O futuro palco da final da Copa das Confederações, neste ano, e da Copa do Mundo, em 2014, teve o seu gramado colocado e, com isso, o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo (COL) e o Ministro dos Esportes Aldo Rebelo garantem que 87% da reconstrução do Maracanã está concluída.

A expectativa é que o novo estádio seja entregue no dia 27 de abril, recebendo jogos de testes nesta data e no dia 8 de maio, ambos fechados para a torcida, que só poderá ter acesso no dia 2 de junho, em amistoso da seleção brasileira.

Ao todo, seis caminhões transportaram a grama de Saquarema, onde foi tratada e cultivada em padrões de excelência internacionais, para o estádio. Máquinas especiais foram importadas de estádios europeus para auxiliar no transporte.

Apesar da confiança dos governantes de que o estádio estará pronto no final de abril, é grande a incerteza sobre a finalização das obras a tempo. Isso porque a previsão inicial era de que o Maracanã estivesse pronto em dezembro do ano passado, mas no entanto a data de inauguração foi adiada sucessivas vezes.

Para piorar a situação, os operários paralisaram a reconstrução em diversas ocasiões exigindo melhores condições de trabalho.

Por Julio Abreu


Depois da inauguração do Castelão em Fortaleza, o estádio do Mineirão foi o segundo a ser inaugurado para a Copa de 2014. O estádio do Mineirão em Belo Horizonte, foi reaberto na última sexta-feira (21), e contou com a presença da presidente Dilma Rousseff  e outras autoridades.

O estádio levou dois anos e meio para a reforma e será palco para a Copa das Confederações e Copa do Mundo de 2014. No primeiro semestre do ano que vem será entregue mais 4 estádios nas capitais Recife, Brasília, Salvador e Rio para sediar a Copa das Confederações em junho.

A presidente Dilma Rousseff que esteve na inauguração do Castelão, marcou presença também no Mineirão com uma comitiva de políticos. A presidente começou seu discurso cantando “oh o Mineirão voltou”. Ela falou da importância do cumprimento do prazo da entrega e lembrou que esteve no Mineirão há 50 anos atrás, quando morava em Belo Horizonte.

O evento contou com a presença do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

A reforma do estádio teve um custo de 665,8 milhões e tem capacidade para 62 mil torcedores e ainda conta com estacionamento para 3000 veículos, 98 camarotes, 58 bares e lanchonetes.

O primeiro jogo no estádio será entre Cruzeiro e Atlético-MG, no dia 3 de fevereiro. No encerramento, show do grupo do Jota Quest.  

Por Viviane Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: