Confira aqui a data dos jogos da Copa do Mundo da Rússia 2018.

A Copa do Mundo 2018 vai começar no dia 14 de junho e a Seleção Brasileira entra em campo apenas no dia 17.

A abertura começa às 10 horas e o primeiro jogo às 12 horas, quando entram em campo Rússia x Arábia Saudita. Este será a única partida do primeiro dia da competição

Os grupos da Copa do mundo da Rússia são:

  • Grupo A: Uruguai, Rússia, Egito, Arábia Saudita.

  • Grupo B: Espanha, Portugal, Marrocos, Irã.

  • Grupo C: França, Dinamarca, Peru, Austrália.

  • Grupo D: Argentina, Croácia, Nigéria, Islândia.

  • Grupo E: Brasil, Suíça, Sérvia, Costa Rica.

  • Grupo F: Alemanha, México, Suécia, Coreia do Sul.

  • Grupo G: Bélgica, Inglaterra, Tunísia, Panamá.

  • Grupo H: Colômbia, Polônia, Senegal, Japão.

Os jogos podem ser vistos na programação abaixo ou diretamente no site da Fifa: no site http://www.fifa.com/worldcup/.

Confira as datas e horários dos jogos da fase de grupos da Copa do Mundo 2018

1ª rodada

  • 14/06/2018 (quinta-feira) – 12h – Rússia x Arábia Saudita

  • 15/06/2018 (sexta-feira) – 9h – Egito x Uruguai

  • 15/06/2018 (sexta-feira) – 12h – Marrocos x Irã

  • 15/06/2018 (sexta-feira) – 15h – Portugal x Espanha

  • 16/06/2018 (sábado) – 7h – França x Austrália

  • 16/06/2018 (sábado) – 10h – Argentina x Islândia

  • 16/06/2018 (sábado) – 13h – Peru x Dinamarca

  • 16/06/2018 (sábado) – 16h – Croácia x Nigéria

  • 17/06/2018 (domingo) – 9h – Costa Rica x Sérvia

  • 17/06/2018 (domingo) – 12h – Alemanha x México

  • 17/06/2018 (domingo) – 15h – Brasil x Suíça

  • 18/06/2018 (segunda-feira) – 9h – Suécia x Coréia do Sul

  • 18/06/2018 (segunda-feira) – 12h – Bélgica x Panamá

  • 18/06/2018 (segunda-feira) – 15h – Tunísia x Inglaterra

  • 19/06/2018 (terça-feira) – 9h – Colômbia x Japão

  • 19/06/2018 (terça-feira) – 12h – Polônia x Senegal

2ª rodada – Fase de Grupos

  • 19/06/2018 (terça-feira) – 15h – Rússia x Egito

  • 20/06/2018 (quarta-feira) – 9h – Portugal x Marrocos

  • 20/06/2018 (quarta-feira) – 12h – Uruguai x Arábia Saudita

  • 20/06/2018 (quarta-feira) – 15h – Irã x Espanha

  • 21/06/2018 (quinta-feira) – 9h – Dinamarca x Austrália

  • 21/06/2018 (quinta-feira) – 12h – França x Peru

  • 21/06/2018 (quinta-feira) – 15h – Argentina x Croácia

  • 22/06/2018 (sexta-feira) – 9h – Brasil x Costa Rica

  • 22/06/2018 (sexta-feira) – 12h – Nigéria x Islândia

  • 22/06/2018 (sexta-feira) – 15h – Sérvia x Suíça

  • 23/06/2018 (sábado) – 9h – Bélgica x Tunísia

  • 23/06/2018 (sábado) – 12h – Coréia do Sul x México

  • 23/06/2018 (sábado) – 15h – Alemanha x Suécia

  • 24/06/2018 (domingo) – 9h – Inglaterra x Panamá

  • 24/06/2018 (domingo) – 12h – Japão x Senegal

  • 24/06/2018 (domingo) – 15h – Polônia x Colômbia

3ª rodada – Fase de Grupos

  • 25/06/2018 (segunda-feira) – 11h – Arábia Saudita x Egito // Uruguai x Russia

  • 25/06/2018 (segunda-feira) – 15h – Irã x Portugal // Espanha x Marrocos

  • 26/06/2018 (terça-feira) – 11h – Austrália x Peru // Dinamarca x França

  • 26/06/2018 (terça-feira) – 15h – Nigéria x Argentina // Islândia x Croácia

  • 27/06/2018 (quarta-feira) – 11h – Coréia do Sul x Alemanha // México x Suécia

  • 27/06/2018 (quarta-feira) – 15h – Suíça x Costa Rica // Sérvia x Brasil

  • 28/06/2018 (quinta-feira) – 11h – Senegal x Colômbia // Japão x Polônia

  • 28/06/2018 (quinta-feira) – 15h – Inglaterra x Bélgica // Panamá x Tunísia

Oitavas de final

  • 30/06/2018 (sábado) – 11h – 1º C x 2º D

  • 30/06/2018 (sábado) – 15h – 1º A x 2º B

  • 01/07/2018 (domingo) – 11h – 1º B x 2° A

  • 01/07/2018 (domingo) – 15h – 1º D x 2º C

  • 02/07/2018 (segunda-feira) – 11h – 1º E x 2º F

  • 02/07/2018 (segunda-feira) – 15h – 1º G x 2º H

  • 03/07/2018 (terça-feira) – 11h – 1º F x 2º E

  • 03/07/2018 (terça-feira) – 15h – 1º H x 2º G

Quartas de final

  • 06/07/2018 (sexta-feira) – 11h – quartas 1

  • 06/07/2018 (sexta-feira) – 15h – quartas 2

  • 07/07/2018 (sábado) – 11h – quartas 4

  • 07/07/2018 (sábado) – 15h – quartas 3

Semifinal

  • 10/07/2018 (terça-feira) – 15h – semifinal 1

  • 11/07/2018 (quarta-feira) – 15h – semifinal 2

Disputa de 3º lugar

  • 14/07/2018 (sábado) – 11h

Final

  • 15/07/2018 (domingo) – 12h

A abertura da Copa do Mundo 2018 acontece no dia 14 de junho, às 10h (de Brasília).

Jogos do Brasil na Copa 2018

  • 17 de junho (domingo) – BRASIL x SUÍÇA – 15h
  • 22 de junho (sexta-feira) – BRASIL x COSTA RICA – 9h
  • 27 de junho (quarta-feira) – BRASIL x SÉRVIA – 15h

Se o Brasil passar como 1º colocado do Grupo E ele joga da seguinte forma

  • 2 de julho (segunda-feira) – OITAVAS DE FINAL – 11h
  • 6 de julho (sexta-feira) – QUARTAS DE FINAL – 15h
  • 10 de julho (terça-feira) – SEMIFINAL – 15h
  • 15 de julho (domingo) – FINAL – 12h

Já caso o Brasil passe como 2º colocado do Grupo E os próximos jogos serão:

  • 3 de julho (terça-feira) – OITAVAS DE FINAL – 11h
  • 7 de julho (sábado) – QUARTAS DE FINAL – 11h
  • 11 de julho (quarta-feira) – SEMIFINAL – 15h
  • 15 de julho (domingo) – FINAL – 12h

Se a Seleção Brasileira perder na semifinal, a equipe comandada por Tite jogará a disputa do 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.

Por Milena Godoy


Técnico Dunga irá revelar os jogadores convocados para os amistosos da Seleção Brasileira contra as seleções de Costa Rica e Estados Unidos no dia 13 de agosto.

O técnico Dunga anuncia, nesta quinta-feira (13), os jogadores escalados para integrar a Seleção Brasileira, para a participação de jogos amistosos contra as seleções de Costa Rica e Estados Unidos, respectivamente. As partidas contra os times acontecem no mês de setembro.

O anúncio será feito na sede da CBF, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.  A entidade afirma em sua página oficial na web que a convocação será transmitida ao vivo pela CBF TV, que trará cobertura exclusiva sobre o evento, além de entrevistas com a comissão técnica.

Tudo indica que o jogador Neymar será escalado, ao menos foi o que sugeriu Gilmar Rinaldi, coordenador técnico da seleção, em entrevista à agência Reuters, no dia 5 de agosto. Na ocasião, ele afirmou que jogadores com “a qualidade técnica de Neymar devem ser convocados”, quando é possível integrá-los ao time.

Seleção feminina:

A seleção feminina já está em ritmo de preparação para as próximas partidas do time, como o amistoso contra a França, no dia 19 de setembro. As jogadoras estão treinando na cidade de Itu, no interior de São Paulo. Segundo informações da CBF, elas tiveram dez dias de folga após conquistarem o ouro no Pan-Americano que ocorreu em Toronto, no Canadá. Os treinos desta semana são focados apenas na parte física e, posteriormente, as jogadoras passarão por treinamento com bola, de acordo com a CBF.

O jogo contra as jogadoras francesas acontece na cidade de Le Havre, que fica cerca de 196 km de Paris. O jogo será realizado no Stade Océanee está marcado para as 19h no horário local (14h – no horário de Brasília).  As jogadoras também vão enfrentar a seleção norte-americana em dois amistosos que acontecem nos dias 21 e 25 de outubro. O primeiro jogo deste clássico mundial está previsto para ser realizado na cidade de Seattle e a segunda partida deve ocorrer em Orlando. 

Por Letícia Veloso

Seleção Brasileira


Diferentemente da Seleção Brasileira masculina de futebol, as jogadoras que representam o Brasil no esporte não fizeram feio e venceram a competição internacional realizada em casa neste ano.

A competição chamada Torneio Internacional de Brasília reuniu quatro seleções, a Argentina, o Brasil, a China e os Estados Unidos. Houve partidas entre todos os times, com os dois melhores se classificando para a final.

O Brasil teve a melhor campanha, vencendo as hermanas por 4 x 0, depois ganhando de 3 x 2 dos Estados Unidos e de 4 x 1 da China. Os Estados Unidos teve a segunda melhor com uma vitória de 7 x 0 sobre a Argentina, um empate de 1 x 1 com a China e uma derrota para as brasileiras.

Mesmo considerada a número 1 no ranking da FIFA, a Seleção Norte-Americana não passou tanto medo nas brasileiras, já que elas estavam jogando em casa, contavam com o apoio de sua torcida e já tinham vencido as rivais na primeira fase do torneio.

A verdade é que a final terminou em 0 x 0, mas foi uma partida bem intensa, que contou com o brilho da goleira Luciana, do Brasil, e a badalada Hope Solo dos Estados Unidos.

Como critério já estabelecido do torneio, a seleção que se classificasse em primeiro lugar na “fase de grupo”  teria a vantagem do empate. Como o Brasil teve a melhor campanha, foi consagrado campeão após o 0 x 0.

A partida teve polêmicas, como um gol anulado dos Estados Unidos em que a jogadora norte-americana estava claramente impedida, mas mesmo assim as rivais contestaram.

Outras polêmicas foram dois pênaltis não marcados a favor do Brasil. No primeiro, uma jogadora brasileira foi derrubada pela adversária dentro da área, após tentar um drible que a deixaria na cara do gol. No segundo, uma jogadora do Brasil foi agarrada na área, o que a impediu de chegar até a bola cruzada pela lateral direita do campo.

A pressão foi muito grande nos últimos minutos da partida, com as norte-americanas colocando uma bola no travessão, que se fosse convertida em gol daria o campeonato para as estadunidenses.

Com este torneio, o Brasil se tornou pentacampeão, após vencer as edições de 2009 e dos três últimos anos.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: Assessoria CBF


O atacante brasileiro Hulk, destaque do Zenit da Rússia, não esconde de ninguém qual o seu principal objetivo na atualidade: o retorno à Seleção Brasileira. Com o citado clube russo disputando a Copa dos Campeões da Europa, Hulk espera classificar sua equipe para a segunda fase da competição e "conquistar" o treinador Dunga para um retorno à "Amarelinha".

Com a terceira colocação no grupo C da "Champions", o Zenit visitará o Monaco pela última rodada da fase de grupos, precisando apenas de uma vitória simples para se classificar para as oitavas de final; de acordo com Hulk, o grupo C está muito embolado, citando as duas partidas que perdeu pontos em casa como fator preponderante de uma não classificação antecipada.

Figurinha carimbada nas convocações de Luís Felipe Scolari, Felipão, Hulk viveu altos e baixos em suas recentes exibições com a camisa do Brasil, inclusive durante a Copa do Mundo de 2014; por um lado uma parte de torcedores defendia veemente o atacante entre os titulares, por outro a torcida não o queria nem entre os selecionáveis.

Uma das "queixas" de Hulk é que no período em que foi comandando por Felipão teve de se sacrificar em prol do grupo, tendo de jogar de maneira diferente da que atua pelo Zenit, o que teria prejudicado em algumas oportunidades o seu desempenho. Apesar de não estar em sua posição de origem na maioria das vezes, Hulk não vê problemas em ter que repetir o mesmo posicionamento para se enquadrar taticamente ao esquema do treinador.

Um dos pontos ao favor de Hulk para uma possível volta ao time canarinho é a constância em suas atuações pelo Zenit, o que tem chamado à atenção de grandes centros do futebol europeu; seus números na Europa são expressivos desde 2008, quando ainda jogava pelo Porto.

Ainda de acordo com Hulk, é preferível estar no Zenit e poder atuar com regularidade do que fazer parte de elencos de Barcelona ou Real Madrid e atuar com menos frequência, tendo em vista a grande concorrência entre os jogadores desses times.

Com Dunga no comando, Hulk ainda não foi convocado, mas o trabalho do treinador brasileiro está apenas no início; as portas não estão fechadas para nenhum jogador, palavras do próprio Dunga.

Por Vinicius Cunha

Hulk na Sele??o Brasileira

Foto: Divulgação


Após trocar o capitão da seleção brasileira, passando a braçadeira dos braços de Thiago Silva para o craque Neymar, o treinador Dunga, pela primeira vez, falou à imprensa sobre a mudança, ressaltando que todos os jogadores do selecionado brasileiro devem respeitar a opinião do treinador, como uma escala hierárquica; a alusão foi feita à Thiago Silva, que há dias atrás disse estar chateado pela perda da função.

De acordo com Dunga, não é questão de perder ou ganhar algo na seleção brasileira, frisando que ninguém é dono de nada, ou seja, a seleção é do Brasil, dos jogadores, do povo. Segundo o treinador, no grupo de trabalho do Brasil é necessária a conquista de espaço dia após dia, com muito treinamento, não escondendo em nenhum momento que as decisões são dele.

O treinador gaúcho fez questão de dizer que quando chegou à seleção, tanto Marco Polo del Nero, futuro presidente da CBF, quanto Marín, o atual, lhe deram total liberdade no comando; assim, o trabalho começou do zero, não tinha ninguém com vaga garantida, nem camisa 10, nem camisa 9, nem muito menos capitão, ou seja, tudo vem sendo conquistado.

Outro assunto tratado por Dunga foi em relação a improvisações; de acordo com o capitão do tetracampeonato em 94, uma coisa que não funciona em um grupo é improvisar. Disse sobre a renovação que vem implantando no grupo, mostrando-se satisfeito com o atual leque de opções. O treinador tem escalado tanto jogadores que atuam no exterior quanto no Brasil. Destaque para Diego Tardelli, até então titular absoluto com Dunga.

Sobre esse leque que vem encontrando, citou a substituição de Willian por Douglas Costa, na última partida, contra a Turquia, quando o substituto entrou e "sacudiu" o jogo, mostrando-se disposto e com vontade de fazer parte da atual seleção brasileira. No final de sua fala, citou que a cobrança em seleção é diferente, e que o jogador tem que suportar as mudanças, críticas e pressão.

Por Vinicius Cunha

Dunga fala sobre a troca de capit?o da sele??o brasileira

Foto: Divulgação


A Seleção Brasileira volta a campo neste começo de mês para realizar os dois últimos amistosos internacionais do ano de 2014, após passar um ano nada bom, sendo eliminada da Copa do Mundo da FIFA dentro de casa, em um vexame de 7 x 1 para o time da Alemanha, que foi campeã sobre a Argentina no Maracanã.

O técnico da seleção brasileira no momento, Dunga, que está em sua segunda passagem como comandante da seleção, já recebeu alguns jogadores no domingo (09/11) na Turquia, onde será realizado o primeiro jogo.

O jogo na Turquia será contra a seleção da casa, na quarta-feira, dia 12 de novembro de 2014, no Şükrü Saracoğlu Stadium, às 16h30 (horário de Brasília).

O segundo compromisso da Seleção Principal masculina será contra a Áustria, na terça-feira da próxima semana, no dia 18 de novembro de 2014. O jogo acontecerá em Viena, na Áustria, no Estádio Ernst Happel, às 16h (horário de Brasília).

Para esses amistosos, o técnico Dunga convocou seus 23 jogadores, de forma a poupar desfalques nos times brasileiros, que encaminham para as rodadas finais do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Sulamericana. Dessa forma, o professor deu oportunidade para outros jogadores que não foram convocados nos jogos anteriores, como no amistoso contra o Japão e o Super Clássico das Américas contra a Argentina, ambos disputados no mês de outubro.

A lista dos convocados para os próximos dois jogos conta com os goleiros Rafael Cabral, Neto e Diego Alves, os zagueiros David Luiz, Miranda e Thiago Silva, os laterais Mario Fernandes, Felipe Luís, Alex Sandro e Danilo, os volantes Luiz Gustavo, Fernandinho, Rômulo e Casemiro. No meio de campo, foram convocados Oscar, Roberto Firmino, Phillippe Coutinho e William. No ataque, o Brasil contará com Lucas, Luiz Adriano, Douglas Costa e Neymar.

Dentre as novidades no time, estão os goleiros Diego Alves e Neto, o zagueiro Thiago Silva (que jogou a Copa do Mundo, mas não foi convocado para os amistosos anteriores), os meias Casemiro e Roberto Firmino e os atacantes Douglas Costa e Luiz Adriano.

Por Rannier 

Sele??o Brasileira

Foto: Divulgação


Foi anunciada na última quinta-feira (23/10) mais uma convocação da Seleção Brasileira realizada pelo técnico Dunga, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, para a disputa de dois amistosos em novembro.

Um no dia 12 de novembro, contra a Turquia, em Istambul, e outro diante da Áustria, em Viena, no dia 18. Essa será a última lista do treinador em 2014.

Entre as novidades tem o retorno do zagueiro Thiago Silva, que foi o capitão da equipe na Copa do Mundo, os goleiros Diego Alves e Neto, os meias Roberto Firmino e Casemiro, e os atacantes Douglas Costa, Lucas e Luiz Adriano.

Dessa vez, Dunga resolveu não chamar atletas que atuam no Brasil, tendo o bom senso de reconhecer que é importante nesse momento não desfalcar os times brasileiros que terão decisões importantes em disputa no período dos amistosos.

"O futebol brasileiro é representado pela nossa Seleção, e temos que pensar nisso. Nós mantemos contato com os presidentes e treinadores dos clubes (brasileiros), sabemos da nossa responsabilidade e somos sensíveis a isso. Sabemos também que um momento é diferente de outro. Esse momento é oportuno para todos cederem um pouco, demos oportunidades para alguns jogadores de fora do país e pudemos abrir mão de alguns que jogam no Brasil", explicou o técnico Dunga.

Segundo a própria CBF, a entidade pediu ao Dunga e ao Gilmar que os atletas que atuam no Brasil não fossem convocados solicitando à comissão técnica que analisasse a melhor maneira para conciliar a convocação, considerando a reta final das competições brasileiras.

"Gostaria de agradecer aos dirigentes que trabalham nos clubes brasileiros, com quem nós mantemos contato. Solicitamos ao Gilmar e ao técnico Dunga que fizessem uma conciliação das necessidades dos clubes no Brasil com a convocação da Seleção", garantiu o presidente da CBF, José Maria Marin.

O presidente explicou também a questão da convocação do técnico da Seleção Brasileira Sub-21, Gallo, que chamou atletas do Santos e Atlético-MG que também estão envolvidos nas competições nacionais.

Marin falou que convidou Gallo para as reuniões com à comissão técnica e garantiu também que, nesse momento, os clubes terão prioridade em relação às convocações desde as categorias de base até o time principal da Seleção, e que poderá ocorrer a "desconvocação" de algum jogador se for preciso.

"Temos que ter nossos parâmetros e começaremos pela Seleção principal, mas o Gallo já está tomando providências para que os clubes no Brasil tenham total prioridade também em relação à Seleção Sub-21. Todos vão ceder, se sacrificar e refazer a convocação para não prejudicar nenhum clube", completou o presidente da CBF.

Confira abaixo a lista dos jogadores convocados pelo técnico Dunga para a disputa dos amistosos da Seleção Brasileira em novembro:

– Goleiros: Rafael Cabral (Napoli-ITA), Diego Alves (Valencia-ESP) e Neto (Fiorentina-ITA);

– Laterais: Filipe Luiz (Chelsea-ING), Mario Fernandes (CSKA-RUS), Danilo (Porto-POR) e Alex Sandro (Porto-POR);

– Zagueiros: David Luiz (PSG-FRA), Thiago Silva (PSG-FRA), Marquinhos (PSG-FRA) e Miranda (Atlético de Madri-ESP);

– Volantes: Fernandinho (Manchester City-ING), Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE), Casemiro (Porto-POR) e Rômulo (Spartak Moscou-RUS);

– Meias: Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Oscar (Chelsea-ING) e Roberto Firmino (Hoffenheim-ALE);

– Atacantes: Lucas (PSG-FRA), Willian (Chelsea-ING), Neymar (Barcelona-ESP), Douglas Costa (Shakhtar Donetsk-UCR) e Luiz Adriano (Shakhtar Donetsk-UCR).

Por João Calvet

Foto: divulgação


Novo camisa 9 da Seleção Brasileira nessa era Dunga, o atacante Diego Tardelli concedeu uma entrevista ao programa "Arena SporTV", do canal SporTV, e o jogador que defende atualmente o Atlético-MG admitiu que os primeiros momentos após a primeira convocação do técnico Dunga tiveram muita desconfiança em relação aos convocados, até pelo desfecho traumatizante para o Brasil na Copa do Mundo, em que o time saiu da competição em quarto lugar e sofrendo 10 gols nos últimos dois jogos.

"Havia muita desconfiança quando eu cheguei. Disseram que o ambiente não era bom, mas o técnico deu confiança aos atletas e foi muito bom o trabalho internamente. A oportunidade é única e quero aproveitar porque o Dunga está sendo coerente. Cheguei a figurar entre os 30 na pré-convocação para o Mundial, mas talvez ainda não fosse a minha hora. É um sonho meu estar numa Copa e sei que tem muita chance disso acontecer, portanto, eu trato essa como a última delas. Me sinto bem para jogar pela Seleção e focado mentalmente. Estou feliz pelo entrosamento com o quarteto e por ter ido bem nos três jogos que participei, espero ter mais oportunidades e conquistar de vez meu espaço no grupo, pois foi melhor do que eu esperava", disse Diego Tardelli, na entrevista.

Tardelli, que tem 29 anos de idade, não vem atuando centralizado como fazia o jogador anterior na posição (Fred, na Copa do Mundo) e foi colocado ao lado de Neymar. Flutuando pelas pontas, o atacante do Galo atua com mais liberdade e abre caminho para quem vem de trás. E foi desse jeito que, na partida válida pelo Superclássico das Américas, contra a Argentina, Tardelli marcou os dois gols da vitória por 2×0 diante dos Hermanos. "Queria ser a referência e o nove da equipe, essa era a minha preocupação. E eu não tenho essas características de disputar e trombar com os marcadores, como fazem o Fred, o Jô e o Henrique (do Palmeiras), por exemplo, que é o que um camisa nove faz. O meu ponto forte é chegar de trás, como fiz no jogo diante do Japão deixando o Neymar na cara do gol, é isso que desejo fazer. Procuro me movimentar dentro das características que tenho. Eu necessitava dessa leitura de jogo porque o futebol está diferente hoje. Eu tinha que fazer algo diferente na Seleção pela cobrança que vinha sendo feita em cima do Fred e de quem fosse o nove da equipe", afirmou o atacante.

O treinador também desejava que o jogador não cumprisse uma função de centroavante fixo, e numa conversa antes do primeiro jogo pediu para que ele se movimentasse em campo, segundo o próprio Tardelli. "O Dunga me deu essa liberdade desde o primeiro jogo. Ele queria que eu me movimentasse em campo e conversou comigo sobre isso antes da primeira partida. Neymar, Willian, Oscar e eu nos movimentamos quando cumpro essa função. Em alguns momentos eu volto mais e o Oscar assume o papel de nove, em outros momentos o Neymar. Confundidos os adversários por a gente ter essa leitura", completou Tardelli.

Nesta quinta-feira (23/10), o técnico Dunga fará mais uma convocação, dessa vez para a disputa de dois amistosos em novembro, um no dia 12, contra a Turquia, e no dia 18, diante da Áustria. Porém, o Atlético-MG pretende pedir a dispensa de Tardelli caso ele seja convocado e o Atlético seja finalista da Copa do Brasil, em que o primeiro jogo da decisão seria no mesmo dia do primeiro amistoso da Seleção.

Por João Calvet

Diego Tardelli na Sele??o Brasileira

Foto: Divulgação


Um dos principais nomes do Grêmio ficará sem jogar na equipe por duas rodadas. O goleiro Marcelo Grohe foi chamado para servir a seleção brasileira nos próximos jogos que acontecerão no Oriente, um na Chima e outro em Cingapura.

Mesmo com a invencibilidade abalada (800 minutos conquistados sem deixar um único gol), Grohe tem se mostrado um grande goleiro durante as partidas da equipe gaúcha, logo, transformou-se em um dos principais nomes desse time na temporada.

A boa reputação rendeu para Marcelo, sua convocação para defender o Brasil no clássico contra a Argentina que ocorrerá no sábado, 11 de outubro, na China. Logo após apresentar-se para o amistoso contra a equipe argentina, Grohe deverá continuar no Oriente, visto que a Seleção Brasileira enfrentará o Japão em Cingapura.

Este bom momento do goleiro gremista é uma excelente conquista profissional para ele, mas pode se tornar um obstáculo para o Grêmio, já que se trata de um grande atleta.

A equipe gremista passará também por uma etapa de dúvidas quanto à escalação de Felipão, pois o técnico terá de decidir quem ficará no lugar de Grohe. Há expectativas de que Felipão escolha Tiago Machowski como substituto de Grohe, o jovem goleiro possui 21 anos.

Normalmente Tiago vem sendo escalado como goleiro reserva nos últimos jogos do Grêmio. Machowski já atuou junto ao Tricolor em duas partidas amistosas, nessas não sofreu nenhum gol, no entanto, ele não joga uma partida oficial há sete meses.

Outro nome que pode ser citado como possível substituto de Grohe é Léo, com 19 anos ele nunca jogou pelo Grêmio. Follman não tem condições de jogar porque está se recuperando de uma cirurgia, por isso não está sendo considerado pelo técnico Felipão. 

Ainda que a situação deixe o time e os torcedores apreensivos, os substitutos, mesmo inexperientes, têm total apoio da equipe técnica e da direção do clube.  

Por Melina Menezes

Marcelo Grohe jogar? 2 amistosos pela Sele??o Brasileira

Foto: Divulgação


Tradicionalmente, a seleção brasileira apresenta um celeiro de craques, razão pela qual é comum que grandes jogadores não vistam a camisa amarelinha, levando-se em consideração a pluralidade de opções. Na Copa de 2014, não será diferente, entretanto, dessa vez, pelo fato do maior torneio do futebol mundial ser realizado no Brasil, estar presente no grupo dos convocados terá um gosto especial.

Apesar de ter passado dos trinta anos há muito tempo, Ronaldinho Gaúcho segue jogando muito bem, sendo um dos maiores responsáveis pelo conquista inédita do Atlético Mineiro, contudo, dificilmente o jogador irá disputar a próxima Copa do Mundo. Isto porque faz tempo que o craque não é convocado por Felipão, o que nos permite concluir que será uma surpresa se seu nome figurar na lista final do técnico.

Kaká, desde que se transferiu para o badalado Real Madrid, nunca voltou a ser o mesmo que conquistou o título de melhor jogador do mundo. As inúmeras contusões atrapalharam o rendimento dentro de campo do jogador. Quando retornou para o time italiano, o meia-atacante voltou a fazer boas atuações, contudo, o Milan não está em boa fase, o que tem atrapalhado sua visibilidade. 

Há poucos meses, Robinho estava com boas chances de jogar uma Copa do Mundo em casa, principalmente pelo seu ótimo relacionamento com o grupo de Felipão. Ocorre que o jogador não tem feito boas partidas pelo seu time, enquanto seus concorrentes têm brilhado cada vez mais, sendo que o atacante não deverá ser chamado.

Lucasfigura entre os convocados da seleção desde que Mano Menezes estava no comando. A torcida e a imprensa já indagavam que o meia não deveria fazer tão somente parte do grupo, e sim ser titular. Irritado com tamanha pressão, o atual técnico da seleção colocou o jovem Bernard, que apresenta características semelhantes de Lucas. O resultado é que enquanto o ex-jogador do Galo já é nome certo na Copa, o craque do PSG sofre sérios riscos.

O zagueiro Miranda vive um excelente momento no Atlético de Madrid, sendo apontado pela imprensa como um dos principais jogadores do time espanhol. Vale lembrar que, atualmente, a equipe de Madrid lidera o campeonato espanhol e está nas fases finais da Champions League. Embora o zagueiro tenha manifestado publicamente seu desejo de vestir a camisa da seleção, ele não fora convocado nenhuma vez por Felipão.

Por fim, vale ressaltar que todos os jogadores supracitados devem manter a esperança, afinal não é incomum surgirem surpresas na lista final do técnico.

Por RVN


O amistoso do Brasil contra a África do Sul será o último jogo da seleção brasileira antes da Copa do Mundo de 2014. Seja como for, o fato é que a convocação do time será feita na terça-feira, dia 11/02.

Pois bem, o treinador Luiz Felipe Scolari possui alguns problemas para essa escalação. A questão é que Fred, o camisa 9 da equipe, ainda está se recuperando de contusão e, por conta disso, uma pergunta fica no ar: quem será o substituto desse jogador? Outra questão de suma relevância é sobre o Goleiro Júlio César que, há muito sem jogar, acaba trazendo questionamentos e hipóteses sobre a sua convocação para o Brasil. Aliás, diferente do que muitos pensavam, essa convocação estará envolta por surpresas e expectativas, afinal muitos jogadores estão se destacando no futebol europeu e pode, por assim dizer, aparecer nessa lista de Felipão.

A convocação, em todo o caso, será realizada a partir do meio dia, horário de Brasília. No mais, o fato é que, além do ataque e do goleiro, uma vaga de zagueiro também pode surpreender nessa lista. Aliás, o técnico da seleção brasileira afirmou, por meio de entrevista à Rede Globo que, na verdade, não haverá tanta dificuldade assim na definição do time.

O jogo contra a seleção da África do Sul será disputado em Joanesburgo, capital  sul-africana, no Estádio Soccer City. Agora é esperar para ver quais serão as novidades nessa derradeira convocação antes da Copa do Mundo Brasil FIFA 2014. No mais, a CBF também tinha informado que apenas jogadores de fora do Brasil seriam convocados, mas isso não irá acontecer.

Por fim, em meio a toda essa expectativa, vale dizer que o jogo acontecerá na data de 5 de março de 2014.

Será que teremos novos nomes a serem convocados por Felipão? Agora é esperar para ver o que vai acontecer.

Por Juan Wihelm


Brasil x Honduras é o destaque de hoje no futebol brasileiro. Este é um amistoso que será realizado nos Estados Unidos, em Miami, no majestoso estádio Sun Life, e começará às 22h30 (horário de Brasília). Este jogo visa treinar a equipe para a Copa de 2014, a ser realizada no Brasil. Na terça-feira, dia 19/11, o Brasil ainda enfrentará o Chile, e este então será o último amistoso do Brasil em 2013. Assim, o técnico Felipão tem cada vez mais próxima a sua lista de jogadores para irem à Copa.

No Brasil, o zagueiro Thiago Silva não entrará em campo, já que está retornando de lesão, e dará lugar para Dante. Outro desfalque é Daniel Alves, que também será poupado. No lugar dele, entra Maicon. Outro que não jogará será Marcelo, entrando Maxwell em seu lugar. E por fim, Bernard (o craque do Atlético Mineiro), entrará no lugar de Hulk. Portanto, o time deve vir um pouco modificado, porém, ainda sim contará com seus costumeiros craques de bola.

No lado de Honduras, o time deve ser exatamente o mesmo que terminou bem a Concacaf, e que se classificou para a Copa do Mundo.

O destaque do jogo, como sempre, é Neymar, que atuou em todos os jogos com Luiz Felipe Scolari.

O Brasil enfrentou em 2001 Honduras pela Copa América de 2001, e alguns dizem que foi o maior vexame da história do futebol brasileiro.

brasil-x-honduras

Honduras 2 x 0 Brasil – Copa América 2001

Escalação do Brasil

Victor, Maicon, David Luiz, Dante e Maxwell; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Bernard, Neymar e Jô.

Escalação de Honduras

Noel Valadares; Arnold Peralta, Víctor Bernárdez, Maynor Figueroa e Emilio Izaguirre; Wilson Palacios; Jorge Claros; Roger Espinoza e Boniek García; Jerry Bengtson e Carlo Costly.

Trio de arbitragem para Brasil x Honduras

Não foi divulgado nem quem apitará este amistoso, e nem quem serão os assistentes (bandeirinhas).

Foto: Mowa Press
Foto: Mowa Press

O jogador Alex depois de nove anos no futebol da Turquia retornou para o Brasil a seis meses atrás e afirma que não está correndo atrás de uma convocação para defender a camisa da Seleção do Brasil. O veterano com mais de 18 anos de futebol, está mais do que adaptado ao time paranaense. Ele chegou na equipe do Coritiba em outubro, porém não pode vestir a camisa imediatamente por restrições dadas pelo regulamento.

O jogador do Coritiba disse que já não pensa em atuar pela Seleção Brasileira, indo em contra aos diversos discursos de atletas brasileiros que voltam a defender a camisas dos times do pais. Sobre questões táticas do futebol brasileiro, ele disse que está se aproximando ao estilo europeu de jogar.

Numa entrevista concedida ao jornal Estado de São Paulo, o meio-campista, ex-Fenerbahçe, disse que ele não tem chances de ir para a Copa e esclareceu o motivo, desde 2006 ele não é convocado.

Questionado acerca das recentes manifestações de torcedores na Turquia e confrontos de índole religiosa, ele disse que espera que no Brasil as manifestações continuem e que consigam mudanças para o país.

Por Melina Menezes.


Para o amistoso entre Brasil e Suíça, o Técnico Luiz Felipe Scolari deve convocar 18 ou 19 jogadores. A partida acontecerá no dia 14 de agosto, às 15:45 (horário de Brasília), em Basel.

A lista dos convocados será divulgada no dia 30 de julho, provavelmente, às 12:30, no site da CBF. Contra Felipão, pesa o fato de que os principais jogadores que participaram da Copa das Confederações estarão em final de férias na época em que irá ocorrer o amistoso.

O técnico afirmou que irá conversar com alguns jogadores, como fez com Luiz Gustavo e Dante, jogadores que estão se reapresentando. Ele também afirmou que vai avaliar quem está apto para jogar e vai levar em consideração determinados aspectos para formar a lista, que terá 18 ou no máximo 19 atletas.

Os integrantes da comissão técnica, Murtosa (auxiliar técnico), Carlos Alberto Parreira (coordenador técnico) e Thiago Larghi (analista de desempenho), fizeram estudos sobre as estatísticas da Seleção Brasileira no período da Copa das Confederações. O estudo, que levou em consideração a quantidade de passes errados e o número de faltas sofridas e cometidas, servirá como guia para as partidas que virão.

O amistoso será mais um teste para a Seleção encontrar o entrosamento ideal para competir na Copa do Mundo de 2014.

Por Robson Quirino de Moraes


Através de uma nota publicada na imprensa, a presidente Dilma Rousseff parabenizou os jogadores da Seleção Brasileira e toda a equipe técnica pela conquista do título da Copa das Confederações, depois de vencer a Espanha por 3 a 0, no estádio do Maracanã.

Segundo a nota, para a presidente a trajetória do time resultou em uma campanha memorável e esses são considerados dias históricos para o futebol brasileiro.

Segundo Dilma, a Seleção Brasileira mostrou espírito de equipe, criatividade, alegria e conseguiram proporcionar um espetáculo ao mundo.

O Brasil fez uma excelente campanha e conseguiu derrotar a Espanha, que até então era a favorita ao título. A Espanha vinha de 29 jogos sem perder, embora o Brasil tenha ganhado com uma grande margem de vantagem, o jogo foi bastante disputado e emocionante. Tanto a defesa quanto o ataque brasileiro, estavam em sintonia para fazer a melhor partida possível.

Dilma não compareceu ao estádio do Maracanã para assistir a final por conta dos manifestos e da vaia contra ela que aconteceu no jogo de abertura do evento. De acordo com sua assessoria de imprensa, comparecer a esse evento seria uma exposição desnecessária.

Por Jéssica Posenato


Esta vem sendo a estratégia da Seleção Brasileira, confirmada pelo técnico Luiz Felipe Scolari: Definir o jogo logo nos primeiros minutos da partida. Nos três primeiros jogos da Seleção Brasileira na Copa das Confederações, o time foi totalmente invasor durante os primeiros 15 minutos. A Seleção marcou, fez falta quando a bola ameaçava ser perdida e fez gol (pelo menos contra o Japão e contra o México).

De acordo com o técnico Felipão, jogar em casa e ter a torcida totalmente a favor é mais um atributo chave. Tal animação deixa os jogadores ainda mais empolgados, com muita energia e vontade de enfrentar os adversários.

A estratégia vem funcionando bem. Contra o México, o primeiro gol saiu aos 9 minutos do primeiro tempo. Já contra o Japão, a rede balançou à apenas 3 minutos do início da partida.

Quando questionado sobre a durabilidade da estratégia dentro de campo, Felipão é direto: “Não dá para jogar 45 minutos assim", afirmou Scolari. "Num ritmo acelerado assim conseguimos jogar no máximo 15, talvez 20 minutos. E depois, por uma questão de estratégia, o adversário joga com nove atrás e dificulta demais para a gente. Temos de trazer o rival para o nosso campo para ver se encontramos espaço”.

Por Tatiane Andrade


Embora o jogo entre Brasil e Itália tenha sido emocionante e disputado, no último sábado, o Brasil ganhou o jogo por 4 a 2. A atuação do Azurra não agradou o treinador Cesare Prandelli, pois segundo ele no primeiro tempo o time jogou com medo. O treinador também elogiou a seleção brasileira, principalmente em relação aos contra-ataques.

Segundo Prandelli, o Brasil tem um grupo de atacantes preparados para o contra-ataque, por isso o jogo com o Brasil é mais perigoso. De acordo com ele, a seleção brasileira jogou forte e não deu espaço para o time italiano, principalmente no primeiro tempo. Embora a Itália continue na briga pelo título da Copa das Confederações, para o treinador italiano as seleções mais fortes são Espanha e Brasil.

Pandrelli elogiou Felipão e disse que o projeto da seleção brasileira está no caminho certo, pois o Brasil tem um bom estilo de jogo e consegue impor seu ritmo ao adversário.

O próximo jogo da Itália será na quinta-feira, nas semifinais. O adversário será o primeiro colocado do Grupo B, ou seja, a Espanha

Por Jéssica Posenato


O volante Paulinho, xodó do técnico Luiz Felipe Scolari, torceu o tornozelo e deu um susto no treinador e na torcida brasileira no primeiro treino da Seleção no Centro de Capacitação do Corpo de Bombeiros, em Brasília (DF), onde no próximo sábado a Seleção Brasileira enfrenta o Japão, no estádio Mané Garrincha, na abertura da Copa das Confederações 2013.

Paulinho torceu o tornozelo e teve de ser socorrido às pressas pelo chefe do departamento médico da Seleção Brasileira, o Doutor José Luiz Runco. Após uma série de avaliações, que incluiu bateria de gelo, o jogador retornou às atividades com os demais companheiros.

O bom estado de Paulinho aliviou Felipão, que vê nele um dos principais jogadores do elenco, por sua força defensiva e capacidade de fazer gols.

No empate entre Brasil e Inglaterra, realizado há duas semanas, Paulinho fez um belo gol de voleio, gol que garantiu a igualdade no placar: 2 a  2.

Nesta quinta-feira, Felipão realizou um coletivo onde a principal modificação no time titular foi a nova dupla de defesa, composta por Dante e Thiago Silva. No meio, a principal alteração foi a entrada de David Luiz, improvisado na função de volante.

Por Júlio Abreu


Jô é o substituto de Leandro DamiãoNa iminência da disputa da Copa das Confederações, a seleção brasileira teve que fazer uma substituição entre os 23 relacionados para a competição: Leandro Damião, jogador do Internacional, sofreu uma lesão muscular e foi cortado do grupo, e assim, , atacante do Galo, comporá o grupo brasileiro.

Jô disse estar feliz por ter sido lembrado, mas lamentou o corte de Leandro Damião, com quem jogou junto no Inter de Porto Alegre, já que ambos são amigos; o jogador do Atlético-MG afirmou que pretende manter a concentração, e espera uma chance, para assim poder mostrar o seu futebol.

Ao lado de Ronaldinho, Réver e Bernard, Jô tem sido um dos principais destaques do time mineiro na temporada, e juntos estes já ganharam o Campeonato Mineiro e são semifinalistas da Copa Libertadores, competição em que o Galo é dono da melhor campanha até o momento.

Revelado pelo Corinthians, Jô tem passagens pelo CSKA Moscou, Manchester City, Everton, Galatasaray e Internacional, até chegar ao time de Belo Horizonte; na seleção de Luís Felipe Scolari, o atacante disputará vaga com Fred, que é dono da camisa 9 e vem sendo titular nos últimos jogos.

Por Vinicius Cunha


Foi com uma bela vitória de 3 a 0, com gols de Oscar, Hernanes e Lucas, que o Brasil venceu o amistoso contra a França e encerrou um jejum de mais de 20 anos sem triunfos sobre o rival. Este foi o último teste do técnico Luiz Felipe Scolari antes do início da Copa das Confederações, que começa no próximo sábado.

Desde que a bola rolou, o Brasil se deparou com a França se apresentando de forma bem traiçoeira: fechada e com velocidade nos contra-ataques. O primeiro tempo foi marcado por forte equilíbrio, com boas chances para ambos os lados, mas por ligeira vantagem técnica da seleção francesa.

Na etapa complementar, o Brasil voltou mais focado em busca da vitória. Não demorou para Fred cruzar e Oscar, bem colocado, chutar forte para o gol: 1 a 0.

Na reta final do jogo, a seleção brasileira ampliou. Lucas lançou para Neymar que, com categoria, acionou Hernanes. O jogador só teve o trabalho de chutar de canhota para o fundo do gol. Lucas, em cobrança de pênalti, fechou o placar em 3 a 0.

Após uma série de experiências na equipe nos últimos meses, contra o Japão, no próximo sábado, será para valer. Felipão espera conquistar com autoridade a Copa das Confederações para chegar com moral na Copa do Mundo de 2014. 

Por Júlio Abreu


Nesta terça-feira, aconteceu a convocação da Seleção Brasileira para os próximos jogos. O anúncio, que aconteceu em um hotel em Copacabana, se iniciou com um discurso político de Marin e depois o técnico Luiz Felipe Scolari revelou os convocados para a Copa das Confederações 2013.

Felipão disse que tem um time titular na cabeça, que provavelmente será: Júlio César, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo, Fernando, Paulinho, Oscar, Neymar, Lucas e Fred.

É um time forte, com uma zaga titular nas principais equipes europeias e com o goleiro Júlio César vivendo um ótimo momento. Os volantes Fernando e Hernanes provavelmente tomarão o lugar de Ramires e Paulinho, embora fosse uma seleção mais forte com Hernanes no time, que é bem melhor tecnicamente que o jogador do Grêmio.

A linha de três no meio-ataque possui jogadores habilidosos que atuam muito bem nos seus times, embora haja a dúvida entre Lucas e Hulk. Como centroavante, Fred é indiscutível no momento.

A grande característica dessa convocação é o número de jovens e o técnico deu uma boa explicação para isso. Ele disse que os jogadores devem ter a oportunidade de jogar uma competição oficial antes da Copa do Mundo. Isso explica o motivo pelo qual Ronaldinho Gaúcho e Kaká estão de fora da lista. Eles serão chamados de última hora, caso haja necessidade.

Por BCC


Saiu nesta terça-feira, dia 14 de maio, a lista de convocados para a Copa das Confederações de 2013, que acontecerá no mês de junho em nosso país. Antes de iniciar a competição, a Seleção Brasileira ainda realizará dois amistosos com estes jogadores. Os jogos serão disputados contra a Inglaterra e a França.

Confira abaixo a lista de jogadores convocados:

  • Goleiros: Júlio César (Queens Park Rangers), Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo);
  • Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Jean (Fluminense), Marcelo (Real Madrid) e Filipe Luis (Atlético de Madrid);
  • Zagueiros: Thiago Silva (Paris Saint Germain), Réver (Atlético-MG), David Luiz (Chelsea) e Dante (Bayern de Munique);
  • Volantes: Fernando (Grêmio), Hernanes (Lazio), Luiz Gustavo (Bayern de Munique) e Paulinho (Corinthians);
  • Meias: Jadson (São Paulo) e Oscar (Chelsea);
  • Atacantes: Bernard (Atlético-MG), Neymar (Santos), Lucas (Paris Saint Germain), Hulk (Zenit), Leandro Damião (Internacional) e Fred (Fluminense).

Em relação à lista, Felipão confirmou as apostas nos goleiros, laterais e zagueiros, sem nenhuma surpresa. Mas dos volantes até o ataque, o treinador trouxe alguns nomes não muito cotados. Com respeito aos volantes, deixou Ramires fora da lista, preferiu levar Hernanes e Luiz Gustavo, provavelmente devido a maior capacidade de marcação deles. No meio, deixou de convocar Ronaldinho Gaúcho e Kaká, preferiu escalar Jadson e Bernard, dando uma cara mais jovem à Seleção Brasileira.

Por BCC


Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da seleção brasileira, garantiu que o atacante Fred será titular da equipe na Copa das Confederações mesmo tendo sofrido uma lesão muscular na parte de trás do joelho.

O jogador do Fluminense não entrou em campo no amistoso contra a Bolívia no sábado (06/04) e também está fora da partida contra o Chile no dia 24. Parreira disse que sua condição física não impactará na participação do torneio, previsto para começar no dia 15 de junho.

O coordenador disse que Fred foi um dos principais jogadores da seleção nos últimos três jogos em que usou a camisa 9 e que certamente estará na lista do técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa das Confederações.
A atuação de Fred contra as seleções da Inglaterra, Itália e Rússia foram fundamentais para que garantisse sua posição na equipe brasileira. No entanto, para ser um dos titulares, será necessário ter se recuperado completamente da lesão.

Além da ausência no amistoso contra o Chile, o jogador desfalcará o Fluminense em suas próximas partidas pelo Campeonato Carioca e Libertadores da América.

Por Gabriel Perline


Na terça-feira,02/04, LuizFelipe Scolari convocou os jogadores que irão defender a seleção brasileira em amistoso contra a Bolívia, que irá ocorrer em homenagem à morte do jovem Kevin Espada, morto durante a partida entre Corinthians e San José, pela Copa Libertadores.

O treinador que só poderá contar com jogadores que atuam no futebol brasileiro, teve uma baixa: o volante do Santos,Arouca, foi cortado em virtude um estiramento na coxa direita. O santista era um dos mais experientes da lista, já que até jogadores da seleção sub-20 foram convocados.

A notícia foi dada em primeira mão pela CBF em seu site oficial, e de acordo com portal eletrônico, nenhum jogador será chamado para o lugar do meio-campista santista. Arouca também desfalcará o Santos, e é certo que não atua contra o São Caetano, pela 17ª rodada do Paulistão, apesar de já estar em tratamento.

O amistoso será realizado na cidade de Santa Cruz de la Sierra, no dia 06/04, sábado. A partida contra os bolivianos será o penúltimo "teste" do Brasil, antes da disputa da Copa das Confederações; o último será contra o Chile, no final de abril.

Por Vinicius Cunha


Na terça-feira, 02/04, Luiz Felipe Scolari convocou os jogadores que defenderão o Brasil no amistoso contra a Bolívia, em homenagem à morte do adolescente Kevin Espada.

Apesar da lista contar com nomes consagrados como Ronaldinho, Neymar e Pato; Felipão protagonizou algumas surpresas, dentre elas, senão a maior, foi a presença de Douglas Santos, lateral do Náutico.

O último jogador do time pernambucano convocado para a seleção brasileira foi o atacante Nado, em 1966, ou seja, há 47 anos atrás. A presença de Douglas no elenco de Felipão valoriza o jogador, o clube e principalmente o futebol nordestino.

Douglas Santos, que tem apenas 19 anos, concedeu entrevista coletiva após o anúncio de sua convocação, porém, tímido e visivelmente emocionado, pouco falou, dizendo que está realizando um sonho e que dará o seu melhor em prol da seleção brasileira.

Mesmo sendo o único lateral direito convocado, não é certeza de Douglas iniciar a partida contra os bolivianos como titular, porque Jean, jogador do Fluminense, joga tanto como volante como na direita, ou seja, ficará a cargo de Felipão definir, e isso dependerá mais do prestígio e necessidade do que de treinamento, que é mínimo e com pouco tempo.

Por Vinicius Cunha


Sempre presente nas convocações de Mano Menezes, com Felipão não tem sido diferente, Paulinho, jogador do Corinthians, que jogou praticamente todos os últimos jogos da seleção brasileira, exceção feita aos dois últimos, contra Itália e Rússia, quando foi convocado, mas depois cortado, devido a uma leve lesão na coxa esquerda.

Fernandoe Hernanes formaram a dupla de volantes titulares nos dois últimos jogos e jogaram bem, mas como vinha atuando com a camisa 5 do Brasil ao lado de Ramires, Paulinho espera ser lembrado novamente e ser um dos selecionados para o amistoso contra a Bolívia, no dia 6 de abril, em Santa Cruz de la Sierra.

Ao contrário do que acontece em outros casos, Paulinho mostrou-se ético e até elogiou as atuações de seus companheiros, porém não acredita na perda de seu espaço. No amistoso contra os bolivianos apenas jogadores que atuam no futebol brasileiro poderão ser convocados; penúltima chance para aqueles que ainda sonham em disputar a Copa das Confederações.

O atleta volta a campo no domingo, 31 de março, contra o São Paulo, em partida válida pelo Paulistão, campeonato em que o Corinthians é quinto colocado, com 26 pontos.

Por Vinicius Cunha


Em contato com a diretoria do Timão, a CBF, através de manifestação do técnico Felipão, anunciou que pretende convocar Alexandre Pato para o amistoso contra a Bolívia, dia 06/04, em Santa Cruz de la Sierra.

Apesar de não ter jogado as últimas partidas do Corinthians, o DM do clube afirma que o atleta não está lesionado, e que apenas passa por um processo de fortalecimento muscular e com intuito preventivo, devendo voltar a campo logo após a partida contra o Guarani de Campinas.

Com Luís Felipe Scolari, o atacante corintiano ainda não teve oportunidades com a amarelinha, porém, vale ressaltar que após o jogo contra a Rússia, Felipão terá feito apenas três jogos após a sua volta para a seleção.

O ex-jogador do Milan participou das Olimpíadas e faz parte da geração que ficou com a medalha de prata, inclusive, fazendo bons jogos ao lado do craque Neymar. Faltando pouco tempo para a Copa das Confederações 2013, a parte técnica não será problema para o corintiano convencer o treinador da seleção, porém, precisa se mostrar em boas condições físicas para conquistar de vez o seu lugar no selecionado brasileiro.

Por Vinicius Cunha


O técnico da seleção brasileira, Luís Felipe Scolari, respondeu incomodado ao comentário de Pelé sobre a convocação dos jogadores. Segundo o Rei do Futebol, Felipão deveria utilizar como base os jogadores do Corinthians. “Não sei o que ele quis dizer com isso. Vai ver que tem amigos no Corinthians.” Comentou o técnico antes do treino da seleção brasileira em Nyon, na Suíça, nesta quarta-feira.

Atualmente, o único jogador do clube alvinegro na seleção brasileira é o meia Paulinho, não convocado para os próximos jogos contra Itália e Suíça, devido a uma contusão.

Além de Paulinho, Alexandre Pato (atual atacante do Corinthians) é outro jogador visado por Felipão, podendo ser convocado inclusive para o amistoso contra a Bolívia, no dia 6 de Abril. Aliás, nesta partida só serão convocados jogadores que atuam no Brasil, e nesse aspecto Luís Felipe Scolari promete surpresas.

"Tenho conversado com os treinadores (de clubes) e eles têm sido maravilhosos, estão atendendo todas as solicitações.”, declarou o técnico. A convocação da seleção contra Bolívia deve ocorrer nos próximos dias, provavelmente após o jogo contra a Itália hoje, no dia 21.

A seleção de Felipão para enfrentar a Itália conta com os seguintes jogadores: Júlio César; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Filipe Luís; Fernando, Hernanes e Oscar; Hulk, Fred e Neymar.

Por Willian Gonçalves


De acordo com rei do futebol, Pelé, Felipão deveria adotar o hábito de convocar vários jogadores de um time só, pois assim seria construída uma base e com entrosamento. Curiosamente, o Corinthians foi um dos times que Pelé mais marcou gols e o time que ele citou como possível estrutura para o Brasil.

Para Pelé, convocar jogadores de diversos clubes não gera entrosamento no time, ainda mais porque sempre há mudanças e poucos são os dias de treinamento.

O Rei disse que na época dele os treinadores tinham, basicamente, os mesmos problemas; citando como exemplo o que João Saldanha fez, quando usou a base do time do Botafogo e do Santos,para a disputa da Copa de 70.

O pensamento do ídolo brasileiro é que Felipão faça do time corintiano a base do selecionado e acrescente neste alguns atletas para servirem como cereja do bolo, neste caso esta seria o atacante Neymar, ídolo santista e com cogitações muito forte para uma possível ida para o Barcelona.

Neymar, inclusive, tem sido "perseguido" e vigiado pelo "pai" Pelé, que pediu para o jovem santista ser mais reservado e se preocupar somente com futebol.

Conselhos são sempre bem vindos, vindo de um rei ainda, não podem ser desprezados.

Por Vinicius Cunha


Após Lucas ser cortado por conta de lesão no tornozelo esquerdo, o técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, convocou Osvaldo, meia do São Paulo, para substituí-lo. Com isso, o cearense irá integrar o grupo que enfrentará a Itália, no dia 21 de março, na Suíça, e a Rússia, quatro dias depois, na Inglaterra.

Osvaldo tem se destacado na equipe paulista desde o ano passado, mas só agora foi lembrado. O jogador é habilidoso, rápido e tem facilidade para trocar passes com velocidade. E a convocação veio em momento decisivo, afinal restam apenas quatro jogos para a definição da lista final dos convocados para a Copa das Confederações da FIFA, em junho.

Se tiver boa atuação, Osvaldo pode ser convocado também para o jogo da seleção brasileira contra a Bolívia, no dia 6 de abril, em Santa Cruz de la Sierra, jogo que ocorrerá em memória do jovem Kevin Spada, que morreu após ser atingido por um sinalizador disparado pela torcida do Corinthians, no dia 20 de fevereiro, no jogo contra o San José pela Libertadores.

Felipão comandou apenas um jogo a frente da seleção brasileira. E começou com o pé esquerdo. Derrota para a Inglaterra, por 2 a 1, em Londres. Para fechar a preparação do Brasil para a competição, está previsto um amistoso contra o Chile, no dia 24 de abril, no Mineirão.

Por Julio Abreu


O técnico Luís Felipe Scolari, Felipão, convocou na tarde desta última terça feira, 05/03, os jogadores que servirão ao Brasil nos amistosos contra a Itália e a Rússia, dia 21 e 25, respectivamente, ambos na Europa.

As novidades ficaram por conta da não convocação de Ronaldinho, jogador do Atlético/MG; das chamadas de Kaká, atleta do Real Madrid, e Diego Costa, atacante do Atlético de Madrid, maior surpresa da lista.

O Brasil está na iminência de uma disputa de torneio internacional, a Copa das Confederações, e até hoje o treinador brasileiro vem encontrando dificuldades e fazendo testes.

Felipão convocou 22 jogadores, que irão se reunir na Suíça dia 18 deste mês. São eles:

Goleiros: Júlio César e Diego Cavalieri

Laterais: Daniel Alves, Marcelo e Filipe Luiz

Zagueiros: Dedé, Thiago Silva, David Luiz e Dante

Meio-campistas: Hernanes, Fernando, Kaká, Lucas, Luiz Gustavo, Oscar, Paulinho, Ramires e Jean

Atacantes: Neymar, Fred, Hulk e Diego Costa

Além de Ronaldinho, nomes como Luis Fabiano, Diego Tardelli e Ralf, ficaram de fora, ambos porém com chances de envergar a amarelinha.

Oxalá o grupo convocado corresponda ao chamado, porque até o momento a seleção é uma incógnita e a Copa 2014 bate à porta.

Por Vinicius Cunha


Na última Terça-feira, 26/02, o ex-técnico da seleção portuguesa, Luís Felipe Scolari, Felipão, esteve em Portugal, participando de um fórum de treinadores e admitiu que promoverá mudanças na seleção brasileira.

O treinador disse que não gostou do posicionamento do time e também de uma série de detalhes. Antes da estreia na Copa das Confederações, o Brasil fará 5 amistosos e o treinador está disposto a encontar o time ideal dentro deste prazo.

As seleções adversárias são estas: Itália; Rússia; Chile; Inglaterra e a França. Ambas com bons times. Destaque para Azurra, tetra-campeã do mundo, e para os ingleses, vencedores do último amistoso que o Brail fez.

No fórum, o treinador comentou sobre vários assuntos, dentre eles, a hipótese de convocação de algum jogador que atua no futebol portuguẽs, a ausência do baixinho Romário na Copa de 2002 e sobre a facilidade que tem em treinar craques.

Felipão afirmou que tem um carinho especial pela seleção lusitana e que torce muito para que Portugal consiga uma das vagas para a Copa de 2014. O tempo não para e a seleção canarinho ainda precisa de reajustes. Que o treinador do pentacampeonato ajuste os "parafusos" e que o Brasil faça bonito na Copa das Confederações e, principalmente, na Copa do Mundo.

Por Vinicius Cunha


Nesta semana, a Fifa divulgou a lista atualizada do ranking da organização para as seleções de todo o mundo.

E a seleção brasileira caiu para o 18º lugar que é considerada a pior posição do país desde o início desta avaliação em 1993.

Esta posição reflete o conturbado momento da equipe chefiada por Luiz Felipe Scolari que acumula empates e derrotas com apresentações pouco interessantes para o país pentacampeão mundial de futebol.

Nesta relação da Fifa, o primeiro lugar ficou com a Espanha seguida pela Alemanha, Argentina, Itália e Colômbia.

Por Ana Camila Neves Morais


A Seleção Brasileira Feminina bateu a Dinamarca por 2×1 neste domingo pelo Torneio Internacional Cidade de São Paulo. Com gols de Erica e Débora, o Brasil garantiu vaga para a final do Torneio. O jogo aconteceu no estádio do Pacaembu.

Logo no inicio da partida, aos 7 minutos, após cobrança de escanteio, a jogadora Érika subiu mais que a zanga da Dinamarca e abriu o placar marcando de cabeça. Aos 27 minutos, a Dinamarca assustou com um belo chute, a bola bate no travessão e na trave da goleira Andréia Suntaque, que apenas observou a trajetória da bola.

A jogadora Marta deixou a partida ainda no primeiro tempo, ela saiu chorando por sentir fortes dores, devido a uma fisgada na coxa. A Dinamarca passa a atacar, mas sem grandes sustos para a goleira brasileira.

No segundo tempo, o Brasil acerta uma bola no travessão dinamarquês. Aos 45 minutos, passe preciso de Rosana para Débora, que bate na saída da goleira, e garante a classificação para o time brasileiro. Harden ainda descontou para o time dinamarquês de pênalti.

Com a derrota do México para Portugal por 1×0, a Dinamarca ainda conseguiu a classificação para a final do Torneio. O jogo acontece na próxima quarta (19/12), às 20h50min, no estádio do Pacaembu. 

Por Viviane Nascimento


Parece que a sorte não está do lado da Seleção brasileira nas conquistas da Copa das Confederações e do Mundo. No sorteio realizado no último sábado no Anhembi, para definir quem enfrentará quem na Copa das Confederações a seleção brasileira foi sorteada para a chave em que terá que enfrentar as seleções da Itália, Japão e México.

O primeiro confronto será contra a seleção japonesa, em Brasília, no estádio que leva o nome de Nacional. O jogo ocorrerá por volta das 16 horas, do dia 16 de junho do próximo ano. O novo técnico Luís Filipe Scolari terá cerca de cinco meses para acertar os detalhes e montar a equipe ao lado de Parreira.

A Copa das Confederações será importantíssima para trazer de volta ao povo brasileiro e aos próprios atletas uma auto – estima para a Copa do Mundo. Os últimos resultados raquíticos e negativos da seleção canarinha não inspira em nada uma boa estréia e conseqüentemente uma vitória, todavia, vale ressaltar que o primeiro adversário do Brasil que é o Japão foi vencido em um amistoso na Polônia por 4 x 0, com belíssima atuação de Neymar.

Por Sérgio Silva


Na tarde dessa última sexta-feira, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou a saída de Mano Meneses do comando da seleção principal, depois de 2 anos do treinador à frente da equipe nacional.

A decisão foi tomada após reunião entre o presidente da entidade que comanda o futebol nacional, José Maria Marin, com Andres Sanches, juntamente com outros diretores. Além de Mano, toda a comissão técnica foi afastada. O novo treinador será apresentado somente em janeiro e estão cotados para assumir a seleção canarinho os treinadores: Felipão, Tite e Muricy Ramalho.

Muito criticado pela torcida brasileira por não conquistar títulos importantes como a Copa América e por não ter formado uma base firme, Mano Meneses cai mesmo após a conquista do Bicampeonato do Superclássico, na última quarta-feira.

As fracas atuações contra as seleções mais fortes também pesaram contra o ex-treinador brasileiro. O treinador não conseguiu grandes resultados e perdeu o pouco apoio que ainda lhe restava.

Sob direção do técnico, a Seleção Nacional despencou no ranking das melhores seleções. De segundo lugar em 2010, a equipe passou para a 13ª colocação.

A CBF realizou o sonho do torcedor brasileiro, e demitiu o treinador, que conta com grande rejeição.

Por Renato Benevenuto


A Seleção Brasileira faz dois amistosos na Europa no mês de outubro e o técnico Mano Menezes anunciou quem serão os jogadores que defenderão o manto verde e amarelo contra a Suécia e o Japão.

A grande surpresa da lista de Mano foi o retorno do meia Kaká. Pouco aproveitado no Real Madrid, o jogador volta a ter uma chance na Seleção depois de dois anos. A última partida dele pela Seleção foi contra a Holanda, ainda na Copa de 2010, quando o Brasil disse adeus à Copa da Africa do Sul. Na época, o técnico ainda era o Dunga.

Quanto as demais posições não houve surpresas, com a excessão do técnico ter convocado apenas um jogador por clube brasileiro, para não atrapalhar muito a sequência dos clubes no Campeonato Brasileiro. O treinador afirmou que fez o possível para não interferir muito nas equipes nacionais, sem também causar prejuízo para a Seleção. Em novembro, época em que há mais uma data disponível para o amistoso, ele não convocará nenhum jogador que atua no Brasil, por já estar próximo da decisão do Campeonato.

Os jogadores que preocupam os clubes que estão na briga pelo título e pela Libertadores, são: Lucas, do São Paulo, Jeferson, do Botafogo, Victor, do Atlético Mineiro, Dedé, do Vasco da Gama, Fernando, do Grêmio, Leandro Damião, do Internacional e Thiago Neves, do Fluminense.

Por Paulo B.


Quatro grandes times brasileiros tiveram jogadores argentinos convocados para a seleção. No domingo, o site da AFA (Associação de Futebol Argentino) publicou que o volante Guiñazu (Internacional), o meia Montillo (Cruzeiro), o atacante Martínez (Corinthians) e o centroavante Barcos (Palmeiras) deveriam estar à disposição do técnico Alejandro Sabella para o amistoso contra o Brasil, que ocorre na quarta-feira, na cidade de Goiânia (Goiás).

Os quatro convocados que atuam no futebol brasileiro vão se juntar aos outros 19 jogadores selecionados, formando um grupo de 23 atletas.

O técnico da seleção argentina está priorizando o sistema defensivo durante os treinamentos, sendo assim, o volante Guiñazu tem grandes chances de iniciar jogando. Ele e o atacante Barcos marcaram presença no elenco que disputou os dois últimos jogos pelo torneio eliminatório para a Copa do Mundo de 2014, contra os times do Peru e do Paraguai.

De acordo com informações da AFA, a seleção argentina sai às 18:00 do Aeroporto de Ezeiza, rumo à Goiânia. A primeira atividade em grupo será feita na terça-feira.

Por Marcelo Araújo


Líder do Campeonato Brasileiro, com 50 pontos, o momento do Fluminense é simplesmente mágico. Desta forma, o grupo do Tricolor acaba sendo mais visado e valorizado. Para o Superclássico das Américas, contra a Argentina, o trio formado por Carlinhos, Thiago Neves e Wellington Nem, acabou sendo convocado pelo técnico Mano Menezes, para representarem a Seleção Brasileira.

Os três vestirão a Amarelinha no dia 19 de setembro, no clássico a ser realizado em Goiás. Peter Siemsen, presidente do Tricolor das Laranjeiras, é só alegria e comemoração após tal notícia. Para ele, a situação vivida é uma vitória para todo o clube.

"A notícia muito agradável por termos três jogadores convocados para um jogo marcante. Fortalece e motiva. O trabalho do Abel (Braga) e do Rodrigo (Caetano) está sendo muito bem feito. Eles são brilhantes. O presidente é o menos responsável pela situação", ressalta em entrevista à Rádio Globo.

Perguntando se a valorização dos craques pode fazer com que o Fluminense perca peças importantes, o mandatário mostrou serenidade. Segundo palavras de Siemsen, só serão negociados atletas em última hipótese e ainda exemplificou com a "novela" envolvendo o jovem Nem que quase deixou as Laranjeiras.

"Propostas sempre existem. A Europa tem todo o mapeamento da América Latina. Há assédios e vão tentar minimizar isto. Trabalhamos com reposição, orçamento e algum jogador ou outro pode ser negociado. Mas não é por estar convocado que irá sair. Wellington, por exemplo, resolveu ficar e iremos tentar deixá-lo aqui por mais tempo", garante o dirigente.

Ainda em entrevista à Rádio Globo, Peter não deixou de elogiar dois grandes pilares do grupo. O goleiro Diego Cavalieri e o atacante Fred são muito bem quistos pelo presidente.

"São jogadores maduros, tranquilos e são atletas diferenciados. Cavalieri é excepcional, jogador de grupo. Fred dispensa comentários, é nosso artilheiro e referência. Um ídolo na história, a média de gols é alta. Os dois têm vaga na Seleção principal. Mas isto é uma questão técnica e ambos têm chances de jogarem a Copa" conclui.

Por Thiago Viana


Logo depois da goleada contra a China, o treinador Mano Menezes esteve na sala de imprensa para anunciar a lista de atletas convocados para o confronto contra a Argentina, dia 19 de setembro

Podendo utilizar somente jogadores que atuam no Brasil, o treinador fez uma lista sem grandes anormalidades. Talvez a única ausência que possa vir a ser cobrada seja a do goleiro Diego Cavalieri, que vem em ótima fase no Fluminense.

Nas outras posições, os destaques vão para a convocação de Bernard, revelação do Atlético-MG e Luís Fabiano, que volta a seleção depois de um período ausente. Fred, que havia dito que não esperava chances com Mano Menezes, não foi convocado. Outro jogador que foi deixado de lado foi Ronaldinho, que mesmo em boa fase, não foi chamado pelo técnico.

Com um time jovem, o Brasil é muito favorito para essa partida, pois as principais estrelas argentinas atuam fora de seu país.

Confira a lista completa de relacionados:

Goleiros: Cássio (Corinthians) e Jefferson (Botafogo)

Laterais: Carlinhos (Fluminense); Marcos Rocha (Atlético-MG); Lucas (Botafogo) e Fábio Santos (Corinthians)

Zagueiros: Dedé (Vasco); Rodolfo (São Paulo) e Réver (Atlético-MG)

Volantes: Ralf e Paulinho (Corinthians); Arouca (Santos) e Fernando (Grêmio)

Meias: Lucas e Jádson (São Paulo); Thiago Neves (Fluminense) e Bernard (Atlético-MG)

Atacantes: Neymar (Santos); Leandro Damião (São Paulo); Welington Nem (Fluminense) e Luis Fabiano (São Paulo).

Por Augusto Cesar


Depois de cinco anos, a Seleção Brasileira volta a jogar no estádio do Morumbi, em São Paulo. O amistoso contra a África do Sul será o primeiro em território nacional, após a derrota na final das Olimpíadas de Londres (2 a 0 para o México).

A medalha de prata não deixou satisfeito muitos torcedores que pediram a saída do técnico Mano Menezes.

O jogo causa apreensão por conta do público da capital paulista ser exigente ao assistir a Seleção. Em 2007, a última partida no estádio pertencente ao São Paulo F.C. foi contra a seleção uruguaia. Vitória suada, de virada, por 2 a 1. Contudo, até o momento da reação, as vaias tomavam conta das arquibancadas.

Quanto à cidade de São Paulo, o Brasil jogou contra a Romênia no ano passado, na partida de despedida de Ronaldo. O confronto ocorreu no estádio do Pacaembu e, apesar do clima de festa, a torcida vaiou em boa parte do jogo os brasileiros que sofreram e conseguiram apenas um magro 1 a 0.

O amistoso entre Brasil e Africa do Sul acontece nesta sexta-feira, no feriado da Independência, às 15h45.

Por Paulo B.





CONTINUE NAVEGANDO: