O poderoso clube espanhol Real Madrid, atual campeão da Liga dos Campeões, aumentou o poderio de seu elenco após fechar a contratação do volante brasileiro Lucas Silva, que atuava pelo atual campeão brasileiro Cruzeiro.

O clube merengue pagou 14 milhões de euros (cerca de R$ 40,5 milhões) pela negociação do volante que foi um dos maiores destaques da Raposa e do Campeonato Brasileiro de 2014. O jogador, de 21 anos, foi apresentado na manhã da última segunda-feira (26/01) e logo na tarde do mesmo dia já realizou seu primeiro treino junto com o elenco principal do Real Madrid, quando já teve seu primeiro contato com alguns ídolos e novos companheiros de equipe como o craque e atual melhor jogador do mundo Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, e o volante alemão Tony Kroos, com o qual Lucas Silva revelou já imaginar fazer dupla no meio-campo merengue.

Além do brasileiro Marcelo e o naturalizado português Pepe, com os quais o volante também se juntou. "O meio-campo do Real tem atletas de muita qualidade, o Kroos é um deles. Eu acompanho a carreira dele há algum tempo e estou orgulhoso de poder jogar com ele. Pretendo seguir os passos dele e, quem sabe um dia, poder atuar ao seu lado na equipe", exaltou Lucas Silva. Porém, com a atual formação do ataque do Real Madrid, com Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema, a concorrência que Lucas vai enfrentar no setor intermediário do time não será muito fácil, pois lá a equipe de Madrid tem também outros seis atletas que disputam três vagas. São eles os alemães Khedira e Kroos, o colombiano James Rodríguez, e os espanhóis Isco e Illarramendi, porém, o último dessa lista (Illarramendi) pode vir a trocar os Galáticos por outro clube também espanhol, o Athletic Bilbao.

Depois de ser apresentado oficialmente, fazer embaixadas com a bola e chutar algumas para as arquibancadas onde haviam cerca de 300 torcedores que estavam no estádio para recebê-lo, Lucas Silva, que vestirá a camisa 16, garantiu estar pronto para jogar e disse ter sentido frio na barriga ao pisar no estádio Santiago Bernabéu. "Senti um frio na barriga ao pisar no estádio Santiago Bernabéu. Foi muito boa a sensação que tive e me sinto pronto para começar a jogar aqui. Estou com mais de 80% do máximo que posso render, pois fiz pré-temporada durante uma semana com o Cruzeiro e realizei atividade física e trabalho com bola", garantiu o volante.

Por João Calvet

Lucas Silva

Foto: Divulgação


No final do ano acontecem as especulações e transações no futebol, algumas são novas e outras mais antigas. É comum, pois os campeonatos acabaram e fecha-se um ciclo. No caso do Cruzeiro, campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol, o técnico Marcelo não conseguirá manter a mesma equipe para 2015.

Alguns saem, outros entram, há jogadores que foram emprestados ao clube e vice-versa, por isso é comum que as mudanças ocorram. É um período de indefinições e de transição para alguns jogadores. Claro que o clube desejaria manter o seu elenco, pois foram campeões e exibiram um belo futebol, elevando Minas Gerais ao cenário nacional.

Mas as mudanças ocorrem e são necessárias, faz parte da renovação no futebol, pois novas forças e novas energias devem ser manejadas.

O Cruzeiro fará reformulações para 2015, alguns jogadores deixarão o clube. Confira:

Borges: o contrato do jogador acaba no final do ano, mas a diretoria não irá renovar, pois o que pesou foi a parte física ele jogou pouco na temporada, apenas 19 partidas dentre as 75, e ficou muito tempo no departamento médico.

Dagoberto: está insatisfeito pois é reserva e, apesar do seu contrato ir até 2015, ele quer sair, pois deseja jogar em uma equipe do exterior pela primeira vez

Marcelo Moreno: o Grêmio é o dono dos direitos econômicos do atacante, mas, para renovar, está pedindo um alto valor e o Cruzeiro achou inviável para o clube. Moreno é muito querido pela torcida cruzeirense, mas o clube descartou a hipótese de permanecer com ele, só no caso do clube Gaúcho baixar o valor.

Júlio Batista: também poderá deixar o clube. Tem contrato até julho de 2015, mas ele é um jogador caro e não rendeu o esperado para o Cruzeiro. Em 75 jogos, esteve atuando em 42.

Lucas Silva: há especulações em torno do jogador que foi revelação da equipe. O clube Real Madrid e o Arsenal tem interesse no jogador, como informou a imprensa, mas o Cruzeiro diz ainda não ter recebido nenhuma proposta oficial pelo volante.

Foto: espnfc.com

E assim seguem as especulações do mercado da bola. O desenrolar de alguns é como novela, tem que se esperar para se ver o desfecho. Mas fica a gratidão dos torcedores pelos jogadores que se empenharam, dedicaram e mostraram o seu melhor futebol.

E, sem dúvida, foi um espelho para o Basil e para o mundo, pois os olheiros estavam atentos e eles mostraram as habilidades, a garra, e foi importante a entrega e a dedicação, pois no final colheram os frutos e o resultado apareceu: foram campeões do Campeonato Brasileiro de Futebol 2014.

Por Marisa Costa Torres


O volante Lucas Silva, que pertence ao Cruzeiro, é alvo de um dos gigantes do futebol mundial, Real Madrid, para ser contratado e se transferir para a Espanha na próxima janela de transferências internacionais.

É o que diz o diário "Marca", de Madrid, em uma publicação divulgada na última sexta-feira (28/11). Segundo as informações do jornal espanhol, o clube Merengue estaria disposto a pagar 12 milhões de euros (cerca de R$ 37,3 milhões) por ele, mas a Raposa só estaria disposta a fechar o negócio com os espanhóis por 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 46,6 milhões). Lembrando que Lucas Silva é revelação do próprio Cruzeiro, foi uma peça muito importante para ajudar o time mineiro a conquistar o seu bicampeonato Brasileiro (dois títulos seguidos) e que gerou a conquista do quarto título brasileiro no total, e tem contrato com o Cruzeiro até 2017. É um volante versátil e também é integrante da Seleção Brasileira Sub-21.

O Real já havia tentado contratar o jogador anteriormente, mas a negociação não foi fechada. Porém, com as recentes lesões sofridas por dois volantes do time, o alemão Sami Khedira e o croata Luka Modric, a contratação de Lucas Silva, de 21 anos, tornou-se uma enorme prioridade para o clube de Madrid, que deseja muito que o atleta brasileiro se transfira para a Espanha ainda no meio dessa temporada europeia, já na próxima janela de transferência, ou no máximo em junho, para o início da temporada 2015/2016.

Com o Cruzeiro já campeão brasileiro e também tendo encerrado sua participação na Copa do Brasil, com o fim da competição, a equipe de Belo Horizonte já deve estar se permitindo pensar nas férias, o que em teoria também permitiria ao jogador da Raposa ter mais tempo disponível para receber o assédio dos grandes clubes europeus com suas propostas, que como sabemos podem ser tentadoras, e analisá-las com mais calma.

Por João Calvet

Lucas Silva do Cruzeiro

Foto: Divulgação


A final da Copa do Brasil foi merecidamente conquistada pelo Atlético Mineiro, que fez uma campanha incrível do começo ao fim, passando por poucos sustos e aplicando uma goleada histórica no até então atual campeão Flamengo.

O Cruzeiro perdeu sim os dois jogos e viu o Galo dominar o jogo na quarta-feira, onde o placar por 1×0 ficou de bom tamanho para time do Atlético-MG.

O Cruzeiro ganhou o Campeonato Mineiro e o Brasileirão desta temporada. Levantar o caneco do Campeonato Brasileiro por duas vezes seguidas não é tarefa fácil, precisa de uma equipe muito bem estruturada, porque são 38 jogos, onde o vencedor será conhecido por sua regularidade, ou, menos oscilações, como foi o caso do Cruzeiro, o vencedor mais que merecido.

O Cruzeiro foi preparado para vencer o Campeonato Brasileiro e o fruto dessa preparação, além de se sagrar campeão, foi deixar o time tão entrosado que conseguiu também chegar à final da Copa do Brasil. Mas o desgaste da equipe deve ser levado em conta também. São muitas partidas e o Cruzeiro sempre jogou em alto nível, o que com certeza provoca um desgaste muito grande nos jogadores. O Cruzeiro jogou as duas partidas que antecederam as finais da Copa do Brasil no domingo, enquanto que o Atlético no sábado. Não que isso seja a desculpa plausível pelas duas derrotas, mas os jogadores ainda estavam cansados e focados no título do Campeonato Brasileiro. Mas o Cruzeiro jogou bem as duas partidas e mostrou porque é hoje o melhor time do Brasil. Um time aguerrido e unido, com uma preparação acima de qualquer outra equipe nacional.

Com certeza, o Atlético Mineiro seja talvez hoje a única equipe a fazer frente com o Cruzeiro. Ao analisar os jogos, vemos um Atlético articulado e junto com a equipe da Raposa, farão um incrível Campeonato Mineiro, que deve ficar por conta das duas equipes a decisão.

Parabéns ao Cruzeiro, por tudo que realizou em 2014!

Por Luciana Viturino

Cruzeiro campe?o mineiro 2014

Cruzeiro campe?o brasileiro 2014

Fotos: Divulgação


Um campeonato inteiro de regularidade, praticamente sem sustos. Esse foi o Cruzeiro, campeão brasileiro de 2014.

Venceu porque teve um conjunto melhor. Como diria algum consultor em administração: teve gestão, foco e resultado. Cumpriu metas e alcançou os objetivos. As qualidades individuais foram transportadas para o trabalho em equipe, onde o grupo era majoritariamente mais importante que o individual. Outros clubes poucas vezes ameaçaram o Cruzeiro em 2014, como o São Paulo. Havia atletas com potencial individual superior aos jogadores do Cruzeiro, porém, não tiveram o mesmo êxito. Motivos? Méritos a uma gestão com foco em resultado, que valoriza o trabalho em equipe e não apenas qualidade individual.

Se manter a mesma base, o Cruzeiro 2014 tem tudo para ganhar os títulos que disputar em 2015. O grupo está unido. Entendeu o que deve ser feito para chegar ao título. Esperamos que essa equipe consiga ensinar alguma coisa aos outros clubes, pois senão teremos novamente uma corrida de um homem só, onde ele até corre mais devagar para ver se surge alguma emoção ao longo da corrida. E não é isso que um campeonato de futebol, no Brasil, deve oferecer e sim, um campeonato de alto padrão, nivelado por cima, onde outros clubes briguem do início ao fim pelo título.

O Cruzeiro conquista seu 4º título, o segundo seguido. Obra do acaso? Do destino? A sorte ajuda sim, mas é pouco se não tiver uma gestão de qualidade, uma administração que não faça loucuras. O Cruzeiro em 2014 tem uma folha salarial muito inferior a muitos clubes que nem de perto figuram entre os melhores. Não é só dinheiro. É encontrar e treinar o profissional certo para o momento certo. É colocar nele a insígnia de campeão antes mesmo do torneio começar. É prepará-lo para a vitória passo a passo, fazendo-o saborear cada fatia dela, antes mesmo do final.

Esse foi o Cruzeiro em 2014 e com certeza dará muitas alegrias à sua torcida em 2015.

Por Luciana Viturino

Cruzeiro

Cruzeiro x Santos

Fotos: Divulgação


Dois  jogos marcaram essa quarta-feira, de um lado a Copa do Brasil, disputada por Cruzeiro e Atlético Mineiro e do outro lado o Campeonato Brasileiro, com a disputa de São PauloInternacional.

Mas o jogo que  estava  sendo esperado era o da Copa do Brasil, Cruzeiro e  Atlético Mineiro estão disputando a  final, e esse  jogo prometia  ser  de arrepiar.

O Cruzeiro que é líder do Campeonato Brasileiro em uma  fase muito boa, quer também esse  título, mas  o Galo está na briga também.

Então a  bola  rola e os dois times enfim buscam um resultado positivo para essa partida, pois querem  estar em  vantagem no último jogo.

Mas o Cruzeiro que no Campeonato Brasileiro é perigoso, nesse jogo não demonstrou nada disso, o Galo sai na frente com Luan, uma  jogada que  começa  na  cobrança de um lateral.

O Galo está mesmo afim da  vitória, parte para cima do adversário com  jogadas rápidas.

O Cruzeiro até que tenta, mas  não é  feliz nas conclusões. Então o Galo, em outra jogada  de cobrança de  lateral  faz o seu  segundo  gol, agora com Dátolo.

E o  jogo termina em 2 a  0 para o Atlético Mineiro, uma  vantagem  significativa para o Galo sobre a Raposa.

Mas temos que  lembrar que 2 a  0 não significa uma  larga vantagem para esse  dois  times, pois  já ganharam de  seus adversários que estavam com a  mesma  vantagem.

Já no Campeonato Brasileiro o São Paulo que  conseguiu antecipar o  jogo contra o Internacional, jogou em busca de uma vitória para colar de vez no líder Cruzeiro.

O Internacional que vem de derrota de goleada para o Grêmio, queria a  vitória  para  chegar no  G4 para  garantir a  sua  vaga na Libertadores 2015 e tentar apagar aquela derrota do final de semana.

O jogo começa e o Internacional , sem os seus dois principais jogadores D’Alessandro e Aránguiz, começa pressionando o São Paulo e em meio a  tanta pressão Paulão abre o placar para o time gaúcho.

O São Paulo reclama do gol, pois alega que Paulão estava impedido, mas  o juiz confirma o gol, 1 a 0 Inter.

No segundo  tempo em um belo cruzamento para a área Colorada Luiz Fabiano marca e empata a  partida 1 a 1.

O jogo tem  mais lances  bonitos e defesas  fantásticas, mas não passa disso. Fim de jogo no Morumbi, o Inter  agora com 57 pontos em 3º lugar e o São Paulo cada  vez  mais próximo do  líder com 63 pontos.

Por Andre Escobar

Atl?tico-MG x Cruzeiro

S?o Paulo x Internacional

Fotos: Divulgação


Após as duas decisões das semifinais da Copa do Brasil 2014, algo ficou muito evidente: que grande fase vive o futebol de Minas Gerais.

Foram duas grandes batalhas travadas, uma em Belo Horizonte e a outra em Santos, no mesmo dia e no mesmo horário, onde os dois times mineiros mostraram muita força e raça e o porquê de estarem em destaque estre os melhores times do país.

Assim como aconteceu no segundo jogo das quartas de final da competição, o Atlético-MG entrou em campo precisando reverter um placar e fazer 3 gols de diferença para se classificar. E da mesma forma como foi no jogo contra o Corinthians, o time de belo-horizontino conseguiu um novo milagre dentro do Mineirão, desta vez contra o Flamengo, que havia vencido o primeiro jogo da semifinal por 2 a 0 no Rio de Janeiro. Outra curiosidade sobre o que se pode chamar de “o milagre atleticano”, é que nos dois jogos que aconteceram no Mineirão, tanto contra o Corinthians quanto contra o Flamengo, logo no primeiro tempo o time mineiro saiu atrás no placar e teve que lutar muito mais para alcançar a classificação. No final do primeiro tempo o Atlético conseguiu o empate e no segundo tempo, no calor da torcida e na raça, os mineiros conseguiram fazer os outros três gols que precisavam para se classificar, sendo que o último e o mais sofrido deles foi marcado aos 40 minutos do segundo tempo.

Já em Santos, o time da Vila Belmiro também precisa reverter uma vantagem, pois havia perdido no primeiro jogo por 1 a 0 para o Cruzeiro. E logo aos 2 minutos do primeiro tempo, o time santista conseguiu o seu primeiro gol, dando esperanças a sua torcida. Mas foram necessários apenas 5 minutos para que Marcelo Moreno empatasse a partida. No final do primeiro tempo o time mineiro sofreu um pênalti bem duvidoso, que foi convertido e deixou a equipe da Vila na frente do placar outra vez. Aos 13 minutos do segundo tempo, o Santos marcou seu 3º gol, e com este resultado, o time paulista estava garantindo sua vaga na final da Copa do Brasil. Foi aí que o “moço do bigode”, o atacante Willian, carrasco do Santos na primeira partida no Mineirão, resolveu acabar com a empolgação santista e marcou 2 gols empatando novamente a partida. E este último gol, foi marcado nos acréscimos do segundo tempo, já aos 50 minutos de jogo e garantiu assim a vaga ao time celeste.

Sem dúvida alguma foi uma noite mágica para os amantes do bom futebol e principalmente para os mineiros, que desfilam orgulhosos com seus mantos sagrados pelas ruas de Belo Horizonte e por todo país.

Os locais e as datas para a final mineira da Copa do Brasil já foram definidos. Em sorteio realizado pela CBF nesta quinta-feira, o primeiro jogo da final será na próxima quarta-feira, dia 12 de novembro, na Arena Independência, com mando de campo do Atlético-MG. A segunda partida da final será no dia 26 também deste mês no Gigante da Pampulha – Mineirão, com mando de campo do Cruzeiro.

Uma final eletrizante do início ao fim e com apenas uma certeza: A Taça de Campeão da Copa do Brasil 2014, já pertence aos mineiros.

Por André F.C.

Flamengo x Atl?tico Mineiro

Cruzeiro x Santos

Fotos: Divulgação


O Cruzeiro, por mais um ano vai mostrando ao Brasil que atualmente é o melhor clube! E nem a goleada sofrida para o Flamengo abalou o clube, que está confiante e bem estruturado e agora está totalmente focado na Copa do Brasil!

A derrota por 3 a 0 para o Flamengo não abalou a confiança do clube mineiro que segue firme nas suas metas para este ano e agora o Cruzeiro vai até Natal onde irá enfrentar o ABC, já nas quartas de final do torneio.

O Cruzeiro perdeu os últimos dois jogados, mas mantém uma boa vantagem sobre os demais clubes do G4, resultado de sua excelente campanha desde o início do ano.

Diferente dos demais clubes, o Cruzeiro não deixou para se preocupar com vitórias no final do campeonato, durante todo o ano o clube mineiro mostrou um excelente desempenho em campo, com uma equipe bem montada. Agora, colhe os frutos de todo o desempenho que demonstrou ao longo do ano.

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro, já garantiu que a derrota por 3 a 0 para o Flamengo não trouxe nenhum tipo de instabilidade ao clube. O técnico reconheceu a maturidade do time que tem como principais características a união e o bom futebol.

E o melhor para o clube, é que esta opinião não é somente do técnico, todos os jogadores compartilham essa certeza e sabem que uma hora ou outra o time ia perder uma ou mais partidas e que o importante é seguir adiante, com determinação e mantendo o mesmo espírito que vem mostrando até agora.

A mídia vem pressionando muito o Cruzeiro por ter sofrido duas derrotas seguidas, mas diante da firma do clube, fica claro que o time mineiro está muito bem estruturado e que tem tudo para ser o campeão brasileiro, pela sua maturidade, saber lidar com as derrotas e principalmente, por ser um time de ótimos profissionais.

Mas o técnico do Cruzeiro sabe que o Internacional, o Corinthians e o São Paulo estão fazendo de tudo para conseguirem alcançar a Raposa, então, é jogar muito mais na próxima partida para não dar nenhuma chance de ter um outro time disputando o primeiro lugar tão de perto.

Por Russel

Jogo Cruzeiro vs. Flamengo

Foto: Divulgação


Na metade da série A do Campeonato Brasileiro, o campeão de 2013, Cruzeiro – MG, está em primeiro lugar, com oito pontos à frente do segundo colocado Internacional – RS. O time mineiro está com 42 pontos, seguido pelo Inter, com 34. Em terceiro lugar está o São Paulo, com 33 pontos. Fechando os quatro primeiros colocados, o Corinthians está com 32.

Um dos candidatos ao título, com uma boa campanha, o Corinthians está distante de conseguir o sexto título no Campeonato. O time paulista teve oportunidade de diminuir a diferença de pontos com o Cruzeiro no domingo, 31, na Arena Corinthians, mas ficou somente em um empate de 1 a 1 com o Fluminense.

O meia do Corinthians, Renato Augusto, afirmou, em entrevista ao programa “Bem, Amigos”, do canal Sportv, que a equipe precisará fazer o máximo de pontos possível para que, Até o final do Campeonato Brasileiro, consiga alcançar o primeiro colocado.

Faltam 20 rodadas para o término do Brasileirão. Portanto, os times que ainda quiserem uma chance entre os quatro colocados, ou até mesmo tentarem a primeira colocação, precisam evitar tropeços e torcerem para o Cruzeiro cair diante dos próximos adversários.

No domingo, 7, o líder do Campeonato visita o quinto colocado, Fluminense, no Maracanã, às 16h. O jogo pode influenciar os primeiros colocados na tabela, já que o time carioca também figurou entre os quatro primeiros. O tricolor está com 30 pontos.

Ainda no domingo, às 16h, o São Paulo recebe o Sport no Morumbi e Corinthians joga contra o Criciúma (17º colocado), no Majestoso (Heriberto Hülse). Às 18h30, o Inter recebe o 14º colocado, Figueirense, no Beira-Rio.

Lutando contra o rebaixamento estão: Criciúma, com 17 pontos; Coritiba (18º), com 16; Bahia (19º), com 16; e Vitória (20º), com 15.

O Coritiba joga contra o Bahia na Fonte Nova, domingo, 7, às 18h30. Antes, no sábado, às 16h, o Vitória será visitante do Santos no Pacaembu.

Por Amanda Cristina Mageste

Cruzeiro

Foto: Divulgação


O time do Cruzeiro é considerado na atualidade a melhor equipe do futebol brasileiro. Uma das peças chave desse sucesso vem sendo o investimento que a diretoria celeste realizou nos últimos anos na manutenção e aquisição bons jogadores, por valores acessíveis.

Líder isolado do Campeonato Brasileiro 2014 e já campeão antecipado do 1º turno, o Cruzeiro vem fazendo a diferença no cenário esportivo nacional. Com estilo de jogo fácil, envolvente, inovador e com um contra ataque mortal, a equipe vêm chamando a atenção de outras equipes do mundo, que tentam descobrir o porquê do sucesso da equipe celeste por muito tempo, sem que haja a perda de ritmo.

Outro ponto que chama a atenção é o trabalho desenvolvido pelo técnico Marcelo Oliveira, que está no comando da equipe há mais 1 ano e meio. O técnico foi contratado pelo Cruzeiro em 4 de dezembro de 2012 e chegou meio desacreditado pela torcida, pelo fato de ter sido um dos ídolos do arquirrival Atlético Mineiro no passado. O treinador assumiu o grupo, caiu nas graças da torcida e em 2013, conquistou o Campeonato Brasileiro.

Em recente entrevista para a imprensa, o Gerente de futebol do clube celeste, Valdir Barbosa, afirmou que a receita de sucesso do time no campeonato Brasileiro é o planejamento do grupo, uma boa assessoria fora de campo, salário em dia, o trabalho da equipe, a confiança no técnico, as parcerias e o investimento que o clube têm feito em jovens promessas do futebol brasileiro, como exemplo os jogadores Marlone e Neílton, já se antecipando a possíveis vendas de jogadores titulares no final do ano.

Por fim, o sucesso da equipe celeste tem rendido bons frutos aos cofres cruzeirenses. Nos últimos anos, a diretoria já arrecadou mais de R$ 20 milhões com vendas de ingressos e espera aumentar mais as receitas do clube e coroar com êxito a conquista de mais títulos em 2014.

Por Valter Falinacio

Cruzeiro

Cruzeiro

Fotos: Divulgação

 


Cruzeiro vence Sport Recife por 2 a 0 no Mineirão e assume a ponta do Campeonato Brasileiro 2014, quarta-feira (21/05/2014), na sexta rodada. Com a derrota os pernambucanos foram à décima primeira posição.

O campeão de 2013 assume a liderança do Brasileirão em 2014. De fato, representa sinal de que plantel não sentiu o peso de ser eliminado da Copa Libertadores da América.

Na partida contra os pernambucanos, o Cruzeiro não demonstrou primazia de futebol, mas foi suficiente para alcançar a liderança da tabela com 13 pontos, pontuação idêntica do Grêmio, com a diferença de que mineiros têm melhor saldo de gol do que gaúchos – os dois clubes contam com mesmo número de vitórias. Sport permaneceu com sete pontos.

Ricardo Goulart fez o primeiro gol, ao ponto que o artilheiro boliviano Marcelo Moreno fechou o placar. Cruzeiro começou a partida de maneira morna, tocando a bola de lado para estudar as ações do adversário. Apesar de não pressionar com força, os mineiros dominaram o ritmo em pouco tempo, também por causa da postura do Sport, com quase todos os jogadores marcando atrás da linha do meio-campo.

Apesar de tomar conta da partida, no primeiro tempo o Cruzeiro não conseguiu fazer gols, fato que frustrou o técnico Marcelo Oliveira. No segundo período, depois da bronca do treinador, cruzeirenses começaram a atacar de maneira aguda e Ricardo Goulart fez o primeiro gol.

Com isso, os pernambucanos seguiram ao ataque, o que facilitou para Marcelo Moreno encontrar a zaga do Sport aberta para fazer o segundo gol do Cruzeiro, aos 31 minutos do segundo tempo, dando números finais à partida.

Por Renato Duarte Plantier

Cruzeiro e Sport

Foto: Divulgação


Na sexta rodada do Campeonato Brasileiro 2014, Grêmio vence Botafogo, em Caxias do Sul, no gramado molhado de estádio Alfredo Jaconi. Com a vitória, gremistas lideram ao lado do Cruzeiro.

Cruzeiro e Grêmio têm igualdade no número de vitórias (primeiro critério de desempate), mas mineiros acarretam melhor saldo de gols (segundo critério de desempate). Botafogo permanece com quatro pontos, na décima sétima posição.

Gremistas começaram a partida com susto. Durante a primeira chance real, Zeballos abriu o placar em nome dos cariocas. No lance, Botafogo marcou depois de executar contra-ataque rápido e preciso.

Quando Botafogo abriu o placar ficou evidente que Grêmio teria que lutar ao extremo para conseguir virar a partida. E foi isso que aconteceu! De fato, gaúchos sofreram o impacto negativo de tomar gol em casa, mas em pouco tempo empataram com Rodriguinho, terminando o primeiro tempo com empate.

Depois de marcar gol inicial, Botafogo apenas explorou contra-ataque e dificultou ao máximo até o Grêmio conseguir empatar a partida. Ao começo do segundo tempo surgiu uma dúvida, será que cariocas permaneceriam atrás ou começariam a agredir o adversário em busca da vitória fora de casa.

Porém, o que aconteceu foi a certeza, ou seja, a pressão do Grêmio para ganhar em Caxias do Sul. No segundo período, Botafogo sofreu pressão implacável dos gaúchos e resistiu com força, até que Maxi Rodrigues resolveu demonstrar o seu alto valor internacional fazendo um golaço, após receber assistência do meia Zé Roberto. Gaúchos ganharam partida em casa contra cariocas!

Por Renato Duarte Plantier

Gr?mio

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA


Flamengo x Cruzeiro tiveram jogo pelo Brasileirão 2013 da série A, nesta que é a última rodada da competição. O jogo foi realizado no Rio de Janeiro, dentro do Estádio do Maracanã, e começou às 19h. Não foi uma partida que merecesse muito apreço, já que não se tratam de equipes ameaçadas, muito pelo contrário. Fim de jogo: 1 x 1.

Melhores Momentos e Gols: Flamengo x Cruzeiro

O goleiro Felipe e Paulo Victor não jogaram pelo Flamengo (um por dores musculares, e outro por ter arrancado um dente). Wallace (suspenso) e Elias (resolvendo problemas particulares) não jogaram também. Fora estes, o time do Flamengo foi com força total para triturar o Cruzeiro na noite deste sábado, dia 7 de dezembro, 18 dias antes do Natal. Porém, o jogo terminou empatado em 1 a 1.

Jogo Ao Vivo - Flamengo x Cruzeiro - 38ª rodada

O árbitro dessa partida foi o famoso Paulo Henrique Godoy Bezerra, tendo como bandeirinhas assistentes os também famosos Altemir Hausmann (Fifa do Rio Grande do Sul) e Celso Barbosa de Oliveira.

Escalação do Flamengo

O time do Flamengo, que tem Jayme de Almeida como técnico, começará jogando com: César, Leonardo Moura, Marcos González, Samir e André Santos; Amaral, Diego Silva, Luiz Antonio e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane.

Escalação do Cruzeiro

Já o time do Cruzeiro, jogará basicamente com jogadores reservas, são eles: Rafael; Mayke, Léo (Victorino), Bruno Rodrigo e Everton; Leandro Guerreiro, Tinga, Souza e Júlio Baptista; Luan e Vinicius Araújo.


Cruzeiro x Bahia fazem jogo pela penúltima rodada do Brasileirão 2013 da primeira divisão. O jogo certamente é de importância só para um dos times, no caso o Bahia. O Cruzeiro já é campeão do Brasileirão, e portanto, não está jogando sua vida nessa partida.

O time do Bahia, que tem 45 pontos, tenta arrancar um empate ou uma vitória para se safar da zona da degola deste ano. Com 46 pontos, é bem provável que o time não tenha mais riscos de cair. Ontem, com o empate entre Fluminense e Galo, as equipes do Vasco, Coritiba, Criciúma e Bahia se beneficiaram deste tropeço, e podem brigar com unhas e dentes hoje para sair da parte de baixo da tabela.

O jogo, no entanto, será realizado dentro do Mineirão (casa do Cruzeiro), e o time mineiro quer fazer sua última partida em casa entregando um bom resultado a sua torcida. Aliás, todos os jogos do Cruzeiro tem sido só festa ultimamente, além de um espetáculo de futebol. Jogam muito.

Nas últimas 5 partidas, o Cruzeiro ganhou 3, perdeu 1 e empatou 1. No caso do Bahia, a situação é similar. Das 5, ganhou as duas últimas, empatou 2 e perdeu 1.

Jogo Cruzeiro x Bahia ao vivo - Série A - Brasileirão 2013

Escalação do Cruzeiro

Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique (Leandro Guerreiro), Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Dagoberto e Borges.

Escalação do Bahia

Marcelo Lomba; Rafael Miranda, Demerson, Titi e Raul; Fahel, Hélder, Anderson Talisca e William Barbio; Marquinhos e Fernandão.


O time do Cruzeiro, que já podemos considerar o virtual campeão do Brasileirão 2013, jogará neste domingão contra seu arqui-rival, o Atlético Mineiro, no estádio Independência.

Escalação de Atlético MG x Cruzeiro

CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Bruno, Léo, Egídio, Everton, Nilton, Lucas, Ricardo, Willian e Borges.

ATLÉTICO MINEIRO (GALO): Giovanni, Júnior César, Leonardo Silva, Émerson, Marcos Rocha, Diego Tardelli, Josué, Pierre, Luan, Alecsandro e Fernandinho.

Foto: Marcus Desimoni - UOL
Foto: Marcus Desimoni – UOL

O Cruzeiro tem 59 pontos, e mesmo que perca o jogo, ainda estará a 10 pontos do Grêmio, que é o segundo lugar e tem 49 pontos. Se vencer, ficará ainda mais perto de levantar a taça.

O Atlético Mineiro não tem mais muito para fazer neste Brasileirão, mas precisa marcar pontos para que a zona do rebaixamento não se aproxime. Com 39 pontos, e 20 a menos que o Cruzeiro, o Galo Mineiro irá a 42 pontos com uma vitória.

Dados do Jogo e Trio de Arbitragem

  • Local: Estádio Independência
  • Horário: 16h00
  • Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
  • Bandeirinhas: Janette Mara Arcanjo e Pablo Almeida da Costa
  • Transmissão: TV Globo e PPV (Premiere Futebol Clube)

44


Nesta quarta-feira o jogador argentino Martinuccio desfalcará a equipe do Cruzeiro.

O jogador não poderá atuar na partida devido a uma restrição contratual, acreditasse que ele defenderá novamente a camisa do time na partida contra o Coritiba.

O técnico não está muito preocupado com isso, ao que tudo indica, visto que o atleta não estava desempenhando a função de titular no time, o técnico Marcelo Oliveira conta com a ajuda do recente reforço contratado, William. Este jogador atuava junto ao Mentalist Kharkiv da Ucrânia e desde as últimas semanas ele vem vestindo a camisa 20 do clube da Raposa.

A próxima partida disputada pelo Cruzeiro e que não terá a presença em campo de Martinuccio devido a uma cláusula contratual será hoje, quarta-feira, 31 de Julho, marcada para as 19h30, no Estádio do Maracanã. A disputa pela décima rodada do Campeonato Brasileiro será contra o Fluminense.

No Cruzeiro desde 2012, ele renovou o empréstimo junto ao clube das Laranjeiras no mês de junho deste ano enquanto estava numa viagem para os Estados Unidos. A renovação do contrato é valida até a próxima temporada em julho de 2014.

Por Melina Menezes.


Dedé, zagueiro do Cruzeiro, se desculpou pelo pênalti cometido no clássico do último domingo contra o Atlético-MG, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Alecsandro cobrou o pênalti com perfeição e abriu o placar do jogo, porém, o Cruzeiro mostrou mais futebol e venceu o Atlético-MG por 4 a 1.

Através das redes sociais, Dedé lamentou o lance, admitiu seu erro e afirmou que tem um grande compromisso com os torcedores do Cruzeiro. Dedé é chamado de Mito pela torcida e declarou que embora tenha ficado feliz pela vitória, cometeu um pênalti sem ter a intenção.

O desempenho do zagueiro foi bom durante o jogo, mas ele tem sido muito criticado em função do seu erro e por isso se sentiu culpado, mesmo tendo colaborado muito para que o time vencesse o jogo. Dedé agradeceu a Deus e a torcida pela vitória, disse ainda que enquanto usar a camisa do Cruzeiro irá jogar com o coração e com toda sua energia.

O jogador estará em campo novamente no jogo de quarta-feira, no Maracanã, às 19:30. No próximo jogo, o Cruzeiro enfrenta o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro.

Por Jéssica Posenato


A rivalidade entre Atlético-MG e Cruzeiro é uma coisa que nunca acaba. Depois do Galo conquistar a Taça Libertadores 2013, a última semana foi mercada por festas, queima de fogos e buzinaço por toda a cidade de Belo Horizonte.

Porém, chegou a hora de o Cruzeiro dar o troco, tanto em campo quanto fora. Em campo, o Cruzeiro venceu o Galo por 4 a 1 na nona rodada do Brasileirão. Nas arquibancadas, a torcida cantou e fez alusões ao bicampeonato do Cruzeiro, o clube conquistou a Libertadores nos anos de 1976 e 1997.

O departamento de marketing do Cruzeiro aproveitou a onda de gozação e realizou uma campanha com os torcedores do Cruzeiro antes de o jogo começar. Nos veículos que estavam estacionados no estádio, eles coloram no retrovisor um adesivo, na parte visível estava escrito “Libertadores”, quando a pessoa puxava o restante do adesivo encontrava a frase surpresa: “Eu tenho duas, e você? Cruzeiro, bicampeão 1976 – 1997”.

A ação de marketing fez referência ao título que foi conquistado pelo maior rival na semana passada, sobre o Olimpia do Paraguai. Pela primeira vez na história, o Atlético-MG ganhou a Taça Libertadores.

Por Jéssica Posenato


O Presidente do clube Cruzeiro ficou irritado com a série de benefícios concedidos pela mantenedora do estádio Mineirão, Minas Arena, para o Atlético Mineiro na partida final da Copa Libertadores contra o Olimpia do Paraguai.

O mandatário da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, questionou acerca do não pagamento de taxas pelo atual campeão da Libertadores.

Ele que é parceiro da gestora do Mineirão, demostrou certa irritação perante essa situação, visto que conforme contrato firmado entre a mantenedora e o clube Cruzeiro, este tem os mesmos benefícios que qualquer outro time que atue nesse estádio.

O Presidente que não está nada satisfeito com essas diferentes condições para os times, disse que se precisar vai buscar os direitos do clube na justiça e afirmou que a partir deste domingo não pagará nenhuma taxa de luz, segurança, água, etc.

Quando foi falar com os representantes da gestora, disseram-lhe que o Atlético não pagou nenhuma taxa porque a partida tinha sido solicitada pelo Estado, porém pelo que o Presidente afrmou isso é uma desculpa visto que todos os times precisam permissão do Estado para jogar.

Por Melina Menezes.


Nesta última quarta-feira o Cruzeiro treinou de manhã e a tarde para a próxima disputa que será contra o Atlético, no domingo, às 16 horas. Algumas novidades apresentadas no dia foram Borges, Dagoberto e Nirley.

Na primeira atividade que ocorreu no período da manhã, Borges se juntou ao time para treinar, foi a primeira vez que realizou treinamento desde que sofreu a lesão na coxa.  Borges estava há dois meses sem treinar por conta dessa lesão. Ele já está a disposição do técnico cruzeirense para atuar contra o Atlético. Dagoberto presenciou a atividade, porém não entrou em campo.

Na atividade matutina enquanto o treinador comandou a cobrança de faltas, os auxiliares tomaram conta das finalizações e das movimentações dos zagueiros.

Na segunda atividade do Cruzeiro nesta terça-feira, o grupo comandado pelo técnico Marcelo Oliveira desempenhou um treino tático. Nele estavam presentes Nirley e Dagoberto, contudo, estes dois jogadores continuam o seu tratamento com a equipe do departamento médico da Raposa.

Provavelmente o time que enfrentará o Atlético será o mesmo que encarou o São Paulo. Na ocasião, Marcelo escolheu Fabio, Dedê, Maycon, Nilton, Egidio e Bruno Rodrigo, Souza, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro, Luan e Vinicius Araujo.

Por Melina Menezes.


Se existia alguma pendência que impedia o acerto de Júlio Baptista com o Cruzeiro, esta já não existe mais, pois na quarta-feira, o Málaga, da Espanha, anunciou a rescisão de contrato com o jogador, e a expectativa é de que o meia-atacante desembarque o mais rápido possível em Minas Gerais, para já na sexta-feira ser apresentado.

A rescisão entre Júlio Baptista e Málaga aconteceu de forma amigável e na matéria disponibizada pelo time espanhol, este desejou boa sorte ao jogador, em seu novo clube, o Cruzeiro EC, do Brasil, conforme escritos da publicação.

De acordo com Vicente Casado, diretor-geral do Málaga, durante as duas temporadas e meia em que Júlio Baptista esteve no time, o jogador sempre defendeu os interesses da equipe, reiterando que no desenrolar das negociações o meia-atacante em nenhum momento desrespeitou o clube.

Júlio começou sua carreira no São Paulo, e se profissionalizou no ano 2000, e depois de três anos atuando pelo Tricolor Paulista, foi negociado com o Sevilla, depois passou por Real Madrid, Arsenal, Roma, até chegar ao Málaga, em 2011.

Foi convocado pela seleção brasileira 47 vezes, marcou 4 gols, e além de ter disputado uma Copa do Mundo, em 2010, conquistou os seguintes títulos com o Brasil: Copa das Confederações, em 2005 e 2009, e Copa América, em 2004 e 2007.

Por Vinicius Cunha


Aconteceu oque todos já sabiam: o Cruzeiro está classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. O fato é que a Raposa já havia batido o Atlético-GO por 5×0 no primeiro jogo, de modo que só um ''milagre'' poderia eliminar os mineiros da competição.

Seja como for, somente administrando a partida,o time comandado pelo treinador Marcelo Oliveira, não tece maiores dificuldades e venceu de novo, dessa vez apenas com o placar mínimo.  O Gol da vitória, no entanto,foi marcado pelo jovem jogador Lucca que, ao receber bom passe do atacante Anselmo Ramon, finalizou assim,tirando do alcance do goleiro do Dragão.

No mais, quando o juiz apitou o fim do jogo, só restou ao Cruzeiro comemorar sua classificação, esperar o sorteio realizado pela CBF para ver quem será seu adversário na próxima etapa da Copa do Brasil e, finalmente, voltar sua atenção para a próxima rodada do Brasileirão.

Ao Atlético, portanto, resta concentrar seus esforços na continuação da segunda divisão do campeonato nacional. A torcida do Cruzeiro, por sua vez,já declarou que gostaria bastante de enfretar o Galo nas oitavas da Copa do Brasi. Vamos ver o que destino o sorteio anunciará para os clubes que ainda respiram nesse torneio. Mas seria um grande clássico.

Por Madson Lima de Oliveira


O Presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, negou que a diretoria estivesse pensando em contratar mais reforços para o time. Também esclareceu que o time não pretende se livrar dos seus atletas.

Na coletiva após a apresentação de Willian, o Presidente da agremiação deixou claro que o plantel está completo e que está satisfeito com as aquisições e com os jogadores que já atuavam pelo time. Disse que a janela de transferências internacionais está por fechar e que desta forma não haveria nem condições de repatriar outros jogadores.

Alertou que a torcida não deve criar expectativas visto que os jogadores que estavam sendo citados pela imprensa como futuras contratações do time, estão impossibilitados de jogar pela Raposa porque já tiveram junto ao time o número máximo de jogos autorizados pela CBF.

O Presidente negou que haja havido algum tipo de negociação pelos jogadores Fred e Ganso pelo fato de que o Fluminense (atual time de Fred) não quer vender o jogador e que Ganso não está a venda pelo São Paulo. Na coletiva ele disse que Scocco não foi interesse do clube em nenhum momento.

Por Melina Menezes.


A negociação do Cruzeiro com o Mentalist Kharkiv da Ucrânia, pela transferência do jogador para o time ucraniano poderá ser concluída no decorrer desta semana.

A negociação está derivada a Jader Brazeiro que é o representante do time europeu no Brasil. Quem acertará todos os detalhes com Brazeiro Serpa o diretor de futebol Alexandre Mattos. Estima-se que o valor do passe do jogador deva estar beirando os R$ 12 milhões.

Mesmo com o interesse da seleção ucraniana pelo jogador brasileiro, o time do Cruzeiro não afirma com certeza se o atleta sairá do clube. Visto isso, o jogador poderá ter a sua última partida defendendo o time mineiro, neste domingo pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será contra o Náutico. No jogo contra o Atlético-GO ele não é certeza, de acordo as possibilidades de que o jogador já não esteja integrando o time cruzeirense.

Ele não deixará muitas saudades na torcida do Cruzeiro porque  não teve partidas excepcionais nem um desempenho elevado pela equipe. Estando no time brasileiro, ele participou em 22 jogos e marcou somente sete gols.

Se for para o Mentalist, Diego estará junto a outros seis jogadores canarinhos.

Por Melina Menezes.


A novidade do último treino do Cruzeiro, na sexta-feira, foi a presença do jogador Diego Souza. Na quarta-feira, Diego tinha sofrido uma entorse no tornozelo direito, porém, se recuperou rapidamente e voltou a treinar normalmente.

A expectativa é que o jogador atue no próximo jogo do Cruzeiro, que será contra a Portuguesa, no sábado, às 21:00, no estádio do Canindé. A partida é pelo Campeonato Brasileiro.

O técnico Marcelo Oliveira testou o time titular através da realização de um coletivo. No coletivo, o volante Souza não atuou por cansaço muscular, mas Tinga entrou em seu lugar. No time escalado estão: Luan, Araújo, Vinícius, Everton Ribeiro, Diego Souza, Nilton, Tinga, Egídio, Bruno Rodrigo, Dedé e Mayke.

Em entrevista, o zagueiro Dedé informou que está sentindo dores no tornozelo direito devido a uma contusão, porém, ele participou normalmente dos treinos e será titular no jogo de sábado. Dedé foi a maior contratação do Cruzeiro para reforçar o time para o Campeonato Brasileiro, por isso o jogador anunciou que mesmo com problemas irá jogar e fazer o seu melhor, pois fez tratamento intensivo durante a semana e conseguiu se recuperar bastante.

Por Jéssica Posenato


O jogador Léo Bonatini está de volta ao Cruzeiro. Léo tem apenas 19 anos e na temporada passada jogou pelo Juventus da Itália, como um empréstimo, mas existia a possibilidade de contratação definitiva. Como o clube não exerceu o direito de contratar o atleta definitivamente, agora ele volta a jogar pelo Cruzeiro.

Na sexta-feira o atleta fez corridas ao redor do gramado para restabelecer o seu condicionamento físico. Embora o jogador tenha idade para jogar mais um ano nas categorias de base, ele seguirá treinando com a equipe profissional.

O técnico ainda não definiu qual será o destino do jogador, pois tudo depende do seu condicionamento físico, visto que ele é uma das grandes revelações do Cruzeiro.

O jogador Ernesto Farias também realizou treinamento na sexta-feira, porém, deve ser emprestado para outro clube. Enquanto não aparece nenhum clube interessado, o atacante continua a treinar no Cruzeiro.

Martinuccio deve assinar o contrato de empréstimo na próxima semana e por isso não foi relacionado para viajar com a delegação a São Paulo, onde o Cruzeiro irá enfrentar a Portuguesa, no Canindé, sábado, às 21h.

Por Jéssica Posenato


O Departamento Médico do Cruzeiro está recuperando os atletas contundidos aos poucos e assim as opções do técnico Marcelo Oliveira estão aumentando. O volante Uelliton foi um dos reforços contratados para o Cruzeiro nessa temporada e após ter se recuperado, já está pronto para jogar.

Uelliton veio do Vitória, mas logo que chegou ao Cruzeiro se machucou. Por estar lesionado, o jogador teve poucas oportunidades de mostrar o seu desempenho e talento.

De acordo com entrevista dada pelo jogador, a lesão na coxa esquerda foi 100% curada e ele já está apto para jogar. Segundo ele, o trabalho durante a Copa das Confederações foi intenso para que pudesse ganhar preparo físico e ritmo de jogo novamente. Por conta das lesões, o primeiro semestre foi muito difícil, mas a tendência a partir de agora é melhorar.

Nessa temporada, Uelliton teve apenas duas oportunidades de jogar. A primeira foi em um amistoso contra o Mamoré, em Patos de Minas. A segunda oportunidade foi contra o CSA, pela Copa Brasil, em Maceió.

A previsão é de que a partir de agora o jogador volte a treinar com a equipe e possa ser usado nos próximos jogos do Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro.

Por Jéssica Posenato


Um dos jogos mais importantes da 4ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013 será realizado na Arena do Jacaré, às 22:00 do dia 5 de junho de 2013. Neste estádio, o Cruzeiro receberá o Corinthians e precisa vencer em casa para somar três pontos e melhorar sua classificação no torneio nacional.

Entre os principais nomes do time mineiro estão Dagoberto, Diego Souza, Fábio, Borges e Luan. Atualmente, o clube de Minas Gerais ocupa a 7ª posição no campeonato, com quatro pontos acumulados em 3 séries de jogos.

Já o Corinthians, que recentemente conquistou o Campeonato Paulista, precisa de uma vitória fora de casa para manter a regularidade de vitórias. Na última rodada, o alvinegro paulista venceu a Ponte Preta pelo placar de 1 a 0 e ficou na quinta posição da tabela.

Um dos desfalques corintianos é a ausência de Paulinho, volante e principal estrela da equipe, que foi convocado pelo técnico Felipão para disputar a Copa das Confederações pela Seleção Brasileira de Futebol. No entanto, a equipe tem um dos melhores elencos do país e vai contar com Danilo, Guerrero, Emerson, Pato, Romarinho e Ralf para vencer a partida. 

Por Marcelo Araújo


A Federação Mineira de Futebol reuniu-se com diretores dos dois clubes finalistas do Campeonato Mineiro: Cruzeiro e Atlético-MG.

Na reunião, ficou decidido que a primeira partida da final será disputada no Independência, no próximo domingo; e a segunda será no Mineirão, dia 19 de maio.

Em ambas as partidas, torcedores dos dois clubes estarão presentes. O time mandante terá direito a 90% da carga de ingressos, enquanto o visitante ficará com o restante, 10%.

O Cruzeiro jogará as partidas da final com a vantagem de poder empatar no número de pontos e também de saldo de gols, que mesmo assim ficará com o título, pelo fato de ter feito melhor campanha na primeira fase.

O Galo ainda não perdeu no Independência, depois que o estádio foi reinaugurado, e seus torcedores têm pregado que "caiu no Horto está morto"; já o Cruzeiro ainda não perdeu no ano de 2013, e vem de 12 vitórias seguidas.

Quem tem mais títulos do Campeonato Mineiro é o Atlético, com 41 no total, sendo o atual campeão. O Cruzeiro tem 35 conquistas, e é quem mais tem títulos no século 21, em um total de seis.

Por Vinicius Cunha


O Campeonato Mineiro possui um dos melhores formatos dos campeonatos estaduais pelo Brasil. Doze times disputam a fase inicial e todos os times jogam entre si. Desses, quatro se classificam para as semifinais e dois caem para a segunda divisão.

Neste ano de 2013, os times do Araxá e do América de Teófilo Otoni foram rebaixados, com seis e sete pontos, respectivamente. Para as semifinais, classificaram-se Cruzeiro (1º), Atlético-MG (2º), Tombense (3º) e Villa Nova (4º).

O Cruzeiro ficou invicto com 31 pontos. Já o Atlético-MG também fez boa companha com 27 pontos, perdendo apenas para seu maior rival. Já os clubes do interior ficaram muito distantes dos times da Capital, o Tombense conseguiu 19 pontos e o Villa Nova conquistou 18 pontos. A grande decepção foi o América, que ficou somente em oitavo lugar.

No primeiro jogo da semifinal, o Cruzeiro venceu o Villa por 4 a 0, mostrando um bom futebol, com um quarteto ofensivo muito forte e completando quatro jogos sem tomar gols. O Atlético-MG também venceu a Tombense por 2 a 0 com a volta de Diego Tardelli e Bernard. As duas equipes ganharam seus confrontos fora de casa e estão praticamente classificadas para a grande final.

Os jogos de volta acontecem em Belo Horizonte na próxima semana. O Cruzeiro irá enfrentar o Villa na quarta-feira (08/05), às 20:30, no Mineirão. Já o Atlético-MG pegará a Tombense no domingo (05/05), às 16:00, no Independência. 

Por BCC


Cercado de rumores que apontavam sua saída do Vasco, o zagueiro Dedé finalmente teve uma resposta sobre seu futuro.

Insatisfeito com os constantes atrasos salariais que ocorriam no cruzmaltino, o Mito (como é apelidado pelos torcedores do Vasco) não estava feliz e já expunha para pessoas mais próxima que não tinha o interesse em permanecer na equipe carioca, chamando a atenção de grandes equipes, como Cruzeiro e Corinthians.

O clube paulista entrou forte na briga. Favorito para levar o que muitos acham ser o melhor zagueiro do Brasil na atualidade, o Timão buscou parceiros, acertou bases salariais com o atleta, mas não agradou ao Vasco, que exigia o empréstimo de uma de suas estrelas, o que foi prontamente negado pelo alvinegro paulista. 

As negociações entre as duas equipes esfriaram e o Cruzeiro foi pra cima. A equipe mineira enviou um diretor ao Rio de Janeiro para negociar com a direção vascaína, que gostou da oferta da raposa. 

As especulações começaram a ficar cada mais fortes e a imprensa já colocava o defensor no clube celeste. E foi exatamente isso que ocorreu. O Cruzeiro enviou uma lista de atletas que interessaram ao Vasco, além de uma proposta financeira de cerca de R$ 12 milhões. A equipe carioca não endureceu e liberou o zagueiro para acertar.

Foi o fim da era do ídolo vascaíno no clube carioca. E que ele tenha o mesmo sucesso no mineiro azul-celeste.

Por Renato Benevenuto


Na noite de hoje o Cruzeiro goleou o Nacional-MG por 5 a 0. A partida, que aconteceu no estádio do Mineirão, era válida pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro 2013.

Precisando apenas de uma vitória para garantir a primeira colocação no Campeonato, o Cruzeiro partiu para cima da equipe adversária e dominou completamente a partida.

No primeiro tempo, a Raposa estava avassaladora e marcou 4 gols em menos de 40 minutos. O primeiro tento foi marcado por Everton Ribeiro, que aproveitou um vacilo do goleiro Rodrigo Posso.

O goleiro do Nacional-MG realmente não estava tendo um bom dia, tanto que minutos depois Dagoberto ampliou o placar, novamente devido à um erro do goleiro.

O terceiro gol da partida foi marcado por Leo, que aproveitou uma cobrança de escanteio para marcar seu tento de cabeça.

Pouco mais tarde Leo fez 4 a 0 para o Cruzeiro. Desta vez o jogador recebeu um passe de peito, dominou a bola e chutou-a para o fundo da rede adversária.

No segundo tempo o Cruzeiro continuou com apressão. A postura da equipe foi novamente premiada, só que desta vez mais para o final da partida, quando Élber fez uma bela jogada individual e deu números finais para partida.

Final de jogo, o Cruzeiro venceu o Nacional-MG por 5 a 0.

Veja a seguir os melhores momentos da partida:


A novela envolvendo Dedé, Cruzeiro e o Vasco chegou ao fim. O zagueiro enfim aceitou a proposta oferecida pelo clube mineiro e vai assinar contrato de quatro anos nos próximos dias. Autor de um gol na última partida do Cruzmaltino, na vitória por 3 a 1 sobre o Quissamã,  Dedé não deve mais voltar a vestir a camisa vascaína.

Ídolo da torcida vascaína, onde recebeu o apelido de Mito, Dedé foi um dos grandes destaques da excelente campanha da equipe nas últimas edições da Copa Sul-Americana e do Campeonato Brasileiro, boas atuações que lhe renderam inclusive convocações para a Seleção Brasileira.

Apesar dos pedidos da torcida do Vasco, o fraco para 2013 e a eliminação precoce do Campeonato Carioca contribuíram para a decisão. Além disso, fora dos gramados o clube convive com frequentes atrasos de salário, o que teria desanimado o jogador.

Com a negociação concluída e as bases acertadas, os próximos passos de Dedé será a assinatura do novo contrato e a realização de exames médicos já na Toca da Raposa, sede do Cruzeiro. O clube mineiro é um dos favoritos ao título Estadual e espera entrar na principal competição nacional com chances reais de título.

Por Júlio Abreu


O Cruzeiro está a todo vapor em 2013, e neste último sábado, 02/03, o clube venceu mais uma e continua na liderança da competição, agora com dez pontos e cada vez mais próximo da segunda fase.

Quem vem o time desse ano jogar não sente nem um pouco de saudades da equipe de 2012.

No presente campeonato, a vitória sobre o Galo na primeira rodada parece ter sido o ânimo para que o time fizesse bons jogos posteriores. Até o momento, o pacotão de reforços para a temporada está dando certo.

A "vítima" da vez foi a Tombense, que até faz boa campanha no Campeonato Mineiro, porém, não suportou a pressão cruzeirense no Mineirão, em noite que marcou a estreia de Diego Souza. Dois gols, dos três marcados, foram assinalados por pratas-da-casa.

O destaque do time da capital foi o jovem Vinícius Aráujo, que além de marcar um dos gols, deu uma assistência para outro. O Cruzeiro não teve muitas dificuldades, abriu o placar com Vinícius, ampliou com o canhotinho Éverton Ribeiro e posteriormente a equipe de Tombos diminuiu com Adeílson. No finalzinho do segundo tempo, Élber sacramentou a vitória.

Na próxima rodada, o Cruzeiro vai até à bela cidade de Araxá, onde enfrenta o time da cidade em busca de mais três pontos.

Por Vinicius Cunha


A novela entre Santos e Cruzeiro continua. O time paulista quer o meia Montillo e está oferecendo 6 milhões de euros pelo jogador e um pacote de outros jogadores para o Cruzeiro.

De acordo com o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, os valores da negociação estão altos e o clube irá fechar o negócio dentro de suas possibilidades econômicas.

No entanto, tudo indica que as conversas entre Cruzeiro e Santos estariam adiantadas com o time mineiro desejando jogadores como o atacante Miralles, zagueiro David Braz, meia João Pedro e os volantes Henrique e Adriano.

Apesar desta sinalização, não houve a concordância do Santos com nenhum dos nomes pré-selecionados pelo Cruzeiro; além disso, é preciso ainda a definição de detalhes com Montillo sobre seus direitos econômicos com fatias pertencentes à EMS e ao banco BMG.

Por Ana Camila Neves Morais


Zezé Perella está de volta aos holofotes do jornalismo esportivo. O ex-presidente do Cruzeiro e atual senador da República por Minas Gerais voltou à mídia de forma inusitada. Em entrevista à Rádio Bradesco Esportes, o antigo dirigente analisou a possibilidade de o argentino Montillo ser negociado pela Raposa para o Santos. Com a tentadora proposta de R$ 27 milhões, ele espera que a venda dos direitos federativos seja concretizada o quanto antes.

Para ele, caso o jogador continue no escrete celeste será uma falha imperdoável. "É algo irrecusável ganhar cerca de 6 milhões de euros por 60% dos direitos de Montillo. A proposta não pode ser desconsiderada e, se for, acabará sendo um novo erro da diretoria", dispara Perella.

Só o Cruzeiro ganharia cerca de 16,2 milhões por Montillo. Um fundo de investimentos e o Banco BMG possuem o restante dos direitos federativos do craque. Vale lembrar que, se pelo quesito financeiro é algo vantajoso, pelo técnico chega a ser preocupante. Alisson, Tinga e Elber são os únicos armadores do elenco que permanecem da temporada 2012. Além disto, o virtual substituto acabaria sendo Diego Souza, que deixou o Al-Ittihad devido a falta de pagamento de salários.

Pensando no que fazer com dinheiro em caixa, Everton Ribeiro e Rafinha, ambos do Coritiba, aparecem como prioridades na lista de reforços. O técnico Marcelo Oliveira gostaria de contar novamente com o talento de ambos os jogadores.

Por: Thiago Viana


O Fluminense, clube que se sagrou campeão do Campeonato Brasileiro de 2012 com 3 rodadas de antecipação, recebe o Cruzeiro pela 36ª rodada do torneio. O jogo será realizado no estádio do Engenhão, às 17:00, no dia 18 de novembro.

O Tricolor carioca apresenta 76 pontos conquistados em 35 rodadas, com média de aproveitamento de 72%. Apesar de já ter conquistado a taça, o Flu pretende continuar mantendo a ótima regularidade e bater recordes de pontos na competição. Além disso, o artilheiro Fred continua sendo perseguido por Luís Fabiano na artilharia e precisa marcar mais gols para garantir a marca pessoal. Na última rodada, o Fluminense venceu o Palmeiras por 3 a 2.

Já o Cruzeiro ocupa a décima posição na tabela, com 46 pontos ganhos em 35 rodadas, apresentando aproveitamento de 43,8%. Para o jogo contra o Fluminense, a equipe mineira pretende brecar o primeiro colocado para mostrar que ainda tem forças no campeonato. Na última série de jogos, o Cruzeiro venceu o Bahia por 3 a 1 e pretende manter a regularidade. O artilheiro do time na competição é Wellington Paulista, que marcou 9 gols.

Por Marcelo Araújo


Em cinco jogos, três empates, uma vitória e uma derrota. Apenas seis pontos de 15 possíveis. Este retrospecto é que o Grêmio busca mudar neste sábado, 06/10, na 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time do técnico Vanderlei Luxemburgo recebe o Cruzeiro e quer retomar as vitórias na competição para continuar na briga pelo título. Hoje, a distância para o líder Fluminense é de 10 pontos.

Na última rodada, os gremistas tinham tudo para sair com a vitória, mas foram surpreendidos pelo zagueiro do Santos, Bruno Rodrigo, que aproveitou bola alçada na área para empatar a partida que parecia ganha. Os gremistas jogaram boa parte da partida com um homem a mais, em pleno estádio Olímpico. Neste sábado, o estádio gremista volta a ser o palco do terceiro colocado do Brasileirão.

O time busca reencontrar as vitórias. Nas últimas três rodadas, foram três empates, o que tem complicado o objetivo de lutar pela liderança.

Do outro lado, o adversário deste sábado está em uma má fase há muito tempo. O Cruzeiro não vence desde a 21ª rodada, quando passou pelo Náutico. De lá para cá foram dois empates e quatro derrotas, estagnando o time na nona posição com 36 pontos.

No primeiro turno, em partida disputada no estádio Independência, o Grêmio levou a melhor. Venceu por 3 a 1, em plena casa da Rapoza.

Por Paulo B.


Dois times que se encontram na zona intermediária da tabela irão se enfrentar neste sábado, 29/09. Cruzeiro e Internacional, 9º e 7º colocados, respectivamente, entram em campo às 18h30, em Minas Gerais.

Há 5 jogos sem vencer, o Cruzeiro não terá tarefa fácil diante do Internacional. Com vários desfalques, o técnico Celso Roth terá que quebrar a cabeça para montar a equipe. Tinga e Lucas Silva estão suspensos. Alex Silva, Sandro Silva, Willian Magrão, Fabinho e Wallyson estão machucados. Wellington Paulista, Charles, Ceará e Mateus são dúvidas. Com tantas baixas, alguns jogadores jovens devem ganhar uma chance, como, por exemplo, o lateral Mayke. A esperança dos cruzeirenses fica na dupla Montillo e Borges.

No Inter, Fernandão deve conseguir repetir a escalação da última partida. A única dúvida fica por conta de Rodrigo Moledo, que sente dores, mas não preocupa o departamento médico. O lateral Kléber se recuperou de lesão e está disponível para a partida. A tendência é que o veterano comece no banco de reservas. Forlán e Damião, convocados para a Seleção Uruguaia e Brasileira, são as principais armas do Inter para vencer.

O jogo acontece no estádio Dilzon Melo, também chamado de Melão.

Por Augusto Cesar


O São Paulo recebeu o Cruzeiro, no estádio do Morumbi, com mais de 40 mil pessoas presentes. E os torcedores puderam presenciar uma boa partida de futebol. No fim, a vitória do São Paulo pelo placar mínimo foi o suficiente para deixar feliz a torcida sãopaulina.

Sem Luís Fabiano, o Tricolor entrou em campo com Lucas, Osvaldo e Willian José formando o ataque.  E o trio deu trabalho para o Cruzeiro no primeiro tempo. Osvaldo infernizava a zaga cruzeirense com sua velocidade, mas parava nas mãos do goleiro Fábio.

O Cruzeiro, por outro lado, também não abdicou do ataque. Montillo e Wellington Paulista eram quem mais levava perigo à meta paulista, e Rogério Ceni teve de trabalhar algumas vezes para conseguir manter o placar igual na primeira etapa.

Com a mesma proposta de jogo no segundo tempo, os dois times buscavam chances para tirar o zero do marcador. Osvaldo e Montillo continuavam a oferecer perigos para os times. Jogando em casa, o São Paulo começou a dominar a partida a partir dos 15 minutos.

Ademilson e Jádson tiveram boas chances para marcar, mas quem conseguiu foi Osvaldo. Melhor jogador da partida, o jogador pegou rebote de Fábio após cruzamento de Douglas e chutou para marcar o 1×0. O gol foi um golpe para o Cruzeiro, que não voltou a se encontrar na partida. O Tricolor ainda teve chances com Jádson e Ademilson novamente, mas o placar e a vitória já estavam definidos.

Com o resultado, o São Paulo sobe para 42 pontos, na 5ª colocação, e encosta no Vasco. O Cruzeiro estaciona nos 35 e se mantém em 9º.

 Por Augusto Cesar


O São Paulo Futebol Clube quer aproveitar a sequência de dois jogos em casa para somar seis pontos. A primeira parte dessa estratégia já foi concluída, pois a equipe ganhou da Portuguesa de Desportos por 3 a 1 na última rodada do torneio nacional.

Na vigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, o tricolor paulista receberá o Cruzeiro em seu estádio. Para somar três pontos, o clube paulista conta novamente com o apoio de sua torcida, a experiência do goleiro Rogério Ceni, a velocidade do jovem Lucas e os gols do matador Luis Fabiano, que já marcou 11 vezes na competição.

O Cruzeiro, que há algumas rodadas atrás figurava entre os concorrentes do G4, teve uma queda de rendimento e atualmente ocupa a oitava posição na tabela, com 35 pontos ganhos em 25 rodadas, oito pontos atrás do último classificado no G4, o Vasco. Para vencer o São Paulo no Morumbi e ganhar mais três pontos, o Cruzeiro conta com os gols do artilheiro Wellington Paulista (autor de 9 gols no torneio), as boas defesas do goleiro Fábio e oportunismo do atacante Borges.

O jogo será realizado no dia 23 de setembro, às 16h, no estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi).

Por Marcelo Araújo


Atualmente em situações completamente diferentes, Cruzeiro e Vasco se enfrentarão neste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vindo de 3 derrotas consecutivas e com uma campanha irregular, o Cruzeiro já anda cogitando findar a passagem de Celso Roth pelos lados mineiros. Para escapar dessa pressão, o treinador precisa imensamente da vitória no duelo. E não terá vida fácil. Isso porque o time não terá o zagueiro Léo, titular da equipe e expulso na última partida. Borges e Ceará estão liberados, mas ainda não estão confirmados para a partida.

Por outro lado, o Vasco vai promover a estreia de seu novo treinador. Após a queda de Cristóvão Borges, Marcelo Oliveira foi contratado para fazer o Vasco voltar a render no Brasileirão. Como presente, o treinador ganhou o reforço de Renato Silva que, após um longo tempo de espera, conseguiu ter a sua situação regularizada. O meia Carlos Alberto se recuperou de lesão e deve estar apto para a partida. Mas nem tudo é perfeito para Oliveira. O Vasco tem Douglas, Felipe e Alecsandro suspensos, enquanto Auremir está machucado.

O jogo acontece às 16h e terá André Luiz de Freitas Castro na arbitragem, com Alessandro Rocha de Matos e Bruno Boschilia como auxiliares.

Por Augusto Cesar


Os cruzeirenses já estiveram melhor no Campeonato Brasileiro. O time que já brigou pela liderança da competição, caiu de rendimento e hoje está longe da luta até da Copa Libertadores, principalmente, após as últimas três derrotas seguidas (sendo duas para times na zona de rebaixamento).  

Na oitava posição e com 34 pontos, os mineiros jogam domingo, 16/09, às 16h, contra o Vasco para melhorar o retrospecto e entrar novamente na briga.   

Já, a equipe cruzmaltina, que também vinha de um período conturbado, que somou a goleada sofrida para o Bahia, no fim de semana por 4 a 0, ao pedido de demissão do técnico Cristóvão Borges, voltou a ter com o que comemorar.

A chegada de Marcelo Oliveira, vice-campeão da Copa do Brasil pelo Coritiba, e a vitória em cima do Palmeiras, por 3 a 1, mantiveram a equipe isolada na quarta colocação.  A expectativa agora é engrenar no Campeonato e quem sabe, aproximar-se dos líderes Fluminense e Atlético Mineiro. Será a primeira partida no banco de reservas de Marcelo Oliveira. O treinador ficou nas cabines na partida contra o Palmeiras. No primeiro turno, vitória do Cruzeiro por 3 a 1, em plena São Januário. 

Por Paulo B.


Em um jogo como o da última quarta-feira, se enfrentaram dois times muito diferentes em todas as concepções da palavra no Campeonato Brasileiro. O Figueirense iniciou a 24ª rodada como vice-lanterna, flertando diretamente com a zona da degola e com o anseio único de recuperação o quanto antes. Já o Cruzeiro poderia até mesmo ficar colocado ao G-4 em caso de resultado positivo. Entretanto, as últimas rodadas condizem realmente com os momentos atípicos de cada um destes rivais. Resultado? 2 a 0 para Figueira e o sonho de dias melhores à frente. Já a Raposa vai descendo a ladeira.

Nos últimos dois jogos, antes deste, o time de Florianópolis acumulou um empate e uma vitória, enquanto que a Raposa saiu de campo derrotada ambas as vezes. Na escalação, também víamos a disparidade. Enquanto o técnico Márcio Goiano tentou (com as peças que tem) colocar um time para frente, o comandante do selecionado celeste entrou em campo com apenas um atacante, além de improvisações nas duas laterais.

Mesmo com as improvisações em campo, o Cruzeiro lutou. Pouco produziu, é verdade, mas tentou. Wellington Paulista teve algumas chances e poderia ter aberto o placar se tivesse um pouco mais de agilidade na hora da conclusão. Por sua vez, dos pés de Ronny (como o jogador pensante do alvinegro) eram iniciadas algumas boas armações por intermédio do time da casa. Aloísio, porém, não esteve em uma boa noite e mostrou deficiências técnicas na frente sem conseguir levar muito perigo.

Em um jogo parelho, o primeiro gol aconteceu em jogada de bola parada. Aos 34 minutos, o zagueiro João Paulo mandou um petardo sem defesa para Fábio. A pelota passou pela barreira e entrou no ângulo. No minuto seguinte, em jogada individual, Montillo tentou o empate e a bola caprichosamente resolveu passar rente a trave. Aos 45 minutos, ao tentar enfeitar, o argentino perdeu nova chance após falhar no anseio por driblar o guarda-redes adversário ao invés de definir o lance de forma objetiva.

Wilson foi um dos grandes nomes da segunda etapa. Ele salvou a pátria em boas situações criadas por Souza e Montillo. Além disso, ainda viu uma cabeçada de Wellington Paulista parar no travessão. O Cruzeiro lutava pelo empate, mas faltava a bola entrar. E a situação só piorou quando, aos 31 minutos, Léo foi expulso. E o tiro de misericórdia veio aos 40 minutos. De cabeça, Aloísio deu números finais ao duelo.

Com a vitória, o Figueira chega aos 22 pontos e segue na árdua luta para continuar na elite. Por sua vez, o time celeste mostra perda de fôlego e, estacionado nos 34 pontos, correrá em busca da retomada rumo às primeiras colocações.

Por Thiago Viana


A fase não é das melhores, visto que o time não embala, perdeu os dois últimos jogos e ainda terá que cumprir 6 jogos sem o mando em Belo Horizonte.

O time celeste perdeu 6 mandos de jogos devido a tumultos e vandalismo no clássico contra o Atlético Mineiro, e agora terá que jogar longe de Belo Horizonte.

Nos últimos jogos o Cruzeiro tomou 5 gols (3 do Botafogo e 2 do Sport) e tem a pior defesa entre os 10 primeiros, com 31 gols sofridos. Fábio começa a ser muito questionado e criticado pela torcida, e até Montillo começou a jogar mal e não decide mais tantos jogos.

Celso Roth não consegue dar um padrão tático ao time, e já acumula 9 derrotas e deve aumentar ainda mais este número, pois o fator “casa” não será mais efetivo devido à punição da CBF.

O próximo jogo será contra o Figueirense, em Florianópolis, onde o time catarinense retomou os bons resultados e deve jogar ainda mais motivado, devido a sua desesperada fuga da zona de rebaixamento. O time vem de 3 jogos sem derrota e tem em Aloisio, o grande destaque, em excelente fase.

Por José Alberi


O Figueirense entra em campo nesta quarta-feira, em Santa Catarina, para receber o Cruzeiro. Sem perder há 3 rodadas, o Figueira tenta dar sequência a essa série e embalar para fugir da zona de rebaixamento.

Mas o time catarinense pode ter um desfalque importante. Aloísio, artilheiro da equipe na competição, está com problemas na coxa esquerda, e a rotina de jogos tem complicado a vida do jogador.

Com isso, não se sabe se o próprio terá condiçoes de jogo. Outro que pode desfalcar o time é o meia Fernandes, que sente lesão no ombro esquerdo. Túlio, que saiu com dores no último jogo, não preocupa e deve estar escalado para jogar.

Já o Cruzeiro, que se encontra instável no campeonato e não vence há dois jogos, entra em campo buscando uma nova atitude, cobrada tanto pelo técnico como por Wellington Paulista.

Este deverá continuar na equipe, no lugar do ainda machucado Borges. Montillo também está confirmado para o jogo. O camisa 10 tenta reencontrar o bom futebol jogado em 2011 para tentar fazer o Cruzeiro se estabilizar. O volante Lucas Silva, suspenso, não joga.

A partida acontece às 19h30, no estádio Orlando Scarpelli.

Por Augusto Cesar


Na noite da quarta-feira (05/09), o Cruzeiro recebeu o Botafogo, no estádio Independência, e não conseguiu confirmar o fator casa.

Mesmo com a Raposa jogando com o apoio de sua torcida, quem mandava no começo do jogo era o time da estrela solitária. Porém, de forma ineficaz. Sendo assim, no primeiro ataque do time azul e após rebote do goleiro, Tinga inaugurou o placar do jogo. Este foi também o primeiro gol do jogador com a camisa do Cruzeiro.

Foi aí que apareceu a estrela do craque: Seedorf. Organizando as jogadas e chamando a responsabilidade, o camisa 10 e capitão alvinegro deu seu show. Primeiro, um golaço de primeira após cruzamento. Depois, em chute forte para o gol de Fábio. Como se não bastasse, o meia ainda deu um lindo passe para Jadson marcar e dar números finais a partida: 3×1, para a alegria dos torcedores alvinegros no estádio e tristeza dos rivais cruzeirenses.

Com o resultado, o time mineiro caiu duas posições na tabela, ocupando o 8º lugar, e agora enfrentará o Sport, em Recife, para tentar se recuperar. Já o time carioca, agora 7º colocado, receberá o Naútico, no Engenhão, para confirmar a boa fase. Ambos os jogos acontecem no proximo domingo.

Por Augusto Cesar


De bem com a torcida, o Cruzeiro tenta nova vitória e ainda sonha com o título brasileiro de 2012. O jogo contra o instável Botafogo promete casa lotada, visto que os torcedores fizeram longas filas e acabaram rapidamente com os ingressos.

Outro ponto que motiva é a possibilidade de escalar novamente a mesma equipe, com: Fábio; Léo, Rafael Donato e Mateus; Everton, Leandro Guerreiro, Charles, Tinga e Souza; Borges e Wallyson.

Já o Botafogo, apesar da última vitória diante do Coritiba, não jogou bem e foi beneficiado com a atuação pífia do ataque paranaense. Para piorar a situação do alvinegro, Lodeiro e Jefferson vão desfalcar a equipe devido aos jogos da seleção uruguaia e brasileira, respectivamente.

Deve ir a campo com Renan; Lucas, Dória, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Jadson, Gabriel, Renato e Seedorf; Fellype Gabriel e Elkeson

Para os mais otimistas, a possibilidade de título ainda existe, até porque em 2008, o próprio Celso Roth comandava o Grêmio, que na virada do turno liderava mais 11 pontos de vantagem para o São Paulo, que acabou se consagrando campeão. Hoje o Cruzeiro está a 10 pontos do líder e rival Atlético Mineiro.

Por José Alberi


Atlético Mineiro e Cruzeiro fizeram um jogo emocionante nesse domingo (26 de agosto) no estádio Independência em Belo Horizonte.

Diante de mais de 15 mil espectadores, todos sendo cruzeirenses, pois, devido a preocupações com a segurança, ficou determinado que haveria apenas uma torcida, no caso, a do clube mandante, os rivais proporcionaram um belo espetáculo, digno de um clássico de enorme tradição e rivalidade.

A Raposa contava com a habilidade de Montillo, os gols de Borges e as defesas de Fábio, no entanto, os gols do clube mineiro foram marcados por Alysson e Mateus. O Galo  contava com Ronaldinho Gaúcho, Jô em ótima fase, Victor, Bernard e Réver, esse último convocado por Mano Menezes para integrar a Seleção Brasileira. Os gols do Atlético-MG foram marcados por Leornado Silva e R10, que por sinal foi um golaço.

Aos 44 minutos do segundo tempo, Ronaldinho dominou a bola no meio campo, partiu com ela, livrou-se dos marcadores, entrou na área, driblou o zagueiro Mateus e tocou colocado no canto do goleiro Fábio. Na comemoração, nem o próprio Gaúcho acreditava no que tinha feito, já que todos no estádio pensavam estar vendo o jogador em sua época de Barcelona.

Com o 2 a 2 no resultado, o Atlético Mineiro continua na liderança, com 43 pontos, enquanto o Cruzeiro permaneceu em 8°, com 28 pontos somados.

Por Gabriel Frigini Reis


Reabilitação é a palavra-chave do jogo entre Bahia e Cruzeiro em Pituaçu. Isto porque os baianos vêm de empate contra a Portuguesa e os mineiros vêm de goleada sofrida para o Santos.

Para este jogo, a provável escalação do tricolor será: Marcelo Lomba; Diones, Danny Morais, Titi e Ávine; Fabinho, Fahel, Hélder e Lulinha; Zé Roberto e Junior. Ainda não poderá contar com o retorno de Kléberson, Coelho, Madson e Souza para esta partida.

Será o segundo jogo de Caio Junior à frente do elenco e até agora não sabe o que é vitória, pois empatou em casa com a Portuguesa e perdeu, em Porto Alegre, para o Grêmio.

Já o Cruzeiro vem de derrota acachapante para o Santos. Jogando na Vila Belmiro, o time de Celso Roth conseguiu perder de goleada para o instável Santos e viu aumentar ainda mais a desconfiança da torcida.

O Bahia contará com a torcida, que geralmente lota o estádio de Pituaçu, mas este apoio pode se reverter para protestos e vaias, caso o time não encante ou jogue visando o ataque.

Vale ressaltar que o Bahia necessita urgentemente de pontos para sair da zona de rebaixamento, onde permanece desde a 8ª rodada.

Por José Alberi


Um dos pontos mais negativos do time da Portuguesa de Desportos, na opinião do técnico Geninho, tem sido a baixa produtividade gerada pelos inúmeros erros de finalização.

O próximo jogo da Lusa será contra o Cruzeiro, que busca reabilitação fora de casa. O jogo ocorrerá no Canindé e o time da capital paulista contará com o apoio de sua torcida para reverter o quadro obtido na última rodada, em que a equipe foi derrotada por 2 a 1 contra o Sport.

Quando perguntado sobre a atuação da Portuguesa no jogo, Geninho fez questão de enfatizar a melhora do time na etapa final. Porém, mesmo com esse aumento da produtividade nos momentos finais, a equipe falhou na hora de decidir, o que deverá ser corrigido nos dias de treinamento antes de enfrentar o Cruzeiro.

A cobrança aumenta pelo fato do time rubro-verde estar oscilando bem próximo à zona de rebaixamento, somando apenas oito pontos. O Coritiba, primeiro time da zona da degola, está apenas a um ponto da Lusa. A preocupação de Geninho requer uma reação imediata do time.

Ocupando a décima quinta posição na tabela do Campeonato Brasileiro, a Portuguesa joga contra o time mineiro na quarta-feira (18/07), às 20h30. 

Por Marcelo Araújo





CONTINUE NAVEGANDO: