A WTorre, construtora responsável pela reforma do Estádio Parque Antártica, anunciou na quarta-feira, 24/04, que vendeu o naming rights da Arena para a Allianz Seguros. Dia 29/04 acontecerá um evento para confirmar a negociação.

A Allianz já detém o nome de outras arenas de clubes de futebol, a principal delas é o estádio do Bayern de Munique, Allianz Arena, que foi palco da final da Copa do Mundo de 2006 e da Champions League 11/12.

As obras no estádio estão suspensas, devido à morte de um funcionário de uma empresa terceirizada, que prestava serviços no estádio, após acidente ocorrido na queda de parte das lajes das arquibancadas. No contrato com o Palmeiras, a WTorre terá o direito de explorar comercialmente a Arena por 30 anos, após a conclusão da mesma.

Prevista para ser entregue no final de 2013, a suspensão está atrasando a conclusão das obras, e é provável que o trabalho se arraste até os primeiros meses de 2014. Aproximadamente 65% das obras já estão concluídas. O custo total da obra é estimado em R$ 350 milhões.

O valor da venda do naming rights à Allianz Arena não foi revelado.

Por Vinicius Cunha


A diretoria do Corinthians realiza os últimos ajustes financeiros para finalização da arena que o clube está construindo, e os R$ 400 milhões que acertou em empréstimo junto ao BNDES está prestes a ser repassado ao clube.

O maior problema é a necessidade de que um banco faça o intermédio entre o BNDES e o clube, pois é preciso que o este forneça garantias à instituição repassadora. Segundo Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, o acerto deve sair nos próximos dias.

Outro fator financeiro que o Timão vem discutindo, em sigilo, é a venda do naming rights referente à arena do clube, que será sede da abertura da Copa de 2014; a expectativa da cúpula corintiana é que seja arrecadado mais de R$ 400 milhões com a venda, e quem surge como maior candidata à compra é a Itaipava, produto da Cervejaria Petrópolis.

Segundo Andrés Sanchez, tudo é tratado como se fosse "segredo de Estado", afirmando que nem seu filho sabe do teor das informações, porém admitiu que há quatro ou cinco empresas interessadas, ressaltando que as negociações estão se afunilando, acreditando que muito em breve trará novidades à baila.

Por Vinicius Cunha





CONTINUE NAVEGANDO: