Em um jogo muito disputado, o Corinthians venceu o Millonarios na raça, por 1 a 0, no estádio El Campín, em Bogotá, e com isso assumiu a liderança do Grupo 5, garantindo a classificação antecipada para as oitavas de final da Copa Libertadores. O gol da vitória foi marcado por Danilo.

Com os três pontos, o Corinthians chegou aos 10 na competição, a mesma pontuação do Tijuana, do México, porém com vantagem nos critérios de desempate. Já o Millonarios, que precisava da vitória para seguir com esperanças, está eliminado.

No primeiro tempo da partida, o Corinthians esteve irreconhecível. Com muitos erros de passe, de posicionamento e na marcação, a equipe do técnico Tite teve muito trabalho para segurar a equipe colombiana. Apesar de melhor em campo, o Millonarios não conseguiu abrir o marcador.

Na etapa complementar, o Corinthians melhorou após a entrada de Jorge Henrique no lugar de Alexandre Pato. Na sua primeira jogada, o baixinho acionou Danilo, que com um chute rasteiro marcou o gol da vitória: 1 a 0.

Na próxima e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o Timão enfrenta o San José, no Pacaembu, na quarta, enquanto o Millonarios enfrenta no Tijuana, no México.

Por Julio Abreu


Durante a partida contra o São Paulo, na tarde de domingo, 31/03, o peruano Guerrero, atacante do Corinthians, que foi substituído por Pato, voltou a sentir dores na coxa direita e desfalcará o Timão contra o Millonarios, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O atacante que é considerado o herói do título da Copa do Mundo de Clubes, vive grande fase e tem marcado gols em quase todas as partidas disputadas, sendo ídolo da torcida corintiana e dos peruanos.

Em contrapartida, apesar de Guerrero não poder atuar na próxima partida, Pato que voltou ao time no clássico contra o São Paulo, inclusive marcando o gol da vitória, deverá substituir o peruano e iniciar a partida como titular.

O Corinthians tem 7 pontos na Copa Libertadores, ocupando a segunda colocação do grupo 5, dois pontos atrás do mexicano Tijuana e três à frente do San José da Bolívia. Uma nova vitória do time brasileiro praticamente garante a classificação para as oitavas de final da competição, porém na partida contra o Millonarios, o Timão não poderá contar com o apoio de sua torcida, devido à punição imposta pela Conmebol, em virtude da morte do garoto boliviano, Kevin.

Por Vinicius Cunha


Pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores 2013, o Corinthians irá jogar fora contra o Millonarios.

O jogo será realizado no dia 3 de abril, às 22h no estádio EL Campín, localizado em Bogotá.

O alvinegro paulista apresenta a seguinte campanha: sete pontos acumulados em quatro partidas, com aproveitamento de 58,3%. O clube, que venceu o Tijuana na última rodada pelo placar de 3 a 0, quer voltar para o Brasil com três pontos e tentar ultrapassar o clube mexicano, um dos melhores da primeira fase do torneio sulamericano.

O técnico Tite, campeão da competição internacional em 2012, pretende manter a mesma equipe que ganhou na última série de jogos e provavelmente, irá entrar em campo com Cássio, Alessandro, Gil, Paulo André, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo, Renato Augusto, Alexandre Pato e Paolo Guerrero.

Pelo lado do Millonarios, a aposta é se favorecer com o fator casa para conseguir os três pontos e melhorar sua classificação, aumentando as chances de passar para a fase de mata-mata da competição.

Este grupo, considerado forte, ainda conta com San José, equipe da Bolívia.

Por Marcelo Araújo


Os clubes brasileiros, mais uma vez, fizeram um bom papel na Copa Bridgestone Libertadores 2013.

Pelo grupo em que só ganham os visitantes, o Huachipato, do Peru, recebeu o Fluminense. E a escrita se confirmou: o Tricolor das Laranjeiras saiu perdendo, mas mostrou superioridade durante toda a partida e virou o placar, vencendo por 2 a 1.

O Huachipato, jogando em casa, teve maior posse de bola, dando impressão de domínio. Entretanto, o Fluminense era mais incisivo nas suas investidas ao ataque, chegando a colocar uma bola incrível na trave com Wellington Nem. Apesar disso, o Huachipato chegou ao primeiro gol aos 45 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Fluminense mostrou para que veio e virou o jogo com belos gols de Wellington Nem e Wágner, aos 21 e 31 do segundo tempo, respectivamente. O resultado ainda saiu barato para o time peruano, que viu seu gol ser ameaçado várias vezes.

O destaque da rodada vai para a atuação da dupla Pato e Guerrero na vitória importante, mas silenciosa, do Corinthians. Jogando no Pacaembu com a presença de 4 torcedores, o atacante de R$ 40 milhões foi a principal arma ofensiva do alvinegro no ataque, mostrando bom entrosamento com o centroavante Guerrero.

Os dois deixaram sua marca na vitória por 2 a 0, que demonstrou grande superioridade do Corinthians. O Millonarios não mostrou, em momento algum, força para incomodar o goleiro Cássio, que deixou o gramado de uniforme praticamente limpo.

Por Euclides Cesar Junior


Pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América 2013, o Corinthians enfrenta o Millonarios.

O jogo será realizado com portões fechados devido à morte de um torcedor no último jogo do time alvinegro na Bolívia.

O horário da partida é 22h no estádio do Pacaembu.

O time da capital paulista entrará em campo com a seguinte formação: Cássio; Alessandro, Gil, Felipe e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Renato Augusto; Pato e Guerrero. Um dos principais reforços do Timão para a temporada deste ano terá sua primeira chance de atuar como titular da equipe na Libertadores, Alexandre Pato, que marcou um gol logo em sua estreia com a camisa alvinegra.

O objetivo do Millionarios, time colombiano, é conseguir ao menos um empate fora de casa e não complicar sua situação na fase de grupos.

O juiz da partida será Nestor Pitana, que será auxiliado por Hernan Maidana.

A provável escalação do Millonarios será: Delgado; Ochoa, Franco, Ithurralde e Martínez; Robayo, Blanco, Otálvaro e Candelo; Montero e Rentería.

O grupo do Corinthians ainda conta com San José, da Bolívia, e Tijuana. 

Por Marcelo Araújo


O Corinthians ainda sente os efeitos da morte do menino Kevin, de 14 anos, em Oruro, na Bolívia, no empate em 1 a 1 com a equipe do San José.

A Conmebol, confederação sul-americana de futebol, condenou imediatamente o clube a jogar de portões fechados, sem a presença da torcida. A punição é preventiva e foi aplicada sem ouvir o Corinthians, motivo pelo qual foi apresentado recurso.

Apesar do alegado otimismo do clube paulista, a Conmebol não aceitou o recurso interposto pelo Corinthians, mantendo a decisão pelo prazo de até 60 dias – prazo válido para ser realizado o julgamento definitivo da questão. Assim, o limbo do atual campeão mundial durará, na melhor das hipóteses, toda a primeira fase da Copa Libertadores, podendo a decisão ser mantida ou revogada.

Com isso, a partida desta quarta-feira (27/02), entre Corinthians e Millonarios, da Colômbia, será realizada com os acessos vedados à torcida.

Ensaiou-se um movimento entre as organizadas para comparecer à Praça Charles Muller, em frente ao estádio. Entretanto, o próprio clube pediu para que a torcida não se aglomerasse no local, procurando evitar novas punições da Conmebol.

Agora, resta ao atual campeão pedir a antecipação do julgamento e ao técnico Tite procurar lidar com o grande desafio que é jogar em casa, porém longe da torcida.

Por Euclides Cesar Junior


Quando chegou ao Palmeiras, o técnico Gilson Kleina prometeu ao elenco três vitórias nos três primeiros jogos. Tendo completado a terceira partida nesta terça (02/10), a promessa foi cumprida. Jogando pela Copa Sul-Americana, o Verdão venceu o Millonarios e abriu uma boa vantagem para o segundo confronto.

No jogo em que marcava a centésima partida de Henrique com a camisa alviverde, o Palmeiras, mesmo poupando alguns jogadores, dominou quase toda a partida. Logo no começo, o time da casa levou perigo com Marcio Araújo e  Daniel Carvalho. Com a facilidade encontrada, Obina recebeu um belo passe de Daniel Carvalho e tocou para o fundo das redes, abrindo o placar no Pacaembu. Após o gol, o Palmeiras diminuiu o ritmo e não forçou mais nenhum ataque até o fim da primeira etapa.

Voltando mais ofensivo para o segundo tempo, com Tiago Real no lugar de Araújo, o Verdão ampliou rapidamente. E foi com Tiago Real, aos 8 minutos, após bom passe de Luan. Como no primeiro gol, o time de Palestra Itália diminuiu o ritmo. Dessa vez, porém, foi penalizado. Com o Millonarios pressionando, Artur, em um lance infeliz, marcou contra e deixou o placar 2×1, aos 39 minutos. O gol fez o Palmeiras voltar a atacar e, com isso, marcar novamente. Luan, após erro da zaga colombiana, marcou e decretou o placar final: 3×1.

Agora, o Palmeiras pode perder por até um gol de diferença na Colômbia, em jogo que acontecerá no dia 23 de outubro.

Por Augusto Cesar





CONTINUE NAVEGANDO: