Cris, Henrique, Francismar, Pedro Ken, Filipe Soutto, Jhon, Marlone e André.

CRICIÚMA: Galatto, Marlon, Fábio Ferreira, Mateus, Sueliton, Ricardinho, Elton, Serginho, Daniel, Wellington, Lins.

Foto: Marcelo Sadio
Foto: Marcelo Sadio

Para o Vasco, não tem outra alternativa senão vencer. Se ganhar, estará fora da zona de rebaixamento, já que o Coritiba será o dono da vez. 🙂 O coxa tem feito péssima campanha depois da 20ª rodada, e desde então está decadente.

O Criciúma também não está em bons lençóis. Com 29 pontinhos, está mais do que na hora de pedir um arrego da zona de rebaixamento. Para isso, terá ainda que remar muito. Se ganhar, vai a 32 pontos, e ficará com a mesma pontuação do Vasco.

Dados do Jogo e Trio de Arbitragem

  • Local: Estádio Heriberto Hülse
  • Horário: 16h
  • Árbitro: André Luiz de Freitas Castro
  • Bandeirinhas: Cristhian Passos Sorence e Guilherme Dias Camilo

Transmissão do jogo entre Criciúma x Vasco

O jogo não será transmitido por canais abertos; tão somente pelo Premiere Futebol Clube.

Para tentar outras opções de exibição, clique aqui e busque.

33


Juninho Pernambucano está satisfeito por ter sido colega do lateral Henrique, no domingo passado.

Segundo o Reizinho, isso mostra que o time continua com a sua convicção de apostar nos garotos formados na base. O jogador afirma que se sente muito bem atuando com o companheiro de equipe  e afirma que o Vasco não pode perder essa motivação, tão presente no futebol do Vasco em outras épocas.

Diz que o time não deve ter medo de arriscar porque se os jogadores já eram titulares do Sub-18 ou Sub-20, eles tem capacidade de atuar pelo time profissional. Afirma ainda que prefere que os nojos da base sejam aproveitados do que fazer improvisações.

Juninho garante que ficou feliz por atuar com um jogador que tem metade da sua idade. O Vasco continua dando oportunidade de jogo para Henrique e Jomar, mesmo com o retorno de Renato Silva e Yotun que foram lesionados quando atuavam como titulares. Os meninos vindos da base continuam treinando com os titulares.

Atualmente sete dos onze jogadores vascaínos são filhos da categoria de base. Outros recém-chegados da base e que estão agradando a torcida são Alex Teixeira e Philippe Coutinho.

Por Melina Menezes.


O Vasco está com uma dívida de R$1 milhão com o Nova Iguaçu por conta do passe de Diogo Silva. Os dois times assumem que há esse débito em aberto.

Em 2011 o Vasco acertou junto ao Nova Iguaçu a transferência de Diogo Silva. Na época, o clube vascaíno assumiu a divida, porém parcelou em dez vezes de R$ 100 mil, nenhuma destas parcelas foi quitada e a divida permanece integra.

Segundo palavras do presidente da agremiação Nova Iguaçu, ele confia no bom relacionamento entre os clubes para que esta situação possa finalmente ser solucionada. Acrescentou que sabe da má fase do time paulista  e que confia que com o empenho da diretoria será possível proceder ao pagamento da dívida.

Na apresentação de Guiñazu, o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, afirmou eu o saldo será pago em breve. O Presidente encarou essa questão com certa rispidez, isso é fruto das diversas vezes que vem sendo questionado acerca da dívida.

Esta não é a única divida a ser paga pelo Vasco, existe ainda por ser paga uma parte do valor  de contratação de Tenorio, estipulado em aproximadamente 600 mil dólares.

Por Melina Menezes


Guiñazu compareceu nesta segunda-feira em São Januário para fazer exames médicos e assinar contrato com o Vasco.

Causando alvoroço na sua chegada já logo no estacionamento, torcedores e admiradores do seu trabalho pediam para tirar fotos com o ídolo e solicitaram autógrafos do jogador. Ele que foi muito gentil com os torcedores, não quis dar entrevistas e seguiu caminho para o encontro com a diretoria do clube.

Acredita-se que a apresentação do jogador deve ocorrer nos próximos diasGuiñazu que estava atuando no Libertad do Paraguai, foi indicado por Dorival Junior.

O jogador argentino viveu sua melhor época no futebol do Internacional, clube onde conquistou títulos como a Copa Libertadores 2010. O atleta experiente de 34 anos espera recuperar no Vasco o bom futebol que lhe é característico e assim voltar a defender a Seleção Argentina na Copa do Mundo de 2014.

O time vascaíno está passando por uma época de mudanças, com jogadores entrando e saindo do time, visto a necessidade de renovar os ares do elenco do time. O atacante Thiaguinho poderá ser emprestado para um clube do Nordeste. Elsinho também poderá ser transferido de time.

O clube conta com 40 jogadores a disposição, sendo que o técnico procura ficar somente com 30, ou seja, provavelmente dez jogadores serão enviados para outras agremiações.

Por Melina Menezes


Juninho foi apresentado nesta sexta-feira em São Januário, mais uma vez retornando ao lar.  Muito feliz, o Pernambucano recebeu do jogador Pedro Ken a camisa de número 8 e explicou as razões que o fizeram novamente optar por defender as cores do Vasco da Gama.

O craque e exímio cobrador de faltas espera voltar a atuar no Maracanã e apresentar o já conhecido futebol de alta qualidade. Aos 38 anos, Juninho já pensa sobre o fato de se aposentar, porém, o ídolo não se aprofunda no assunto e pensa apenas em ajudar o Vasco em suas conquistas até o fim desse ano.

O agora camisa 8 cruzmaltino, não tem em seu atual contrato dados que tratem de valores salariais, o que se sabe é que as partes envolvidas negociaram a quitação de dívidas antigas. Essas devem ser pagas em um número pré-definido de parcelas.

Jogador profissional a cerca de 20 anos, o craque pensa em deixar de lado as questões salariais no momento, pensando apenas em acertar o que era de seu direito no passado e se aposentar no clube, afinal, ele é tido como ídolo e possui um carinho especial pelo Vasco.

Na carteira de trabalho do atleta, irá constar o valor de um salário mínimo (R$ 678,00), que serve para comprovar o vínculo empregatício entre as partes.

Juninho ainda explicou que o motivo de ter deixado o New York Red Bulls foi por um desentendimento com o técnico do clube norte-americano. Além disso, o jogador afirmou que ao sair do antigo time, pensava em parar, mas um contato feito pelo presidente do Vasco o convenceu a encerrar sua vitoriosa carreira no clube de São Januário. 

Por Natália Mayrink De Lazzari


O Vasco da Gama está sem treinador, mas pode anunciar um novo treinador até o final da semana. Após a saída de Paulo Autuori, que pediu desligamento do comando vascaíno, a esperança de Ricardo Gomes e da diretoria é que Dorival Junior possa ser o novo técnico para a temporada 2013.

A diretoria vascaína já entrou em contato com o treinador, que esteve no comando do Vasco em 2009 e possui uma dívida no clube de R$750 mil, o que por incrível que pareça não deve atravancar a negociação. Dorival mora em Florianópolis e virá em breve ao Rio de Janeiro para tratar de pequenas pendências contratuais com a diretoria. A expectativa é que o novo treinador assuma a equipe antes do confronto com o Flamengo, no domingo (14), às 18h30, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Dorival Junior não deve receber nada muito diferente que Paulo Autuori, cerca de R$250. Dorival recebeu R$200 mil em 2009, quando assumiu a equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. Na ocasião o treinador dobrou a pedida salarial, o que inviabilizou sua permanência. Se Dorival pode desembarcar na Colina, o ex-treinador Paulo Autuori deve anuncia o São Paulo, que vive má fase e está sem treinador.

Por Marcos Junior


Paulo Autuori não é mais treinador do Vasco da Gama. O treinador contratado como solução para os problemas da equipe de São Januário não suportou as derrotas e falta de comprometimento do clube e deixou o cargo. Autuori chegou ao Vasco através de Ricardo Gomes e saiu por garantir que o clube não cumpriu o combinado de quitar os salários atrasados do elenco.

A saída de Autuori agitou os bastidores do Vasco da Gama. A semana que já havia começado mal com a derrota por 5 a 3 para o Internacional, em Caxias do Sul, foi agravada com a desistência do treinador, que esteve no clube e se despediu do grupo de atletas. A gota d'água para a saída do treinador teria sido o não cumprimento da diretoria com os atletas, que já acumulam meses de salários atrasados.

A frustração tomou conta da coletiva de imprensa realizada em São Januário. o presidente Roberto Dinamite lamentou a saída do treinador logo quando o clube está quase fechando um contrato de patrocínio que acalmará a crise. A suspeita é que Paulo Autuori tenha deixado o Vasco para assumir o São Paulo.

Por Marcos Junior


O Vasco parece iniciar sua reformulação no elenco e principalmente na folha salarial do elenco, considerada alta pela diretoria. Enfim de contrato, o meia Carlos Alberto recebeu a notícia de um possível corte superior a 50% em seu salário caso queira renovar e a tendência é que não atue mais em São Januário.

Com julgamento marcado pela Procuradoria do TJD/RJ com a acusação de dopping, o meia Carlos Alberto deve mesmo encerrar sua trajetória pelo Vasco da Gama. Vinculado ao cruzmaltino por mais de quatro anos (somando suas passagens), o jogador recebeu de seu empresário Carlos Leite a notícia sobre a meta de redução salarial por parte da diretoria, que passa por um momento de corte em suas despesas e colocou Carlos Alberto como um de seus problemas.

Com as conversas estagnadas entre diretoria e atleta, o diretor executivo de futebol Ricardo Gomes sinalizou com a possibilidade remota de permanência do meia-atacante, que terá seu contrato encerrado no dia 2 de agosto.

Com o maior salário do elenco, cerca de R$300 mil, o jogador de 28 ano terá de enfrentar o novo julgamento e se encaixar na nova folha salarial de R$150 mil para permanecer na Colina histórica. Mesmo que deixe o Vasco, a advogada do clube, Luciana Lopes, assegurou continuar no caso de Carlos Alberto, que em caso de condenação, poderá ir a Corte Arbitral do Esporte, na Suíça.

Por Marcos Junior


Se as coisas seguem em reconstrução em São Januário, o Vasco decidiu não perder tempo e colocou em campo suas novidades para a sequência do Campeonato Brasileiro. Recém-contratados, o atacante André, ex-Santos e o meia-atacante colombiano Montoya, apresentado no início da semana. Os dois contratados foram escalados pelo treinador Paulo Autuori para o amistoso diante o Madureira, às 09h30 do sábado (22), em Conselheiro Galvão.

Como boa oportunidade para observar o elenco, o treinador definiu a equipe reserva que irá a campo com Michel Alves, Nei, Thadeu Paraguai, Rafael Vaz e Dieyson, Abuda, Jhon Cley e Filipe Soutto; Montoya, Fabio Lima e André.

Mesmo com poucos treinamentos juntos, o entrosamento entre André e Montoya foi elogiado pelo treinador Paulo Autuori, que se mostrou entusiasmado por poder contar com dois atletas de alto nível para tentar melhorar a situação do Vasco em 2013.

Outro ponto positivo foi o retorno do lateral Nei, recuperado de uma lesão no joelho. O Vasco não está parado na folga da Copa das Confederações e venceu o América por 4 a 0 em jogo amistoso. A diretoria planeja mais um amistoso que deverá ser anunciado em breve. Especula-se nos bastidores que seja um clube da Série B do Campeonato Brasileiro.

Por Marcos Junior


A situação financeira do Vasco da Gama não é das melhores, e além dos salários de jogadores e funcionários estarem atrasados, o clube ainda tem uma dívida com a Fazenda Nacional de R$ 52 milhões, que será parcelada, e assim as portas serão abertas para a chegada de um novo investidor.

A atual patrocinadora do Corinthians e do Flamengo, Caixa Econômica Federal, está na iminência de firmar um acordo com o Vasco, e já vem "costurando" o contrato há alguns meses, mas para isso acontecer precisa que o clube tenha em mãos as necessárias certidões negativas de débitos.

Os dirigentes vascaínos prometeram ao treinador Paulo Autuori que em breve chegarão novos reforços para o time, e que os salários serão colocados em dia. É esperado que entre cerca de R$ 20 milhões a partir do segundo semestre, oriundos de três rendas distintas: a renovação de contrato com a BFG; verba da Nissan, que deverá estampar sua logomarca nas costas da camisa do time; e a Caixa, que deverá ser a patrocinadora máster.

O total dos acordos firmados superarão os R$ 20 milhões, mas para o segundo semestre o montante será este mesmo.

Quem também patrocina o time da Colina é a Penalty e a TIM, mas o valor arrecadado não se compara com o que irá chegar dos novos patrocínios.

Por Vinicius Cunha


Depois de muita especulação, enfim o colombiano Santiago Montoya teve sua transferência acertada com o Vasco da Gama. Na sexta-feira, dia 7 de junho, o ex-jogador do All Boys da Argentina foi oficializado como mais novo reforço do time carioca.

O meia-atacante de 21 anos, dono de uma perna canhota cheia de habilidades, assinará um contrato de três anos com o Vasco. Os responsáveis pelo pagamento serão um grupo de investidores, que dividirão o valor econômico do argentino em duas prestações  de R$ 1,5 milhão.

Montoya disse estar ansioso para envergar a camisa vascaína, reiterando que é uma alegria muito grande poder defender um clube do tamanho do Vasco, o que é um sinal de evolução na carreira; apesar de colombiano, a formação profissional do jogador deu-se na Argentina.

Nas redes sociais a contratação foi comemorada, pois na Argentina o meia é considerado uma promessa do futebol.

Se por um lado o colombiano está prestes a defender o time, quem pode estar de saída é o atacante Éder Luís, que é alvo de dois empresários asiáticos, que desejam levá-lo para o futebol do continente.

Por Vinicius Cunha


Há mais de 10 anos em Portugal, o goleiro Hélton terá o seu contrato com o Porto encerrado em junho de 2014, no entanto afirma que ainda não decidiu qual rumo tomará a sua carreira, reiterando, inclusive, que ainda não pensa em voltar ao Vasco, onde foi revelado.

Com 35 anos, o goleiro está totalmente ambientado ao Porto, dizendo ser feliz por lá, onde também mora a sua família (filhos e esposa). Curiosidades à parte, Hélton tem até uma banda musical em Portugal, e os shows não são restritos apenas a Portugal, ou seja, os países vizinhos também ouvem as melodias de Hélton e companhia.

O nome da banda é H1, que tem até mesmo uma empresa que cuida das apresentações em Portugal, com um estúdio até no Brasil.

Os três filhos do goleiro se interessam mais pelas corridas de Kart do que pelo futebol, o que não impede o pai "coruja" de investir pesado nos garotos.

De acordo com Hélton, durante os quase 11 anos que está em Portugal, somente agora o Vasco o procurou de forma oficial. O contato teria partido do diretor executivo do clube carioca, Renê Simões, no entanto, segundo Hélton, a formalidade virou informalidade, já que conversaram sobre "tudo": Vasco, carreira, família, música. O goleiro deixou a possibilidade de transferência para o ano que vem.

Por Vinicius Cunha


Mal terminou o Campeonato Paulista, o Santos já está envolvido em negociação: o atacante André será emprestado ao Vasco. Nenhum dos clubes confirmou a negociação de forma oficial, mas até o fim da semana estará tudo acertado, e o jogador deverá fazer sua estreia com a camisa vascaína no sábado, contra a Portuguesa, na estreia do Brasileirão.

O Atlético-MG é dono de 75% dos direitos econômicos do atleta, enquanto o Peixe possui os outros 25%. André ficará no Vasco até o fim de 2013. Para o lugar de André, o Santos trará para o elenco os atacantes Henrique, que jogou o Paulistão pelo Mogi Mirim, e Willian José, que estava no Grêmio.

No Vasco, André vai disputar vaga no ataque com os seguintes jogadores: Tenorio, Éder Luís, Leonardo, Thiaguinho e o recém-contratado Edmílson, que veio do futebol japonês. Quem ainda pode chegar é Wellington Paulista, fruto da negociação do zagueiro Dedé.

Santos e Vasco estreiam no Campeonato Brasileiro no próximo final de semana. O Vasco recebe a Lusa, no sábado, e o Santos vai até Brasília, onde jogará contra o Flamengo, no estádio Mané Garrincha, domingo, dia 26.

Por Vinicius Cunha


Não bastasse a péssima campanha do Vasco no primeiro semestre e a recente saída do zagueiro Dedé, a crise do clube só aumenta com os problemas extracampo. O atacante Bernardo, que se recupera de lesão, foi amarrado, torturado, espancado e humilhado por traficantes dentro do Complexo da Maré.

Segundo informações da 21ª Delegacia de Polícia, Bernardo teria sido flagrado por bandidos com Daiane Rodrigues, uma das mulheres de Marcelo Santos das Dores, chefe do tráfico no local. Bernardo só escapou da morte porque os traficantes temeram alguma represália da polícia com a proporção que o caso poderia tomar. O jogador foi libertado, assim como Daiane, com muitos hematomas pelo corpo.

O Vasco, através do Diretor Executivo René Simões, confirmou a ocorrência e garantiu estar dando todo o suporte ao atleta. Em tratamento por lesão no joelho e com cirurgia marcada para 1º de maio, Bernardo só deve voltar a jogar futebol em alto nível no próximo ano.

O Vasco já está eliminado do Campeonato Carioca e deposita as esperanças na Copa do Brasil. O clube só terá jogos sequenciais no final de maio, quando começa o Campeonato Brasileiro, que será paralisado no dia 15 de junho, quando terá início a Copa das Confederações.

Por Júlio Abreu


Madureira x VascoVasco e Madureira se despedem hoje da Taça Rio 2013. As duas equipes, que já estão eliminadas da competição, apenas cumprem tabela na tarde de hoje. A partida acontecerá às 15:30,  no estádio de Conselheiro Galvão.

O Vasco vem embalado depois da vitória por 3 a 1 sobre o Quissamã. A equipe Cruzmaltina não perde há dois jogos e deve ir a campo em busca da vitória para pelo menos terminar a competição em uma melhor colocação.

Já o Madureira amarga a vice-lanterna da competição e vem de um empate contra a equipe do Friburguense. A equipe, assim como o Vasco, espera vencer hoje para subir um pouco na tabela e de quebra fazer a alegria de sua torcida.

O árbitro da partida será Leandro Newley Ferreira Belota. Ele terá como auxiliares Wendel da Paiva Gouvêa e Claudio Batista Ribeiro.

O técnico Alexandre Gama deve escalar o Madureira com a seguinte equipe: Márcio; Elder Granja, Fernando, Daniel e Gabriel; Gilson, Ramon, Rodrigo e Caio; Jean e Derlei.

Já o técnico Paulo Autuori deverá escalar o Vasco com: Alessandro ou Michel Alves; Elsinho, Luan, Renato Silva e Yotún; Fellipe Bastos, Fillipe Soutto, Pedro Ken e Dakson; Thiaguinho e Romário ou Tenorio.


O ano de 2013 não tem sido muito bom para o Vasco, pois perdeu seus jogadores mais experientes, como Juninho, Felipe, Fernando Prass, Alecsandro e o mais recente, Dedé; foi eliminado do Campeonato Carioca; viu Bernardo se contudir gravemente; e a bola da vez é Carlos Alberto, que após fazer exame antidoping, teve seu resultado positivo.

A partida que antecedeu o exame foi contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara, quando o Vasco venceu por 3 a 2, no dia 02/03. A notificação já foi enviada ao clube, porém seus dirigentes só irão se pronunciar sobre o caso após o resultado da contra-prova.

Carlos Alberto tem feito tratamento ortomolecular, e por isto, devido à manipulação do remédio, poderia ter havido a contaminação; a substância encontrada é comumente encontrada em medicamentos que combatem o câncer de mama.

De acordo com a notificação do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, o jogador estará suspenso preventivamente. O contrato de Carlos Alberto com o Vasco vai até o início de agosto, e a direção do clube já tinha demonstrado intenção em renová-lo, no entanto caso a punição seja longa, a intenção do clube pode mudar.

Por Vinicius Cunha


Sob o olhar de menos de mil torcedores, o Vasco venceu o Quissamã, por 3 a 1, em São Januário, com gols de Dedé, Tenório e Thiaguinho. Já eliminado da Taça Rio, a equipe cruzmaltina pode ter se despedido do zagueiro Dedé, que está com negociações avançadas com Cruzeiro e Corinthians e pode deixar o time a qualquer momento. Com o resultado, o Quissamã foi rebaixado para a Série B do Carioca.

Apenas 871 pagantes assistiram ao jogo das arquibancadas, em um dos piores públicos já registrados na competição. Na próxima rodada, o Vasco apenas cumpre tabela enfrentando o Madureira, provavelmente no Moça Bonita. A equipe só volta a jogar no seu estádio no dia 26 de maio, na estreia no Campeonato Brasileiro, contra a Portuguesa. Já o Quissamã, com apenas dois pontos no returno, mede forças com o Friburguense, no outro domingo.

Quando a bola rolou, o Vasco tomou logo as rédeas da partida, mas abriu o placar somente aos 32 minutos, com Dedé. Pouco depois, Tenório ampliou. Na etapa complementar, Dedé falhou e fez pênalti em Marquinho. Gustavo bateu bem e descontou. O gol que decretou a vitória veio no final do jogo, com Thiaguinho, de pênalti: 3 a 1.

Por Julio Abreu


Campeão da Taça Guanabara, o Botafogo confirmou a boa fase e goleou o Vasco por 3 a 0 no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Os gols do Botafogo foram marcados por Rafael Marques, Lodeiro e Fellype Gabriel.

Com o resultado, a equipe alvinegra precisa de apenas uma vitória nos próximos quatro jogos para garantir a sua vaga nas semifinais da Taça Rio. Já o Vasco está em situação crítica, na lanterna do Grupo A e praticamente eliminado da competição.

Com um público de cerca de 7 mil pessoas, o clássico começou com o Botafogo tomando a iniciativa da partida, controlando as principais ações. Apesar do domínio, o Glorioso não conseguiu converter a superioridade em gols.

Na etapa complementar, o Botafogo mostrou não estar traumatizado com a interdição do Engenhão. Aos 7 minutos, Bruno Mendes desviou de cabeça e a bola sobrou para Rafael Marques, que chutou para o fundo do gol: 1 a 0. Cinco minutos depois, Júlio Cesar cruzou da esquerda, o goleiro espalmou para o meio da área e Lodeiro, que vinha de trás, chutou no ângulo, ampliando o placar.

Por fim, Fellype Gabriel acertou um belo chute e fechou o placar para o Botafogo: 3 a 0.

Confira no vídeo abaixo os melhores momentos da partida:

Por Júlio Abreu


A crise no Vasco, que perdeu a final da Taça Guanabara para o Botafogo e ainda mais dois jogos para times pequenos (Volta Redonda e Nova Iguaçu), não para de aumentar. Ricardo Gomes, diretor técnico do Vasco desde novembro do ano passado, pediu desligamento ao presidente Roberto Dinamite na tarde desta quinta-feira, insatisfeito com a demissão do técnico Gaúcho.

Sem Gaúcho e Ricardo Gomes, a diretoria cruzmaltina corre contra o tempo para reestruturar o seu departamento técnico. O Vasco é o penúltimo colocado do Grupo A da Taça Rio, sem somar nenhum ponto em dois jogos. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Olaria, em Moça Bonita, quando espera já ter um treinador comandando a equipe.

Paulo Autuori, treinador campeão brasileiro pelo Botafogo em 1995 e várias vezes no Qatar, onde inclusive foi técnico da seleção, é um dos mais cotados para assumir a vaga deixada por  Gaúcho. Se Autuori de fato vier, o cargo de Ricardo Gomes deve ser extinto. Dorival Júnior e Cristóvão Borges, que chegaram a ser cogitados pela imprensa como potenciais substitutos, descartaram qualquer possibilidade de retorno ao Vasco. A diretoria busca solucionar a questão até o fim da semana.

Por Júlio Abreu


O Vasco da Gama, antes irredutível, admite que o "mito" Dedé deverá deixar o São Januário no meio do ano. Clubes como Corinthians, fizeram grande pressão para contar com o bom zagueiro, porém o Vasco renovou o contrato do atleta e firmou cláusula que só se admite a venda do jogador após 1º de julho deste ano.

Em entrevista recente a uma rádio do Rio de Janeiro, o diretor, Cristiano Koehler, admitiu que é muito difícil segurar o zagueiro, pois este tem objetivos na carreira, como independência financeira, respirar novos ares, sendo inviável iludir a torcida com a promessa de segurar Dedé.

Cruzeiroe Grêmio também acenaram como possíveis destinos do jogador no começo do ano, mas esbarraram na inflexibilidade da diretoria cruz-maltina. Mesmo não estando em boa fase, o "mito" tem mercado no Brasil e em vários lugares do mundo, pois é um zagueiro rápido, inteligente e ainda sabe fazer gols.

Quase todo o time titular da temporada 2012 já deixou o Vasco, jogadores como Fernando Pras, Felipe, Juninho Pernambucano, Alecsandro e Nílton estão na leva. Dedé deve se juntar ao "time" ainda em 2013. 

Por Vinicius Cunha


Na raça, o Vasco  da Gama venceu o Fluminense, por 3 a 2, de virada, e garantiu a classificação para a final da Taça Guanabara. Bernardo, Romário e Dedé marcaram os gols cruzmaltinos. Thiago Neves e Welligton Nem descontaram para o Tricolor.

O primeiro tempo começou com o Vasco fazendo valer a vantagem do empate, que conquistou por ter uma melhor campanha na fase de grupos da competição. Como precisava da vitória, o Fluminense tomou a iniciativa, dominou as principais ações e pressionou o rival, que, acuado, não conseguia responder.

Na etapa complementar, o jogo teve um ganho de qualidade e ficou mais aberto, com chances para os dois lados. E não demorou muito para Bernardo abrir o placar para o Vasco, após receber passe de Éder Luís. Mas a comemoração durou pouco. Logo em seguida, o Fluminense empatou com Thiago Neves e virou com Wellington Nem.

Quando o Flu parecia estar com a classificação garantida, o Vasco surpreendeu e virou a partida na raça com Romário e Dedé: 3 a 2.  Vitória que garantiu o Gigante na final do próximo domingo, às 16h, no Engenhão.

Por Julio Abreu


O Vasco finalmente voltou a vencer no Campeonato Carioca. A vitória veio diante do bom time do Audax. Em um estádio praticamente cheio, a equipe cruzmaltina dominou todo o jogo e viu Éder Luis e Carlos Alberto marcarem os dois trunfos da partida.

Após dar os passes para ambos os gols, o volante Wendel reconheceu o esforço da equipe e elogiou a atuação de todo o plantel, inclusive destacando a recuperação do zagueiro Dedé. Lembrando que o “Mito” vinha sendo criticado por falhar em alguns jogos, no entanto, o jogador parece ter retomado a confiança e pouco a pouco está voltando a ser o velho Dedé.

Mesmo após a convincente vitória sobre o Audax, a comissão técnica vascaína já começava a movimentar-se para resolver um pequeno problema. O próprio Wendel, segundo alguns portais da internet, teria levado o terceiro amarelo, sendo assim estaria suspenso do jogo contra o Duque de Caxias, caso o Vasco não pagasse a multa de R$ 500.

No entanto, após consultar a súmula da partida, a comissão técnica confirmou que o experiente jogador não recebeu o terceiro amarelo, portanto, está liberado para encarar o Duque de Caxias no próximo domingo, às 16:00.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco está fazendo um início de Campeonato Carioca excelente, até agora o cruzmaltino venceu os seus dois jogos e lidera o grupo com 6 pontos. Ciente de que a equipe precisa ser reforçar para disputar títulos, a diretoria vascaína continua apresentando reforços, sendo que o mais novo nome é do meio campista Sandro Silva.

Vindo do Cruzeiro, Sandro Silva na verdade pertence ao Málaga da Espanha, portanto necessitava de uma liberação para assinar com o Vasco da Gama. Após algumas semanas de negociações, o experiente jogador finalmente foi apresentado e chega para reforçar o elenco cruzmaltino para 2013.

Vale lembrar que o Vasco perdeu Nilton, portanto, Sandro Silva chega para ser mais uma opção nessa posição. No entanto, com as exibições de Pedro Ken e Filipe Soutto, será difícil que o jogador já entre como titular.

O Vasco é alvo de desconfiança da imprensa e dos torcedores, no entanto, as duas vitórias no início do Cariocão 2013 deram moral ao time que agora enfrenta o Resende no próximo sábado (26 de janeiro) em Volta Redonda.

Vale lembrar que após esse confronto, o Vasco pega o Flamengo no clássico dos milhões. Promessa de jogo disputado.

Por Gabriel Frigini Reis


Desde que a Eletrobrás tornou-se patrocinadora master do Vasco, o clube carioca vem tendo dificuldades para receber esse dinheiro. Uma série de documentos é necessária para que essa verba seja repassada aos cofres vascaínos, dentre toda essa papelada, as certidões negativas são as que mais dão dor de cabeça ao jurídico cruzmaltino.

Os salários dos jogadores e dos funcionários estão atrasados há mais de dois meses, sendo que a situação dos trabalhadores é bem mais complicada que a dos atletas, devido à diferença entre os ganhos das duas classes. Muitos não estão indo trabalhar, uma vez que não possuem dinheiro para pagar a passagem do ônibus.

Ciente de que a situação está difícil em São Januário, a Justiça do Trabalho decidiu liberar os 8 milhões de reais que o cruzmaltino tinha direito, essa verba deve suavizar momentaneamente a situação financeira do clube.

Ao que tudo indica, esse valor será usado para o pagamento dos salários dos funcionários, assim como dos jogadores. Para a metade do ano, a Diretoria pensa em negociar com a Eletrobrás um patrocínio para outra parte da camisa e fechar com uma empresa para ser patrocinadora máster.

Os boatos são de que a Nissan é quem será a nova patrocinadora máster do Vasco da Gama.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco se prepara para estrear no Campeonato Carioca 2013, o primeiro desafio do cruzmaltino será nesse sábado (19 de janeiro) diante do Boa Vista. Ainda em busca do time ideal, o técnico Gaúcho e o Diretor técnico Ricardo Gomes, promovem mudanças no elenco titular.

Diante do Ajax no último domingo (13 de janeiro), a equipe titular teve a presença de John Cley, uma surpresa, uma vez que o garoto recém-subido das categorias de base não vinha sendo muito aproveitado, mas ao que tudo parece sua chance chegou.

Agora as novidades chamam por nome de Pedro Ken e Filipe Souto, os dois jovens jogadores treinaram no time titular e devem começar jogando diante do Boa Vista. Vale lembrar que ambos são recém-chegados à São Januário e adotam o discurso de “ganhar espaço”.

O Vasco começa o Campeonato Carioca de 2013 com a missão de voltar a ser campeão, o último título foi em 2003. Em 2012 o cruzmaltino perdeu a decisão dos dois turnos.

Vasco e Boa Vista se enfrentam sábado, é o início da caminhada do gigante da Colina e a torcida espera que 2012 seja bastante produtivo para o alvinegro carioca.

Por Gabriel Frigini Reis


O Clube de Regatas Vasco da Gama vem lutando contra a falta de dinheiro, várias medidas estão sendo adotadas para minimizar os gastos, como é caso do possível corte no quadro de funcionários, entre outras opções.

Com os salários dos jogadores e funcionários atrasados há mais de 2 meses, o clube corre atrás de dinheiro para cumprir com seus compromissos e assim colocar tudo em ordem. No último domingo (13 de Janeiro), os torcedores vascaínos puderam ver São Januário com um gramado em péssimas condições, onde havia muita areia e vários buracos.

O gramado foi alvo de críticas da imprensa, dos jogadores vascaínos e do elenco do Ajax. No entanto, a diretoria garante que o campo estará em perfeitas condições para a estreia no Campeonato Carioca de 2013.

A irrigação do gramado está sendo feita de uma maneira bem curiosa, a água usada é proveniente das piscinas do parque aquático do clube, a informação da Diretoria é de as mesmas necessitavam ser esvaziadas para manutenção, e para não desperdiçar mais de 1 milhão de litros de água, a alternativa foi usar na irrigação.

Situação inusitada em São Januário.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco está em Pinheiral/RJ realizando a sua pré-temporada, a equipe se prepara para a disputa do Campeonato Carioca de 2013, no entanto, o elenco comandado por Gaúcho teve seu primeiro desafio nesse domingo (13 de Janeiro), o cruzmaltino venceu o Ajax em amistoso que marcou a despedida de Pedrinho, o placar foi de 1 x 0 para os cariocas.

Treinando com o grupo desde a última quarta-feira (09 de Janeiro), o ex-jogador demonstrou a velha categoria e precisão de sempre. Participando das jogadas, Pedrinho jogou solto e protagonizou bons lances.

A participação do jogador no confronto contra o time Holandês foi tão boa que alguns torcedores pediram o retorno do talentoso meia que defendeu o Vasco entre 97 e 2000, e também em 2008. Até o Diretor de Futebol, René Simões ,admitiu que seria uma boa.

Em São Januário e na internet já começam movimentos pedindo o retorno de Pedrinho, uma vez que o jogador é um dos ídolos da torcida. Diante da atual situação do clube, a volta do meia não seria uma má ideia, uma vez que o mesmo ainda dispõe de toda a sua habilidade.

O próprio Pedrinho nega seu retorno, mas os boatos são de que pode haver uma proposta por ele.

Seria o retorno de Pedrinho ao Vasco?

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco começou 2013 ciente de suas limitações financeiras. Dessa forma, o clube correu atrás de reforços que aceitassem o projeto e que pudessem somar e fazer do cruzmaltino uma equipe ao menos competitiva para a temporada.

Alguns jogadores chegaram, no entanto, nenhum tem status de craque, sendo em sua maioria considerados apostas. Entre as contratações estão nomes conhecidos pelos torcedores, como é o caso de Leonardo, Pedro Ken, Sandro Silva e Fillipe Soutto, jogadores que possuem certa experiência, mas que não conseguiram se firmar em seus antigos clubes.

Para dar mais corpo a equipe e poder contar com jogadores experientes, a diretoria foi atrás do lateral direito Nei e do atacante Zé Love. No entanto, após semanas de negociações, as coisas não andaram e os dois atletas estão descartados.

Para seus lugares, a diretoria espera anunciar dois jogadores, um deles deve ser o lateral direito Nelson, que atualmente defende o Bétis da Espanha.

Para o ataque, o equatoriano Carlos Tenório acertou sua renovação e deve ser o titular para 2013.

Lembrando que o Vasco venceu seu primeiro desafio no ano. A equipe de São Januário derrotou o Ajax da Holanda por 1 x 0, gol marcado por Wendel. O jogo marcou a despedida de Pedrinho.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco adotou uma política de “pés no chão” para 2013, diferente do time campeão da Copa do Brasil em 2011, que possuía um elenco forte e com alguns jogadores de grande nome, o atual elenco do cruzmaltino conta com atletas que ainda buscam seu espaço no futebol.

Pedro Ken, Leonardo, Thiaguinho, André Ribeiro, Sandro Silva e Filipe Souto são alguns desses jogadores que ainda não conseguiram se firmar em grandes clubes do Brasil, talvez essa hora tenha chegado no Vasco. Pelo menos isso é o que a torcida espera desses jogadores.

No entanto, as coisas parecem começar a melhorar, uma vez que o clube está praticamente acertado com o lateral esquerdo Juan e o direito Nei. Quem também pode estar chegando é o experiente Julio Baptista, jogador que já defendeu a Seleção Brasileira, Real Madrid, Sevilla, Arsenal, entre outros clubes da Europa.

Atualmente Julio está no Málaga, mas ao que tudo indica, o jogador revelado pelo São Paulo jogará em São Januário em 2013. Notícias boas para a torcida vascaína que anda com medo do destino do time nesse ano.

Em breve mais informações.

Por Gabriel Frigini Reis


Nesta semana uma notícia movimentou o clube de futebol Atlético Mineiro. A novidade do momento seria a ida do atacante Neto Berola para o Vasco em troca da vinda de Éder Luís para o Galo.

No entanto, Neto Berola disse em entrevista à Rádio Globo que ficou sabendo da história pela internet e que seu empresário não o informou sobre nada de concreto a respeito deste assunto.

Apesar de não saber de nada, o atacante do time mineiro informou que seria um prazer jogar no Vasco que é um grande time do futebol brasileiro.

Sobre o assunto o presidente do Atlético Mineiro, Alexandre Kalil, informou que está procurando a “cereja do bolo” para finalizar as contratações do time para a temporada de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


Alessandro, Auremir, Douglas, Renato Silva e Thiago Feltri; Abuda, Max, Jhon Cley e Marlone; Eder Luis e Romário. Foi com esta equipe, no dia 2 de dezembro, quando venceu o Fluminense por 2 a 1 pela última rodada do Brasileirão, que o Vasco encerrou a temporada. Isto, devido a suspensões e diversos titulares poupados. Entretanto, nem o mais pessimista dos torcedores poderia imaginar a possibilidade destes mesmos jogadores serem a base do elenco para 2013.

Em menos de um mês, muita coisa aconteceu. E, de acordo com a Diretoria, ainda há muito por vir graças aos desfechos que ainda seguem como incógnitas. Fernando Prass deixou a meta cruzmaltina e foi para o Palmeiras. Jonas está próximo de retornar ao Coritiba, pois não convenceu e o Gigante da Colina segue em dívida com os paranaenses. Auremir é outro de partida, de volta ao Náutico.

Juninho já foi para os Estados Unidos, enquanto que Felipe – às turras com problemas de indisciplina – começará o ano treinando em separado do elenco. Nilton acertou com o Cruzeiro e Alecsandro foi para o rival Atlético-MG. Para completar, Dedé e Eder Luis seguem em alta no mercado e interessados não faltam.

O momento é tenso na Colina Histórica. As contratações do goleiro Michel Alves (ex-Criciúma), do volante Fillipe Soutto e do atacante Leonardo (ambos do Atlético-MG), e as prováveis chegadas dos meias Thiaguinho, Sandro Silva, Pedro Ken (todos do Cruzeiro) e Zé Love (Siena-ITA), além do retorno de Bernardo, é muito pouco para as tradições do Vasco.

Por Thiago Viana


Uma debandada está acontecendo em São Januário, o primeiro a sair foi Rodolpho, seguido por Fernando Prass que foi para o Palmeiras, Juninho fechou com o Red Bull – EUA, Pipico foi para o Dallas FC também dos Estados Unidos, Nilton rescindiu o contrato, Alecsandro acertou com o Atlético – MG e Éder Luís também deve deixar a colina.

Diante de tantas saídas, a Diretoria entrou em estado de alerta máximo e em imediato tratou de correr atrás de reforços. Do Palmeiras devem vir Luan, Juninho, Maikon Leite e Valdívia. Do Atlético Mineiro, Leonardo e Filipe Souto são os mais próximos. Do sul podem chegar Dátolo, André Lima e Michel Alves.

De fora do país a expectativa é de que o clube acerte com Willians, ex-Flamengo,  atualmente na Udinese e Zé Love, ex-Santos e atuando no momento pelo Genoa.

A torcida está em pânico, isso porque o time está desfigurado, os salários estão atrasados e não existem perspectivas de melhora para o futuro. René Simões garante que o cruzmaltino terá um time competitivo para 2013.

Basta saber se as promessas serão cumpridas e se o gigante da colina voltará a ser grande em 2013.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco da Gama passa por um momento extremamente difícil, a Diretoria está perdida, salários estão atrasados, jogadores deixando o clube e agora Dinamite trava uma guerra contra Romário. O ambiente não é bom, e as perspectivas para 2013 parecem ser as piores possíveis, há quem diga que o cruzmaltino irá ser rebaixado no brasilerão do ano de vem.

Fernando Prass já deixou São Januário, o goleiro agora defenderá o Palmeiras, o constante atraso de salários pesou na decisão do experiente jogador. Juninho pode estar deixando o rio, o destino do Reizinho possivelmente será os Estados Unidos, mais precisamente para o Red Bull. Lembrando que o meia fará companhia a Thiery Henry e Rafa Marquez em terras americanas.

Éder Luis é outro que deve estar deixando São Januário, o atacante recebeu uma proposta do Grêmio e ao que indica, o camisa 7 da colina jogará pelo tricolor gaúcho em 2013. Outro que também pode sair é Carlos Alberto, o meia tem propostas de clubes do Brasil e do exterior, no entanto, a saída do jogador é comemorada por parte da torcida.

2013 possivelmente será difícil para o Vasco da Gama, em breve novas informações.

Por Gabriel Frigini Reis


O ano está acabando, os jogadores do elenco vascaíno já entraram de férias e a maioria deles aguarda por decisões da diretoria para definir seu futuro em São Januário. Alguns atletas, por exemplo, já deram adeus à colina histórica, como é o caso de Eduardo Costa e Rodolfo.

Outros jogadores também devem deixar o São Januário, entre eles os que parecem com o futuro definido são: Pipico, Willian Matheus, Jhonatan e Willian Barbio. Se esses atletas estão sendo dispensados por deficiência técnica, outros estão de saída por sua alta qualidade.

Juninho, por exemplo, está muito próximo de acertar com o Red Bull dos Estados Unidos, o reizinho irá se juntar a Thiery Henry e Rafa Marquez no bom clube americano. O experiente meia, inclusive está na terra do Tio Sam de férias, mais um sinal de que irá deixar São Januário.

Dedé era outro que poderia ir embora, uma vez que René Simões admitiu que o zagueiro recebeu boas propostas de clubes da Europa. Após uma quinta-feira (06 de dezembro) de apreensão em São Januário, o Mito disse que ficará e por isso o Vasco recusou uma proposta de R$ 47 milhões.

As coisas parecem estar melhorando.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco terminou o campeonato Brasileiro na 5° posição, uma abaixo do São Paulo, o último classificado para a Libertadores, no entanto, o tricolor paulista começa a competição tendo que disputar a vaga em um dos grupos com um adversário que ainda será definido, portanto o clube da terra da garoa estará na Pré Libertadores.

O gigante da colina fechou o Brasileirão 2012 com uma vitória sobre o rival Fluminense, com dois gols de Éder Luis, o cruzmaltino venceu por 2 a 1 e deu esperanças ao torcedor. Fora de campo as coisas também parecem começar a andar, isso porque a diretoria está sendo renovada, para a base chegaram Mauro Galvão e Sorato, o novo diretor de futebol é o experiente René Simões e para a direção geral do clube o escolhido foi Cristiano Koehler.

A nova diretoria já tem problemas a resolver, isso porque o clube pode perder os seus dois principais jogadores. Juninho possui uma proposta do Red Bull dos Estados Unidos, o reizinho inclusive viajou para lá, a fim de conhecer a estrutura da equipe que conta com o craque Thiery Henry.

Dedé também pode estar de saída, o Mito recebeu três propostas, mas de acordo com René Simões, uma delas é real e bastante forte, o Vasco usará a criatividade para manter o zagueiro em São Januário.

Momentos de tensão na colina histórica.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco terminou o Campeonato Brasileiro de forma digna, uma vitória sobre o rival Fluminense por 2 a 1, deixou a esperança de dias melhores em São Januário, uma vez que o clube fez um 2012 para ser esquecido, principalmente da metade da temporada para cá. Ao fim das rodadas, o gigante da colina terminou na 5° posição, uma abaixo do primeiro classificado para a Libertadores, o São Paulo.

Se dentro de campo as coisas não vão muito bem, pelo menos fora dele algumas mudanças estão sendo feitas e a esperança de um 2013 produtivo é bem grande. O atual diretor de futebol do clube, Daniel Freitas, foi retirado do cargo, para o seu lugar Roberto Dinamite apresentou o experiente e competente Renê Simões, profissional esse que estava responsável pelas categorias de base do São Paulo.

O anúncio aconteceu ontem (04 de dezembro),em São Januário. Renê chegou dizendo que o Vasco terá um time forte para 2013, no entanto, sem a presença de jogadores consagrados.

Além do novo diretor executivo, o cruzmaltino deve anunciar Cristiano Koehler como diretor geral da instituição, ele se responsável por tudo que acontece no clube, no entanto, receberá para isso, uma vez que é um profissional. Expectativa de um 2013 promissor para o Vasco.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco realiza no próximo domingo (02 de Novembro) sua última partida pelo Campeonato Brasileiro de 2012. O duelo será diante do já campeão Fluminense, portanto, a expectativa é de um jogo ainda mais morno do que foi contra o Flamengo.

A equipe de São Januário mais uma vez colocará a garotada para jogar, isso por causa dos inúmeros desfalques que tem atormentado a cabeça do técnico Gaúcho.

Juninho não joga mais esse ano. Felipe treinou, mas também não deverá estar em campo. Já Alecsandro fala em tom de despedida e pode deixar São Januário. Por fim, Dedé só volta em 2013. Todos eles desfalcarão o Vasco contra o Fluminense, no entanto, o que era ruim ficou ainda pior, isso porque o goleiro Fernando Prass também não jogará diante do tricolor carioca, o arqueiro está com bursite no ombro direito.

Prass já vinha sofrendo com as dores, no entanto, o jogador atingiu seu limite e decidiu que não jogará a próxima e última partida do clube no ano, sendo assim, o jovem Alessandro entra em seu lugar.

Vasco e Fluminense jogam no domingo (02 de novembro), às 17:00, no Engenhão.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco termina o ano de forma melancólica, isso porque uma temporada que prometia ser espetacular está acabando com um time que se arrasta dentro e fora de campo. O jogo contra o Flamengo, no último sábado (24 de novembro), mostrou à torcida vascaína que o elenco precisa ser reforçado, isso porque existem jogadores que não possuem condições de vestir a camisa do clube.

A boa notícia é que alguns jogadores foram bem, como é o caso dos jovens Abuda, Dakson e Marlone, sendo eles a esperança para 2013. O técnico Gaúcho disse que diante da crise financeira pela qual o Vasco da Gama passa, a alternativa é apostar na garotada, assim como fez o Santos em 2002.

Como forma de desviar um pouco o foco, a diretoria vascaína agora prepara um jogo de despedida para Pedrinho, homenagem essa que por sinal é mais do que merecida. O meia é ídolo em São Januário, lugar onde foi criado e viveu os melhores momentos da sua carreira.

Se não fossem as lesões, Pedrinho teria ido mais longe, no entanto os problemas no joelho deixaram o talentoso meia fora de combate. Esse ano ele chegou a disputar o carioca, mas não conseguiu render e parou de vez.

A ideia do marketing do Vasco é de marcar o jogo para o fim da pré-temporada. A partida seria realizada contra o Ajax da Holanda. No entanto, nada está confirmado.

Vale lembrar que Edmundo ganhou um jogo de despedida e o Vasco goleou por 10 a 1 a fraca equipe do Barcelona de Guayaquil.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco vive um momento delicado, são dois meses de salários atrasados, problemas entre os membros da diretoria e dentro de campo as coisas também não vão bem. O time lutava pela Libertadores até o início do segundo turno, tendo ainda chances de ser campeão, no entanto com a saída de grandes jogadores, o elenco perdeu força e atualmente sofre para conquistar pontos.

Para o lugar dos jogadores que saíram, a diretoria trouxe alguns nomes, desses podemos dizer que apenas Wendel deu certo, os demais fazem um campeonato terrível e devem sair no fim da temporada. No entanto, apenas cinco dispensas foram confirmadas, outras também devem acontecer.

Os cinco jogadores que já tiveram sua dispensa confirmada são: Pipico, Rodolfo, Eduardo Costa, Chaparro e Diego Rosa. Já Willian Barbio, Abuda e Maicon Assis serão emprestados. Outros que devem deixar São Januário são Fabrício e Willian Mateus.

A ideia da diretoria é enxugar a folha salarial e trazer jogadores de maior nome, tudo para que o Vasco seja competitivo em 2013. Especula-se que Elsinho e Julio César do Figueirense estejam chegando, assim como o lateral Juan do Santos.

Diego Souza também deve desembarcar na colina, assim como Bernardo que está de volta do empréstimo ao Santos.

A diretoria promete um time forte para 2013, a torcida espera e torce para que isso aconteça.

Por Gabriel Frigini Reis


Com a proximidade do fim do ano de 2013, a diretoria do Vasco já começa a pensar na próxima temporada e alguns nomes começam a serem especulados como possíveis contratações. Entretanto, um jogador que esteve atuando pelo clube até a metade do Brasileiro já deixou claro que não deseja voltar a Colina Histórica: trata-se de Diego Souza.

Contratado pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita, em 21 de julho, o jogador ficou no Oriente Médio nos últimos meses, sem receber os salários acordados anteriormente. Desta forma, o ex-camisa 10 cruz-maltino entrou com pedido de liberação, o que acabou gerando um imbróglio com a Fifa, devido os árabes não terem entregue o passaporte para Diego Souza.

Após a situação inusitada, com a ajuda do Itamaraty, a confusão diplomática foi encerrada com desfecho positivo para o atleta, sendo ele liberado para poder voltar ao futebol brasileiro. O Vasco prontamente anunciou o desejo de repatriar o atleta. Porém, de acordo com o Jornal Extra, Diego já deixou claro que não possui nenhuma vontade de mais uma vez ir para São Januário.

Aliás, o destino do meia deve ser o Santos, quando poderá ser comandado por Muricy Ramalho. Neste caso, abre-se a possibilidade do retorno de Bernardo – emprestado ao Peixe – cujo contrato cessa no fim do ano.

Por Thiago Viana


O Coritiba receberá o Vasco pela trigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro 2012. O jogo será realizado no dia 17 de novembro, no estádio Couto Pereira, às 19h30.

O Coxa, time que joga em casa com o apoio de sua torcida, apresenta 45 pontos em 35 rodadas, com aproveitamento de 42,9%. Mais próximo da zona de rebaixamento do que do G4, o time paranaense precisa dos 3 pontos para continuar se distanciando do Z4 e terminar o torneio em uma posição melhor.

O artilheiro da equipe na competição é Deivid, que balançou as redes por oito vezes. Para a próxima temporada, o Coritiba contará com o repatriado meia Alex, cria da casa, em seu elenco.

Pelo lado do Vasco, que viu o G4 ficar cada vez mais distante nas últimas 5 rodadas, o objetivo é conseguir uma vitória fora de casa para terminar o torneio em uma boa posição. O clube carioca apresenta 51 pontos em 25 séries de jogos e tem aproveitamento de 48,6%.

Para vencer o Coritiba, o Vasco conta com os gols do artilheiro da equipe no Brasileirão, Alecsandro, que marcou 10 gols. Para a próxima temporada, a equipe busca contratar novos jogadores e renovar o elenco.

Por Marcelo Araújo


Embaixo de um forte calor, Vasco e Atlético-MG entraram em campo para jogar mais uma partida pelo Campeonato Brasileiro.

Precisando vencer o Cruzmaltino, o time mineiro entrou em forte ritmo para que ainda pudesse sonhar em conquistar o torneio nacional. Até os 5 minutos da primeira etapa, o Atlético atacava o Vasco, surpreendo-o com as bolas paradas do craque Ronaldinho, fazendo o goleiro do adversário trabalhar com boas defesas.

Enquanto era atacado, o Vasco tentava sair em contra-ataque com seus atacantes Tenório e Alecssandro, mas sem sucesso.

O placar foi aberto logo aos 25 minutos, a favor do Atlético, em pênalti cometido por Douglas em cima de Escudero, que foi convertido com sucesso por Ronaldinho Gaúcho. O primeiro tempo terminou com o resultado positivo a favor do Galo. 

No segundo tempo, o Vasco fez duas mudanças, dando nova mobilidade ao time. Pressionando, por estar com um homem a mais (Serginho foi expulso após levar o segundo cartão amarelo), o Vasco conseguiu empatar, após o encerramento do jejum de Alecssandro, que recebeu limpo de Felipe e bateu firme para o gol.

Após o empate, a partida esfriou e ficou sem qualquer tipo de emoção. O último lance do jogo foi de Réver. O zagueiro atleticano cabeceou no ângulo, exigindo uma defesa milagrosa do goleiro Fernando Prass.

Com o resultado, o Galo caiu para 3º (após a vitória do Grêmio sobre o São Paulo), enquanto o Vasco segue com poucas chances de ir à Libertadores. 

Por Renato Benevenuto


Nesse domingo (11), às 17:00 horas (horário de verão), Vasco e Atlético-MG entram em campo no estádio de São Januário, em um confronto com tom de decisão.

Do lado do Vasco, o objetivo é focar o fim do campeonato e buscar uma vaga na Libertadores 2013, depois da saída do técnico Marcelo Oliveira, após permanecer menos de dois meses no comando do Cruzmaltino.  Já do lado do Galo Mineiro, a corrida é para garantir uma vaga na fase de grupos da competição continental, sem a necessidade de disputar a pré-Libertadores. 

O Vasco vem derrotado pelo Sport, por 3×0, em pleno São Januário. Esse resultado culminou na saída do técnico Marcelo Oliveira.

Já o Atlético, também vem de derrota, 1×0, para o Coritiba, no Couto Pereira e busca se recuperar da derrota com um resultado positivo encima do Vasco, clube que está em crise política e financeira.

Por serem equipes bem montadas, que brigaram parte do campeonato pela liderança, não resta dúvidas de que o confronto será bem disputado, com vários gols.

A única certeza que se pode ter através desse duelo recheado por craques, é a de que será um grande espetáculo. 

Por Renato Benevenuto


O Vasco vive um péssimo momento no Campeonato Brasileiro, são 6 derrotas seguidas. O time saiu do G-4 e já desistiu da luta pela Libertadores. Fora de campo à situação é ainda pior, vários diretores estão deixando seus cargos, os salários estão atrasados, o técnico Marcelo Oliveira pediu demissão e Roberto Dinamite parece perdido.

Muitos torcedores reclamam do diretor de futebol Daniel Freitas, a maioria alega que o mesmo não possui capacidade para gerir o departamento de futebol do time, uma vez que o mesmo contratou jogadores que não caíram nas graças da torcida e fazem um campeonato terrível.

Há quem diga que Pelaipe (diretor de futebol Grêmio) assumirá o lugar de Daniel Freitas, essa pode ser a primeira de muitas mudanças que haverá no time após o término da temporada. Vários jogadores devem deixar São Januário, assim como alguns também podem chegar, como é o caso do meia francês Malouda, que está se desligando do Chelsea.

O experiente meia viria para São Januário principalmente após um pedido do amigo, Juninho Pernambucano. Vale lembrar que os dois jogaram juntos no Lyon e preservam uma boa amizade.

No entanto, a alta pedida salarial de Malouda poderia melar o negócio, já que alguns jornais publicaram que o jogador pediu R$ 500 mil de salário ao Santos, um dos clubes interessados em sua contratação.

Vamos ver se o futebol brasileiro será presenteado com mais um craque do futebol mundial.

Por Gabriel Frigini Reis


O Vasco chegou a sua sexta derrota consecutiva nesse domingo (05 de Novembro), o Gigante da Colina perdeu dentro de casa para o Sport pelo placar de 3 x 0. Após o jogo, a torcida manifestou-se de forma irônica contra o presidente Roberto Dinamite.

Fazendo campanha de time rebaixado no segundo turno, o Vasco está perdido e deve perder mais jogos até o fim da competição. O volante Nilton mostrou descontentamento e desabafou “É difícil trabalhar sem receber”. A declaração do jogador apenas expressa o sentimento da maioria do elenco, que está insatisfeita com o constante atraso de salários.

Em reunião feita essa manhã, o treinador Marcelo Oliveira pediu demissão, o técnico não suportou as seis derrotas consecutivas e deixou o cargo. Vale lembrar que o antigo comandante do Coritiba estava há dois meses no Vasco da Gama e até o presente momento não havia recebido salário.

Fontes garantem que o treinador assumirá o Cruzeiro no ano que vem, uma vez que Celso Roth deve deixar a Toca da Raposa.

O auxiliar técnico Gaúcho é quem comandará o time nas quatro últimas rodadas, onde o Vasco pegará o Atlético-MG, Coritiba, Flamengo e Fluminense.

Em entrevista ao Programa “Tá na Área”, o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, informou que espera por Ricardo Gomes para assumir o cargo de treinador. Vale lembrar que o mesmo já está liberado pelos médicos.

E agora? Teremos Ricardo Gomes à frente do Vasco novamente?

Por Gabriel Frigini Reis


Vasco e Sport entram em campo no próximo domingo (04 de Novembro), às 16h, em São Januário, para um confronto dos “desesperados”, o gigante da colina vem de cinco derrotas consecutivas, enquanto o Leão da Ilha do Retiro luta contra o rebaixamento.

O cruzmaltino contará com a volta de Alecsandro e Tenório, sendo possível que os dois formem o ataque titular, dessa forma jogadores como Marlone, Carlos Alberto e Éder Luis devem perder sua vaga no time titular, sendo opção no banco de reservas. No Sport, a baixa será a ausência do goleiro Marcão, o mesmo está lesionado e é desfalque importante para o time pernambucano.

O clima em São Januário não é bom, os salários atrasados, os bastidores conturbados da diretoria e o distanciamento do G-4 estão tornando o clima ainda pior, chegando ao ponto do Presidente, Roberto Dinamite, convocar uma coletiva para responder e esclarecer as dúvidas da impresa. Uma reunião também está marcada com uma das torcidas organizadas, o encontro provalmente será hoje, quarta-feira (31 de outubro).

Com certeza será um jogo pegado, já que os dois times precisam e muito da vitória. Lembrando que o Vasco terá o desfalque do zagueiro Dedé (que sofreu uma fratura na fíbula da perna esquerda), inclusive o “Mito” não joga mais nesse brasileirão, portanto será preparado apenas para 2013.

Vasco e Sport se enfrentam domingo. às 16h. no Estádio de São Januário-RJ.

Por Gabriel Frigini Reis


Mesmo com a promoção de ingressos que a diretoria do Vasco fez, a torcida da equipe de São Januário não se animou muito.

Após as três derrotas consecutivas no Brasileirão, os vascaínos nem chegaram a encher o estádio conforme o esperado. Os torcedores esperançosos foram à loucura quando Jonas abriu o placar, porém essa euforia durou pouco.

Diego Forlan fez dois gols e conseguiu virar o placar. Com essa derrota, o Inter manteve a vantagem na segunda etapa.

Restando apenas seis rodadas, o Vasco necessita recuperar cinco pontos em relação ao São Paulo e assim terminar no G-4.

O Inter está a sete pontos dos tricolores. A torcida, na maior parte do tempo tentou empurrar o time e sair do marasmo e como não obtiveram êxito, os torcedores resolveram protestar cobrando a saída de Roberto Dinamite.

No estádio, os gritos de “Queremos jogador” e “Chega de piada, vendeu o time todo e não pagou nem a água” aumentaram a tensão. Dinamite preferiu esconder-se na sala presidencial e pode perceber o aumento de policiais nas cadeiras sociais, que tiveram que conter alguns torcedores mais revoltados.

Por A.V.S


Em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, o Internacional de Forlán levou a melhor sobre o Vasco de Juninho. De virada o colorado venceu a partida por 2 x 1, o uruguaio marcou os 2 gols dos gaúchos, enquanto Jonas marcou para os cariocas.

A vitória deixou o Inter com 48 pontos, dois a menos que o Vasco, que estacionou nos 50 pontos. Essa é a quarta derrota seguida da equipe carioca. Antes, durante e após o jogo, a torcida realizou inúmeros protestos contra o Presidente Roberto Dinamite.

Desfalcado de Alecsandro e Tenório, o Vasco fez um bom início de primeiro tempo, tanto que saiu na frente com Jonas, no entanto, o Internacional melhorou e Forlán fez dois gols seguidos. Na volta para o segundo tempo, o Vasco parecia perdido em campo e o Colorado soube se segurar e levou 3 importantes pontos de São Januário.

Para piorar a situação, o Vasco ainda perdeu Dedé lesionado, sendo dúvida para a próxima partida.

Na próxima rodada o Vasco pega o Corinthians no Pacaembu, já o Internacional enfrenta o Palmeiras no Beira-Rio.

Por Gabriel Frigini Reis


A briga pelo G4. Esse é o principal objetivo de Vasco e São Paulo no Campeonato Brasileiro. E será esse o confronto dos dois times pela 29ª rodada. Vasco e São Paulo entram em campo nesta quarta-feira, para consolidar a busca pela zona de classificação para a Libertadores.

No Vasco, já dentro do G4, a ordem é não perder para se manter distante do São Paulo. O time, no entanto, não poderá contar com alguns de seus jogadores. Dedé (convocado pela seleção brasileira), Carlos Alberto (suspenso) e Douglas (machucado) desfalcam o time da Colina. Assim, a disputa pela vaga no meio campo fica entre Jhon Cley e Marlone, enquanto na zaga a disputa é entre Fabrício e Rodolfo. O meia Felipe, que sente dores no joelho, é dúvida para a partida.

Já o São Paulo, que aparece logo atrás do Vasco na tabela, precisa da vitória para encostar de vez no time carioca. Sem poder contar com o meia-atacante Lucas (também na seleção brasileira), o treinador Ney Franco deve optar pela volta do lateral Douglas na equipe. Rhodolfo, de fora da última partida, retorna a equipe. O Tricolor aposta na boa média de gols do artilheiro Luis Fabiano para conseguir superar o Vasco.

A partida acontece no estádio de São Januário, às 22h.

Por Augusto Cesar


Na 27ª rodada do Brasileirão 2012, diversos jogos serão de extrema importância para o G4 e para a zona de rebaixamento. E essa série de jogos coloca frente a frente dois times que se encontram nestas áreas da tabela de classificação. O Vasco, quarto colocado, recebe o Figueirense, penúltimo colocado, em casa.

Pelo lado do Vasco, a meta é manter uma regularidade de vitórias para continuar no G4 e manter a distância do São Paulo, clube que o segue de perto. O clube do Rio de Janeiro encontra-se na quarta posição, contabilizou 44 pontos em 26 jogos e apresenta uma campanha com 56,4% de aproveitamento. Para conseguir se manter na Zona de Classificação para a Copa Libertadores da América 2013, o Vasco conta com o goleador Alecsandro, autor de nove gols na competição.

O Figueirense encontra-se em uma situação mais complicada. O time catarinense vem de uma derrota para o Palmeiras e não consegue sair da zona de rebaixamento a várias rodadas. O clube precisa desta vitória contra o Vasco para somar mais três pontos e subir no Z4, pois pode ultrapassar o Palmeiras, que tem apenas um ponto a mais na classificação.

Por Marcelo Araújo


A Ponte Preta receberá o Vasco pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012. Com diversos confrontos importantes nas zonas do G4 e do Z4, esta série de jogos é bastante esperada, pois pode definir posições nas duas partes da tabela.

O Vasco ainda figura na quarta posição do G4 e precisa manter uma regularidade de vitórias para se classificar para a Taça Libertadores da América do ano que vem. Para isso, a vitória sobre a Macaca fora de casa é de extrema importância.

Contando com a experiência de jogadores como Juninho Pernambucano e Felipe, o time carioca ainda tem como arma principal os gols de Alecsando, um dos principais artilheiros do torneio nacional com nove gols marcados.

Pelo lado do time campineiro a situação é bem diferente, a Macaca acumulou 33 pontos em 25 jogos e mantém um índice de aproveitamento de 44%, o mesmo do Santos. Por isso, a campanha do clube tem sido bastante elogiada.

Com o apoio de sua torcida, a Ponte Preta pretende somar mais três pontos em casa e, para isso, tem o artilheiro Roger como uma de suas principais apostas.

O jogo será realizado no dia 23 de setembro no estádio Moisés Lucarelli, às 16h.

Por Marcelo Araújo


Atualmente em situações completamente diferentes, Cruzeiro e Vasco se enfrentarão neste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vindo de 3 derrotas consecutivas e com uma campanha irregular, o Cruzeiro já anda cogitando findar a passagem de Celso Roth pelos lados mineiros. Para escapar dessa pressão, o treinador precisa imensamente da vitória no duelo. E não terá vida fácil. Isso porque o time não terá o zagueiro Léo, titular da equipe e expulso na última partida. Borges e Ceará estão liberados, mas ainda não estão confirmados para a partida.

Por outro lado, o Vasco vai promover a estreia de seu novo treinador. Após a queda de Cristóvão Borges, Marcelo Oliveira foi contratado para fazer o Vasco voltar a render no Brasileirão. Como presente, o treinador ganhou o reforço de Renato Silva que, após um longo tempo de espera, conseguiu ter a sua situação regularizada. O meia Carlos Alberto se recuperou de lesão e deve estar apto para a partida. Mas nem tudo é perfeito para Oliveira. O Vasco tem Douglas, Felipe e Alecsandro suspensos, enquanto Auremir está machucado.

O jogo acontece às 16h e terá André Luiz de Freitas Castro na arbitragem, com Alessandro Rocha de Matos e Bruno Boschilia como auxiliares.

Por Augusto Cesar


Os cruzeirenses já estiveram melhor no Campeonato Brasileiro. O time que já brigou pela liderança da competição, caiu de rendimento e hoje está longe da luta até da Copa Libertadores, principalmente, após as últimas três derrotas seguidas (sendo duas para times na zona de rebaixamento).  

Na oitava posição e com 34 pontos, os mineiros jogam domingo, 16/09, às 16h, contra o Vasco para melhorar o retrospecto e entrar novamente na briga.   

Já, a equipe cruzmaltina, que também vinha de um período conturbado, que somou a goleada sofrida para o Bahia, no fim de semana por 4 a 0, ao pedido de demissão do técnico Cristóvão Borges, voltou a ter com o que comemorar.

A chegada de Marcelo Oliveira, vice-campeão da Copa do Brasil pelo Coritiba, e a vitória em cima do Palmeiras, por 3 a 1, mantiveram a equipe isolada na quarta colocação.  A expectativa agora é engrenar no Campeonato e quem sabe, aproximar-se dos líderes Fluminense e Atlético Mineiro. Será a primeira partida no banco de reservas de Marcelo Oliveira. O treinador ficou nas cabines na partida contra o Palmeiras. No primeiro turno, vitória do Cruzeiro por 3 a 1, em plena São Januário. 

Por Paulo B.


O Vasco conseguiu espantar a má fase e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Depois de ser derrotado no fim de semana pelo Bahia por 4 a 0, o time cruzmaltino conseguiu retornar ao caminho das vitórias sobre o Palmeiras, ontem (12/09), em São Januário.

Pior para o alviverde que com a derrota por 3 a 1 caiu para a penúltima posição e segue muito ameaçado na zona de rebaixamento. Em campo, o primeiro tempo foi equilibrado. O Palmeiras abriu o placar com Luan, aos 23 minutos, aproveitando sobra de um escanteio.

Seis minutos depois, o Vasco já empatava o jogo com Tenorio, para a alegria de Marcelo Oliveira, novo treinador da equipe de São Januário e que assistia o jogo das cabines do estádio.  

Na etapa final, apesar do time paulista voltar melhor, quem deu as caras foi o Vasco que virou a partida. Nilton aproveitou chute de Juninho Pernambucano e conseguiu marcar, na primeira finalização dos cariocas no segundo tempo.

Atrás no placar, o Palmeiras foi à frente, mas em um contraataque, Juninho Pernambucano lançou Reizinho que deu números finais a partida.   Com a vitória, o Vasco chega aos 42 pontos e se consolida na quarta colocação, limite para se classificar para a Libertadores, porém ainda distante dos líderes, pois Atlético Mineiro e Fluminense venceram seus jogos.   

Na próxima rodada, a equipe de Marcelo Oliveira vai à Minas Gerais enfrentar o Cruzeiro. O Palmeiras tem vida ainda mais complicada. Clássico com o Corinthians, no Pacaembu. 

Por Paulo B.


Clássicos entre clubes paulistas e cariocas marcam a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2012. Um deles ocorre entre Vasco e Palmeiras, duas equipes com situações bem diferentes no torneio nacional.

Pelo lado alviverde, a luta é para escapar da zona de rebaixamento e buscar resultados mais regulares na competição. Já o Vasco, que recentemente perdeu seu técnico, está na quarta posição do Campeonato e precisa dos três pontos para continuar no G4 e se manter longe de Botafogo e São Paulo.

O Palmeiras ocupa a décima oitava posição na tabela, precisa dos três pontos para deixar a zona de rebaixamento. O time paulista contabilizou apenas vinte pontos em vinte e três rodadas e tem aproveitamento de 29%.

Pelo lado do clube carioca, são trinta e nove pontos em vinte e três rodadas e o aproveitamento vascaíno é de 56,5%. Entre os principais jogadores do Vasco estão o artilheiro Alecsandro, que marcou nove vezes no Campeonato, Juninho Pernambucano e Dedé, zagueiro que esteve recentemente na Seleção Brasileira.

O jogo será realizado no estádio São Januário, às 22h do dia 12 de setembro.

Por Marcelo Araújo


O tempo de descanso falado pelo técnico Marcelo de Oliveira pode ser encurtado bem mais do que ele esperava. Recém demitido do Coritiba, o treinador saiu com um discuro que queria descansar, devido ao fato de o futebol brasileiro ser muito desgastante.

Porém, com a saída de Cristóvão Borges do Vasco, o nome do treinador foi o primeiro a ser lembrado pelos dirigentes. Por isso, os diretores do Vasco já entraram em contato com Marcelo, iniciando as negociações para levar o antigo treinador do Coxa.

Lisonjeado com a oportunidade, Marcelo Oliveira deve abrir mão do tempo de descanso para poder assumir o Vasco. Honrado, o técnico não deve dificultar as negociações.

Outros nomes, como o de Emérson Leão e Joel Santana circularam nos arredores da Colina, mas foram imediatamente rejeitados.

O Vasco trabalha para anunciar o novo técnico até o fim de semana. Roberto Dinamite já confirmou que busca um técnico rígido e que controle bem o time, para não haver casos de indisciplina. O presidente também disse que Oliveira se encaixa no perfil, e por estar livre no mercado, é realmente o nome mais provável.

Por Augusto Cesar


Depois de um início arrasador, o Vasco caiu na tabela do Campeonato Brasileiro e corre riscos até de sair da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2013.

Nos últimos onze jogos, a equipe conquistou apenas 10 dos 33 pontos possíveis e saiu vencedor apenas de dois confrontos (contra Sport e Portuguesa).   Os resultados negativos, somados a goleada do último fim de semana contra o Bahia (4 a 0 em pleno São Januário), levaram o técnico Cristovão Borges a pedir demissão, nesta segunda-feira (10/09).  

A equipe que disputou durante boa parte do primeiro turno a liderança da competição, vê os dois líderes (Fluminense e Atlético Mineiro) arrancarem no campeonato, enquanto Botafogo, Internacional e São Paulo, ameaçam a quarta posição do time carioca.  

Desde a derrota para o Atlético Mineiro, na 16ª rodada, a equipe começou a perder espaço e conseguiu perder cinco dos últimos oito jogos.    Para tentar se reequilibrar no campeonato e defender a quarta posição, o Vasco enfrenta o Palmeiras, que também vive momento difícil e vem de derrota por 3 a 0 para o vice-líder Atlético Mineiro. 

O jogo contra o alviverde é nesta quarta-feira (12/09) e o time cruzmaltino terá o comando interino do auxiliar técnico Gaúcho. 

Por Paulo B.


A derrota sofrida de maneira humilhante para o Bahia no último fim de semana gerou graves consequências para o Vasco.

Cristóvão Borges, que vinha sendo muito cobrado pela torcida por melhores resultados, não suportou a pressão e preferiu pedir demissão do cargo.

Com pouco mais de 1 ano de clube, Cristóvão sai com 48 vitórias, 18 empates e 19 derrotas em 71 partidas. Em relação a campeonatos, o treinador consegui o vice das taças Rio e Guanabara, o vice-campeonato brasileiro e chegou às semifinais da Copa Sul-Americana. 

Cristóvão Borges assumiu o Vasco após o problema cardíaco do então técnico Ricardo Gomes, para dar continuidade a filosofia do seu antigo chefe. Antes de pedir a demissão, Borges ligou para Gomes para comunicá-lo. Ricardo, assim como o presidente do Vasco e a própria família de Cristóvão foram contra a decisão, mas o antigo auxiliar foi firme em sua idéia.

Com um discurso de agradecimento, ele disse ter saído orgulhoso e para um futuro melhor para o Vasco. Agradeceu a todos os funcionários do clube, aos jogadores e a torcida, dizendo que mesmo com as recentes cobranças, as conquistas positivas ficaram marcadas. Roberto Dinamite, presidente do clube,  enalteceu o trabalho feito pelo treinador e o parabenizou pela trajetória no clube.

Agora, o Vasco precisará buscar algum técnico no mercado. Enquanto isso não acontece, o time será comandado pelo auxiliar Gaúcho. 

Por Augusto Cesar


Se a situação era ruim, parece piorar a cada rodada que passa. Depois de uma vitória importante contra o Sport, todos sabiam das dificuldades de enfrentar o Atlético Mineiro em Minas Gerais, mas a derrota do jeito como aconteceu, fez todos os torcedores do Palmeiras lembrarem o ano em que o time foi rebaixado para a Série B.

Para o próximo jogo, o confronto promete ser tão difícil quanto o último, afinal jogar contra o Vasco da Gama em São Januário nunca foi tarefa fácil. Ainda mais depois da pressão que o time carioca sofre, devido aos maus resultados obtidos nas últimas rodadas.

Felipão já decretou ‘lei do silêncio’ para que seus jogadores não comentem com a imprensa os problemas da equipe. Outro problema são os constantes desfalques do time, que para o próximo jogo não poderá contar com Thiago Heleno e João Vitor, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e Marcos Assunção e Fernandinho, que continuam no Departamento Médico.

Henrique tem sua volta garantida e Hernán Barcos poderá ser a novidade. Valdivia ainda não voltou a jogar seu grande futebol, mas Tiago Real, recém-contratado vem se mostrando um bom jogador e pode ainda ajudar o time a sair da zona de rebaixamento.

Por José Alberi


Dentro de campo, o zagueiro Mauro Galvão transparecia classe em todos os momentos. Agregador, líder e companheiro, em 24 anos de carreira atuou em apenas seis clubes, sendo ídolo em todos estes: Internacional, Bangu, Botafogo, Lugano (da Suíça), Grêmio e Vasco.

Ao se aposentar, decidiu seguir no mundo do futebol. Como técnico, o ex-jogador teve no Vasco a sua primeira chance, ainda tentou encorpar experiência com rápidas passagens por Botafogo e Naútico, mas não vingou.

Obstinado, entretanto, o ex-atleta optou por uma nova função sem deixar o futebol como objetivo. Ao passar a ser diretor-executivo, primeiro o Grêmio e depois o Avaí arriscaram ao nomear Mauro Galvão para tal oportunidade.

Fora do cenário nacional desde agosto de 2011, eis que aos 50 anos agora surge o início de uma nova história. Campeão Brasileiro (97 e 2000), Carioca (98), da Copa Libertadores (98), do Torneio Rio-São Paulo (99) e da Copa Mercosul (2000), o ex-craque está de volta a São Januário, casa do time ao qual ajudou em todos estes títulos: o Vasco.

O ensejo agora é ser o coordenador das divisões de base do clube carioca. O cargo segue vago desde a última quinta-feira, após o pedido de demissão de Humberto Rocha. Como novidade, vale salientar que em breve (ainda em setembro) a transferência das categorias inferiores do clube para o CT de Itaguaí será concluída.

"Acertaremos as mudanças de forma oficial na segunda ou terça-feira", revela Antônio Peralta, vice-presidente geral em entrevista ao Jornal Extra.

Por Thiago Viana


A vigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2012 irá ocorrer entre os dias 5 e 6 de setembro. A expectativa é de alterações na classificação tanto no G4 como na zona de rebaixamento. Presente no primeiro grupo, o Vasco vai até o nordeste para enfrentar o Náutico.

O Vasco precisa dos três pontos para manter-se longe de São Paulo, Cruzeiro e Internacional, que estão a apenas 4 pontos do alvinegro do Rio de Janeiro. O artilheiro do Vasco na competição é Alecsandro, que já marcou 9 gols. A equipe carioca ocupa a quarta posição no campeonato, acumulando 38 pontos nos 21 jogos que disputou.

O Náutico, impulsionado por sua torcida que costuma apoiá-lo em momentos decisivos, precisa da vitória e conta com os gols do artilheiro Araújo, que já balançou a rede por seis vezes no torneio. O Timbu ocupa a décima posição no campeonato, com 27 pontos acumulados em 21 jogos.

O jogo será realizado no estádio dos Aflitos, no dia 5 de setembro, às 19h30.

Entre outros jogos da rodada, os destaques são para São Paulo x Internacional, Fluminense x Santos e Cruzeiro x Botafogo.

Por Marcelo Araújo


O Vasco da Gama, depois de várias derrotas e atuações fracas, a vitória contra a Portuguesa parece ter reanimado todos os jogadores e a torcida para o próximo confronto, no estádio dos Aflitos, contra o Náutico.

A vitória carioca é fundamental, pois não deixará os três primeiros colocados, Atlético Mineiro, Fluminense e Grêmio, se distanciarem e ainda deixará o time ainda mais confiante para o confronto contra o Bahia no Rio de Janeiro.

Já o Náutico precisa da reabilitação, depois de perder de goleada para o Cruzeiro, em Belo Horizonte. Na derrota, nada funcionou e a defesa ficou diversas vezes exposta diante de Borges, que marcou 2 vezes e o ataque não funcionou.

A tarefa para os vascaínos não será nada fácil, afinal o Náutico tem como seu grande trunfo o fato de jogar em casa. Conquistou 22, dos 27 pontos atuando em casa, aplicando goleadas em São Paulo e Santos, ambos por 3 a 0.

Mesmo com a vitória, o Vasco não poderá superar o Grêmio, pois tem número de vitórias a mais, mas um revés não o fará sair da 4ª colocação, pois tem 4 pontos do São Paulo.

Por José Alberi


Grêmio e Vasco disputam, nessa quarta-feira (29 de agosto), a 1° rodada do returno do Brasileirão 2012.

O jogo é tratado como decisão para ambos os times, já que o gigante da colina está na 4° colocação, enquanto o tricolor gaúcho ocupa a 3°. Lembrando que o time de Porto Alegre assumiu essa posição na rodada passada, após vencer o rival Internacional pelo placar de 1 a 0. Já os cariocas perderam o clássico para o Fluminense por 2 a 1.

O técnico Cristóvão Borges terá problemas para o duelo, pois Juninho Pernambucano tomou o terceiro amarelo diante do Fluminense e está fora, o mesmo vale para Felipe Bastos. Éder Luís segue fora, sem prazo para retornar. Tenório que está aprimorando a forma física e poderá atuar apenas no 1º tempo do jogo. Sendo assim o ataque do Vasco deverá ser formado por Alecsandro e Willian Barbio. Há quem diga que Carlos Alberto será adiantado e Eduardo Costa preencherá o meio campo.

Do lado do Grêmio,  o técnico Wanderlei Luxemburgo ainda não confirmou o time que pega o Vasco, pois Elano foi vetado pelo departamento médico e Gibelto Silva, por sua vez, está suspenso. Portanto os dois são desfalques sérios para o jogo que será realizado no Olímpico, nesta quarta-feira (29/08), às 22h.

Por Gabriel Frigini Reis


O equatoriano Carlos Tenório está liberado para encarar o Fluminense, sábado (25 de agosto), pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Após sentir um problema muscular no jogo diante do Atlético Mineiro, o jogador não atuou no empate diante do Coritiba e na derrota para o Flamengo. No entanto sua recuperação foi boa e o atacante possivelmente será escalado entre os titulares.

Enquanto Tenório está voltando, o atacante Éder Luís está fora e preocupa o departamento médico do clube cruzmaltino. O camisa 7 sentiu uma lesão na coxa na partida diante do Flamengo, na ocasião ele foi substituído por Pipico (ex-Macaé), jogador esse que teve boa atuação e também disputa uma vaga no ataque, já que William Barbio foi muito mal contra o Coritiba e não ficou nem no banco diante do rubro negro carioca.

Lembrando que o técnico Cristovão Borges promoveu a subida de três jovens da base (Marlone, Jhon Cley e Romário), o trio está com o time júnior do Vasco disputando a taça BH, após o fim da competição os mesmos já voltam direto para o profissional. O treinador vascaíno disse que a ideia de promover os garotos surgiu devido a necessidade de compor o elenco, já que o gigante da colina perdeu importantes jogadores na janela de transferência de Julho.

Por Gabriel Frigini Reis


Felipe jogará hoje contra o Coxa.

Nesta quinta-feira (16) Vasco e Coritiba vão se enfrentar em um duelo de opostos. O jogo, que é válido pela 17° Rodada do Campeonato Brasileiro, traz o time carioca que briga ponto a ponto pelas primeiras posições com Fluminense e Atlético Mineiro, enquanto o Coritiba hoje está na zona do rebaixamento e precisa de pontos para sair da degola.

O Coxa está a três rodadas somente com derrotas, tanto fora como em casa. O técnico Marcelo Oliveira, mesmo com o respaldo da diretoria, vê o seu cargo começando a ter mais criticas duras vindas da torcida.

O Vasco, que perdeu na última rodada para o Galo, o atual líder, agora quer vencer para não deixar o time mineiro abrir uma maior vantagem na primeira colocação.

O time vascaíno hoje é o terceiro colocado com 34 pontos somados, atrás do Fluminense e Atlético Mineiro.

O Jogo terá a transmissão do canal Sportv, menos para o Rio de Janeiro. O PFC transmite também em pay per view.

Confira a programação no site oficial – http://sportv.globo.com/site/programacao/ – ou – http://pfci.globo.com/programacao.

Clique aqui para conferir a matéria sobre as escalações.


Vasco x Coritiba.

Vasco e Coritiba não tiveram boas atuações no final de semana e perderam seus jogos. Nesta quinta-feira (16) as duas equipes se enfrentam em partida que é válida pela 17° Rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco conta com 34 pontos e perdeu para o líder Atlético Mineiro, na última rodada. Uma vitória hoje é de extrema importância para continuar perto do ponta do Brasileirão.

No Coxa, o time está com apenas 15 pontos, perdendo os seus três últimos jogos que disputou. Hoje ele se encontra na zona do rebaixamento e precisa de, no mínimo um empate para sair da zona da degola.

Os dois times se enfrentam no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, a partir das 21 horas (horário de Brasília).

Cristóvão Borges do Vasco deve fazer algumas mudanças no time. Ele não poderá contar com o atacante Éder Luís, lesionado, nem com seu substituto, o equatoriano Tenório, que se machucou na panturrilha.

No lado do Coxa, o técnico Marcelo Oliveira não terá o zagueiro Emerson, os atacantes Leonardo e Everton Costa, que foram vetados pelo departamento médico, ficando fora do time.

Porém, o treinador poderá contar com a volta de William, Rafinha e Robinho, que cumpriram suspensão na última rodada.

Confira a ficha técnica –

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de agosto de 2012 (Quinta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Teixeira (BA) e José Carlos dos Santos (BA)

VASCO: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Fabrício e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Felipe; Carlos Alberto e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges

CORITIBA: Vanderlei, Ayrton, Pereira, Escudero e Lucas Mendes; Junior Urso, William, Gil (Robinho) e Rafinha; Roberto e Anderson Aquino
Técnico: Marcelo Oliveira


Na próxima quinta-feira, dia 16 de agosto, Vasco e Coritiba reeditam o confronto que marcou a final da Copa do Brasil em 2011. Naquele ano, o Vasco ganhou de 1 a 0 e garantiu o título com o placar agregado em Curitiba.

Até hoje os paranaenses relembram um erro de arbitragem, um pênalti claro não marcado, que se convertido, faria do Coxa campeão da Copa do Brasil.

Mas para este confronto, pouco mais de um ano se passou e os times são bem diferentes. As estrelas daquele confronto já não fazem mais parte dos elencos das equipes. Diego Souza e Fagner saíram do Vasco, enquanto Bill, Marcos Aurélio, Leandro Donizete e Léo Gago saíram do Coritiba.

Os times ainda mantiveram a base e os técnicos, o que garante ainda um sentimento de rivalidade e a vontade paranaense em devolver o resultado negativo aos cariocas.

Na tabela de classificação, entretanto, não há equilíbrio entre as campanhas. O Vasco atualmente é o 3º colocado com 34 pontos, enquanto o Coxa é o 15º com apenas 15 pontos.

A partida dificilmente terminará sem gols, pois a equipe paranaense está com a pior defesa do Brasileirão, com 24 gols sofridos, enquanto os cruz-maltinos tem um dos ataques mais positivos da competição.

Por José Alberi


Na próxima semana, no dia 05 de agosto de 2012 (domingo), Vasco da Gama e Corinthians se enfrentam pela 14ª rodada do Brasileirão 2012.

A partida, que será realizada no estádio de São Januário, pode dar a liderança ao time carioca. Este será o reencontro das duas equipes depois da eliminação do time cruz maltino na Libertadores, onde por pouco não se classificou e perdeu por 1 a 0 com gol de Paulinho.

Mesmo depois da derrota e da eliminação na Libertadores, o Vasco, apesar de ter sofrido uma queda de rendimento, voltou forte e mostra força suficiente para lutar pelo título.

Ano passado, mesmo com a vaga da Libertadores já assegurada pelo título da Copa do Brasil, a equipe carioca fez campanha irretocável e quase foi campeã, chegando em segundo lugar, logo atrás do próprio Corinthians.

O confronto entre as duas equipes promete muita correria, mas os jogos com o Corinthians normalmente são de poucos gols, muita marcação e cadência, mesmo com o artilheiro do campeonato (Alecsandro) estando em ótima fase.

Mesmo com a ausência de Diego Souza e Fagner, que foram negociados recentemente, o Vasco acumula vitórias e briga ponto a ponto com o Atlético Mineiro. Já o Corinthians sabe que deve acumular pontos agora, pois terá a preparação para o Mundial no final de ano e deve jogar com reservas as últimas rodadas.

Por José Alberi


"É um time para ser campeão", essas foram as palavras de Milton Cruz, técnico inteirino do São Paulo, antes do time ser assumido por Ney Franco. Entretanto, as palavras de Milton Cruz nada valem com o desempenho do tricolor em campo, que mostrou possuir enormes problemas na marcação e no ataque.

A partida foi totalmente dominada pelo Vasco, que venceu o jogo por 1 a 0, chegando aos 23 pontos e seguindo na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Já o São Paulo, continuou com 16 pontos e está na sétima colocação.

Além de perder o jogo, o tricolor não irá contar com Rodrigo Caio, que foi expulso após colocar a mão na bola, levando cartão amarelo. Como já havia levado cartão, acabou sendo expulso da partida.

Os 10.247 torcedores pagantes, além de assistirem uma péssima partida e serem castigados com um frio de cerca de 15°C, utilizaram o jogo para pedir raça aos jogadores do São Paulo e também para protestar contra Juvenal Juvêncio, presidente do tricolor.

Para a 11ª rodada do campeonato, o Vasco encara o Santos no São Januário no sábado (18h30) e, no domingo (16h00), é a vez do São Paulo enfrentar o Figueirense, em Florianópolis.

Por Rodrigo Alves de Oliveira


Para a décima rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, que ocorrerá nos dias 18 e 19 de julho, próximo final de semana, o São Paulo enfrenta o vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama.

O jogo será no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o popular Morumbi, e a equipe paulista, que vem de empate no clássico contra o Palmeiras, almeja entrar no grupo do G4. O jogo pode ser considerado um confronto direto por vaga na Libertadores da América do ano que vem, já que as duas equipes almejam estar presente no torneiro internacional e estão próximas na tabela.

Pelo lado do Vasco, apesar de jogar fora, tem os números ao seu favor, pois fez uma campanha melhor do que o tricolor do Morumbi. O bom desempenho do time reflete-se nas seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota nas nove rodadas que disputou. Além disso, o time carioca conta com os gols do artilheiro do campeonato, Alecsandro, que vem fazendo uma boa campanha na artilharia.

Na história do Campeonato Brasileiro, o confronto entre as duas equipes totaliza números que ampliam a rivalidade. O São Paulo tem 17 vitórias contra 13 do Vasco. Foram 15 empates durante os anos de 1933 e 2011 no torneio nacional.

Por Marcelo Araújo


Em partida movimentada, disputada pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro da série A, o Vasco venceu o Atlético Goianiense mesmo jogando mal na maior parte do tempo. Os lances mais perigosos da partida foram originados por Juninho Pernambucano, que a cada partida demonstra o seu valor, mesmo sendo considerado um jogador de idade avançada.

O começo da partida foi acirrado. O chute de Wesley, do time goiano, assustou o goleiro vascaíno. Porém, na cobrança de falta cobrada executada por Juninho Pernambucano a bola foi com perigo para dentro da área, o jogador do Atlético Goianiense desviou para o próprio gol depois da cabeçada de Alecssandro.

No segundo tempo o Atlético Goianiense começou a pressionar. Fernando Prass, como todo o bom goleiro, teve que contar com a sorte, pois os goianos jogaram duas bolas nas suas traves.

Mais uma vez Juninho Pernambucano salvou o Vasco. Com a vitória o time carioca assume a segunda posição, consagrando-se como grande favorito em conquistar o Brasileirão deste ano. O Atlético Goianiense amargura a última colocação do campeonato.

Por Renato Duarte Plantier 





CONTINUE NAVEGANDO: