A conquista do título da Copa Libertadores pelo Corinthians, dia 4 de julho de 2012, foi destaque não só nos jornais brasileiros, mas nos de vários países da Europa, como França, Itália e Espanha.

No Brasil, as manchetes deram destaque à comemoração do título pela torcida, em um tom e com fotos que tentavam descrever a grandeza da festa no estádio do Pacaembu e nas ruas de São Paulo. A Folha de São Paulo resumiu o feito com três palavras: “Enfim, a América”. O Diário de São Paulo e O Estado de São Paulo seguiram nessa mesma linha, com as respectivas manchetes: “A América é do Timão” e “Delírio preto e branco”.

Nos jornais internacionais, o tom das manchetes não foi muito diferente, ainda que as fotos focassem mais o jogador Emerson. O Le Monde, francês, anunciou a “consagração do Corinthians”. O Marca, espanhol, destacou a torcida, “que incendiou um verdadeiro carnaval em São Paulo”. O Corriere de la Sera, da Itália,  exaltou o passe “espetacular” de Danilo para Emerson, que também mereceu destaque nas manchetes, tanto pela forma esnobe como foi tratado pelos jornalistas brasileiros, que o consideram pouco técnico, quanto pela categoria que demonstrou ao fazer os dois gols contra o Boca Juniors na final.

Por fim, o AS, site em espanhol sobre notícias esportivas, parece ter sido um dos poucos a ir na contramão dessa exaltação do Corinthians e do jogador Emerson, ao declarar que o time “venceu o jogo a um erro grosseiro de Schiavi”.

Por Christiane Suplicy Curioni

Fonte: Portal Comunique-se





CONTINUE NAVEGANDO: