O sobe e desce dos times entre as divisões nos campeonatos estaduais espalhados pelo Brasil vem gerando cada vez mais equipes estreantes na primeira divisão das competições regionais, muitos desses clubes fundados recentemente e que se revezam principalmente com os clubes considerados pequenos ou de menor expressão. Por conta disso, atualmente, em 2015, teremos ao todo 15 times debutando na Série A em 12 estados brasileiros, e incluindo todas as regiões do país. São eles o Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Pernambuco, Goiás, Pará, Sergipe, Paraíba, Mato Grosso e Acre.

Confira abaixo a lista com os campeonatos estaduais que terão estreantes na primeira divisão em 2015, os times novatos e um pouco das suas histórias (incluindo o ano de fundação):

·         Campeonato Carioca:

– Barra Mansa:

Fundação do clube: 1908

Principal destaque: Meio-campo Paulinho (ex-Sport e Atlético-MG)

Obs.: É o mais antigo dos estreantes em 2015.

·         Campeonato Paulista:

– RB Brasil:

Fundação do clube: 2007

Principais destaques: Zagueiro Fabiano Eller (campeão do Mundial de Clubes em 2006, pelo Internacional) e o lateral-direito Jonas (ex-Vasco e Coritiba)

Obs.: Vai disputar o Campeonato Paulista 2015 após ter sido vice-campeão da Série A2 do estadual, em 2014.

– Capivariano:

Fundação do clube: 1918

Principal destaque: Volante Amaral, de 41 anos (ex-Corinthians, Vasco e Palmeiras)

Obs.: Venceu a Série A2 do Paulistão, em 2014, e ganhou o direito de subir para a elite em 2015.

·         Campeonato Paranaense:

– F.C. Cascavel:

Fundação do clube: 2008

Obs.: Foi fundado pelo ex-jogador e comentarista esportivo Belleti, e em 2012 quase fechou após desistir da disputa da divisão de acesso do estadual. Mas o clube foi vendido, reergueu-se e foi campeão da Série B do Paranaense, em 2014.

·         Campeonato Gaúcho:

– União Frederiquense:

Fundação do clube: 2010

Principal destaque: Atacante Josiel (artilheiro do Brasileirão em 2007, pelo Paraná Clube)

Obs.: O clube subiu para a Série A por ter ficado em terceiro lugar da divisão de acesso, em 2014.

·         Campeonato Capixaba:

– Sport:

Fundação do clube: 2013

Obs.: É o mais novo dos times estreantes nos estaduais de 2015. Ganhou o direito de disputar a Série A após ser campeão da divisão de acesso logo na primeira vez que a disputou.

– Atlético-ES:

Fundação do clube: 1965

Obs.: Foi fundado por torcedores do Atlético-MG e por isso tem o escudo semelhante ao da equipe mineira. Foi vice-campeão da divisão de acesso, em 2014, e subiu para a elite do Campeonato Capixaba.

·         Campeonato Pernambucano:

– Atlético-PE:

Fundação do clube: 2006

Obs.: Foi vice-campeão da divisão de acesso, em 2014, e será o time mais novo da Série A, em 2015.

·         Campeonato Goiano:

– Caldas Novas:

Fundação do clube: 1982

Principal destaque: O experiente técnico Mauro Fernandes

Obs.: Ganhou o acesso após ser campeão da Série B do Campeonato Goiano, em 2014.

·         Campeonato Paraense:

– Tapajós:

Fundação do clube: 2012

Obs.: Foi vice-campeão da primeira fase do Campeonato Paraense, em 2014, e subiu para a elite do estadual.

– Parauapebas:

Fundação do clube: 1989

Obs.: Ganhou o acesso para a Série A após ser campeão da primeira fase do Campeonato Paraense, em 2014.

·         Campeonato Sergipano:

– Boquinhense:

Fundação do clube: 1965

Obs.: Vai disputar a Série A após ser vice-campeão da divisão de acesso do estadual de Sergipe.

·         Campeonato Paraibano:

– Lucena:

Fundação do clube: 2008

Obs.: Foi campeão do Campeonato Paraibano Série B no primeiro ano que a disputou, em 2014, e vai jogar na elite do estadual.

·         Campeonato Matogrossense:

– Poconé:

Fundação do clube: 2012

Obs.: Foi vice-campeão da divisão de acesso no estadual, em 2014, e ganhou o direito de disputar a Série A. É o segundo time mais novo entre os estreantes de todos os estaduais do país, em 2015.

·         Campeonato Acreano:

– Amax:

Fundação do clube: 2009

Obs.: Vai disputar a elite do estadual após ter sido campeão da divisão de acesso do Campeonato Acreano, em 2014.

Por João Calvet

Campeonatos Estaduais


O futebol brasileiro se prepara para dar início à temporada 2015, e o torneio de estreia dos clubes são os campeonatos estaduais. Em cada estado do país, as equipes disputarão os títulos de melhor time de seus estados. O regulamento de cada campeonato varia de acordo com as federações de cada estado.

Este torneio, porém, há algumas décadas vem sendo questionado por torcedores, jornalistas e até mesmo pelos clubes considerados grandes. Para estes, os campeonatos estaduais não são mais aquele espetáculo que outrora foram. Nas últimas edições dos estaduais, na maioria dos estados o torneio só proporcionou emoção ao torcedor nas finais. A diferença técnica entre os times grandes em relação aos menores faz com que não haja equilíbrio no torneio, deixando assim as finais bem previsíveis.

As equipes que irão disputar outro torneio, além do estadual, como Libertadores ou Copa do Brasil, por exemplo, fazem dos campeonatos regionais “laboratórios”, onde testam formação tática, jogadores reservas, poupam os titulares e coisas assim. Concluindo, os times grandes usam os estaduais como pré-temporada, e nada mais.

Já para os chamados “clubes pequenos”, os campeonatos estaduais são como uma “sobrevida”. É neste campeonato que estes clubes conseguem uma boa renda: ganham visibilidade da mídia, conseguem um patrocínio razoável,  expõe seus melhores jogadores para uma eventual negociação, entre outras coisas. Se dentro do campo os menores não são capazes de bater de frente com os grandes, pelo menos fora das quatro linhas eles “ganham” o suficiente para passar o resto da temporada.

O fato é que estes torneios regionais não empolgam mais. Alguns pedem o fim dos campeonatos estaduais, outros pedem mudanças no regulamento para tentar salvar a competição em nome daquilo que ela representou para o futebol brasileiro um dia.

Qual será o destino da competição, nós não sabemos. Enquanto isso, nos resta assistir jogos de péssima qualidade técnica até lá.

Por Mattheus de Sousa Araújo

Campeonatos estaduais


Mesmo sendo ainda uma das principais estrelas do Corinthians, Paolo Guerrero tem a partir desta quinta-feira (15) a chance de assinar algum pré-contrato com qualquer outro time do Brasil e do mundo. Segundo uma regra da Fifa, o jogador pode fechar algum acerto com outro Clube seis meses antes do fim do atual contrato.

O documento que firma permanência de Guerrero com o Timão vai até 15 de julho, ou seja, a partir de hoje o peruano pode negociar com outros clubes. Contudo, isso não quer dizer que o time paulista não tenha interesse mais no jogador. Desde o ano passado o clube tenta uma renovação de seu contrato, só que o camisa 9 está pedindo além das possibilidades que se pode pagar. O peruano quer US$ 6 milhões, o que gira em torno de R$ 18 milhões de luvas para assinar o novo vínculo. O Corinthians afirma que está disposto em pagar até US$ 4 milhões, o que seria em média R$ 12 milhões. O restante que o atleta quer seria dado com exploração de marketing. Porém, nada ainda foi acertado. Novas conversas devem acontecer nas próximas semanas.

Mesmo afirmando várias vezes que tem o interesse em ficar no Timão e que se recusa a vestir a camisa de qualquer outro time brasileiro, o futuro de Guerrero continua incerto. E a situação fica um pouco delicada quando nos bastidores a notícia é de que o rival Palmeiras tem interesse em contratar o peruano. Também no ano de 2014 Guerrero recebeu propostas para atuar no West Ham da Inglaterra e em um clube chinês, mas ele recusou as recompensas.

Além de Guerrero, o atacante Emerson Sheik também vai poder negociar com outros clubes a partir de 31 de janeiro deste ano. O jogador estava emprestado para o Botafogo na temporada passada e agora está de volta ao Timão. Ele tem vínculo até o dia 31 de julho de 2015.

Por Carolina Costa

Paolo Guerrero

Foto: Divulgação


O Vasco, representado pelo seu presidente, fez na última segunda-feira (15/12), em São Januário, a apresentação oficial de seu novo treinador para comandar o time Cruz-maltino a partir de 2015. Doriva foi o escolhido pela diretoria e terá a responsabilidade de fazer a equipe vascaína jogar um futebol ofensivo, para frente. O que foi pedido, inclusive, feito pelo próprio Eurico Miranda.

Durante a coletiva de imprensa na apresentação de Doriva, o presidente do clube interrompia toda vez que alguém perguntava sobre o passado ou "coisas óbvias", segundo o Eurico. Porém, quando conseguia responder, o novo técnico (que tem 42 anos de idade e foi campeão do Campeonato Paulista pelo Ituano, em 2014) falou que vai utilizar o fato de conhecer muitos atletas que ainda são desconhecidos dos grandes clubes do Brasil e que pretende reforçar o Vasco com alguns deles. Ele também lamentou a sua saída antecipada do Atlético-PR, de onde foi demitido.

"Agradeço aos torcedores pela aprovação, e representar a marca Vasco da Gama é a grande satisfação. Eu quero agarrar esse projeto com todas as minhas forças, vontade de vencer e simplicidade que eu tenho", disse Doriva. Após responder à pergunta durante a coletiva e ao lado do presidente e do vice de futebol, José Luis Moreira, o treinador recém-contratado confirmou que também espera permanecer no clube até o prazo estipulado pelo mandatário do Vasco, ou seja, pelos próximos três anos. Quanto ao tempo de contrato, Doriva assinou um vínculo por um ano, mas o presidente Eurico Miranda pretende mantê-lo no cargo para que ele permaneça no comando do time até o final do mandato do atual presidente, em 2017.

Doriva também recebeu do vice-diretor e das mãos de Eurico Miranda uma camisa da comissão técnica vascaína com o nome do novo comandante da equipe.

O Vasco escolheu Doriva seguindo uma linha de estilo que o clube buscava para o cargo, lembrando que antes de procurar o ex-técnico do furacão, o Cruz-maltino tentou também a contratação de Marquinhos Santos, do Coritiba, mas que não se concretizou por conta de problemas familiares do treinador do Coxa.

Uma das vantagens que o novo comandante poderá ter é o fato de conhecer dois jogadores do atual elenco vascaíno por já ter trabalhado com eles na disputa do Paulistão 2015 pelo Ituano, são eles o zagueiro Anderson Salles e o atacante Rafael Silva. E quando foi perguntado sobre a qualidade desses atletas, Doriva os elogiou. "Me ajudaram muito na conquista do título na época do Ituano. Eles atuaram em 90% dos jogos na competição (Campeonato Paulista de 2014) e têm um comportamento excelente. E se me ajudaram antes, podem fazer isso novamente nesse novo momento também", elogiou.

Como ex-jogador de futebol, vale lembrar que Doriva tem como uma de suas principais conquistas o título do Mundial de Clubes com o São Paulo, em 1993. Além de ter sido convocado para a Seleção Brasileira na disputa da Copa do Mundo de 1998, na França.

Por João Calvet

Doriva ? o novo t?cnico do Vasco

Foto: Divulgação


Terminada a fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, competição futebolística mais importante do mundo, já que reúne os maiores craques do futebol internacional, o sorteio para os jogos da fase eliminatória foram realizados nessa segunda-feira, dia 15 de dezembro de 2014.

Para as oitavas de final, foram classificados 16 clubes, provenientes de 8 grupos, sendo que a competição iniciou com 32 times.

O sistema de jogos funciona com partidas de ida e volta, semelhante ao que acontece com a Libertadores, porém a final tem um local já pré-estabelecido, que será no dia 6 de junho de 2015, no Estádio Olímpico de Berlim, na Alemanha.

Classificado em segundo no grupo que tinha o Barça, o Paris Saint-German (França) enfrentará o Chelsea (Inglaterra), sendo a primeira partida em Paris (17/02) e a segunda no Stamford Brigde (11/03), casa do time inglês.

O Barcelona (Espanha) enfrentará o Manchester City (Inglaterra), que juntamente com o confronto entre PSG e Chelsea, são os jogos que prometem ser os mais disputados nessa rodada da competição. A primeira partida será em Manchester (24/02) e a segunda na casa do clube espanhol (18/03).

O Atlético de Madrid (Espanha), que disputou a final da competição do ano passado, jogará com o Bayer Leverkusen (Alemanha). O primeiro jogo está agendado na Bayarena (25/02) e o segundo em Madrid (17/03), no estádio Vicente Calderón.

Outro confronto acontecerá entre Juventus (Itália) e Borussia Dortmund (Alemanha), que não está em boa situação no campeonato alemão. A Juve receberá primeiro os alemães no Juventus Stadium (24/02) e depois a partida será na Alemanha (18/03).

O favorito ao título e atual campeão da competição, Real Madrid (Espanha), enfrentará o Schalke 04 (Alemanha). O jogo teoricamente será fácil para os espanhóis, porém existe a possibilidade de uma “zebra”, como as várias que aconteceram na Copa do Mundo de 2014. O primeiro confronto será na Alemanha (18/02) e o segundo no Santiago Bernabéu (10/03).

O Bayern de Munique (Alemanha) enfrentará o Shakhtar Donetsk (Ucrânia), com a primeira partida na casa dos ucranianos (17/02) e a segunda no Allianz Arena (11/03), casa do potente clube alemão.

O Arsenal (Inglaterra) enfrentará o Monaco (registrado pela Federação Francesa de Futebol, já que é do principado homônimo independente). O primeiro jogo acontecerá no Emirates Stadium (25/02) e o segundo encontro em Mônaco (17/03).

Finalmente, o Basel (Suíça), que conseguiu se classificar mesmo tendo o Liverpool como favorito ao segundo lugar do grupo que também tinha Real Madrid, enfrentará o Porto (Portugal). Os clubes são os únicos representantes de seus países nas oitavas. O primeiro jogo será na Basiléia (18/02), enquanto que a segunda partida será no Estádio do Dragão (10/03).

Por Rannier Ferreira Mendes

Liga dos Campe?es


A Forbes, conceituada revista de negócios, divulgou esta semana uma lista dos 30 clubes mais valiosos da América, onde o clube paulista Corinthians alcança a liderança entre os times do continente.

Os brasileiros ainda completam os três primeiros lugares com Grêmio e Palmeiras, respectivamente. A pesquisa da Forbes analisa diversas primícias para chegar a elaboração do ranking. É levado em conta o valor do estádio, dos jogadores e também o peso financeiro que a marca dos clubes carregam. Sendo assim, essa é a segunda vez que a equipe paulista figura na primeira posição. De acordo com o que o estudo, o Corinthians é avaliado em R$ 1,5 bilhão ou 579,9 milhões de dólares.

Pelo que parece o clube alvinegro é bem superior aos outros clubes. O Grêmio, segundo colocado no ranking, está avaliado em R$ 917 milhões, uma diferença de mais de meio bilhão de reais. Já o Palmeiras está avaliado em R$ 885 milhões, impulsionado por sua nova arena multiuso. Outros clubes brasileiros também aparecem na lista como Internacional, São Paulo, Santos, Flamengo, Cruzeiro e Fluminense. O levantamento também analisa clubes da América Latina e América do Norte.

Abaixo você confere a lista completa dos 30 clubes:    

1° Corinthians (Brasil) – 1,5 bilhão;

2° Grêmio (Brasil) – 917 milhões;

3° Palmeiras  (Brasil) – 887 milhões;

4° Chiva Guadalajara (México) – 722 milhões;

5° NY Red Bull (EUA) – 648 milhões;

6° Internacional (Brasil) – 625 milhões;

7° América (México) – 599 milhões;

8° Sporting Kansas City (EUA) – 593 milhões;

9° Los Angeles Galaxy (EUA) – 537 milhões;

10° São Paulo (Brasil) – 487 milhões;

11° Atlético-PR (Brasil) – 469 milhões;

12° Santos (Brasil) – 440 milhões;

13° Santos Laguna (México) – 378 milhões;

14° Boca Juniors (Argentina) – 310 milhões;

15° Deportivo Cali (Colômbia) – 309 milhões;

16° River Plate (Argentina) – 296 milhões;

17° Flamengo (Brasil) – 236 milhões;

18° Cruzeiro (Brasil) – 228 milhões;

19° San Lorenzo (Argentina) – 214 milhões;

20° Atlético-MG (Brasil) – 210 milhões;

21° Seattle Sounders (EUA) – 209 milhões;

22° Fluminense (Brasil) – 207 milhões;

23° Cruz Azul (México) – 172 milhões;

24° Tigres (México) – 168 milhões;

25° Montreal Impact (Canadá) – 165 milhões;

26° Independiente (Argentina) – 164 milhões;

27° Tijuana (México) – 163,5 milhões;

28° Emelec (Equador) – 161 milhões;

29° Columbus Crew (EUA) – 156 milhões;

30° Monterrey (México) – 146 milhões.

Por William Nascimento

Corinthians


O ano de 2014 não foi muito bom para o futebol brasileiro em competições internacionais, já que o país primeiramente viu sua Seleção cair diante da Alemanha em um vexame de 7×1 na semifinal da Copa do Mundo realizada em casa.

A expectativa para a Copa era muito grande e, mesmo em meio a protestos, milhares de brasileiros vibraram com a Seleção desde o início da competição, já que essa era a chance de reescrever a história, que contava com derrota para o Uruguai na “grande final” da Copa do Mundo de 1950, que ainda não possuía o formato das Copas atuais, mas coincidentemente o vencedor da partida seria o campeão do mundo.

Na mais tradicional competição das Américas, a Copa Libertadores, o time brasileiro que foi mais longe neste ano foi o Cruzeiro, que chegou até as quartas de final e perdeu para o San Lorenzo, que acabou se consagrando campeão do torneio.

Os outros representantes eram o Atlético-MG, que no momento era o atual campeão, e o Grêmio, que ficaram nas oitavas de final. O Botafogo, o Flamengo e o Atlético-PR não chegaram a passar da fase de grupos.

Ainda ocorrendo, a outra competição internacional que incluiu clubes brasileiros foi a Copa Sul-Americana, com apenas um clube nacional chegando até a semifinal, o São Paulo, que infelizmente perdeu em uma decisão de pênaltis contra o Atlético Nacional da Colômbia. O primeiro jogo da final, que aconteceu entre o clube colombiano e o argentino River Plate acabou em 1×1, o que deixou o placar tudo igual para a grande final no dia 10 de dezembro.

Apesar de internacionalmente o futebol não ter brilhado, a Copa do Mundo reviveu o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. As decisões aconteceram até as últimas rodadas, com times altamente competitivos, o que deixa uma boa esperança para 2015.

No ano que vem, o Brasil contará com 5 clubes na Libertadores, além da possibilidade de redenção da Seleção Brasileira na Copa América, que começará em junho de 2015. O brilho dos boleiros do Brasil ainda não está perdido, aliás, está longe disso, pois não é à toa que somos considerados o “país do futebol”.

Por Rannier Ferreira Mendes

Bola


O Campeonato Brasileiro está a uma rodada do fim, porém já possui os times que jogarão a Libertadores de 2015 já definidos. A única indefinição é qual será a ordem dos dois últimos lugares disponíveis, com as vagas pertencendo ao Corinthians e ao Internacional.

Mesmo sem os nomes de todos os times já definidos, será realizado nessa terça-feira, dia 2 de dezembro de 2014, às 22h (horário de Brasília), o sorteio dos grupos e dos confrontos da primeira fase da Copa Libertadores da América de 2015, pela Conmebol.

O Cruzeiro, já consagrado campeão do Brasileirão 2014, juntamente com o Atlético-MG, tem sua vaga garantida na fase de grupos da competição, inclusive são dois cabeças de chave. O São Paulo também possui sua vaga na fase de grupos garantida, porém entrará no pote 2 para o sorteio.

A indefinição do terceiro e quarto lugares interfere justamente em quem irá diretamente para a fase de grupos (entrando no pote 2 do sorteio juntamente com o São Paulo) e quem jogará a chamada Pré-Libertadores. O resultado será conhecido no sábado, dia 6 de dezembro de 2014, quando iniciará a última rodada do Brasileiro, justamente com os dois jogos dos times em questão.

Essas partidas foram adiantadas em um dia, já que a última rodada do Campeonato teria todos os jogos no mesmo horário. O Corinthians receberá o Criciúma, já rebaixado há algumas rodadas, na Arena Corinthians, às 16h30. O Internacional enfrentará o Figueirense, jogando fora de casa, no Estádio Orlando Scarpelli, no mesmo horário.

A primeira fase da competição (Pré-Libertadores) será disputada nos dias 4 e 11 de fevereiro. A fase de grupos em si terá jogos em 7 datas, nos dias 18 e 25 de fevereiro, 4 e 18 de março e 1, 15 e 22 de abril. Os confrontos das oitavas de final acontecerão nos dias 29 de abril e 6 e 13 de maio. As quartas serão disputadas nos dias 20 e 27 de maio.

Haverá uma pausa na competição, devido à realização da Copa América, então as semifinais acontecerão nos dias 15 e 22 de junho, depois os dois jogos da grande final serão nos dias 29 de julho e 5 de agosto.

Por Rannier Ferreira Mendes

Libertadores 2015


A Série A do Campeonato Brasileiro aproxima-se do fim e isso é motivo de festa para alguns e grande desespero para outros. Considerando isso, o Ministério Público fez pedidos à CBF com intuito de evitar conflitos entre torcidas.

Quem está no topo da tabela quer que as duas últimas rodadas acabem logo para garantirem suas vagas na Libertadores de 2015. Até a 36ª rodada, o Cruzeiro já foi declarado campeão e o São Paulo já confirmou sua vaga, além do Atlético-MG, que venceu a Copa do Brasil e não depende mais de sua posição no Brasileirão para se classificar.

O verdadeiro problema está no final da tabela: faltando duas rodadas, o Criciúma já se despediu matematicamente da Série A e grandes clubes, como o Botafogo e o Palmeiras, estão na degola.

Para o Palmeiras, as duas últimas rodadas são importantíssimas, já que ocupa o 17º lugar, um apenas acima da zona de rebaixamento. Para manter-se na primeira divisão sem se preocupar com seus resultados, é necessário que os quatro times abaixo não somem nenhum ponto em duas rodadas. Como isso é muito difícil de acontecer, ele deverá partir para cima de seus adversários e buscar resultados positivos.

Preocupado com um possível rebaixamento do Palmeiras, o Ministério Público pediu à CBF que o último jogo do campeonato, no domingo, dia 7 de dezembro, não seja disputado no Allianz Parque, nova casa do clube. O MP teme que os torcedores destruam o estádio caso o time caia para a segunda divisão.

Como alternativa, o MP pede que a partida contra o Atlético-PR seja realizada no Pacaembu, já que o antigo estádio possui um alambrado que separa a arquibancada do campo, impedindo que possíveis invasões ocorram no campo.

Outro pedido foi que o jogo entre Corinthians e Criciúma não fosse realizado no mesmo dia que o do Palmeiras, já que os clubes são grandes rivais e isso poderia gerar confronto entre os torcedores nas ruas.

Tal preocupação é porque os jogos da última rodada são programados todos para o mesmo horário, para que um resultado não influencie em outro que estiver ainda ocorrendo. Como ambos os jogos serão realizados na mesma cidade, é possível que as torcidas se deparem em algum momento depois dos jogos.

Por Rannier Ferreira Mendes

Brasileir?o 2014


1925 e 2014. O que esses dois anos têm em comum? Se olharmos contextos históricos, praticamente nada. Mas se pegarmos algumas particularidades dos dois anos, no que se refere ao futebol e, mais precisamente, ao futebol paulista, tem um fator em comum bem interessante: nesses dois anos nenhum grande clube do estado de São Paulo levantou um troféu. Exatamente.

Em quase 90 anos, pelo menos um desses clubes tiveram alguma conquista na temporada. Os grandes (Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos) não tiveram nada o que comemorar em 1925 e não terão nada a comemorar agora em 2014. Anteriormente já falamos de Corinthians e Palmeiras e a situação do tricolor e do Peixe são as mesmas que de seus irmãos da capital. Nada de títulos.

O São Paulo viu sua última chance de ganhar algo na temporada ir por água abaixo na última quarta-feira quando foi eliminado pelo Atlético Nacional, nos pênaltis da Copa Sul-Americana. O técnico Muricy Ramalho é unanimidade e prossegue no clube em 2015 e fez uma análise do futebol paulista na temporada: “Às vezes não fomos profissionais dedicados o quanto poderíamos ser. Devemos ser profissionais o tempo todo. Ver o Palmeiras brigar para não cair é triste, o Corinthians tem um grande elenco e Mano vem fazendo a correções necessárias. Acho que o São Paulo está no caminho certo”, disse. Claro que na visão dele o São Paulo está no caminho certo. Pelo menos vai a Libertadores.

O Santos, ao longo da temporada sofreu com a troca de técnicos, demorou a achar o caminho certo a seguir. Na penúltima rodada enfrentou o desesperado Botafogo.

O Santos promete algumas mudanças para 2015. Ederson Moreira deve seguir no clube e alguns jogadores, de alto salário, já foram colocados à venda.

Vamos esperar para ver.

Por Luciana Viturino

S?o Paulo

Santos


A final da Copa do Brasil foi merecidamente conquistada pelo Atlético Mineiro, que fez uma campanha incrível do começo ao fim, passando por poucos sustos e aplicando uma goleada histórica no até então atual campeão Flamengo.

O Cruzeiro perdeu sim os dois jogos e viu o Galo dominar o jogo na quarta-feira, onde o placar por 1×0 ficou de bom tamanho para time do Atlético-MG.

O Cruzeiro ganhou o Campeonato Mineiro e o Brasileirão desta temporada. Levantar o caneco do Campeonato Brasileiro por duas vezes seguidas não é tarefa fácil, precisa de uma equipe muito bem estruturada, porque são 38 jogos, onde o vencedor será conhecido por sua regularidade, ou, menos oscilações, como foi o caso do Cruzeiro, o vencedor mais que merecido.

O Cruzeiro foi preparado para vencer o Campeonato Brasileiro e o fruto dessa preparação, além de se sagrar campeão, foi deixar o time tão entrosado que conseguiu também chegar à final da Copa do Brasil. Mas o desgaste da equipe deve ser levado em conta também. São muitas partidas e o Cruzeiro sempre jogou em alto nível, o que com certeza provoca um desgaste muito grande nos jogadores. O Cruzeiro jogou as duas partidas que antecederam as finais da Copa do Brasil no domingo, enquanto que o Atlético no sábado. Não que isso seja a desculpa plausível pelas duas derrotas, mas os jogadores ainda estavam cansados e focados no título do Campeonato Brasileiro. Mas o Cruzeiro jogou bem as duas partidas e mostrou porque é hoje o melhor time do Brasil. Um time aguerrido e unido, com uma preparação acima de qualquer outra equipe nacional.

Com certeza, o Atlético Mineiro seja talvez hoje a única equipe a fazer frente com o Cruzeiro. Ao analisar os jogos, vemos um Atlético articulado e junto com a equipe da Raposa, farão um incrível Campeonato Mineiro, que deve ficar por conta das duas equipes a decisão.

Parabéns ao Cruzeiro, por tudo que realizou em 2014!

Por Luciana Viturino

Cruzeiro campe?o mineiro 2014

Cruzeiro campe?o brasileiro 2014

Fotos: Divulgação


Já estava tudo certo entre Óscar Romero, irmão de Ángel Romero, e o Timão, no entanto o negócio não está mais a todo vapor. O meio-campista Óscar é destaque do Cerro Porteño, do Paraguai, e vem sendo cobiçado por alguns clubes da Europa. Assim, apesar de apalavrado com o Corinthians, o destino do paraguaio não deverá ser o Brasil.

Um dos motivos do desinteresse do Corinthians em dar segmento na negociação é o mau desempenho de Ángel Romero, que em 26 partidas pelo clube paulista fez apenas 1 gol. No início, o desempenho de Romero até vinha agradando à comissão técnica corintiana, mas aos poucos, o jogador perdeu a posição de titular para o garoto Malcom, de apenas 17 anos, e caiu de produção.

Mano Menezes chegou a dar entrevistas dizendo que Romero não se encaixava no esquema tático do time e tinha dificuldades em entender as ordens; influenciada pelo mau desempenho de Ángel Romero, a diretoria do clube, em agosto deste ano, anunciou Óscar Romero como primeiro reforço para a temporada de 2015, mas nada de forma oficial, haja vista a negociação ter sido apenas verbal.

Com temor de que a mesma situação de não se adaptar aconteça com Óscar Romero, os diretores do Corinthians colocaram o pé no freio na transferência, ainda mais que a situação econômica do clube não é das melhores. Outro fator que influencia na não concretização do negócio é a declaração do presidente do Cerro Porteño em que diz que o desejo é negociar Óscar Romero com algum time espanhol.

Com a vaga para a Copa Libertadores praticamente garantida, o planejamento para o ano de 2015 já começa a ser traçado, apesar da indefinição de quem será o treinador. Para o ataque, o nome de Leandro, da Chapecoense, é unanimidade, principalmente pelas características serem semelhantes as do incontestável Paolo Guerrero, titular e ídolo da equipe.

Com o término de mandato no fim de 2014, Mário Gobbi espera definir o quanto antes a questão de quem será o treinador para a próxima temporada; Mano Menezes e Tite são os favoritos. Quanto a jogadores, Gobbi espera anunciar a contratação de pelos menos quatro reforços antes de entregar o posto.

Por Vinicius Cunha

Corinthians

?scar Romero

Fotos: Divulgação


Na iminência de renovar o contrato com Guerrero, ídolo da torcida corintiana, o Timão vive outro dilema para 2015: o receio de perder o jovem atacante Malcom, do qual o clube tem apenas 30% dos direitos econômicos da joia oriunda da base do alvinegro; em matéria recente, o periódico inglês "The Guardian" publicou que Malcom está entre as 40 principais promessas do futebol mundial.

Perguntados, diretores do Corinthians não quiseram falar a respeito da possibilidade de perder Malcom para clubes do exterior, no entanto a possibilidade existe, principalmente pelo fato de 35% dos valores econômicos do jogador pertencerem a Fernando Garcia, irmão de Paulo Garcia, candidato à presidente do Timão. Caso a chapa desse candidato vença, Malcom corre o risco de ser vendido; o motivo seria evitar conflitos éticos, já que o atacante poderia se tornar em "o menino/pupilo do irmão do presidente".

Com contrato até o fim do primeiro semestre de 2016, Malcom se tornou titular do time corintiano após a saída de Romarinho para o futebol asiático; para completar, as outras opções, Romero, Luciano e Gustavo Tocantins, não agradaram o técnico Mano Menezes, que não hesitou em dar ao garoto da base, Malcom, a vaga de titular.

Além da situação política que envolve Malcom, a diretoria do Timão tem outra razão para temer a saída do jogador: recentemente, um jornalista da Escócia publicou nas redes sociais uma suposta conversa com a namorada de Malcom, a qual teria dito que uma transferência com um time inglês já estava fechada, e que após o Natal o jovem já partiria para a Europa.

Dos cinco jogadores que Mano Menezes subiu dos juniores para o profissional no início do ano, mais precisamente após a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Malcom foi aquele que mais teve oportunidades com o treinador corintiano, já que o zagueiro Pedro Henrique e o lateral Guilherme Arana têm apenas completado o banco de reservas, e o volante Fabiano e o meia Zé Paulo foram emprestados.

Por Vinicius Cunha

Corinthians

Malcom do Corinthians

Fotos: Divulgação


O Vasco garantiu presença na elite do futebol brasileiro com uma rodada de antecedência. Apenas isso. Não conseguiu o que parecia o mínimo possível e aceitável para a torcida: o título da segundona. Subiu ainda com requintes de sofrimento, deixando o torcedor em alguns momentos imaginando que em 2015 ainda disputariam a Série B. Subiu. E foi só.

Em 2015, Eurico Miranda – sim, ele mesmo – promete uma nova equipe, aguerrida e que brigará por títulos. Vamos Ver. A surpresa fica por conta do Joinville que já sente o cheirinho da taça, basta apenas um empate com o desesperado Oeste de Itápolis para garantir o título. A Ponte Preta ainda tem chances de levantar seu primeiro título, tem que vencer seu jogo contra o já despreocupado Náutico e torcer, e muito, para o Oeste vencer.

Joinville, Ponte Preta e Vasco já garantiram presença na série A do ano que vem. Resta ainda uma vaga, que promete ser muito disputada por Boa Esporte, Atlético-GO, Avaí, América-MG e Ceará. Vale ressaltar que o América-MG já estaria classificado no lugar do Vasco, caso não tivesse perdido os pontos importantes por escalação de jogador irregular. Perdeu os pontos, mas ainda encontra-se na briga, mostrando que tem uma excelente equipe, que poderia estar brigando pelo título.

Ceará e Avaí ainda têm chances, mas dependem muito de outros resultados, o que torna a situação de ambos muito difícil.

Boa Esporte Clube enfrenta o já rebaixado Icasa, mas não pode contar vitória antecipada na casa do adversário. O Atlético-GO tem na teoria uma situação mais tranquila, pois joga em casa, diante de sua torcida contra um despreocupado Santa Cruz, que já não almeja mais nada na competição.

A última rodada começa na próxima sexta-feira, porém a maioria dos jogos acontece no sábado. Vale a pena ficar atento a esses jogos, que definirão um inédito campeão brasileiro, a última vaga de acesso à série A e o último rebaixado. Esta briga ficou entre Bragantino, América-RN e Oeste.

Por Luciana Viturino

Brasileir?o S?rie B

Foto: Divulgação


Um campeonato inteiro de regularidade, praticamente sem sustos. Esse foi o Cruzeiro, campeão brasileiro de 2014.

Venceu porque teve um conjunto melhor. Como diria algum consultor em administração: teve gestão, foco e resultado. Cumpriu metas e alcançou os objetivos. As qualidades individuais foram transportadas para o trabalho em equipe, onde o grupo era majoritariamente mais importante que o individual. Outros clubes poucas vezes ameaçaram o Cruzeiro em 2014, como o São Paulo. Havia atletas com potencial individual superior aos jogadores do Cruzeiro, porém, não tiveram o mesmo êxito. Motivos? Méritos a uma gestão com foco em resultado, que valoriza o trabalho em equipe e não apenas qualidade individual.

Se manter a mesma base, o Cruzeiro 2014 tem tudo para ganhar os títulos que disputar em 2015. O grupo está unido. Entendeu o que deve ser feito para chegar ao título. Esperamos que essa equipe consiga ensinar alguma coisa aos outros clubes, pois senão teremos novamente uma corrida de um homem só, onde ele até corre mais devagar para ver se surge alguma emoção ao longo da corrida. E não é isso que um campeonato de futebol, no Brasil, deve oferecer e sim, um campeonato de alto padrão, nivelado por cima, onde outros clubes briguem do início ao fim pelo título.

O Cruzeiro conquista seu 4º título, o segundo seguido. Obra do acaso? Do destino? A sorte ajuda sim, mas é pouco se não tiver uma gestão de qualidade, uma administração que não faça loucuras. O Cruzeiro em 2014 tem uma folha salarial muito inferior a muitos clubes que nem de perto figuram entre os melhores. Não é só dinheiro. É encontrar e treinar o profissional certo para o momento certo. É colocar nele a insígnia de campeão antes mesmo do torneio começar. É prepará-lo para a vitória passo a passo, fazendo-o saborear cada fatia dela, antes mesmo do final.

Esse foi o Cruzeiro em 2014 e com certeza dará muitas alegrias à sua torcida em 2015.

Por Luciana Viturino

Cruzeiro

Cruzeiro x Santos

Fotos: Divulgação


O brasileiro em geral adora esportes. E a maioria ama futebol. Grande parte da população tem um ou mais clubes “do coração”. A maioria das famílias brasileiras, aos domingos, reúne-se para o tradicional churrasco e futebol. E este ano foi especial. Tivemos a tão sonhada Copa do Mundo de volta ao território brasileiro. Não precisamos lembrar do desfecho da copa, todos lembram bem do vexame histórico, ainda fresco em nossa memória. Além da atenção do público, a Copa do Mundo chamou também outro tipo de atenção: Patrocinadores.

As maiores marcas esportivas e também outras grandes marcas, preferiram despejar milhões na seleção brasileira do que em clubes de futebol. Até os grandes clubes têm sofrido os efeitos pós-Copa do Mundo. Uma grande fonte de renda para os clubes são as empresas de material esportivo, que além de fornecerem uniformes, chuteiras e tudo que um time precisa, injetam também uma grande quantia de dinheiro no clube. Esse tipo de parceria se firma através de contratos com tempo determinado de duração. Próximo ao término desse contrato as partes se reúnem e definem um novo acordo.

O que tem acontecido ao final desta temporada é que as empresas querem jogar os valores dos contratos para baixo, alegando que tiveram gastos excessivos com patrocínio durante a Copa do Mundo. Isso afeta os grandes clubes, mas praticamente, engessa os médios e pequenos clubes. Não é novidade para ninguém que pequenos clubes têm enormes dificuldades para pagar folha salarial, bancar despesas de viagens em campeonatos longos e com distâncias enormes em um país como o Brasil, de proporções continentais. Uma saída é aceitar contratos menores e enxugar as já apertadas despesas.

Com menos dinheiro para gastar, menos contratações de qualidade são feitas nos clubes, gerando um campeonato fraco, de nível técnico baixo, afugentando torcedores dos estádios e até de transmissões televisivas, produzindo um clico pernicioso. Menos público, menos telespectadores, menos receita. Vamos ver quantos clubes vão sobreviver em 2015.

Por Luciana Viturino

Investimentos nos clubes brasileiros

Foto: Divulgação


Foi realizada na última segunda-feira (03/11) o sorteio dos grupos do Campeonato Paulista 2015 pela Federação Paulista de Futebol, na sede da Federação.

A competição terá, no ano que vem, o mesmo regulamento e vai começar no dia 1° de fevereiro e se encerrar no dia 3 de maio.

Até o final do mês a tabela do campeonato será divulgada. Os times vão jogar somente com as equipes do outro grupo, os dois primeiros de cada grupo se classificam para as quartas de final. As quartas e as semifinais serão disputadas em partidas únicas, enquanto a final será disputada em dois jogos. Em todas essas fases decisivas, os confrontos serão decididos nos pênaltis em caso de empate.

Os quatro times com pior campanha no geral serão os clubes rebaixados que jogarão a Série B em 2016. A inscrição limitada de jogadores será uma novidade no campeonato do ano que vem, com cada clube podendo registrar somente 28 atletas, no máximo.

O valor mínimo dos ingressos para as partidas será de R$ 40, com possibilidades de mudanças como, por exemplo, em promoções para sócio-torcedores dos clubes. Três dos quatro grandes clubes de São Paulo, que são São Paulo, Palmeiras e Santos foram representados no evento pelos seus presidentes. Já quem representou o Corinthians, indo no lugar do presidente Mario Gobbi, foi o vice Elie Werdo.

O presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, disse que espera ver mais público nos estádios e falou a respeito da competição. "Mais um ano vamos fazer com que o torcedor vá se habituando com o campeonato, e assim ele vai ao estádio. Será um ponto alto no nosso futebol aqui no Brasil, certamente. O futebol é entretenimento e nós temos que entender isso e fazer festa", disse Del Nero, presidente da FPF. Vale lembrar que o atual campeão da competição é o Ituano. E os três times que conquistaram o acesso para a primeira divisão e disputarão o Paulistão Série A em 2015 são Marília, RB Brasil, São Bento e Capivariano.

Segue abaixo como ficaram sorteados os grupos com os times que disputarão o Campeonato Paulista de 2015:

– Grupo 1: São Paulo, Mogi Mirim, Ituano, RB Brasil e São Bernardo;

– Grupo 2: Corinthians, Audax, Ponte-Preta, São Bento e Rio Claro;

– Grupo 3: Palmeiras, Portuguesa, Botafogo-SP, Marília e Linense;

– Grupo 4: Santos, Bragantino, Penapolense, Capivariano e XV de Piracicaba.

Por João Calvet

Paulist?o 2015

Foto: Divulgação


A Liga dos Campeões teve sua quarta rodada da fase de grupos realizada na última terça-feira (04/11) com os jogos envolvendo os times dos Grupos A, B, C e D. E nessa rodada tivemos algumas equipes que já garantiram sua classificação para a próxima fase da competição, que serão as oitavas de final.

No Grupo A, o Atlético de Madrid tem nove pontos e é o mais bem encaminhado para avançar, mas a briga ainda está em aberto para as duas vagas classificatórias para as oitavas. Olympiakos e Juventus, empatados com seis pontos cada, e o Malmö na lanterna, com três pontos, precisam batalhar mais para continuar na Liga dos Campeões no próximo semestre.

Já no Grupo B, foi onde saiu um dos primeiros classificados para as oitavas, o atual campeão da competição Real Madrid, com 12 pontos, e mesmo que perca seus dois últimos jogos dessa primeira fase, só poderá ser alcançado pelo atual segundo colocado do grupo, o Basel, com seis pontos, e que brigará com o Liverpool e também com o modesto Ludogorets pela segunda vaga do Grupo B.

No Grupo C, a exemplo do Grupo A, tem uma equipe mais bem encaminhada para passar de fase, o Bayern Leverkusen, com nove pontos, enquanto do segundo colocado para baixo existe bastante equilíbrio, com o Mônaco com cinco pontos, e Zenit e Benfica com quatro cada. Ou seja, a disputa ainda está bem acirrada e ninguém já classificado.

E no último grupo que foi a campo na última terça-feira (04/11), o D, foi onde tivemos o outro time também já classificado para as oitavas da competição, com os mesmos 12 pontos do outro time já classificado (Real Madrid). Nesse grupo também tem o Arsenal bem encaminhado para conquistar sua classificação, que ainda não garantiu por causa do empate em casa diante do Anderlecht, que é justamente a única equipe com possibilidade de ultrapassar o Arsenal no grupo e conquistar a sua vaga. Portanto, é importante que o time inglês não tenha mais tropeços, para conseguir avançar as oitavas de final da competição continental.

Confira abaixo os resultados, locais e goleadores das partidas válidas pela quarta rodada dos Grupos A, B, C e D da Liga dos Campeões 2014/2015:

– Zenit 1×2 Bayern Leverkusen

  • Local: Estádio Petrovsky, São Petesburgo/RUS;
  • Gols: Rondon – 44'/2°T (ZEN); Son – 23'/2°T e 28'/2°T (BLV).

– Malmö 0x2 Atlético de Madrid

  • Local: Estádio Swedbank, Malmö/SUE;
  • Gols: Koke – 30'/1°T e Raúl Garcia – 33'/2°T (ATL).

– Real Madrid 1×0 Liverpool

  • Local: Santiago Bernabeu, Madrid/ESP;
  • Gol: Benzema – 27'/1°T (RMA).

– Arsenal 3×3 Anderlecht

  • Local: Emirates Stadium, Londres/ING;
  • Gols: Arteta – 25'/1°T, Alexis Sánchez – 29'/1°T e Chamberlain – 13'/2°T (ARS); Vanden Borre – 16'/2°T e 28'/2°T e Mitrović – 45'/2°T (AND).

– Juventus 3×2 Olympiakos

  • Local: Juventus Stadium, Turim/ITA;
  • Gols: Pirlo – 21'/1°T, Roberto – 20'/2°T (JUV); Botía – 24'/1°T e Ndinga – 16'/2°T (OLY).

– Basel 4×0 Ludogorets

  • Local: St. Jakob-Park, Basileia/SUI;
  • Gols: Embolo – 34'/1°T, González – 41'/1°T, Gashi – 14'/2°T e Suchy – 20'/2°T (BAS).

– Borussia Dortmund 4×1 Galatasaray

  • Local: Signal Iduna, Dortmund/ALE;
  • Gols: Réus – 34'/1°T, Papastathopoulos – 9'/2°T, Immobile – 28'/2°T e Kaya (c.) – 39'/2°T; Balta – 24'/2°T (GAL).

– Benfica 1×0 Mônaco

  • Local: Estádio da Luz, Lisboa/POR;
  • Gol: Anderson Talisca – 37'/2°T (BEN).

Por João Calvet

Liga dos Campe?es

Foto: Divulgação


O contrato do goleiro Diego Cavalieri encerra no fim deste ano de 2014 com o time do Fluminense e já existe disputa para sua contratação em outros times como, por exemplo, o Palmeiras, o Flamengo e o São Paulo.

Em 2012 foi campeão brasileiro pelo Fluminense, clube no qual atua há quatro anos, são cerca de 200 jogos com a camisa, porém, após reunião com Luis Fronterotta, o goleiro demonstrou interesse em voltar para o Palmeiras. Caso retorne ao Palmeiras, o atual goleiro do time Fernando Prass, que já tem 36 anos, provavelmente não terá seu contrato renovado ao final de 2015.

Para permanecer no clube, Cavalieri que hoje recebe em torno de R$ 250 mil mensais, pediu o dobro do valor e ainda assim, é considerado um dos únicos membros com contrato a vencer pelo qual a diretoria pretende negociar. A intenção no momento é garantir a classificação na Libertadores de 2015 pelo clube atual. Embora esteja numa boa fase, após redução dos investimentos feitos pela Unimed ficará difícil renovar uma boa quantidade dos contratos a vencer, além de Cavalieri, Carlinhos, Gum, Valencia e Chiquinho. Lembrando que Carlinhos tem até segunda-feira, dia 3 de novembro, para definir com um novo clube caso não receba nenhuma proposta da diretoria. Em entrevista ao ESPN, Luizão diz “Se Fluminense e Unimed tivessem decidido antes o que seria feito em relação ao Carlinhos, se quisessem propor um novo contrato, acho que isso já teria sido feito”.

Infelizmente, com os gastos reduzidos fica difícil negociar com os altos salários destes membros. A revolta atinge a torcida que anseia por mais vitórias e estas discussões de “preferências” e “custos” acabam influenciando no desempenho de jogadores. Apesar do patrocínio da Unimed entrar em discussão no próximo ano, a solução será fazer escolhas para imediato e apostar firme no time formado que restará. O ano de 2015 será de grandes chances para o Fluminense.

Por Ricardo Laurentino da Silva

Fluminense

Foto: Divulgação


O mercado de transferências para clubes europeus está fechado, no entanto segundo a imprensa do país da "Bota" o Milan deve investir alto na contratação de um zagueiro para o próximo ano, já em janeiro; um volante também estaria na mira do gigante italiano. Nomes de jovens brasileiros e argentinos aparecem na lista.

Marlon, do Fluminense, Gil, do Corinthians, e Dedé, do Cruzeiro, são os principais alvos para a zaga do Milan, sendo candidatos a desembarcarem em Milão em 2015. Gil e Dedé já foram especulados pelo time italiano em outra ocasião, já o jogador do Fluminense surge como o mais forte dos candidatos brasileiros, haja vista jogar tanto como zagueiro quanto volante.

Para o meio campo, a torcida do Milan pode ser presenteada com uma contratação de peso; trata-se do alemão Khedira, que vem sendo pouco utilizado no Real Madrid; Essien e Van Ginkel tamém foram cotados, mas os nomes não agradaram ao técnico Pipo Inzagui. Caso o Milan opte por uma contratação menos estrelar e mais jovem, o volante do Cruzeiro, Lucas Silva, que vem sendo observado, pode ser contratado. Lucas também é especulado no Chelsea e no Real Madrid.

Com relação aos argentinos que interessam ao clube italiano, destaque para os jovens defensores de 23 anos, Kannemann, do San Lorenzo, e Pezzela, do River Plate. Também na mira do Milan está o "novo Samuel", o zagueiro de 21 anos Lisando Magallan, do Boca Juniors, em referência ao experiente jogador que defendia a seleção da Argentina num passado não muito distante. Kranevitter, volante do River Plate também está cogitado, mas Lucas Silva é considerado mais completo pela diretoria do Milan.

Não foram revelados valores das supostas contratações, mas pela sondagem os times sulamericanos não devem abrir mão de sua "joias" a preço de banana, principalmente por serem jogadores novos, mas com experiência; uns nas suas respectivas seleções, outros em competições internacionais e uns já atuaram até em clube europeu, como exemplo o corintiano Gil.

Por Vinicius Cunha

Jogadores brasileiros sondados pelo Milan

Foto: Divulgação


Foi realizada na última quarta-feira (22/10) a sequência das disputas da terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, com os times dos Grupos A, B, C e D em campo. E mais alguns gigantes do futebol mundial mostraram suas forças, assim como no primeiro dia da rodada, mesmo que com menos gols do que no dia anterior (terça-feira, 21/10) com 40 gols marcados, contra 19 de quarta-feira. E em uma dessas partidas que um gigante mostrou sua superioridade foi justamente num clássico europeu, que mesmo as duas equipes tendo muita tradição, claramente estão em momentos diferentes atualmente.

No clássico entre Liverpool e Real Madrid, o time merengue que é o atual campeão da competição, mostrou não só estar em um nível acima da equipe inglesa e talvez ainda mais forte do que na temporada passada, como também deixou claro suas condições e vontade de conquistar o bicampeonato este ano sendo campeão novamente. Vale lembrar que o time espanhol é também o maior ganhador da Liga dos Campeões, com 10 títulos até agora. Os outros duelos em que equipes grandes mostraram sua força foram os jogos envolvendo Borussia Dortmund e o Atlético de Madrid (atual campeão Espanhol), que jogaram contra Galatasaray e o modesto Malmö, respectivamente, e também aplicaram placares amplos: 4×0 para os alemães, e 5×0 para os espanhóis. Mostrando que esses times vêm mantendo a qualidade que têm apresentado nos últimos anos, em que vêm brigando por títulos tanto nacionais quanto europeus com os gigantes do continente.

Vale lembrar que o Borussia Dortmund vem disputando ano a ano o título do Campeonato Alemão, em que coleciona vice-campeonatos na perseguição ao poderoso Bayern de Munique, que é soberano no país, e também foi finalista e vice-campeão da Liga dos Campeões há duas temporadas diante do mesmo rival alemão. Já o Atlético de Madrid, além de ser o atual campeão espanhol, superando os rivais Real Madrid e Barcelona, também chegou a grande final e foi vice-campeão da Liga dos Campeões na última temporada, também diante do maior rival Real Madrid.

Abaixo, confira os resultados, locais e os goleadores das partidas que encerraram a terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa (Grupos A, B, C e D):

– Liverpool 0x3 Real Madrid:

Local: Anfield Road, Liverpool;

Gols: Cristiano Ronaldo – 22', Benzema – 29' e 41' (RMA).

– Galatasaray 0x4 Borussia Dortmund:

Local: Türk Telekom Arena, Istambul;

Gols: Marco Réus – 5' e 40', Aubameyang – 16' e Adrian Ramos – 82' (BOR).

– Atlético de Madrid 5×0 Malmö:

Local: Estádio Vincente Calderón, Madrid;

Gols: Koke – 48', Mandzukic – 61', Giezmann – 63', Godin – 87' e Cerco – 90+ (ATL).

– Olympiacos 1×0 Juventus:

Local: Karaishakis Stadium, Atenas;

Gols: Kasami – 35' (OLY).

– Mônaco 0x0 Benfica:

Local: Stade Louis II, Monaco.

– Bayern Leverkusen 2×0 Zenit:

Local: BayArena, Leverkusen;

Gols: Donato – 58' e Papadopoulos – 63' (BLV).

– Anderlecht 1×2 Arsenal:

Local: Constant Vanden Stock Stadium, Bruxélas;

Gols: Najar – 71' (AND); Gibbs – 89' e Podolski – 90' (ARS).

– Ludogorets 1×0 Basel:

Local: Ludogorets Arena, Razgrad;

Gols: Minev – 90+ (LUD).

Por João Calvet

Jogo Real Madrid x Liverpool

Foto: Divulgação


O atacante Adriano, "Imperador", não atua profissionalmente há mais de seis meses, no entanto uma nova oportunidade de trabalho parece ter aparecido; não é de um grande clube do futebol mundial, como anteriormente o jogador já defendeu, e sim do clube de futebol mais velho da França, o Le Havre, da segunda divisão do Campeonato Francês.

Cristophe Mailol, presidente do Le Havre, é quem demonstrou o interesse inicial no jogador brasileiro; fã declarado, Mailol afirma já ter conversado com o empresário de Adriano, acreditando  que o atleta seguirá até a França, onde poderá conhecer o clube mais de perto, por um período de uma semana.

A ideia é que Adriano conheça o Le Havre mais de perto, onde poderá observar quesitos como estrutura, estádio, a cidade, etc. Caso o jogador se mostre interessado, as partes tentariam selar o acordo. Atualmente o time interessado ocupa a 7ª colocação na segundona da França, mas está apenas a dois pontos da zona de acesso para a divisão principal.

Em relação ao estádio, "Stade Océane", este possui capacidade para 25 mil expectadores, sendo inaugurado no primeiro trimestre de 2012, após investimento de cerca de 90 milhões de euros. O projeto de Cristophe é expandir o futebol do Le Havre, primeiro alcançando a principal competição do país, e depois torneios internacionais.

A contratação de Adriano é uma espécie de jogada de marketing, com o intuito de atrair a mídia para o clube, não descartando o resgate do futebol do jogador, que outrora já foi artilheiro nos campos europeus. Sobre o histórico de indisciplina, o dirigente disse não se preocupar, alegando que Adriano será apoiado em tudo, inclusive na sua recuperação psicológica.

A fonte econômica do Le Havre é de um investidor árabe, que além da expectativa criada na contratação, vê possibilidade de um retorno financeiro no atacante, pois, caso se destaque é possível que os grandes da Europa possam se interessar no futebol do "goleador".

Por Vinicius Cunha

Adriano Imperador

Foto: Divulgação


Profissionais da Área de Crédito do Banco Itaú BBA produziram uma análise criteriosa sobre a situação financeira dos clubes de futebol do Brasil, ou seja, a chamada "visão do sistema financeiro desses clubes". Por mais que os dados apresentados possam ser questionados, a análise é eminentemente técnica, foi feita por quem conhece do negócio, por quem trabalha no sistema financeiro.

A fonte das informações é única e exclusivamente o balanço financeiro divulgado pelos próprios clubes; é aquilo que por meio do qual os dirigentes prestam conta aos associados, adeptos e demais pessoas da "cúpula" do clube. Não é a primeira vez que estudos semelhantes são produzidos.

Em 2011 foi divulgado o estudo "Como o mundo das finanças enxerga o futebol"; no ano posterior os profissionais do Itaú BBA divulgaram outro estudo, dessa vez com o seguinte título: "Clubes apresentam evolução econômico-financeira na visão do Itaú BBA”.

Já em 2013, as pesquisas não ficaram restritas a somente uma publicação, assim, diversos foram os títulos dos estudos divulgados ao público, como "Não falta dinheiro", “Nem tudo é festa: impostos em atraso, dívidas em alta".

No ano de 2014, com dados referentes ao ano passado, o Itaú BBA chegou à conclusão que a atual situação financeira dos clubes brasileiros não é boa; diante dos fatos titularizou sua pesquisa dessa forma: "Dinheiro na mão é vendaval". Em 2011 e 2012 as receitas dos clubes do Brasil aumentaram e inúmeras contratações foram feitas, muitas delas sem critérios e não deram resultados em campo.

Salários astronômicos, promessas, prestações… a conta chegou, a situação chega a ser caótica em alguns clubes. Cada clube com suas dificuldades, uns mais e outros menos.

O futebol brasileiro não está bem em campo nem fora dele. É preciso mudanças. Os dados disponibilizados pelos clubes são divergentes entre si, mas nada que impedisse que o Itaú BBA finalizasse sua pesquisa com fundamentos.

Por Vinicius Cunha


A zoeira no Campeonato Brasileiro de 2014 não tem fim.  A cada rodada que passa, com efeito, os episódios engraçados só fazem aumentar. É claro que as torcidas se deleitam assim, zoando com seus rivais. E, nos jogos do meio de semana, muita comédia ocorreu, de modo que os memes, febres da internet, não pararam de rolar pelas redes sócias. Aqui, pois, o leitor ficará por dentro do que de mais divertido aconteceu na rodada do meio da semana passada do Brasileirão. Assim, seja qual for o seu time, o ideal é curtir as piadas, afinal na próxima rodada seu oponente é quem pode vacilar.

O Fluminense foi um dos alvos da zoeira. O clube, que continuou na série A deste ano por conta do STJD, perdeu para o Vitória na derradeira rodada do Brasileirão. O clube carioca sofreu com memes tipo Ganhar no tribunal é fácil, enquanto você lia isso gol do Vitória.

O Corinthians também não foi perdoado. É a equipe que mais empatou no campeonato, detalhe que fez os internautas postarem brincadeiras tipo a música do Djavan: insiste em zero a zero, mas eu quero um a um. 

A dupla Gre-Nal também foi vítima das bagunças online, sobretudo Felipão, ‘’o que não sabe que pode substituir’’ e Abel Braga: o treinador que não sabe substituir. 

Muitos aproveitaram para tirar onda com o Flamengo, pois este parece que está sendo ajudado pela arbitragem nos últimos jogos. Tem uma imagem do carro do Rubro Negro  carioca sendo empurrado pela arbitragem e pela CBF.  

O Atlético Paranaense perdeu para o Líder Cruzeiro e os relatos são que o Furacão virou ventinho.

São muitas zoeiras, de forma que isto torna a competição ainda mais curiosa e interessante. A cada rodada, no entanto, os torcedores esperam os micos dos times. Resta torcer para que seu time do coração vença em campo e que, por assim dizer, seus rivais virem memes na internet.

Por Veronica Maria Lima Milhome


Na metade da série A do Campeonato Brasileiro, o campeão de 2013, Cruzeiro – MG, está em primeiro lugar, com oito pontos à frente do segundo colocado Internacional – RS. O time mineiro está com 42 pontos, seguido pelo Inter, com 34. Em terceiro lugar está o São Paulo, com 33 pontos. Fechando os quatro primeiros colocados, o Corinthians está com 32.

Um dos candidatos ao título, com uma boa campanha, o Corinthians está distante de conseguir o sexto título no Campeonato. O time paulista teve oportunidade de diminuir a diferença de pontos com o Cruzeiro no domingo, 31, na Arena Corinthians, mas ficou somente em um empate de 1 a 1 com o Fluminense.

O meia do Corinthians, Renato Augusto, afirmou, em entrevista ao programa “Bem, Amigos”, do canal Sportv, que a equipe precisará fazer o máximo de pontos possível para que, Até o final do Campeonato Brasileiro, consiga alcançar o primeiro colocado.

Faltam 20 rodadas para o término do Brasileirão. Portanto, os times que ainda quiserem uma chance entre os quatro colocados, ou até mesmo tentarem a primeira colocação, precisam evitar tropeços e torcerem para o Cruzeiro cair diante dos próximos adversários.

No domingo, 7, o líder do Campeonato visita o quinto colocado, Fluminense, no Maracanã, às 16h. O jogo pode influenciar os primeiros colocados na tabela, já que o time carioca também figurou entre os quatro primeiros. O tricolor está com 30 pontos.

Ainda no domingo, às 16h, o São Paulo recebe o Sport no Morumbi e Corinthians joga contra o Criciúma (17º colocado), no Majestoso (Heriberto Hülse). Às 18h30, o Inter recebe o 14º colocado, Figueirense, no Beira-Rio.

Lutando contra o rebaixamento estão: Criciúma, com 17 pontos; Coritiba (18º), com 16; Bahia (19º), com 16; e Vitória (20º), com 15.

O Coritiba joga contra o Bahia na Fonte Nova, domingo, 7, às 18h30. Antes, no sábado, às 16h, o Vitória será visitante do Santos no Pacaembu.

Por Amanda Cristina Mageste

Cruzeiro

Foto: Divulgação


O Campeonato Brasileiro Série A 2014 já está em andamento e com isso as mudanças são constantes nos clubes que disputam o torneio mais importante do país. Vale ressaltar que é bastante tradicional no Brasileirão a troca de técnicos, isso acontece bastante no decorrer do campeonato, haja vista a pressa nos clubes brasileiros em obter bons resultados em pouco tempo.

E quem trocou de técnico recentemente foi o Atlético-PR, isso mesmo, o Furacão anunciou o técnico Claudinei Oliveira, que já treinou o Santos. O Furacão é atualmente o 10° colocado do campeonato e seu próximo desafio será contra o Palmeiras, em casa. O jogo será válido pela 19° rodada da Série A.

É importante destacar que até quarta-feira (04/09) quem comandava a parte técnica do Atlético-PR era o técnico interino, Leandro Ávila. E segundo ele o novo técnico do Furacão irá encontrar um time aguerrido e muito obediente, além disso, recheado de talentos e jovens jogadores. Com a chegada de Claudinei de Oliveira, Leandro Ávila volta ao seu cargo de origem: auxiliar permanente na comissão técnica do time paranaense.

“Ele pode ter certeza que ele vai ter um time aguerrido. Nós temos as nossas falhas, como todo time tem. Não tenha dúvida que os jogadores vão fazer aquilo que ele pedir porque os jogadores são determinados. Apesar das falhas, a gente tem nosso lado bom também, que é a velocidade e a marcação forte. Falta para nós um pouco mais de posse de bola e de tranquilidade para chegar ao gol. Mas isso, com o tempo, eles vão adquirindo experiência e treinando, aí eles vão conseguir chegar perto da perfeição”, destacou Leandro Ávila em entrevista após o jogo.

Para sua estreia com o Atlético-PR, Claudinei de Oliveira terá força máxima contra o Palmeiras na Arena da Baixada. Serão apenas duas dúvidas para o jogo: o lateral-direito Sueliton, pois o mesmo foi vetado do jogo contra o América-RN pela Copa do Brasil por conta de dores musculares, além disso, a outra dúvida fica por conta de Cléo, atacante que saiu do jogo contra o América-RN por causa de dores na coxa. Podem entrar na posição de lateral-direito e do atacante os jogadores Mário Sérgio e Mosquito, respectivamente. Esses dois são os favoritos para começarem jogando.

Por Bruno Henrique

CAP

Foto: Divulgação


Já é de praxe, após a disputa do Campeonato Paulista, os times grandes contratarem as revelações do campeonato, principalmente aqueles jogadores que atuam no interior. Além do requisito de ser destaque na equipe em que joga, quase sempre é necessário que o atleta seja jovem.

Disputando a Copa Libertadores, a fase final do Paulistão, e com Copa do Brasil e Brasileirão Série B pela frente, o Palmeiras mantém a tradição, e busca no interior a contratação de um atacante; o nome da vez é o de Paulinho, 24 anos, jogador do XV de Piracicaba.

De acordo com o presidente do clube interiorano, não é só o Palmeiras quem está interessado no goleador, afirmando que até mesmo clubes da Série A entraram em contato para saber das condições de negociação. Ainda segundo o dirigente, até a próxima semana a transferência de Paulinho será selada, e assim revelará quem o adquiriu.

Os dirigentes palmeirenses negam o acordo, dizendo que não se reuniram com nenhum representante de Paulinho nem do clube que o detém, porém confirmou que o atacante é umas das gratas revelações do campeonato, e que está na lista de possíveis aquisições.

Por Vinicius Cunha


A conceituada revista norte-americana "Forbes" divulgou matéria contendo os 20 clubes de futebol mais ricos do mundo, e entre tais apenas o Corinthians figura como não europeu.

O time brasileiro, que é o atual campeão mundial, tem renda avaliada nas casa dos R$ 358 milhões, ocupando a 16ª colocação do ranking.

A revista fez menção à construção do estádio do Corinthians, que será sede da abertura da Copa do Mundo de 2014.

Outros fatores lembrados na matéria é a rápida internacionalização do Timão, citando os projetos "Ronaldo" e "Zizão"; outro ponto destacado é a abertura de escolinhas de futebol em vários países do mundo.

Quem não foi esquecida foi a torcida corintiana, que foi citada pelo seu fanatismo e grandeza, citando, inclusive, a invasão no Japão, em dezembro de 2012, durante a disputa do Mundial de Clubes.

A lista com os 20 primeiros colocados é a seguinte:

1º – Real Madrid;

2º – Manchester United;

3º – Barcelona;

4º – Arsenal;

5º – Bayern de Munique;

6º – Milan;

7º – Chelsea;

8º – Juventus;

9º – Manchester City;

10º – Liverpool;

11º – Tottenhan;

12º – Schalke 04;

13º – Borussia Dortmund;

14º – Internazionale;

15º – Lyon;

16º – Corinthians;

17º – Napoli;

18º – Hamburgo;

19º – Olympique Marselha;

20º – Newcastle.

Por Vinicius Cunha


A Champions League 12/13 está se afunilando. Restaram apenas oito clubes e o sorteio para definir o chaveamento será realizado na sexta-feira, 15/03.

Os classificados são: Juventus/ITA; Paris Sain- Germain/FRA; Borussia Dortmund/ALE; Real Madrid/ESP; Barcelona/ESP; Málaga/ESP; Bayern de Munique/ALE e Galatasaray/TUR.

Dos clubes que ainda estão "vivos" na competição, cinco deles já a conquistaram, sendo o Real campeão nove vezes; o Borussia uma; a Juve duas; Barça quatro e o Bayern cinco, estando os outros três atrás da inédita conquista.

A maior surpresa até o momento é o Málaga, que é um clube de médio porte da Espanha, mas que investiu pesado, ainda mais depois que foi vendido, em 2010, ao sheik Abdulah bin Nasser. Jogam no time espanhol os brasileiros Júlio Baptista e Lucas Piazon, além de consagrados atletas com Saviola, Roque Santa Cruz e Diego Lugano.

Surpresa maior ainda é a não classificação de nenhum time da Inglaterra, ainda mais que ano passado o ganhador foi o Chelsea. Predominam clubes da Espanha com três representantes e da Alemanha com dois.

A final da competição acontecerá no dia 25 de maio, em Londres, no Estádio de Wembley.

Resta-no esperar para ver quem conquistará o cobiçado título de melhor time da Europa.

Por Vinicius Cunha


O atacante santista, Neymar, concedeu entrevista à rádio espanhola "Cadena Cope" e, para variar, a conversa girou em torno de uma possível transferência para o futebol europeu, mais precisamente para o Real Madrid ou o Barcelona.

A "joia" brasileira afirmou que não há negociação em andamento, mas que se for necessário ser transferido de imediato, iria sem maiores dramas, repetindo o velho jargão dos jogadores brasileiros, dizendo que é um sonho jogar no "velho mundo".

Neymar também disse não ter preferência de clubes, tanto é que se cogitou a ida de ir para o Bayern de Munique há pouco tempo atrás, mas se depender de Muricy Ramalho e dos colegas brasileiros que atuam no Barcelona, o destino do jovem santista deve ser a Catalunha.

Só o jogador sabe a hora certa de ser transferido, porém seria válida a efetivação de uma transferência envolvendo o atleta, antes da Copa de 2014, pois assim Neymar teria oportunidade de adquirir mais experiência e até mesmo jogar contra jogadores que estarão no Brasil no ano seguinte e pertencem a outras ligas, quiçá mais competitivas.

É uma hipótese que o jogador e seus empresários têm que considerar, pois fato semelhante aconteceu com Lucas, ex-São Paulo, e hoje se vê um atleta mais confiante e dinâmico em campo.

Pense direitinho, Neymar.

Por Vinicius Cunha


Quem gosta de ver a atuação dos times paulistas mais de perto não pode deixar de acompanhar as primeiras rodadas do Paulistão 2013, um dos primeiros torneios de futebol agendados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que antecede outros Campeonatos como o Brasileirão, Copa do Brasil, entre outros.

Todos os times paulistas, como por exemplo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Santos (que são consideradas as estrelas de mais intenso brilho do Campeonato), Atlético, Bragantino, Penapolense, Mirassol, São Caetano, Ituense, dentre outros, já iniciaram suas atuações no Campeonato.

Nesta primeira rodada os resultados foram: Barbarense 1 x Piracicaba 1; São Paulo 2 x Mirassol 0; Atlético 1 x Sorocaba 2; Linense 2 x Guarani 1; Penapolense 3 x Ituano 0 e Paulista 1 x Corinthians 1.

Apesar dessa primeira fase não ter apresentado grandes goleadas e registros de jogadas históricas, os loucos por futebol esperam uma segunda rodada com melhores resultados para analisar quem tem condições de levar o título de Campeão Paulista 2013.

Agora basta acompanhar a segunda rodada e ver os processos de eliminação que começam neste período de um dos campeonatos estaduais mais visualizados do Brasil.

Por Michele de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: