O clima de tensão no elenco do Flamengo é convertido em trabalho no Ninho do Urubu pelo treinador Mano Menezes. Após a dmissão de Jorginho por queda de rendimento e insatisfação do elenco, o novo treinador montou programação pesada para os atletas e já começa a buscar sue padrão de jogo no rubro-negro.

Após a dispensa de Renato Abreu, os atletas parecem ter entendido o recado da diretoria quanto à atos de indisciplina e já treinam no esquema de Mano, que montou o trio ofensivo com Paulinho, Carlos Eduardo e Marcelo Moreno.

O time titular da atividade desta quinta-feira foi formado por Felipe, Léo Moura, González, Wallace e João Paulo; Cáceres, Elias, Paulinho, Carlos Eduardo e Marcelo Moreno. Os reservas foram Paulo victor, Digão, Renato Santos, Samir e Ramon; Diego Silva, Luiz Antônio, Val e Rodolfo; Rafinha e Hernane

Mano Menezes não poupou orientações aos seus comandados e já se prepara para  a próxima semana, onde o elenco fará um período de treinamento em Pinheiral, no Su Fluminense. A equipe volta a campo no dia 6 de julho, onde enfrentará o Coritba pelo Campeonato Brasileiro.

Por Marcos Junior


Na tarde dessa última sexta-feira, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou a saída de Mano Meneses do comando da seleção principal, depois de 2 anos do treinador à frente da equipe nacional.

A decisão foi tomada após reunião entre o presidente da entidade que comanda o futebol nacional, José Maria Marin, com Andres Sanches, juntamente com outros diretores. Além de Mano, toda a comissão técnica foi afastada. O novo treinador será apresentado somente em janeiro e estão cotados para assumir a seleção canarinho os treinadores: Felipão, Tite e Muricy Ramalho.

Muito criticado pela torcida brasileira por não conquistar títulos importantes como a Copa América e por não ter formado uma base firme, Mano Meneses cai mesmo após a conquista do Bicampeonato do Superclássico, na última quarta-feira.

As fracas atuações contra as seleções mais fortes também pesaram contra o ex-treinador brasileiro. O treinador não conseguiu grandes resultados e perdeu o pouco apoio que ainda lhe restava.

Sob direção do técnico, a Seleção Nacional despencou no ranking das melhores seleções. De segundo lugar em 2010, a equipe passou para a 13ª colocação.

A CBF realizou o sonho do torcedor brasileiro, e demitiu o treinador, que conta com grande rejeição.

Por Renato Benevenuto





CONTINUE NAVEGANDO: