O Vasco realiza no próximo domingo (02 de Novembro) sua última partida pelo Campeonato Brasileiro de 2012. O duelo será diante do já campeão Fluminense, portanto, a expectativa é de um jogo ainda mais morno do que foi contra o Flamengo.

A equipe de São Januário mais uma vez colocará a garotada para jogar, isso por causa dos inúmeros desfalques que tem atormentado a cabeça do técnico Gaúcho.

Juninho não joga mais esse ano. Felipe treinou, mas também não deverá estar em campo. Já Alecsandro fala em tom de despedida e pode deixar São Januário. Por fim, Dedé só volta em 2013. Todos eles desfalcarão o Vasco contra o Fluminense, no entanto, o que era ruim ficou ainda pior, isso porque o goleiro Fernando Prass também não jogará diante do tricolor carioca, o arqueiro está com bursite no ombro direito.

Prass já vinha sofrendo com as dores, no entanto, o jogador atingiu seu limite e decidiu que não jogará a próxima e última partida do clube no ano, sendo assim, o jovem Alessandro entra em seu lugar.

Vasco e Fluminense jogam no domingo (02 de novembro), às 17:00, no Engenhão.

Por Gabriel Frigini Reis


E a disputa pela vice-liderança continuou na 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda existe uma vaga direta para a disputa da  Libertadores 2013.

O Grêmio, que está na briga pela 2ª posição, jogou contra o Figueirense e ganhou de 4×2. Com gols de Leandro, Souza, Zé Roberto e Elano.

Destaque para o jogador Zé Roberto, que está jogando muito. O jogador Aloisio marcou 2 gols pelo lado do Figueirense.

O Atlético-MG jogou contra o Botafogo e ganhou com o gol de Rever aos 43 minutos do segundo tempo, os outros gols foram marcados por Bernard e Richarlyson. Elkenson e Antônio Carlos marcaram para o Botafogo, que ficou na 7ª posição. Vale lembrar que o Grêmio e o Atlético-MG jogam com seus maiores rivais na última rodada.

Na parte debaixo da tabela, o Sport precisava ganhar mais empatou com o campeão Fluminense. O Sport está em uma difícil situação, pois precisa ganhar o clássico contra o Náutico e torcer pela derrota do Bahia e da Portuguesa.

A Portuguesa ganhou do Internacional por 2×0, com gols de Marcelo Cordeiro e Luis Ricardo.

O São Paulo ficou no 0x0 contra a Ponte Preta. O técnico Ney Franco jogou com seus reservas, priorizando a semifinal da Copa Sul-Americana.

O Corinthians jogou contra o Santos no sábado e ficou no 1×1, com gol de Wallace e Felipe Anderson.

Já o Palmeiras jogou contra o Atlético-GO e perdeu por 2×1. A equipe paulista irá pegar o Santos na última rodada do campeonato.

Por Viviane Nascimento


Um ano que começou a todo vapor e terminou de maneira melancólica. Está poderia ser a frase retratando a temporada 2012 do Coritiba. Primeiro, a alegria da conquista do Paranaense. Em seguida, a decepção pelo vice-campeonato da Copa do Brasil. Por fim, o drama de uma campanha entre altos e baixos pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, alguns jogadores encerram suas atividades com moral junto a diretoria e a comissão técnica. Um deles é o volante Willian Farias.

Aos 23 anos, ele mostra que para conquistar a confiança do elenco não é necessário ser um veterano. No ano, lá se foram 47 partidas vestindo o manto do Coxa. Camisa 5 da equipe, Willian Farias ganhou a chance de ser titular após o antigo dono da posição – Leandro Donizete – se transferir para o Atlético-MG. Diferenciado, ele garante não fazer o estilo "xerifão" (brigar e esbravejar com todos). Atleta das categorias de base, diz não ter sentido o peso de substituir seu antecessor.

"Ninguém erra porque quer. Sempre quero ser positivo e não gosto de dar duras. Neste ano pude atuar mais após a saída do Leandro", ressalta o atleta ao Jornal Gazeta do Povo.

O elenco comandado pelo técnico Marquinhos Santos possui outros cinco jogadores que atuam na mesma posição de Willian Farias. São eles Artur, Chico, Gil, Junior Urso e Sérgio Manoel. Por nem mesmo as duas lesões sofridas em 2012, que culminaram em dois meses a menos de jogos que os companheiros, o fizeram perder espaço no grupo, é certo que será um dos integrantes da espinha dorsal do meio-campo na temporada que vem, quando o Coritiba terá a volta do craque Alex como armador.

Por Thiago Viana


O Santos receberá o Figueirense pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012. O jogo acontecerá no estádio do Peixe, a Vila Belmiro, no dia 17 de novembro. O time paulista apresenta 46 pontos em 35 rodadas, com aproveitamento de 43,8%. Na última rodada, o clube do litoral perdeu para o lanterna do campeonato, Atlético-GO, pelo placar de 2 a 1. Para se recuperar e terminar a competição em uma posição melhor, o Santos precisa dos três pontos em casa.

O Figueirense já está rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro de 2013. O clube catarinense possui apenas 30 pontos em 35 séries de jogos, com aproveitamento de 28,6%. Porém, ainda terá que cumprir as últimas rodadas do Brasileirão, que serão jogos cruciais onde o clube poderá atrapalhar times que estão bem posicionados na tabela. Apesar do mau desempenho no campeonato, o atacante da equipe, Aloísio, vem sendo um dos destaques da competição com 12 gols marcados. Há interesse de grandes times brasileiros na contratação do jogador. Na última rodada, o Figueira empatou com o Sport pelo placar de 1 a 1 no estádio Orlando Scarpelli.

Por Marcelo Araújo


Jogando em meio a um público próximo dos 46 mil expectadores, Grêmio e São Paulo fizeram um grande duelo em busca de uma vaga na competição mais importante da América do Sul.

Com um grande duelo, o que chamou a atenção foi a súplica da torcida gremista pedindo a renovação do contrato de Vanderlei Luxemburgo, que negocia de forma complicada com o presidente eleito, Fábio Koff.

O primeiro tempo do jogo foi digno de um duelo entre duas excelentes equipes. Após um duelo ofensivo de ambos os times, quem abriu o placar foi Rogério Ceni, após um pênalti cometido por Saimon. Mas o Grêmio não se deixou abalar e foi para cima do adversário, mas em vão, já que o primeiro tempo terminou com a vantagem paulista.

E uma frase popular no futebol se fez verdadeira, quando dizem que banco de reservas também ganha jogo. André Lima, que saiu dos suplentes, empatou a partida aos 15 minutos do segundo tempo. Continuando na pressão, o Tricolor Gaúcho virou a batalha aos 39 minutos com Marcelo Moreno, fazendo a torcida gremista se esbaldar em felicidade. 

Com o resultado positivo, o Grêmio tem vaga confirmada na Libertadores, assumindo a vice- liderança. Já o São Paulo começa a sentir a pressão do Botafogo, que começa a reagir e consequentemente encostar.

Que final de campeonato!

Por Renato Benevenuto


Embaixo de um forte calor, Vasco e Atlético-MG entraram em campo para jogar mais uma partida pelo Campeonato Brasileiro.

Precisando vencer o Cruzmaltino, o time mineiro entrou em forte ritmo para que ainda pudesse sonhar em conquistar o torneio nacional. Até os 5 minutos da primeira etapa, o Atlético atacava o Vasco, surpreendo-o com as bolas paradas do craque Ronaldinho, fazendo o goleiro do adversário trabalhar com boas defesas.

Enquanto era atacado, o Vasco tentava sair em contra-ataque com seus atacantes Tenório e Alecssandro, mas sem sucesso.

O placar foi aberto logo aos 25 minutos, a favor do Atlético, em pênalti cometido por Douglas em cima de Escudero, que foi convertido com sucesso por Ronaldinho Gaúcho. O primeiro tempo terminou com o resultado positivo a favor do Galo. 

No segundo tempo, o Vasco fez duas mudanças, dando nova mobilidade ao time. Pressionando, por estar com um homem a mais (Serginho foi expulso após levar o segundo cartão amarelo), o Vasco conseguiu empatar, após o encerramento do jejum de Alecssandro, que recebeu limpo de Felipe e bateu firme para o gol.

Após o empate, a partida esfriou e ficou sem qualquer tipo de emoção. O último lance do jogo foi de Réver. O zagueiro atleticano cabeceou no ângulo, exigindo uma defesa milagrosa do goleiro Fernando Prass.

Com o resultado, o Galo caiu para 3º (após a vitória do Grêmio sobre o São Paulo), enquanto o Vasco segue com poucas chances de ir à Libertadores. 

Por Renato Benevenuto


O Fluminense é o Campeão Brasileiro de 2012. O título antecipado se deu devido à vitória dramática sobre o Palmeiras e por causa do empate entre Atlético-MG e Vasco. 

A vitória emocionante sobre o time paulista enfatiza a excelente campanha do Tricolor carioca no Campeonato Brasileiro, coroando-o com o merecido título. Título esse que o clube já havia conquistado por outras três vezes (1970,1984 e 2010).

A campanha do clube carioca é de dar inveja: em 35 jogos, foram 22 vitórias, 10 empates e apenas 3 derrotas. Esse foi o melhor aproveitamento da história dos pontos corridos, desde que esse formato foi fundamentado, em 2003.

O torcedor do tricolor lotou as Laranjeiras para comemorar o título Brasileiro junto com o elenco. 

Há informações de que a diretoria do Fluminense já enviou um ofício para que a CBF solicitando o envio do troféu, para que o clube já comemore o título conquistado diante de sua torcida, em confronto frente ao Cruzeiro, no Engenhão (RJ).

Já o Palmeiras fica em delicada situação. O alviverde tem que vencer todos os seus confrontos e torcer para que Bahia ou Portuguesa perca os seus, o que é extremamente complicado. O time paulista só não caiu ainda devido a derrota do Bahia para o Cruzeiro, por 3×1 em Belo Horizonte. 

Por Renato Benevenuto


Pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, o Grêmio recebe o São Paulo em jogo que pode complicar a situação do tricolor gaúcho no G4. No primeiro turno, o Imortal saiu com a vitória em pleno Morumbi. Para esta série de jogos, o time gaúcho tenta manter o bom aproveitamento em casa para se distanciar ainda mais do tricolor paulista, que o persegue de perto na zona de classificação para Libertadores da América de 2013.

Pelo lado do São Paulo, a expectativa é diminuir o número de pontos em relação ao Grêmio. As duas equipes estão participando da Copa Sul-Americana e o confronto promete muita garra e determinação para os dois lados. O Soberano conta com a velocidade de Lucas, o oportunismo de Luís Fabiano e as defesas de Rogério Ceni.

O Grêmio ocupa a terceira posição do torneio nacional, com 63 pontos marcados em 34 jogos e um aproveitamento de 61,8%. Na sequência, aparece o São Paulo com 59 pontos marcados em 34 jogos e demonstrando um aproveitamento de 57,8%.

O jogo será realizado no estádio Olímpico, dia 11 de novembro, às 17:00. A partida é de extrema importância para a definição das vagas no G4.

Por Marcelo Araújo


A situação do Palmeiras continua muito complicada. Porém, com a vitória contra o Bahia nesta última quarta-feira (18/10), uma réstia de esperança renasceu no coração do torcedor palmeirense.

Se após a derrota contra o Coritiba, muitos haviam jogado a toalha, a vitória contra o time baiano, adversário direto na luta pelo descenso, fez os torcedores ainda confiarem no time.

Pelo menos, o envolvimento dos jogadores é grande. Marcos Assunção, capitão do time, jogou com dores em seu joelho, no sacrifício, para poder ajudar a equipe. Outro exemplo de empenho é o do atacante Barcos.  O argentino esteve com a seleção no dia anterior ao jogo, voltou para o Brasil, enfrentou dificuldades e, mesmo assim, esteve em campo. Para não ver o time cair, essa determinação é essencial.

Esses jogadores, junto aos jovens João Denoni e Patrick Vieira, que subiram da base num momento complicado e têm mostrado personalidade em campo, podem ser o caminho  para a salvação palmeirense. Além, é claro, da confiança e do apoio da torcida.

Com sete rodadas pela frente, o Palmeiras precisa somar mais treze pontos para conseguir escapar. O próximo compromisso, mais uma vez encarado como uma final, será contra o Cruzeiro, em Araraquara.

Por Augusto Cesar


Nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, o Cruzeiro irá receber o Corinthians no estádio Dilzon Melo. A partida, que acontecerá às 22:00, será válida pela 31ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2012.

O técnico Celso Roth vive dias difíceis como treinador da equipe cruzeirense. A torcida "pega no pé" e os diretores fazem pressão para que Roth tire o time da zona de conforto. O Cruzeiro está na décima primeira posição, há 12 pontos do quarto colocado, São Paulo, último da lista dos clubes que devem ir à Copa Libertadores da América 2013.

Wellington Paulista, Wallyson e Alex Silva são desfalques que estão no departamento médico. Victorino está ausente a serviço da sua seleção.

Por outro lado, embora também esteja na zona de conforto, o Corinthians vive dias felizes, preparando o seu plantel principal para a disputa do Campeonato Mundial 2012, que será disputado no Japão em dezembro.

No jogo contra o Cruzeiro, os corintianos também possuem desfalques: Paulinho e Martínez estão a serviço das suas seleções, já o volante Ralf está suspenso devido ao excesso de cartões amarelos. Além disso, Chicão, Jorge Henrique e Emerson estão lesionados.

Por Renato Duarte Plantier


Pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012, a Portuguesa irá receber o Flamengo no estádio do Canindé, dia 17 de outubro, às 22:00. O jogo "vale seis pontos", visto que as duas equipes lutam para se distanciarem da zona de rebaixamento para a segunda divisão da liga nacional.

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo deve contar com um número maior de torcedores, máxima que acontece quando o time carioca enfrenta equipes menores ao redor do país. As esperanças da equipe recaem sobre o atacante Vagner Love, o artilheiro do amor, que forma dupla de ataque com Liedson.

Léo Moura, Maldonado e Muralha não poderão atuar na partida, pois estão no departamento médico. Já Adryan e Wellington Silva estão suspensos por excesso de cartões amarelos. O time deve entrar com formação 4-4-2, com a seguinte escalação: Felipe, Luiz Antônio, Welinton, Renato Santos, Ramon, Airton, Ibson, Renato, Cleber Santana, Vagner Love e Liedson.

A Portuguesa tem três desfalques: Leandro Lima (por lesão), Lima e Marcelo Cordeiro (por causa de cartões amarelos acumulados).

A equipe paulista está na décima terceira posição com 37 pontos, enquanto que o Flamengo está na décima quinta colocação e tem 36 pontos.

Por Renato Duarte Plantier


No dia 17 de outubro (quarta-feira), às 22:00, o Santos irá receber o Atlético Mineiro pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012. A partida será realizada no estádio da Vila Belmiro, na Baixada Santista, litoral de São Paulo.

O time santista está em fase de preparação para o próximo ano, visto que o sonho de classificação para a Copa Libertadores está cada vez mais longe. Mais uma vez, a estrela Neymar não deve estar em campo em virtude dos compromissos com a seleção brasileira. O atacante somente entra no jogo se tiver condições físicas.

Desfalques dos santistas por lesão: Rafael Galhardo, Paulo Henrique Soares, Fucile, Edu Dracena e Alison.

Já o Atlético Mineiro está em luta direta pela busca do título nacional, nove pontos atrás do líder Fluminense. Por este motivo, para os mineiros a partida é considerada uma “final de campeonato”.

O técnico Cuca deve utilizar a formação 4-5-1, composta pela seguinte escalação: Giovanni, Marcos Rocha, Rafael Marques, Leonardo Silva, Júnior César, Leandro Donizete, Pierre, Escudeiro, Bernard, Ronaldinho Gaúcho e Jô.

Desfalques do Atlético Mineiro: Victor (convocado para a seleção brasileira) e o zagueiro Réver (suspenso por decisão do Tribunal Superior Desportivo).

Por Renato Duarte Plantier


 

Após 29 rodadas disputadas pelo Campeonato Brasileiro da Série B, faltam apenas nove jogos para o fim da atual edição do torneio. Variando boas apresentações e alguns tropeços, o Atlético-PR continua próximo da zona de classificação para a Série A da Competição. Em 5º lugar com 52 pontos, o Furacão está a apenas um ponto da quarta colocação, atualmente ocupada pelo São Caetano.

Na próxima rodada, que ocorre nesta terça-feira, dia 16 de outubro, o Rubro-Negro pode começar a vislumbrar mais uma vez a Primeira Divisão. Diante do Avaí, a partir das 15h, o time do técnico Ricardo Drubscky irá atuar no Ecoestádio com a possibilidade de ultrapassar o Azulão na tabela de classificação, em caso de vitória e tropeço do rival. Os paulistas só entram em campo às 19h30, em casa, contra o Ceará.

O momento agora é de tentar conter a euforia do elenco. E a comissão técnica do Atlético-PR sabe muito bem disto. Desta forma, o pedido de todos no elenco do Furacão é o mesmo: pensar jogo a jogo, sem querer derrubar etapas, que não podem ser ultrapassadas.

"Estamos em ascensão e indo bem a cada semana, mas não podemos criar confusão na cabeça. A ansiedade tem de estar sob controle", prega Drubscky, o comandante do time.

Se pegarmos como base os três últimos anos da Série B, as chances de classificação do Atlético-PR são enormes. Avaliando os números dos quarto colocados nos anos anteriores, Sport (2011), América-MG (2010) e Atlético-GO (2009) fizeram respectivamente 61, 63 e 65 pontos.

Por Thiago Viana


O São Paulo entrou em campo na tarde deste domingo com o sonho de conseguir entrar no G4. E conseguiu. Contando com o tropeço do Vasco, o time paulista venceu o Figueirense no Morumbi e assumiu a quarta colocação na tabela.

Jogando em casa, o São Paulo mostrava quem ia mandar no jogo. Logo aos 3 minutos, o zagueiro Edson Silva apareceu no ataque e teve uma boa chance. Com calma, o tricolor ia se impondo em campo. Tanto que aos 13 minutos abriu o placar. Luis Fabiano, de cabeça, marcou seu décimo quinto gol no campeonato e fez o primeiro do São Paulo na partida. Sem dificuldades até então, o time da casa ampliou o placar aos 20 minutos. Após confusão na área, Maicon serviu Douglas que tranquilo tocou para o fundo das redes: 2×0. Com a vantagem maior no resultado, o São Paulo diminuiu o ritmo e rodou a bola até o fim da primeira etapa, sem sofrer qualquer perigo.

Com os dois gols de vantagem no placar e com um Figueirense sem força para reagir, o segundo tempo foi bem morno. Sem muitas chances, a cena que mais chamou atenção envolveu o árbitro Leandro Vuaden. Em um lance inusitado, o árbitro trombou com Jádson e teve que paralisar a partida para seu próprio atendimento. Com bola rolando, as melhores oportunidades aconteceram com Luis Fabiano e Jádson. O Figueira também teve uma chance com Aloísio, de bicicleta, mas Rogério Ceni garantiu o 2×0.

Chegando a 52 pontos, o São Paulo ultrapassa o Vasco e assume a 4ª colocação, enquanto o Figueirense se mantém com 25 pontos, na penúltima posição.

Por Augusto Cesar


Falta muito pouco. O Fluminense vem fazendo a sua parte no Campeonato Brasileiro com maestria. Com 68 pontos ganhos em 30 rodadas, a contagem regressiva para o tetracampeonato é questão de tempo.

O título está bem próximo das Laranjeiras. Tais afirmações são condizentes com os números do Tricolor, apesar de o futebol não ser considerado uma ciência exata. Mais o fato é que a equipe está sobrando se comparado aos rivais. Aproveitamento de 75,5% não é para qualquer um.

Desde que chegamos a "Era dos pontos corridos" no Brasileiro, a equipe que conseguiu o melhor desempenho como campeão foi o São Paulo em 2006, com 78 pontos (68%). De quebra, os paulistas também tiveram os melhores ataque (66 gols) e defesa (32 tentos sofridos). Na edição atual, o Fluzão já possui tais requisitos: 49 bolas na rede dos adversários e 19 vezes sendo vazado.

De acordo com o site do matemático Tristão Garcia, o Infobola, o Fluminense possui no momento 95% de chances de levantar o caneco. Além dele, apenas dois outros clubes também seguem na disputa: Atlético-MG (3%) e Grêmio (2%). As duas próximas rodadas serão cruciais para o desfecho da competição, pois o Tricolor irá enfrentar estes dois únicos também postulantes ao título.

No próximo dia 17, o Fluzão medirá forças contra o Grêmio no Engenhão, às 19h30. A média de pontos conquistada em casa, pelo líder é de 2.35. Já a dos gaúchos como vistante é de apenas 1.47. Já no dia 21, será a vez de pegar o Atlético-MG, no Independência, às 16h. Como visitante, o Flu possui média de 2.15 enquanto o Galo conquista cerca de 2.50 pontos por jogo como mandante.

Por Thiago Viana


Três vitórias consecutivas e nove pontos ganhos. Os resultados positivos contra Ponte Preta e Palmeiras (ambos por 1 a 0), além do Bahia (2 a 1), deixam o Coritiba em 12º lugar no Campeonato Brasileiro, com 38 pontos ganhos.

Os momentos de fuga do rebaixamento parecem que foram deixados para trás, levando-se em conta que o alviverde está 11 pontos à frente do Sport, o primeiro na zona da degola. Afirmativa correta? Não para o técnico Marquinhos Santos.

Mesmo faltando apenas oito rodadas para o fim do torneio, o comandante do Coxa segue com medo da Série B. Nem mesmo obtendo – até o momento – a quarta melhor campanha do returno (19 pontos em 11 partidas), o faz relaxar.

"Precisamos pensar jogo a jogo. Não dá para relaxar e ficar tranquilo. Em 2009, a queda veio depois que relaxamos. Quem daqui que estava naquela época sabe do que venho falando", sentencia o treinador.

Realmente, o fantasma de 2009 assola o Couto Pereira. Vale lembrar que, na ocasião da reta final, o time obteve 3 vitorias, 2 empates e 3 derrotas. Ou seja, aproveitamento de 45%. No geral, o Coritiba acabou em 17º lugar, com 45 pontos, um a menos do que o Fluminense, que escapou da Segundona.

Por sua vez, o Tricolor das Laranjeiras, nos últimos oito jogos, conseguiu 6 vitórias e 2 empates, conquistando 83% dos pontos.

Por Thiago Viana


A sina do Palmeiras continua. Depois de perder em casa para o Coritiba, o Palmeiras foi até o Recife enfrentar o Náutico e também não resistiu. Com a nova derrota sofrida, a situação do Palmeiras no campeonato passa a ser ainda mais preocupante. O time precisa de seis vitórias nas próximas oito partidas para conseguir escapar do rebaixamento. Tarefa muito, mas muito difícil.

Parecia que a história iria mudar. O Palmeiras começou o jogo em um ritmo frenético que atordoou momentaneamente o Náutico. Pressionando muito, o Verdão teve boa chance de abrir o placar logo aos 2 minutos com o atacante Luan. Em seguida, Obina quase conseguiu completar cruzamento de Arthur, mas a zaga conseguiu afastar.

Aos 10 minutos, o atacante baiano do Palmeias perdeu uma chance incrível. Após dividida com o goleiro, a bola sobrou nos pés de Obina, que chutou e viu o zagueiro Alison salvar em cima da linha. Aí veio o castigo. Depois de se segurar da pressão, o Náutico chegou ao ataque com Kieza. Mostrando muita calma, o atacante limpou o zagueiro Thiago Heleno e tocou no canto do goleiro Bruno, que nada pode fazer para evitar o gol.

Isso acabou sendo um golpe fatal nas pretensões do time paulista. Perdido após o gol, o Palmeiras não conseguiu mais se acertar no ataque e não criou mais chances até o fim do primeiro tempo, que terminou com o gol único do atacante pernambucano.

Vencendo, o Náutico voltou mais fechado no segundo tempo, buscando explorar os contra-ataques. A estratégia funcionou. Aos 8 e 9 minutos, o Náutico quase conseguiu marcar o segundo gol, mas parou nas mãos de Bruno e na trave.

Precisando vencer, o técnico Gilson Kleina mandava atacantes para o campo, tentando ir com tudo pra cima. Mas a infelicidade da equipe ainda foi maior. Aos 17 minutos, Thiago Heleno foi expulso e agravou ainda mais a situação do Palmeiras na partida.

Isso selou a derrota do time alviverde. Com um a mais em campo e com a vantagem no placar, a equipe da casa só se preocupou em não se expor e levou a partida até o fim com tranquilidade.

Com a vitória, o Náutico foi a 40 pontos e assumiu a 10ª posição. O Palmeiras fica ainda mais desesperado no campeonato, com 26 pontos, na 18ª posição.

Por Augusto Cesar


A briga pelo G4. Esse é o principal objetivo de Vasco e São Paulo no Campeonato Brasileiro. E será esse o confronto dos dois times pela 29ª rodada. Vasco e São Paulo entram em campo nesta quarta-feira, para consolidar a busca pela zona de classificação para a Libertadores.

No Vasco, já dentro do G4, a ordem é não perder para se manter distante do São Paulo. O time, no entanto, não poderá contar com alguns de seus jogadores. Dedé (convocado pela seleção brasileira), Carlos Alberto (suspenso) e Douglas (machucado) desfalcam o time da Colina. Assim, a disputa pela vaga no meio campo fica entre Jhon Cley e Marlone, enquanto na zaga a disputa é entre Fabrício e Rodolfo. O meia Felipe, que sente dores no joelho, é dúvida para a partida.

Já o São Paulo, que aparece logo atrás do Vasco na tabela, precisa da vitória para encostar de vez no time carioca. Sem poder contar com o meia-atacante Lucas (também na seleção brasileira), o treinador Ney Franco deve optar pela volta do lateral Douglas na equipe. Rhodolfo, de fora da última partida, retorna a equipe. O Tricolor aposta na boa média de gols do artilheiro Luis Fabiano para conseguir superar o Vasco.

A partida acontece no estádio de São Januário, às 22h.

Por Augusto Cesar


Em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia receberá o líder Fluminense, em Salvador, contando com o apoio de sua torcida para se manter na série A.

Com boa campanha no segundo turno, o Bahia segue sua batalha contra o rebaixamento. Após o empate contra o Flamengo fora de casa, o time baiano voltou a abrir oito pontos de vantagem em relação ao primeiro time da zona do descenso. Entretanto, o duelo contra o Fluminense não será dos mais fáceis. Isso porque o time não poderá contar com Souza, Jones, Júnior, Elias, Ávine e Klebérson. Cláudio Pitbull e Lulinha deverão começar como titulares.

No Fluminense, o único desfalque é Thiago Neves. Convocado pela seleção brasileira, o meia deixa aberta a vaga para disputa entre Wagner e Rafael Sóbis. Com 62 pontos, seis a frente do segundo colocado, o time carioca busca a vitória para se manter com boa vantagem na competição. Fred, artilheiro do campeonato junto com Bruno Mineiro, é a principal esperança do time das Laranjeiras.

O jogo será disputado no estádio de Pituaçu, às 19h30, e será arbitrado por Raphael Claus.

Por Augusto Cesar


No próximo Sábado, o atacante estrela da Vila, não poderá entrar em campo para enfrentar o Internacional, pois cumpre suspensão automática, após expulsão ocorrida na partida contra o Grêmio.

Ainda de acordo com o portal de esporte do R7, sem um dos principais ídolos do time, o Santos repete a estratégia adotada há 10 dias, em jogo contra Portuguesa, vendendo ingresos a R$1,00, para sócios e acompanhantes. Assim, pretende lotar a Vila Belmiro, mas vale lembrar que o preço promocional é apenas para a arquibancada.

Os demais setores continuam com o mesmo preço, e a exemplo da promoção anterior, não terão seus valores reduzidos.

Os ingressos já estão disponíveis no site www.sociorei.com.br, e poderão ser adquiridos neste endereço virtual, até às 14hs de sexta-feira, véspera do jogo.

Para aqueles que não são sócios, as compras poderão ser feitas na bilheteria da clube, e nos postos autorizados da baixada santista e da capital paulista.

Na última ocasião em que a diretoria realizou esta promoção, também para compensar a ausência de Neymar que cumpria outra suspensão, o peixe não foi feliz e perdeu com placar de 3 a 1.

Desta vez, seus torcedores esperam que jogando em casa, a equipe tenha mais sorte do que no dia 22 de Setembro, no Pacaembu, e placar seja bem diferente.

Por Stefania Cardoso


Depois de perder para o Avaí, por 2 a 0, o líder Vitória volta a campo neste sábado, 06/10, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O time recebe o ABC de Natal, e busca se distanciar novamente dos concorrentes na competição. Após o revés em Florianópolis, o vice líder Criciúma se aproximou, e agora a diferença do primeiro para o segundo colocado é de apenas dois pontos.

A derrota na última rodada foi a primeira do time baiano no segundo turno e encerrou uma série de onze partidas de invencibilidade. Mas a equipe pretende não se abater. O objetivo é vencer o ABC, se aproximar do acesso e do título da Série B.

Do outro lado, o ABC vem de um empate, em casa, diante do ASA de Arapiraca, em 1 a 1. O time está invicto a três jogos e quer se distanciar o máximo possível da zona do descenso. Mas, por enquanto, o rebaixamento não preocupa tanto. Com 33 pontos, o time ocupa a 14ª colocação, mas ainda é de oito pontos a diferença para aquele que hoje seria o primeiro a cair, o Guaratinguetá.

Mas o jogo deste sábado não será fácil. No primeiro turno, mesmo jogando em Natal, o Vitória levou a melhor, 1 a 0.

Por Paulo B.


Paraná Clube e Boa Esporte fazem campanhas de razoáveis para ruins, no Campeonato Brasileiro da Série B. Ocupando respectivamente a 12ª e 13ª posições na competição, os times entram em campo na próxima sexta-feira, 05/10, no estádio do Melão, em Varginha, Minas Gerais.

Por enquanto, as equipes não chegam a se preocupar com a zona de rebaixamento, com uma diferença de dez pontos para o primeiro a cair. O Guaratinguetá tem 25 pontos. Entretanto, vencer ajuda a chegar a zona de segurança e não correr mais riscos de terminar a temporada na terceira divisão.

O Paraná encerrou uma série de três jogos sem vencer ao passar pelo São Caetano, no Durival de Brito, por 2 a 1. No entanto, o time venceu apenas duas das oito partidas do segundo turno, o que fez os paranistas perderem a esperança no acesso a Série A. O time também trocou de treinador.

O mesmo acontece com o time do Boa Esporte, que não conseguiu alcançar a regularidade. Perdeu cinco, dos últimos oito jogos.

No primeiro turno, pela nona rodada, melhor para os paranaenses, que venceram por 2 a 0.

Por Paulo B.


A derrota para o Corinthians no clássico continua rendendo prejuízos ao Palmeiras. Na partida em que o time perdeu para o rival, alguns torcedores atiraram copos no gramado e quebraram algumas cadeiras do estádio. Assim, o Palmeiras foi enquadrado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Julgado nesta sexta-feira, a equipe paulista sofreu uma punição de R$40 mil, além da perda de quatro mandos de campo. Tendo apenas cinco jogos em casa até o fim do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras só voltará a atuar na cidade de São Paulo na penúltima rodada, contra o Atlético-GO.

O restante das partidas, contra Coritiba, Cruzeiro, Botafogo e Fluminense, ainda não têm local definido. As cidades favoritas para receber as partidas são Araraquara e Ribeirão Preto. É bem provável que o confronto contra os paranaenses seja na primeira citada, na arena da Fonte Luminosa. O anúncio dos locais deve ser feito em breve pela diretoria palmeirense.

Quem também sofreu punição foi o atacante Luan. Expulso ainda no primeiro tempo da mesma partida, o atacante levou um gancho de três jogos e desfalca o Palmeiras nos próximos compromissos da equipe.

Por Augusto Cesar


Durante muitas rodadas, a partida a menos do Atlético Mineiro foi usada como justificativa pela perda da liderança da equipe do técnico Cuca para o Fluminense, no Campeonato Brasileiro.

Mas na última quarta-feira, os torcedores atleticanos começaram a desconfiar de que o título está cada vez mais longe. Depois de perder para o Flamengo por 2 a 1, o Galo tenta se recuperar agora e vai a São Paulo enfrentar a Portuguesa, neste sábado, no estádio do Canindé.

A derrota manteve o time quatro pontos atrás do líder Fluminense, e ainda teve um gostinho especial para os torcedores do rubro negro, que  viram Ronaldinho Gaúcho ficar apagado durante o jogo. O craque esteve no Flamengo até o meio do ano, quando se transferiu para o clube mineiro, e entrou na justiça para receber salários atrasados.

O técnico Cuca reclamou muito da arbitragem, e disse que o time não foi bem no primeiro tempo, e que quando se recuperou e conseguiu o empate, o gol de Liedson, sacramentou o resultado. Mas o treinador está confiante e acredita que a partida contra a Lusa pode marcar uma virada.

Na 13ª colocação, o time do técnico Geninho quer fazer valer o fator casa para espantar de vez os receios do rebaixamento. A Portuguesa está apenas cinco pontos a frente do primeiro a cair.

Por Paulo B.


O jogo adiado da 14ª rodada ganhou grande importância para a data de hoje. Enquanto o Flamengo precisava vencer para se afastar da zona de rebaixamento, o Atlético precisava da vitória para voltar a encostar no Fluminense, que ultrapassou o Galo nas últimas rodadas e abriu 5 pontos de vantagem. E quem se deu melhor foi o Flamengo. Jogando em casa, o time carioca conseguiu vencer e afastou de vez o fantasma da zona da degola.

Para marcar o reencontro de Ronaldinho com a torcida do Flamengo, o Engenhão estava cheio. Com 30 mil apitos para atormentar o antigo camisa 10, os torcedores flamenguistas fizeram sua parte o jogo todo. O time, em campo, correspondia.

Logo no começo da partida, Love e Cleber Santana tiveram boas chances para o time da casa. Sem ser incomodado, o Flamengo ia comandando a partida. E, aos 20 minutos, com um golaço de meia bicicleta de Vagner Love, o time carioca abriu o placar. Sem conseguir criar jogadas, o Galo só veio a aparecer nos minutos finais, com chances de Richarlyson e Jô. O placar, porém, não foi alterado.

Com um pensamento totalmente diferente no segundo tempo, o Galo veio com tudo. No primeiro lance, o time mineiro já assustou o Flamengo. Aos 4, Jô mostrou oportunismo e empatou a partida: 1×1. Com o gol sofrido, o time da Gávea acordou.

Com isso, aos 11 minutos, passou novamente a frente. Liedson, após boa jogada de Wellington Silva, decretou o 2×1. O mandante, então, passou a não ter pressa no jogo. O Galo, por sua vez, buscava o ataque de todas as formas. Ronaldinho comandava e tentava ajudar. Em uma jogada, muita reclamação com o árbitro por não marcar um suposto pênalti.

Após a polêmica, o clima esquentou. Réver deu uma cotovelada em Cáceres e acabou expulso de campo. O ritmo do jogo não caiu. Cleber Santana acertou a trave pelo lado do Flamengo. Pelo lado do Galo, Ronaldinho e Guilherme tiveram boas chances para marcar. Por último, Carlos César teve a chance de empatar, mas Felipe defendeu e garantiu a vitória do time de Dorival Júnior.

Com os 3 pontos, o Flamengo chega a 34 pontos e assume a 10ª posição. O Galo, agora com o mesmo número de jogos dos outros times, está em 2º com 52, quatro a menos que o líder Fluminense.

Por Augusto Cesar


Mais uma vez o estádio dos Aflitos será a arma do Náutico no Campeonato Brasileiro. Pela vigésima sétima rodada da competição, os pernambucanos recebem o lanterna Atlético Goianiense, neste sábado 29/09, e buscam se afastar da zona do rebaixamento. O time está na 13ª colocação com 31 pontos, apenas quatro a frente do Sport, que hoje seria o primeiro a cair.

O time do técnico Alexandre Gallo vem de derrota. A equipe perdeu para o líder Fluminense, em Volta Redonda, por 2 a 1. Mas jogando em Pernambuco, o retrospecto é melhor. Uma rodada antes, o time havia vencido o vice líder Atlético Mineiro.

Do lado do Atlético Goianiense, as chances de rebaixamento são maiores a cada rodada. O time não consegue emplacar uma sequência de vitórias e, hoje, está oito pontos abaixo do Coritiba, o primeiro time a escapar da degola. Depois de vencer o Fluminense fora de casa, na 25ª rodada, o time voltou a ser derrotado. No domingo, o Flamengo fez 2 a 1, em pleno estádio Serra Dourada.

No primeiro turno, o Náutico não tomou conhecimento dos goianos, mesmo jogando fora de casa. Vitória por 1 a 0 em Goiânia. 

Por Paulo B.


O Atlético Paranaense não quer deixar o pelotão da frente escapar e segue sua perseguição neste sábado, 29/09, contra o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Quinto colocado com 46 pontos, três a menos que o quarto colocado São Caetano, o Furacão é a equipe mais próxima do G4 e a campanha do segundo turno o credencia a entrar no pelotão da frente.

O time conseguiu uma invencibilidade de nove partidas, mas foi freado pelo Goiás, na penúltima rodada, resultado que gerou a diferença de três pontos para os goianos. Porém, na última rodada, os paranaenses retomaram a arrancada e voltaram a vencer, ao passar pelo Ceará por 2 a 1.

O adversário da 27ª rodada está na zona de rebaixamento com 21 pontos. Mas, que vem de vitória em cima do América Mineiro, por 2 a 0. O resultado animou o time paulista que ainda acredita nas chances de escapar da degola.

Para isso, uma sequência de vitórias é fundamental, tendo em vista que a diferença para o primeiro a escapar é de sete pontos.

No primeiro turno, Bragantino e Atlético ficaram no empate, 0 a 0.

Por Paulo B.


Em busca de retomar a reabilitação no Campeonato Brasileiro da Série B, o Guaratinguetá tem uma difícil missão na noite desta sexta-feira, 28/09, no estádio Martins Pereira.

A equipe, que vinha de duas vitórias seguidas e estava próximo de sair da zona de rebaixamento, foi derrotada para o Avaí, ficando com 25 pontos, na 17ª colocação. Agora, o adversário será nada mais nada menos que o Goiás, um dos melhores times da competição.

E os goianos também buscam se recuperar de um resultado negativo. Na última rodada, no confronto entre os times que disputam o título da Série B, o Goiás foi derrotado por 3 a 1 para o líder Vitória, que ampliou a liderança e chegou aos 57 pontos. Já a equipe esmeraldina permanece em terceiro, com 49, empatado com o quarto colocado, São Caetano.

Além disso, a distância entre o Goiás e o quinto colocado, Atlético Paranaense,  é de apenas três pontos, sendo assim, é fundamental vencer para se manter entre os quatro que garantem a vaga para a Série A.

No primeiro turno, no estádio Serra Dourada, Goiás e Guaratinguetá não passaram de um empate em 1 a 1.

Por Paulo B.


A torcida do Paraná Clube tem com que se preocupar no Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe que começou a competição com chances de acesso, sob o comando do técnico Ricardinho, caiu de produção e começa a temer o rebaixamento para terceira divisão. E a próxima rodada não será fácil, o time recebe o São Caetano, quarto colocado do campeonato e que vem embalado depois de vitória sobre o CRB, por 3 a 2.

A situação dos paranistas é complicada. Nos últimos dez jogos, a equipe que hoje tem o comando de Toninho Cecílio venceu apenas uma partida, contra o Bragantino por 2 a 0. Na última rodada nova derrota, desta vez, para o Joinville por 3 a 1. O novo treinador espera afastar a má fase e terá toda a semana para preparar o grupo.

Já o azulão está empolgado. Permanece entre os quatro melhores que conseguirão o acesso e o técnico Émerson Leão está em boa fase. São três vitórias consecutivas e três pontos de diferença para o quinto colocado.

O jogo entre Paraná e São Caetano acontece nesta sexta-feira, 28/09, no estádio Durival de Brito. No primeiro turno, na cidade do ABC, os times não saíram do empate por 1 a 1.

Por Paulo B.


A liderança está mantida. Tendo entrado em campo buscando esse objetivo, o time do Fluminense conseguiu alcançar sua meta. Não tão fácil quanto gostaria, mas mesmo assim obteve uma importante vitória, que não deixa o Galo ultrapassá-lo na tabela.

Com os retornos de suas estrelas, Deco e Fred, o Fluminense esperava encontrar um jogo mais fácil. Nada disso. Por quase todo o primeiro tempo, as melhores chances foram do Náutico. Quase. Se Kim, Rogério e Patric não conseguiram encontrar as redes, Leandro Euzébio conseguiu.

Aos 42 minutos, quando parecia que o placar não sairia do zero na primeira etapa, o zagueiro do time carioca marcou, após cobrança de escanteio de Deco e desvio de Fred. E se o gol já foi uma surpresa, pelo fato do time não estar jogando bem, o segundo, 4 minutos depois, foi uma premiação pela eficiência. Fred recebeu de Thiago Neves e decretou o 2×0 no placar.

Atordoado com os dois gols repentinos, o Náutico não conseguia se encontrar na volta para o segundo tempo. As 3 melhores chances até a primeira metade da segunda etapa foram do tricolor carioca.

O Náutico só veio aparecer com perigo aos 36 minutos, e foi fatal. Kim chutou e diminuiu o placar. Animado com o gol, o Náutico tentou pressionar o Flu nos minutos finais.

Aos 42, um lance que gerou muita reclamação. Kim cabeceou e Cavalieri fez grande defesa. No rebote do mesmo lance, Kim foi claramente derrubado por Gum dentro da área, mas o árbitro, incrivelmente, mandou o jogo seguir. Isso foi o golpe final nas expectativas do Timbu, que não teve mais forças para chegar ao empate.

Agora com 56 pontos, o Fluminense continua sendo o líder do campeonato. O Náutico, por sua vez, segue com 31, na 12ª colocação

Por Augusto Cesar


De todos os jogadores do elenco atual do Palmeiras, Marcos Assunção é um dos que ganhou maior identificação com o torcedor. E no momento em que a equipe está empatada na penúltima posição do Campeonato Brasileiro, com sérios riscos de ser rebaixada, é ele quem segura a bronca e concedeu entrevista nesta quarta-feira (19/09), em Itu (SP).

Dentre as afirmações do jogador a imprensa, ele desejou boa sorte ao novo treinador Gilson Kleina e afirmou confiar no comandante na reta final do campeonato. "Vamos ajudá-lo o máximo que pudermos", afirmou o atleta. E essa ajuda pode estar nos pés de Assunção. Pelo menos é o que ele tem feito desde que chegou ao Palmeiras.

As cobranças de falta do jogador se tornaram fundamentais em todos as partidas da equipe como, inclusive,  a final da Copa do Brasil contra o Coritiba. Porém, o jogador se contundiu e, sem ele, a equipe não conseguiu se recuperar na tabela. Na visão dele, agora, é importante ter atenção redobrada na defesa.

"Não podemos mais falhar", disse. A solução é jogar como time pequeno e conseguir aproveitar o erro do adversário, para voltar a vencer no Brasileirão. "É hora de aproveitar cada detalhe".

Por Paulo B.


Dez pontos separam o Santos da zona de classificação para a Libertadores. Mas o time do técnico Muricy Ramalho ainda acredita em sucesso no Campeonato Brasileiro. Para isso, é fundamental vencer o clássico contra a Portuguesa, neste sábado (22/09), no Pacaembu.

Do lado da lusa, o objetivo é apagar o péssimo desempenho apresentado contra o São Paulo, na última rodada, e, principalmente, espantar cada vez mais o perigo da zona de rebaixamento.

O alvinegro praiano vem de vitória fora de casa contra o Coritiba, em grande atuação de Neymar. O atacante, que está na seleção brasileira para disputar o Superclássico das Américas contra a Argentina, fez uma grande partida e garantiu a virada no estádio Couto Pereira. Foi a segunda vitória seguida do time (antes havia vencido o Flamengo), que chegou aos 33 pontos e está entre os 10 melhores da competição.

E o craque santista deve estar ainda mais endiabrado. Foi de Neymar o gol que deu a vitória ao Brasil sobre a Argentina, nesta quarta-feira.

Ao contrário da Portuguesa, que vem duas derrotas seguidas e espera reverter isso neste sábado. O time do técnico Geninho está com 29 pontos e a 14ª colocação. No primeiro turno do campeonato, pela sétima rodada, Portuguesa e Santos não saíram do zero no placar (0 a 0), no Canindé.

Por Paulo B.


Depois de vários dias e muitas negociações frustradas, o Palmeiras finalmente anunciou seu novo técnico.

Trata-se de Gilson Kleina, que vinha fazendo bom trabalho na Ponte Preta. Antes dele, o Verdão havia especulado os nomes de Emerson Leão, do São Caetano, Jorginho, do Bahia, Dorival Júnior, do Flamengo, e Paulo Roberto Falcão, hoje sem clube. Sem ter conseguido nenhuma conversa satisfatória com algum desses citados, o time alviverde voltou a conversar com o técnico da Ponte e, pagando a multa rescisória, conseguiu fazer o acerto.

Depois da demissão de Felipão, espera-se que o novo técnico ocasione uma reviravolta imensa para fazer com que o clube consiga escapar do rebaixamento, o que vem preocupando seriamente não só os jogadores, mas também a torcida, que já começa a fazer protestos violentos contra a fase da equipe.

Com um contrato até o fim de 2013, Kleina precisará arranjar uma solução imediata para afastar o time da crise e, posteriormente, começar a planejar a Libertadores de 2013.

Atual campeão da Copa do Brasil, o Palmeiras encontra-se na penúltima posição do campeonato, com o mesmo número de pontos do lanterna. A situação é crítica, mas nada que pudesse afastar o interesse do treinador no trabalho, que pode comandar a equipe já neste sábado, contra o Figueirense. 

Por Augusto Cesar


As coisas não estão boas para o lado do Estádio do Beira Rio, em Porto Alegre (RS). Além do arquirrival Grêmio estar bem na tabela, o empate contra o Sport, em casa, na última rodada do Campeonato Brasileiro fez o clima esquentar entre o treinador Fernandão e a equipe.

O técnico criticou publicamente seus jogadores que teriam jogado de salto alto contra os pernambucanos.

Com 37 pontos, o time é o sétimo e está seis pontos atrás do Vasco, quarto colocado, e que hoje seria o primeiro a se classificar para a Libertadores. É com esse clima de tensão que o Inter recebe o Bahia, no próximo domingo, às 18h30, pela 26ª rodada.

E o adversário não é dos melhores para uma reabilitação. O Bahia vive seu melhor momento no Campeonato Brasileiro. São sete jogos de invencibilidade, com grandes resultados em cima de Vasco, São Paulo, Atlético Mineiro e Santos.

Na última rodada, o time venceu o Figueirense, por 2 a 1, e chegou aos 31 pontos, na 13ª colocação, dentro da zona de classificação para a Copa Sulamericana.

No primeiro turno, quando o colorado vivia um clima menos hostil e o Bahia estava na zona de rebaixamento, as equipes se enfrentaram em Pituaçu, mas não saíram do empate em 1 a 1.

Por Paulo B


Apenas cinco vitórias em 25 partidas disputadas no Campeonato Brasileiro. Essa é a campanha de Figueirense e Palmeiras que se enfrentam na próxima rodada da competição. Ambos na zona de rebaixamento, o jogo entre 18º e o 19º serve para trazer de volta a esperança de permanecer na Série A. No entanto, ambos estão distantes do Flamengo, que hoje seria o primeiro a escapar.

O Figueirense está há seis pontos da escapatória e o time perdeu um confronto direto contra o Bahia, na última rodada, por 2 a 1. O resultado manteve a equipe catarinense com 22 pontos, e a segunda pior defesa entre os 20 clubes do brasileiro.

No lado do Palmeiras, as dificuldades não param de crescer. Depois de dispensar o técnico Luis Felipe Scolari, o alviverde somou a terceira derrota seguida e, de quebra, perdeu para o maior rival, 2 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu. A equipe ainda não apresentou o novo treinador e Narciso treina o time interinamente.

Além disso, os resultados deixaram o Palmeiras na penúltima colocação, empatado com o lanterna Atlético Goianiense, com 20 pontos.

Todos esses quesitos fazem da partida do próximo sábado (22/09), no Orlando Scarpelli, um jogo do desespero. No primeiro turno, os palmeirenses levaram a melhor, 3 a 1 em Barueri.

Por Paulo B.


O destaque da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B é o confronto entre o líder Vitória, com 54 pontos, e terceiro colocado Goiás, 49, que se enfrentam neste sábado (22/09), no estádio do Barradão, em Salvador.

Equipes que já fizeram bonito na elite do futebol, hoje tentam retomar o caminho das glórias no futebol nacional.

Os baianos vêm de empate sem gols contra o Guarani, em jogo disputado em Campinas. Mesmo assim, a diferença para o segundo e terceiro colocado ainda é de seis pontos, e ninguém duvida que o time deve ser um dos quatro a subir para a primeira divisão.

Boa campanha e fruto também de dez  jogos de invencibilidade. A última derrota foi ainda no primeiro turno, na 15ª rodada para o Bragantino.

Mas os goianos também vivem grande fase. São três vitórias seguidas e cinco jogos sem perder. A última partida, contra o Atlético Paranaense, a equipe esmeraldina conseguiu se impôr e vencer por 3 a 2.

Mas o confronto promete. Se depender, ao menos da primeira fase, teremos muitos gols. Na partida disputada em Goiania, o Goiás levou a melhor, em grande jogo. 4 a 3.

Por Paulo B.


O Santos passa por um momento delicado no Campeonato Brasileiro de 2012. Após conquistar o Campeonato Paulista no início do ano, a diretoria e os torcedores tinham grandes expectativas para a equipe.

Apesar disso, o time não correspondeu e, atualmente, encontra-se em uma posição intermediária na tabela, com pequenas chances de classificação para a Copa Libertadores da América de 2013. A equipe da baixada apresenta 33 pontos acumulados em 25 rodadas, figurando no décimo lugar com aproveitamento de 44%, o mesmo apresentado pela Ponte Preta.

Na vigésima sexta rodada do torneio nacional, o Santos enfrentará a Portuguesa com mando de campo no Pacaembu e precisa dos três pontos para ascender novamente na competição.

Pelo lado da Portuguesa, que voltou à Série A neste ano, a briga é para se manter entre a elite do futebol nacional, afastando-se da zona de rebaixamento rodada a rodada.

A Lusa está cinco pontos à frente do Sport, primeiro time do Z4, e precisa dos três pontos para evitar o descenso. Para isso, o time do Canindé conta com o goleiro pentacampeão Dida (contratado este ano) e com o artilheiro Bruno Mineiro, um dos destaques do time na competição.

O jogo ocorre no dia 22 de setembro, no Pacaembu, às 21h.

Por Marcelo Araújo


O clássico mais tradicional do futebol da capital paulista ocorre pela vigésima quinta rodada do Campeonato Brasileiro de 2012. Entram em campo Palmeiras e Corinthians, equipes de rivalidade secular que já disputaram diversos títulos importantes do futebol brasileiro.

Porém, no torneio deste ano, os clubes mostram uma situação bem diferente na tabela. O Palmeiras, que jogará em casa, está na zona de rebaixamento do torneio e, recentemente, teve o técnico Luiz Felipe Scolari demitido de seu cargo. Com isso, o Palmeiras fica com o interino até que alguém seja contratado para a função, um dos nomes mais cotados é o de Emerson Leão.

O Corinthians está na parte intermediárias da tabela, apresenta 32 pontos ganhos em 24 jogos e tem 44,4% de aproveitamento, figurando na nona posição da classificação. O alvinegro paulista vem de empate contra Ponte Preta e pretende somar três pontos contra o Palmeiras para subir na tabela. Já o clube verde-e-branco tem apenas 20 pontos em 24 rodadas, com aproveitamento de 27,8%.

O apelido do clássico entre Palmeiras e Corinthians é Derby Paulista. O jogo será realizado no estádio do Pacaembu, às 16h do dia 16 de setembro.

Por Marcelo Araújo


O Coritiba começa a respirar no Campeonato Brasileiro. Ontem, a equipe paranaense venceu a segunda partida consecutiva, passou pelo lanterna Atlético Goianiense por 2 a 1, e abriu cinco pontos de diferença para a zona do rebaixamento.

Já o time goiano perdeu mais uma em casa e segue na lanterna e cada vez mais perto da Série B – está a 10 pontos do primeiro time a escapar do rebaixamento.   Vice campeão da Copa do Brasil, o Coxa demorou para reagir no Brasileirão e sofreu, durante algumas rodadas, na zona de rebaixamento.

Mas pouco a pouco vai encontrando seu futebol. As vitórias sobre o Flamengo no fim de semana (2 a 0) e a de ontem, fizeram o time chegar aos 28 pontos e a 13ª colocação.  

As duas equipes precisavam da vitória, e logo foram pra cima. Em dez minutos, dois gols já haviam saído. Inclusive, o mais rápido do campeonato. Aos 26 segundos de partida, Robinho aproveitou saída errada da defesa goiana, e abriu o placar do jogo.

Aos 10, o Atlético empatava com Patric de cabeça.  Mas no segundo tempo, surgiu a estrela de Deivid. O atacante que estava no Flamengo com jejum de cinco meses sem marcar, desencantou, e garantiu a vitória do time do Paraná.   

O coxa agora busca manter a boa fase contra o Santos, no Couto Pereira, enquanto o Atlético tem vida durissima: recebe o líder Fluminense.

Por Paulo B.


O Vasco conseguiu espantar a má fase e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Depois de ser derrotado no fim de semana pelo Bahia por 4 a 0, o time cruzmaltino conseguiu retornar ao caminho das vitórias sobre o Palmeiras, ontem (12/09), em São Januário.

Pior para o alviverde que com a derrota por 3 a 1 caiu para a penúltima posição e segue muito ameaçado na zona de rebaixamento. Em campo, o primeiro tempo foi equilibrado. O Palmeiras abriu o placar com Luan, aos 23 minutos, aproveitando sobra de um escanteio.

Seis minutos depois, o Vasco já empatava o jogo com Tenorio, para a alegria de Marcelo Oliveira, novo treinador da equipe de São Januário e que assistia o jogo das cabines do estádio.  

Na etapa final, apesar do time paulista voltar melhor, quem deu as caras foi o Vasco que virou a partida. Nilton aproveitou chute de Juninho Pernambucano e conseguiu marcar, na primeira finalização dos cariocas no segundo tempo.

Atrás no placar, o Palmeiras foi à frente, mas em um contraataque, Juninho Pernambucano lançou Reizinho que deu números finais a partida.   Com a vitória, o Vasco chega aos 42 pontos e se consolida na quarta colocação, limite para se classificar para a Libertadores, porém ainda distante dos líderes, pois Atlético Mineiro e Fluminense venceram seus jogos.   

Na próxima rodada, a equipe de Marcelo Oliveira vai à Minas Gerais enfrentar o Cruzeiro. O Palmeiras tem vida ainda mais complicada. Clássico com o Corinthians, no Pacaembu. 

Por Paulo B.


Em um jogo como o da última quarta-feira, se enfrentaram dois times muito diferentes em todas as concepções da palavra no Campeonato Brasileiro. O Figueirense iniciou a 24ª rodada como vice-lanterna, flertando diretamente com a zona da degola e com o anseio único de recuperação o quanto antes. Já o Cruzeiro poderia até mesmo ficar colocado ao G-4 em caso de resultado positivo. Entretanto, as últimas rodadas condizem realmente com os momentos atípicos de cada um destes rivais. Resultado? 2 a 0 para Figueira e o sonho de dias melhores à frente. Já a Raposa vai descendo a ladeira.

Nos últimos dois jogos, antes deste, o time de Florianópolis acumulou um empate e uma vitória, enquanto que a Raposa saiu de campo derrotada ambas as vezes. Na escalação, também víamos a disparidade. Enquanto o técnico Márcio Goiano tentou (com as peças que tem) colocar um time para frente, o comandante do selecionado celeste entrou em campo com apenas um atacante, além de improvisações nas duas laterais.

Mesmo com as improvisações em campo, o Cruzeiro lutou. Pouco produziu, é verdade, mas tentou. Wellington Paulista teve algumas chances e poderia ter aberto o placar se tivesse um pouco mais de agilidade na hora da conclusão. Por sua vez, dos pés de Ronny (como o jogador pensante do alvinegro) eram iniciadas algumas boas armações por intermédio do time da casa. Aloísio, porém, não esteve em uma boa noite e mostrou deficiências técnicas na frente sem conseguir levar muito perigo.

Em um jogo parelho, o primeiro gol aconteceu em jogada de bola parada. Aos 34 minutos, o zagueiro João Paulo mandou um petardo sem defesa para Fábio. A pelota passou pela barreira e entrou no ângulo. No minuto seguinte, em jogada individual, Montillo tentou o empate e a bola caprichosamente resolveu passar rente a trave. Aos 45 minutos, ao tentar enfeitar, o argentino perdeu nova chance após falhar no anseio por driblar o guarda-redes adversário ao invés de definir o lance de forma objetiva.

Wilson foi um dos grandes nomes da segunda etapa. Ele salvou a pátria em boas situações criadas por Souza e Montillo. Além disso, ainda viu uma cabeçada de Wellington Paulista parar no travessão. O Cruzeiro lutava pelo empate, mas faltava a bola entrar. E a situação só piorou quando, aos 31 minutos, Léo foi expulso. E o tiro de misericórdia veio aos 40 minutos. De cabeça, Aloísio deu números finais ao duelo.

Com a vitória, o Figueira chega aos 22 pontos e segue na árdua luta para continuar na elite. Por sua vez, o time celeste mostra perda de fôlego e, estacionado nos 34 pontos, correrá em busca da retomada rumo às primeiras colocações.

Por Thiago Viana


Em confronto direto contra o Criciúma, o Goiás conseguiu empatar na pontuação com o segundo colocado, ao vencer por 1 a 0 os catarinenses, em partida disputada ontem (11/09), no estádio Serra Dourada, pelo Campeonato Brasileiro da Série B.   

Apesar de ser a apresentação de duas das melhores equipes do campeonato, o clima dos clubes era distinto. Enquanto o clube esmeraldino vinha de vitória fora de casa contra o CRB, o Criciúma amargava uma goleada em pleno Heriberto Hulse (foi derrotado por 4 a 0 para o América Mineiro, com direito a uma falha do goleiro Michel Alves). E os goianos conseguiram se aproveitar.

O time do técnico Enderson Moreira marcou logo aos três minutos, com Ramon. O tento fez com que o time do técnico Paulo Comelli tentasse reagir, mas bem postada, a defesa goiana não dava muitas chances. Mas para algo a partida serviu ao Críciuma. O goleiro Michel Alves se reabilitou e fez grandes defesas durante toda a partida.  

No entanto, não houve mudanças no placar. Agora, o Goiás encara outro confronto direto. Recebe o embalado Atlético Paranaense, que não perde há nove jogos e que goleou as duas últimas partidas. Os paranaenses estão três pontos atrás do clube esmeraldino. Já o Criciúma tem uma boa chance de se reabilitar: enfrenta o Asa, em Santa Catarina.

Por Paulo B.


Em pleno estádio Independência, o São Caetano conseguiu golear o América Mineiro por 5 a 2 e se aproximar do G4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

O destaque da partida foi Somália, que entrou no segundo tempo, quando a partida estava empatada em 2 a 2 e participou dos três lances que deram número finais a partida. O resultado deixou os paulistas em quinto, e freou a reação do América, que está no oitavo lugar, e que havia goleado o vice-líder Críciuma, em plena Florianópolis.  

O azulão, que tem boa campanha como visitante na competição, começou melhor e Fabinho abriu o placar. O América Mineiro só conseguiu reagir aos 25 minutos, quando o lateral-esquerdo Pará deixou tudo igual.

Porém, um minuto depois, Eder voltou a colocar os paulistas na frente. Depois do gol, o estádio teve problemas com falta de energia, e a partida foi paralisada. Quando as luzes voltaram ainda houve tempo para Alessandro empatar o jogo.   

No segundo tempo, o nome do jogo foi Somália. Ele entrou aos 16 minutos, deu passe para Marcelo Costa fazer o terceiro; sofreu pênalti também convertido por Marcelo Costa; e no fim do jogo teve tempo de deixar o seu, após ser derrubado mais uma vez dentro da área. 5 a 2.  

O São Caetano está empatado com o Atlético Paranaense com 43 pontos e na próxima rodada enfrenta o América de Natal, no Rio Grande do Norte. Já o Coelho joga contra o Avaí, também no Independência. 

Por Paulo B.


Dos quatro times na zona de rebaixamento, o Guaratinguetá é hoje o que tem mais esperança de permanecer na Série B em 2013. O time do interior de São Paulo voltou a vencer ontem (11/09) no campeonato e agora está a cinco pontos do décimo sexto colocado, o CRB, que seria hoje o primeiro a escapar.

Jogando no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, o time do técnico Carlos Octávio passou pelo Paraná Clube, por 2 a 0. Já os paranaenses, que vinham de vitória na última rodada, estão cada vez mais longe do G4, na décima segunda posição. 

Pressionado pela péssima campanha, o time da casa começou em cima e conseguiu abrir o placar no início do jogo, com Alemão, que aproveitou o cruzamento de Leandrinho.

Atrás no placar, o Paraná partiu para cima, mas não conseguiu passar pela defesa do tricolor do Vale. 

No segundo tempo, a partida ficou equilibrada, com chances dos dois lados, mas quem marcou foi o Guaratinguetá. Alemão marcou novamente e deu números finais a partida.

Para manter a reabilitação, o Guaratinguetá irá encarar agora o Bragantino, no estádio Martins Pereira. Já o Paraná enfrenta o lanterna Barueri, na Vila Capanema. 

Por Paulo B.


Depois de um início arrasador, o Vasco caiu na tabela do Campeonato Brasileiro e corre riscos até de sair da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2013.

Nos últimos onze jogos, a equipe conquistou apenas 10 dos 33 pontos possíveis e saiu vencedor apenas de dois confrontos (contra Sport e Portuguesa).   Os resultados negativos, somados a goleada do último fim de semana contra o Bahia (4 a 0 em pleno São Januário), levaram o técnico Cristovão Borges a pedir demissão, nesta segunda-feira (10/09).  

A equipe que disputou durante boa parte do primeiro turno a liderança da competição, vê os dois líderes (Fluminense e Atlético Mineiro) arrancarem no campeonato, enquanto Botafogo, Internacional e São Paulo, ameaçam a quarta posição do time carioca.  

Desde a derrota para o Atlético Mineiro, na 16ª rodada, a equipe começou a perder espaço e conseguiu perder cinco dos últimos oito jogos.    Para tentar se reequilibrar no campeonato e defender a quarta posição, o Vasco enfrenta o Palmeiras, que também vive momento difícil e vem de derrota por 3 a 0 para o vice-líder Atlético Mineiro. 

O jogo contra o alviverde é nesta quarta-feira (12/09) e o time cruzmaltino terá o comando interino do auxiliar técnico Gaúcho. 

Por Paulo B.


Nesta quarta-feira (12/09), o Santos e o Flamengo farão um duelo de alta importância. Acostumados a sempre serem protagonistas dos campeonatos que disputam, os dois times se enfrentam em uma nova situação. Com poucos pontos no campeonato, as duas equipes lutam contra a má fase e brigam para não se aproximarem da zona de rebaixamento.

O Santos deve contar com um reforço importantíssimo para a partida. Neymar, o craque do time, deve voltar da Seleção Brasileira e entrar para defender as cores santistas em campo. Bruno Rodrigo, que não jogou o clássico contra o São Paulo, volta de suspensão e retorna ao time titular. Ex-Fla, o zagueiro David Braz promete dar todos os avisos necessários ao treinador Muricy Ramalho, para assim tentar ajudar o Santos a sair dessa incômoda situação.

Já, no Flamengo as coisas não andam fáceis para Dorival Júnior. Com um aproveitamento muito baixo desde que chegou ao clube, o treinador tem sofrido com a falta de opções no elenco e tem mandado a campo muitos jovens, que não vêm dando conta do recado. Sem contar com o meia Renato, lesionado, Dorival tem dificuldades para montar o meio campo do Flamengo. Assim, torna mais dificil a vida do atacante Vagner Love, que segue sendo a principal esperança do time Rubro-Negro.

O duelo acontece na Vila Belmiro, às 22h.

Por Augusto Cesar


Após cinco rodadas sem saber o quão amargo era o gosto da derrota, o Grêmio voltou a flertar com o revés diante do Corinthians. O 3 a 1 sofrido acabou com a possibilidade de o time terminar o sábado na liderança do Campeonato Brasileiro. Continuando com seus 44 pontos, agora restará torcer por tropeços dos rivais que seguem a sua frente: Atlético-MG (45) e Fluminense (47).

Contra o Corinthians, a ducha de água fria veio logo nos primeiros minutos de jogo. Logo aos 5, Ralf deixou a sua marca pela primeira vez na competição. Já aos 10, foi a vez de o volante Guilherme carimbar a meta do goleiro Marcelo Grohe.

Com o placar adverso de dois gols de diferença, restou ao Grêmio ao menos descontar a fatura. Objetivo conseguido apenas aos 12 minutos do segundo tempo. Leandro, que substituiu André Lima, foi o autor do tento. Apesar de tentar pressionar o Timão, o Grêmio só assustou realmente nas jogadas de bola parada, seja escanteios ou faltas, através de Elano e Zé Roberto. Muito pouco para o time que ocupa a terceira colocação no torneio.

No fim, o gol de Giovanni deu números finais ao confronto. Kleber, o Gladiador, até que tentou diversas investidas pelas pontas. Fora visto correndo pela direita, pela esquerda e se aproximando dos armadores no meio-campo. Mas não esteve em um dia inspirado. No final da partida, lamentou o resultado. Autor de, até agora, quatro gols na competição, o jogador analisou o desfecho infeliz da noite.

"Não deu tempo para estudar o Corinthians. Tomamos dois gols e ficou difícil. Eles se fecharam e foi difícil de entrar. Diferença de dois gols é difícil de reverter. Não há anormalidade em perder para eles", salientou o craque, em entrevista ao Canal Premiere.

Por Thiago Viana


Santos e São Paulo se enfrentam pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro 2012.

O jogo será realizado no estádio da Vila Belmiro, às 16h do dia 9 de setembro. A partida é de extrema importância para o São Paulo, que necessita dos três pontos fora de casa para continuar na cola dos times que formam o G4.

O tricolor paulista está sem disputar a Copa Libertadores da América desde 2010 e precisa ficar entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão para voltar ao torneio internacional. Para isso, o Soberano vai para o Sansão contando com a experiência de Rogério Ceni, os gols de Luis Fabiano e as assistências de Jadson.

O Santos, que teve recente rusga com o São Paulo no caso da transferência de Paulo Henrique Ganso, ocupa a décima quarta posição do torneio nacional com 26 pontos acumulados em 22 rodadas.

O time dirigido por Muricy Ramalho vem de derrota fora de casa para o Fluminense (3X1), mas se mantém na zona intermediária do campeonato. Apesar da conquista do Campeonato Paulista deste ano, o alvinegro praiano apresenta uma campanha irregular no Brasileirão e pode terminar o ano sem a classificação para a Copa Libertadores da América 2013.

Por Marcelo Araújo


Último colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO sabe que a cada rodada o flerte com a Série B só aumenta. Com apenas 16 pontos ganhos, e a seis de sair da zona da degola, o Dragão não sabe o que é vencer há quatro jogos.

Nos dois próximos confrontos, porém, a situação pode melhorar ao menos um pouco diante da Portuguesa, no domingo, e do Coritiba, na quarta-feira.

O resquício de confiança se dá pelo fato de o time goiano ter conquistado ao todo 11 pontos quando atuou em seus domínios. Algo que acontecerá diante dos rivais da semana que vem, algo ocorrido em três oportunidades até agora. Ou seja, se for para vencer, a chance é maior no Serra Dourada. Já como visitante, o time não vence em nenhum dos 12 embates.

O meia Danilinho sabe que o elenco necessita dos três pontos para readquirir confiança, palavra pouco utilizada nas últimas semanas pelos discípulos do técnico Jairo Araújo.

"Dentro de casa, temos que conseguir duas vitórias de qualquer jeito. Não podemos, no entanto, entrar afoitos e sermos surpreendidos", salienta o atleta – detentor da titularidade nos últimos três duelos – ao site oficial do clube.

Como fator preocupante vale salientar que o Atlético-GO ainda não conseguiu a proeza de vencer duas vezes consecutivas pelo Brasileiro.

Por Thiago Viana


O Campeonato Brasileiro tem um novo líder. Depois de bater o Santos, o Fluminense ultrapassou o Atlético-MG e agora é o novo líder do campeonato. Os dois gols de Wellington nem foram decisivos para a conquista dos três pontos.

Após um início sonolento,  o Flu acordou depois de ser assustado com um lance envolvendo Gérson Magrão e Bill, que tiveram chances de abrir o placar para o Santos.

Foi aí que Carlinhos e Wellington Nem começaram a infernizar a zaga santista. De tanta insistência, Wellington Nem abriu o placar, aos 20 minutos, se jogando em uma bola cruzada pelo volante Jean.

Mesmo se mantendo melhor no jogo, a equipe carioca sofreu o empate. André marcou após falha do zagueiro Digão e deixou tudo igual. Com o jogo aberto a partir do gol, as duas equipes continuaram tendo chances de passar a frente do marcador, mas os goleiros estavam bem.

Mas, incrivelmente, o baixinho Wellington Nem conseguiu ganhar uma bola de cabeça e marcar um gol aos 43 minutos, fazendo com que o time das laranjeiras saísse para o intervalo vitorioso.

Para o segundo tempo, o Fluminense voltou procurando valorizar a posse de bola, enquanto o alvinegro praiano tentava chegar a frente, mas esbarrava na falta de criatividade de seu meio campo.

Cozinhando a partida, o Fluminense conseguiu marcar mais um gol. Samuel Rosa surpreendeu o goleiro e fez um gol por cobertura, quando todos achavam que ele ia cruzar. O gol foi o golpe final para o Santos, e a partir disso o jogo se enrolou até o final.

Com 47 pontos, o Flu é lider do campeonato. O Santos, com 26, ocupa agora a 14ª colocação.

Por Augusto Cesar


Cruzeiro quer vencer dentro de casa para subir na tabela.

Nesta quarta (05), acontecerá a 22° Rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. No total, serão 08 jogos que podem mudar a tabela de classificação da competição.

O líder do Brasileirão, o Atlético Mineiro, vai até Pituaçu para enfrentar o Bahia. Uma vitória fora de casa é importante para que o Galo permaneça na ponta da tabela.

Outro confronto importante é entre São Paulo e Internacional, no Morumbi. Os dois times brigam por uma melhor posição e ambos estão com 34 pontos.

Uma vitória faz com que qualquer um se situe mais próximo do G4. Embalados, Cruzeiro e Botafogo farão outro embate de destaque nesta rodada.

O Cruzeiro está com 34 pontos contra 31 do Botafogo. Para o time carioca, a vitória fora de casa é a certeza de novos ares para a equipe neste campeonato brasileiro.

Confira os jogos –

Horário – 19h30

  • Portuguesa x Coritiba: No estádio do Canindé, na cidade de São Paulo (SP).
  • Flamengo x Ponte Preta: No estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda (RJ).
  • Bahia x Atlético-MG:  No estádio de Pituaçu, na cidade de Salvador (BA).
  • Náutico x Vasco:  No estádio dos Aflitos, na cidade de Recife (PE).

Horário – 20h30

  • Grêmio x Atlético-GO:  No estádio Olímpico Monumental, na cidade de Porto Alegre(RS).

Horário – 22h 

  • Cruzeiro x Botafogo:  No estádio Independência, na cidade de Belo Horizonte (MG).
  • São Paulo x Internacional: No estádio do Morumbi, na cidade de São Paulo (SP).
  • Figueirense x Corinthians:  No estádio Orlando Scarpelli, na cidade de Florianópolis(SC).

Clique aqui e acesse na busca do Google um link para a transmissão das partidas.


De bem com a torcida, o Cruzeiro tenta nova vitória e ainda sonha com o título brasileiro de 2012. O jogo contra o instável Botafogo promete casa lotada, visto que os torcedores fizeram longas filas e acabaram rapidamente com os ingressos.

Outro ponto que motiva é a possibilidade de escalar novamente a mesma equipe, com: Fábio; Léo, Rafael Donato e Mateus; Everton, Leandro Guerreiro, Charles, Tinga e Souza; Borges e Wallyson.

Já o Botafogo, apesar da última vitória diante do Coritiba, não jogou bem e foi beneficiado com a atuação pífia do ataque paranaense. Para piorar a situação do alvinegro, Lodeiro e Jefferson vão desfalcar a equipe devido aos jogos da seleção uruguaia e brasileira, respectivamente.

Deve ir a campo com Renan; Lucas, Dória, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Jadson, Gabriel, Renato e Seedorf; Fellype Gabriel e Elkeson

Para os mais otimistas, a possibilidade de título ainda existe, até porque em 2008, o próprio Celso Roth comandava o Grêmio, que na virada do turno liderava mais 11 pontos de vantagem para o São Paulo, que acabou se consagrando campeão. Hoje o Cruzeiro está a 10 pontos do líder e rival Atlético Mineiro.

Por José Alberi


O jogo entre Bahia e Atlético Mineiro poderá ser decisivo para manter o equilíbrio ao Campeonato Brasileiro de 2012 e, depois de várias rodadas, tirar a liderança do Galo.

Caso o Atlético perca o seu jogo e Fluminense e Grêmio vençam seus jogos, o alvinegro mineiro poderá terminar a rodada em 3º lugar, mas terá um jogo a menos e poderá reassumir a liderança caso consiga a vitória diante do Flamengo em jogo adiado.

Já o Bahia, continua mostrando sua irregularidade. O time, comandado por Jorginho, jogou bem e ganhou do São Paulo sem maiores sustos ou problemas. Já o Atletico Mineiro, que perdeu para o Corinthians no final de semana, vive realidade bem diferente no segundo turno e as vitorias já são mais difíceis e as derrotas começam a aparecer.

O time de Cuca ainda mantém um desempenho espetacular jogando fora de casa e sempre é um visitante indigesto e pode criar grandes problemas para o tricolor baiano.

Vale lembrar que o Bahia estreou seu novo uniforme, com listras vermelhas e azuis e parece ter trazido boa sorte para a equipe. Sá faltou a cor branca no uniforme, que ficou com o azul como cor predominante.

Por José Alberi


Se existe um time que teria tudo para brilhar no Campeonato Brasileiro, este seria o Botafogo.

Uma série de erros de planejamento contribuíram para a queda do time, como a venda de Maicossuel, Herrera e Louco Abreu entre outros. Oswaldo de Oliveira contribuiu muito com isso, pois afirmava que o esquema adotado não compreendia o futebol de Louco Abreu e sugeriu a contratação de Rafael Marques, que se machucou e deixa o elenco sem atacantes de ofício.

Um esquema sem centroavante de ofício não está funcionando, apesar de um meio campo de extrema qualidade, mas as falhas defensivas ainda comprometem todo o planejamento.

O jogo será no péssimo gramado do Engenhão contra o Coritiba, que mostra uma evolução e vem de uma grande vitória contra o Internacional e parece ter acertado o sistema defensivo.

Será um jogo da defesa mais vazada, a do Coxa, contra um ataque ineficiente, o do Fogão, mas por outro lado, o ataque alviverde é muito bom e enfrentará uma das piores defesas do Brasileirão, pois o Botafogo não inspira confiança, nem segurança.

O Botafogo está sob muita pressão e novo fracasso pode gerar uma crise ainda maior entre torcida e jogadores, visto que nos últimos jogos a torcida grita o nome de Louco Abreu.

Por José Alberi


Reabilitação é a palavra-chave do confronto entre paranaenses e gaúchos em Curitiba, no início do segundo turno do Brasileirão 2012.

Jogando no Couto Pereira, o Coxa tenta manter a sua força, apesar de vir de uma derrota acachapante contra o lanterna Figueirense, em Florianópolis. Até a derrota para os catarinenses, o time acumulava bons resultados, mas a derrota parece ter desanimado os comandados de Marcelo Oliveira. Everton Ribeiro, expulso no último jogo, deverá ser substituído por Lincoln.

Já os colorados vêm de derrota dentro do Beira Rio para o Grêmio, o que distanciou a equipe da disputa pelo título, já que ficou a 12 pontos do Atlético Mineiro. O Internacional deve levar a campo Juan, Forlán e Leandro Damião, e certamente irá procurar a vitória. A equipe gaúcha não poderá contar com Dagoberto (suspenso) e D’Alessandro (lesionado).

O jogo promete muita disposição devido aos resultados ruins do final de semana e uma resposta ao torcedor deve ser dada. Partidas com o Coritiba normalmente são jogos de muitos gols, afinal, o time tem o segundo melhor ataque (perde apenas para o líder, Atlético Mineiro) e tem a pior defesa do Brasileirão, com 37 gols sofridos em 19 jogos.

Por José Alberi


O Santos é outro time com a volta de Neymar e quer continuar a sua recuperação no jogo contra o Bahia, na Vila Belmiro.

Muitos contestam o trabalho de Muricy Ramalho, visto que o time não demonstra força sem o craque em campo e, mesmo com Neymar em campo, o desarranjo tático é gritante. Caso a individualidade de Neymar não decidisse os jogos, é bem provável que o Santos ainda estivesse rondando a zona de rebaixamento.

Diante do Bahia, a torcida poderá mais um a vez ver o talento do craque, que já não conta mais com a parceria de Paulo Henrique Ganso, que parece desmotivado, mal fisicamente e sem vontade de jogar com a camisa alvinegra.

O Bahia vem de semana agitada. O técnico Caio Júnior pediu demissão alegando problemas particulares e quem comanda o time será o auxiliar técnico Eduardo Barroca. Fabinho e Marcelo Lomba, um dos poucos destaques do time no Brasileirão, estão suspensos por acúmulo de cartões amarelos e o Bahia terá a difícil missão de segurar Neymar.

A partida contra o Santos promete ser decisiva para o Bahia, já que uma derrota pode significar para a equipe baiana o retorno à zona de rebaixamento.

Por José Alberi


Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, que ocorre entre os dias 29 e 30 de agosto, a Portuguesa de Desportos recebe o Palmeiras no estádio do Canindé. Apelidado de Clássico das Colônias, o jogo será de extrema importância para as duas equipes, que tentam se distanciar a cada rodada da Zona de Rebaixamento.

A Lusa, comandada pelo técnico Geninho, vem de uma derrota para a Ponte Preta e almeja a recuperação no clássico paulista. No início do ano, o time do Canindé foi rebaixado do Campeonato Paulista e sofre pressão da torcida para continuar na primeira divisão do Brasileiro.

O Palmeiras, apesar de ter ganhado a Copa do Brasil, apresenta uma campanha ruim no Campeonato Brasileiro e tem mantido uma colocação muita próxima aos times que estão na zona da degola. A equipe alviverde vem de derrota contra o Santos na última rodada e espera iniciar uma reação no returno do torneio.

Na história do Clássico das Colônias, o Palmeiras leva vantagem. São 95 vitórias do time dos imigrantes italianos contra 47 da equipe de origem lusitana. Em todos os confrontos, foram 47 empates.

Por Marcelo Araújo


Vasco x Coritiba.

Vasco e Coritiba não tiveram boas atuações no final de semana e perderam seus jogos. Nesta quinta-feira (16) as duas equipes se enfrentam em partida que é válida pela 17° Rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco conta com 34 pontos e perdeu para o líder Atlético Mineiro, na última rodada. Uma vitória hoje é de extrema importância para continuar perto do ponta do Brasileirão.

No Coxa, o time está com apenas 15 pontos, perdendo os seus três últimos jogos que disputou. Hoje ele se encontra na zona do rebaixamento e precisa de, no mínimo um empate para sair da zona da degola.

Os dois times se enfrentam no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, a partir das 21 horas (horário de Brasília).

Cristóvão Borges do Vasco deve fazer algumas mudanças no time. Ele não poderá contar com o atacante Éder Luís, lesionado, nem com seu substituto, o equatoriano Tenório, que se machucou na panturrilha.

No lado do Coxa, o técnico Marcelo Oliveira não terá o zagueiro Emerson, os atacantes Leonardo e Everton Costa, que foram vetados pelo departamento médico, ficando fora do time.

Porém, o treinador poderá contar com a volta de William, Rafinha e Robinho, que cumpriram suspensão na última rodada.

Confira a ficha técnica –

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de agosto de 2012 (Quinta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Teixeira (BA) e José Carlos dos Santos (BA)

VASCO: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Fabrício e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Felipe; Carlos Alberto e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges

CORITIBA: Vanderlei, Ayrton, Pereira, Escudero e Lucas Mendes; Junior Urso, William, Gil (Robinho) e Rafinha; Roberto e Anderson Aquino
Técnico: Marcelo Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: