A final da Copa do Brasil foi merecidamente conquistada pelo Atlético Mineiro, que fez uma campanha incrível do começo ao fim, passando por poucos sustos e aplicando uma goleada histórica no até então atual campeão Flamengo.

O Cruzeiro perdeu sim os dois jogos e viu o Galo dominar o jogo na quarta-feira, onde o placar por 1×0 ficou de bom tamanho para time do Atlético-MG.

O Cruzeiro ganhou o Campeonato Mineiro e o Brasileirão desta temporada. Levantar o caneco do Campeonato Brasileiro por duas vezes seguidas não é tarefa fácil, precisa de uma equipe muito bem estruturada, porque são 38 jogos, onde o vencedor será conhecido por sua regularidade, ou, menos oscilações, como foi o caso do Cruzeiro, o vencedor mais que merecido.

O Cruzeiro foi preparado para vencer o Campeonato Brasileiro e o fruto dessa preparação, além de se sagrar campeão, foi deixar o time tão entrosado que conseguiu também chegar à final da Copa do Brasil. Mas o desgaste da equipe deve ser levado em conta também. São muitas partidas e o Cruzeiro sempre jogou em alto nível, o que com certeza provoca um desgaste muito grande nos jogadores. O Cruzeiro jogou as duas partidas que antecederam as finais da Copa do Brasil no domingo, enquanto que o Atlético no sábado. Não que isso seja a desculpa plausível pelas duas derrotas, mas os jogadores ainda estavam cansados e focados no título do Campeonato Brasileiro. Mas o Cruzeiro jogou bem as duas partidas e mostrou porque é hoje o melhor time do Brasil. Um time aguerrido e unido, com uma preparação acima de qualquer outra equipe nacional.

Com certeza, o Atlético Mineiro seja talvez hoje a única equipe a fazer frente com o Cruzeiro. Ao analisar os jogos, vemos um Atlético articulado e junto com a equipe da Raposa, farão um incrível Campeonato Mineiro, que deve ficar por conta das duas equipes a decisão.

Parabéns ao Cruzeiro, por tudo que realizou em 2014!

Por Luciana Viturino

Cruzeiro campe?o mineiro 2014

Cruzeiro campe?o brasileiro 2014

Fotos: Divulgação


Depois de vencer a primeira partida da final do Campeonato Mineiro por 3 a 0, o Atlético enfrentou o Cruzeiro no Mineirão, onde 90% dos torcedores eram cruzeirenses, já que a equipe celeste era a mandante do jogo; no final o Galo perdeu por 2 a 1, mas nem a derrota tirou o título de Ronaldinho e companhia.

Os dois gols do Cruzeiro foram marcados após cobranças de pênaltis, que Dagoberto bateu, sem chances para o goleiro Victor. 2 a 0 ainda não dava o título ao Cruzeiro, mas foi o suficiente para "enlouquecer" a maioria presente no Mineirão, e assim terminou o primeiro tempo.

Na segunda etapa, era necessário mais um gol para que os cruzeirenses ficassem com o título, mas mesmo com a insistência, o placar não foi ampliado; quem marcou foi o Galo, também em cobrança de pênalti, que foi convertido com eficácia pelo craque Ronaldinho.

O título confirmou a boa fase vivida pelo Galo, atual vice-campeão brasileiro, e atualmente entre os oito classificados para as quartas de final da Copa Libertadores, competição que o time joga na próxima quinta-feira, contra o Tijuana; já o Cruzeiro pega o Resende, quarta-feira, pelo jogo de volta da 2ª fase da Copa do Brasil.

Por Vinicius Cunha


Neste fim de semana, aconteceu o primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. A partida entre Atlético-MG e Cruzeiro foi realizada no último domingo, no estádio Independência, às 16:00, com mando do Galo.

O Atlético-MG foi melhor desde o começo do jogo, possuía o comando da partida, liderava as jogadas de ataque com Ronaldinho Gaúcho, Bernard, Tardelli e Jô, e fazia uma marcação muito forte com Pierre, Leandro Donizete, Richarlyson e Réver.

Ao mesmo tempo, o Cruzeiro não entrou forte no jogo, deixava o Galo jogar com a bola e não conseguia produzir nada em campo. A vitória do time alvinegro era uma questão de tempo e foi consolidada com um gol no início do jogo e outros dois gols após a expulsão de Bruno Rodrigo.

A vitória de 3 a 0 do Atlético não serviu apenas para tirar a vantagem que era do Cruzeiro, mas fez o time azul perder a invencibilidade deste ano, que durou 15 partidas. No entanto, o Cruzeiro espera uma boa temporada e acredita em uma improvável recuperação diante do Galo no segundo jogo da final, que acontece no próximo domingo, às 16:00, no Mineirão.

Por BCC


As coisas estão indo muito bem para o Atlético Mineiro. Após eliminar o São Paulo da Copa Libertadores da América, o Galo deu um show no Independência e venceu o rival Cruzeiro por 3 a 0. O time do técnico Cuca pressionou durante todo o jogo e mereceu o resultado positivo.

O Atlético confirmou a boa fase no Independência, onde não perde a 33 jogos. Já o Cruzeiro vinha de uma sequência de 14 vitórias e um empate. Era promessa de um jogo equilibrado, o que aconteceu até os primeiros minutos de partida. Porém, o Galo mostrou que era superior a Raposa e no domingo só deu Atlético no Independência.

O destaque da partida foi Ronaldinho Gaúcho, que se mostrou presente, deu passes decisivos e se manteve calmo no primeiro jogo da decisão. Os gols foram marcados por Jô, Diego Tardelli e Marcos Rocha. O Cruzeiro teve Bruno Rodrigo expulso e passou o segundo tempo quase todo com um jogador a menos.

Para assegurar o título, o Galo pode perder por até 2 gols de diferença no Mineirão que ainda será campeão. A torcida será composta de 90% de cruzeirenses e somente 10% de atleticanos, mas isso não desmotiva os jogadores que estão confiantes quanto ao título.

Por Robson Quirino de Moraes


A Federação Mineira de Futebol reuniu-se com diretores dos dois clubes finalistas do Campeonato Mineiro: Cruzeiro e Atlético-MG.

Na reunião, ficou decidido que a primeira partida da final será disputada no Independência, no próximo domingo; e a segunda será no Mineirão, dia 19 de maio.

Em ambas as partidas, torcedores dos dois clubes estarão presentes. O time mandante terá direito a 90% da carga de ingressos, enquanto o visitante ficará com o restante, 10%.

O Cruzeiro jogará as partidas da final com a vantagem de poder empatar no número de pontos e também de saldo de gols, que mesmo assim ficará com o título, pelo fato de ter feito melhor campanha na primeira fase.

O Galo ainda não perdeu no Independência, depois que o estádio foi reinaugurado, e seus torcedores têm pregado que "caiu no Horto está morto"; já o Cruzeiro ainda não perdeu no ano de 2013, e vem de 12 vitórias seguidas.

Quem tem mais títulos do Campeonato Mineiro é o Atlético, com 41 no total, sendo o atual campeão. O Cruzeiro tem 35 conquistas, e é quem mais tem títulos no século 21, em um total de seis.

Por Vinicius Cunha


O Campeonato Mineiro possui um dos melhores formatos dos campeonatos estaduais pelo Brasil. Doze times disputam a fase inicial e todos os times jogam entre si. Desses, quatro se classificam para as semifinais e dois caem para a segunda divisão.

Neste ano de 2013, os times do Araxá e do América de Teófilo Otoni foram rebaixados, com seis e sete pontos, respectivamente. Para as semifinais, classificaram-se Cruzeiro (1º), Atlético-MG (2º), Tombense (3º) e Villa Nova (4º).

O Cruzeiro ficou invicto com 31 pontos. Já o Atlético-MG também fez boa companha com 27 pontos, perdendo apenas para seu maior rival. Já os clubes do interior ficaram muito distantes dos times da Capital, o Tombense conseguiu 19 pontos e o Villa Nova conquistou 18 pontos. A grande decepção foi o América, que ficou somente em oitavo lugar.

No primeiro jogo da semifinal, o Cruzeiro venceu o Villa por 4 a 0, mostrando um bom futebol, com um quarteto ofensivo muito forte e completando quatro jogos sem tomar gols. O Atlético-MG também venceu a Tombense por 2 a 0 com a volta de Diego Tardelli e Bernard. As duas equipes ganharam seus confrontos fora de casa e estão praticamente classificadas para a grande final.

Os jogos de volta acontecem em Belo Horizonte na próxima semana. O Cruzeiro irá enfrentar o Villa na quarta-feira (08/05), às 20:30, no Mineirão. Já o Atlético-MG pegará a Tombense no domingo (05/05), às 16:00, no Independência. 

Por BCC


Tombense x Atlético-MGNa tarde deste sábado, dia 27 de abril, Tombense e Atlético-MG fazem a primeira partida da Semifinal do Campeonato Mineiro 2013. A partida será realizada às 16:00, no estádio Antonio Guimarães, em Tombos (MG).

O Atlético-MG, que se classificou em 2º na fase de grupos, vem de uma vitória sobre o Villa Nova. Para esta partida, o Galo não poderá contar com Ronaldinho Gaúcho, que será poupado para a partida decisiva com o São Paulo, pela Libertadores 2013. Embora esteja desfalcado de seu principal astro, o Atlético-MG irá contar com o retorno de Bernard e Diego Tardelli.

Já o Tombense, que se classificou em terceiro na fase de grupos, vem de vitória fora de casa contra o América-MG. A equipe do interior do Estado terá de superar uma tragédia extra-campo. Isso porque o meia Marquinhos Galhardo acabou falecendo depois de um acidente de carro. Segundo o presidente do clube, todos os jogadores estão abalados com a perda do colega.

O árbitro da partida será Alício Pena Júnior. Ele terá como auxiliares Marconi Helbert Ribeiro e Ricardo Júnio de Souza.

O Tombense deve iniciar a partida com os seguintes jogadores: Marcelo Carné, Leonardo, André, Ramon e Beto; Serginho, João Guilherme, Betinho e Joílson; Júnior Negão e Adeílson.

Já o Atlético-MG deverá jogar com: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva (Gilberto Silva) e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Luan, Diego Tardelli, Bernard e Jô (Alecsandro).


Na noite de hoje o Cruzeiro goleou o Nacional-MG por 5 a 0. A partida, que aconteceu no estádio do Mineirão, era válida pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro 2013.

Precisando apenas de uma vitória para garantir a primeira colocação no Campeonato, o Cruzeiro partiu para cima da equipe adversária e dominou completamente a partida.

No primeiro tempo, a Raposa estava avassaladora e marcou 4 gols em menos de 40 minutos. O primeiro tento foi marcado por Everton Ribeiro, que aproveitou um vacilo do goleiro Rodrigo Posso.

O goleiro do Nacional-MG realmente não estava tendo um bom dia, tanto que minutos depois Dagoberto ampliou o placar, novamente devido à um erro do goleiro.

O terceiro gol da partida foi marcado por Leo, que aproveitou uma cobrança de escanteio para marcar seu tento de cabeça.

Pouco mais tarde Leo fez 4 a 0 para o Cruzeiro. Desta vez o jogador recebeu um passe de peito, dominou a bola e chutou-a para o fundo da rede adversária.

No segundo tempo o Cruzeiro continuou com apressão. A postura da equipe foi novamente premiada, só que desta vez mais para o final da partida, quando Élber fez uma bela jogada individual e deu números finais para partida.

Final de jogo, o Cruzeiro venceu o Nacional-MG por 5 a 0.

Veja a seguir os melhores momentos da partida:


07abr2013---meia-diego-souza-do-cruzeiro-conduz-a-bola-durante-a-goleada-sobre-o-america-mg-pelo-campeonato-mineiro-1365374054062_1920x1080No início da noite desta terça-feira, dia 16 de abril, o Cruzeiro irá enfrentar o Nacional pela 10ª Rodada do Campeonato Mineiro 2013. O jogo acontecerá no estádio do Mineirão, às 19:30.

O Cruzeiro, atual líder da competição com 25 pontos, vem de vitória fora de casa sobre o América-MG. A equipe precisa vencer hoje se quiser se isolar de ver na liderança da competição. Caso vença a partida, o Cruzeiro irá manter os 100% de aproveitamento em casa.

Já o Nacional, atual 10º colocado com 8 pontos, vem de derrota em casa para a Tombense. A equipe precisa vencer hoje se quiser se manter fora da temida Zona de Rebaixamento. Vale lembrar que se o Nacional vencer ele espanta de vez o risco de rebaixamento e de quebra já rebaixa Araxá e América de Teófilo Otoni.

O juiz da partida será Alício Pena Júnior. Ele será auxiliado por Leandro Salvador da Silva e Filipe Ramos Santana.

O Cruzeiro deve ir a campo com os seguintes jogadores: Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Everton; Leandro Guerreiro, Nilton, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Dagoberto e Borges.

Já o Nacional deve ser escalado com a seguinte equipe: Rodrigo Posso; Ivonaldo, Claudio Luiz, Luisão e Wanderson; Thiago Santos, Marcinho, Jailton e Emerson Carioca; Vanderlei e Caleb.


Na noite desta última quarta-feira, 20/03, o Atlético/MG foi até Teófilo Otoni, enfrentar o América (time da cidade), em jogo adiado da 5ª rodada do Campeonato Mineiro.

Com o time da capital contando com a presença de Ronaldinho, a cidade entrou em êxtase, e os arredores do estádio do América, Nasrri Mattar, ficaram lotados de pessoas.

R10, que completa 33 anos no dia 21/03, se presenteou com um gol e uma assistência para o "artilheiro" Réver marcar mais um no campeonato.

Em consequência da dimensão do campo, pequeno e curto, o Galo não teve uma atuação de gala, porém, não foi pressionado pelo adversário e não teve muitas dificuldades para vencer a partida.

O time de Cuca chegou aos 15 pontos e está a apenas 1 do líder Cruzeiro. Na próxima rodada, o Galo volta a jogar como visitante, quando enfrentará o Nacional , em Patos de Minas. Já o América visitaráo Tupi, em Juiz de Fora.

Numa noite em que as atenções quase todas foram voltadas para Ronaldinho, o craque disse que a atuação foi em homenagens as suas amigas do coração, porém, não citou nomes e disse que quem é sabe.

Por Vinicius Cunha





CONTINUE NAVEGANDO: