Modelo irá custar R$ 2,6 mil a partir de outubro deste ano.

Uma boa notícia para os gamers foi anunciada pela Sony no dia 2 de setembro, o valor do Playstation 4 fabricado no Brasil será de R$ 2.600,00. O novo valor começa a valer a partir de outubro, portanto se você está pensando em comprar vale a pena esperar mais um pouco.

Quando o valor do Playstation 4 no Brasil foi anunciado no final de 2013, a indignação dos consumidores viralizou em memes pelo Facebook e pegou mal para a Sony que havia prometido concentrar esforços para diminuir o valor de R$ 4.000,00 mas na época não conseguiu e culpou os impostos decorrentes dos produtos importados. As piadas foram tantas que até nos protestos pelas ruas do Brasil era possível encontrar cartazes, na maioria das vezes elaborado por jovens, pedindo a diminuição do valor do Playstation 4.

A fabricação do PS4 no Brasil foi uma surpresa que agradou os gamers e foi revelada em junho deste ano durante a feira de games internacional E3 2015. A fábrica da Sony está localizada em Manaus.

Vale lembrar que mesmo o preço tendo abaixado o PS4 continua mais caro que o XBOX ONE, que custa atualmente R$ 2.000 na versão que vem desacompanhada do Kinect e que um dos únicos diferenciais financeiros que as marcas possuíam se extinguiram com o lançamento do PS4, que agora também cobra uma taxa para os usuários jogarem online, a PSN PLUS, onde o pagamento pode ser mensal, trimestral ou anual.  Caberá aos gamers decidirem qual console comprar de acordo com o título dos jogos que são comercializados exclusivamente para cada console.

A Sony afirmou que irá verificar a possibilidade de exportação dos PS4  fabricados aqui no Brasil para outros países da América Latina.

Mesmo com o valor ainda um pouco salgado a iniciativa deve ser reconhecida, afinal, sabemos que o Brasil é um dos países que mais cobra impostos no mundo e que, portanto, ter a fábrica da Sony no nosso país praticamente acaba com a possibilidade de termos que encarar novamente esse valor abusivo, ao menos para o PS4. 

Por Beatriz Duarte

PS4 brasileiro

Foto: Divulgação


Começou nessa quarta-feira, dia 10 de dezembro de 2014, o Torneio Internacional de Futebol Feminino, sendo realizado em Brasília, no estádio Mané Garrincha.

O torneio tem a participação de quatro seleções: Brasil, Argentina, China e Estados Unidos. Ele é uma preliminar e uma preparação para a Copa do Mundo Feminina da FIFA Canadá 2015, assim como para as Olimpíadas que serão realizadas no Rio de Janeiro em 2016.

O torneio, que teve sua primeira edição no ano de 2009, começou com o jogo entre China e Estados Unidos, acabando em empate por 1 x 1.

Logo após o jogo inicial, a Seleção Brasileira entrou em campo contra a Argentina, em um clássico das Américas.

O jogo iniciou com o Brasil bastante ofensivo, mostrando sua superioridade sobre as adversárias logo nos primeiros momentos. Como já era esperado, a torcida ficou bastante animada todas as vezes que a Marta, grande craque do time, tocava na bola.

A Seleção Brasileira saiu na frente, com o primeiro gol saindo aos 13 minutos, com uma jogada de cabeça de Debinha. A seleção continuou pressionando e a goleira Luciana do Brasil não teve quase nenhum trabalho. O segundo gol do jogo veio de uma cobrança de falta de Maurine, que deixou Formiga para completar de cabeça e fazer 2 x 0 para o Brasil.

Formiga, que foi homenageada no início da partida, está completando 20 anos de história na Seleção Brasileira.

Na volta do intervalo, logo no segundo minuto de jogo, Marta teve uma grande chance de aumentar o placar, mas pegou mal na bola e chutou para fora. Porém, o terceiro gol saiu apenas aos 32 minutos, com uma roubada de bola de Beatriz, que passou para Raquel. A ideia da jogadora brasileira era passar a bola para o meio da área, porém houve desvio na zagueira Barroso, cortando a goleira e entrando no gol.

Aos 36 minutos do segundo tempo, Formiga acertou um belo chute de fora da área, aumentando a vantagem para 4 x 0. Mesmo ganhando com ampla vantagem, o Brasil apertou a Argentina até o último minuto de jogo.

A Seleção Brasileira enfrentará os Estados Unidos no domingo, dia 14 de dezembro, às 18h45.

Por Rannier Ferreira Mendes

Brasil x Argentina

Foto: Divulgação


O ano de 2014 não foi muito bom para o futebol brasileiro em competições internacionais, já que o país primeiramente viu sua Seleção cair diante da Alemanha em um vexame de 7×1 na semifinal da Copa do Mundo realizada em casa.

A expectativa para a Copa era muito grande e, mesmo em meio a protestos, milhares de brasileiros vibraram com a Seleção desde o início da competição, já que essa era a chance de reescrever a história, que contava com derrota para o Uruguai na “grande final” da Copa do Mundo de 1950, que ainda não possuía o formato das Copas atuais, mas coincidentemente o vencedor da partida seria o campeão do mundo.

Na mais tradicional competição das Américas, a Copa Libertadores, o time brasileiro que foi mais longe neste ano foi o Cruzeiro, que chegou até as quartas de final e perdeu para o San Lorenzo, que acabou se consagrando campeão do torneio.

Os outros representantes eram o Atlético-MG, que no momento era o atual campeão, e o Grêmio, que ficaram nas oitavas de final. O Botafogo, o Flamengo e o Atlético-PR não chegaram a passar da fase de grupos.

Ainda ocorrendo, a outra competição internacional que incluiu clubes brasileiros foi a Copa Sul-Americana, com apenas um clube nacional chegando até a semifinal, o São Paulo, que infelizmente perdeu em uma decisão de pênaltis contra o Atlético Nacional da Colômbia. O primeiro jogo da final, que aconteceu entre o clube colombiano e o argentino River Plate acabou em 1×1, o que deixou o placar tudo igual para a grande final no dia 10 de dezembro.

Apesar de internacionalmente o futebol não ter brilhado, a Copa do Mundo reviveu o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. As decisões aconteceram até as últimas rodadas, com times altamente competitivos, o que deixa uma boa esperança para 2015.

No ano que vem, o Brasil contará com 5 clubes na Libertadores, além da possibilidade de redenção da Seleção Brasileira na Copa América, que começará em junho de 2015. O brilho dos boleiros do Brasil ainda não está perdido, aliás, está longe disso, pois não é à toa que somos considerados o “país do futebol”.

Por Rannier Ferreira Mendes

Bola


A Seleção Brasileira disputou nessa terça-feira, dia 18 de novembro de 2014, seu último jogo do ano, em uma atuação bastante discreta contra a Áustria. A partida aconteceu no Estádio Ernst Happel, em Viena (Áustria), começando às 16h (horário de Brasília).

O Brasil, que veio de uma sequência de vitórias desde o retorno do técnico Dunga à Seleção, sofreu o primeiro gol em seis jogos. Porém, conseguiu manter uma vantagem no placar no final da partida, vencendo por 2 x 1. Essa vitória fez com que o Brasil permanecesse com 100% de desempenho em partidas disputadas após o término da Copa do Mundo.

O jogo começou bastante parado, com o Brasil tocando muita bola no campo de defesa, porém conseguiu chegar poucas vezes com perigo na área do adversário. O primeiro tempo foi bem morno, com a Seleção da Áustria buscando mais jogo que os visitantes, inclusive colocando uma bola na trave após uma cobrança de falta, para assustar o time brasileiro. Logo aos 5 minutos do primeiro tempo, uma jogada curiosa aconteceu, com o camisa número 9 da Áustria, Okotie, tentando fazer um gol usando os dois braços sobre a cabeça, em uma jogada que foi vista pelo árbitro e punida com cartão amarelo. O gol só saiu aos 18 minutos do segundo tempo, após uma cobrança de escanteio de Oscar pela esquerda e uma linda cabeceada de David Luiz. Porém, essa alegria durou pouco, já que aos 28 minutos, Oscar derrubou Weimann na grande área e entregou um pênalti para a Áustria. A cobrança de Dragovic foi certeira, empatando a partida. A resposta brasileira só veio mais para o final, aos 37 do segundo tempo, em um lindíssimo chute de fora da área de Roberto Firmino, consolidando o placar de 2 x 1 e garantindo o aproveitamento de 100%  da Seleção Brasileira.

Por estar em um momento decisivo no Campeonato Brasileiro, Dunga contou apenas com atletas que atuam em clubes fora do país. Dentre os convocados, o Brasil entrou em campo com Diego Alves, Danilo, Miranda, David Luiz, Filipe Luís, Luiz Gustavo, Fernandinho, Oscar, Willian, Luiz Adriano e Neymar.

A Áustria, comandada pelo técnico Marcel Koller, começou o jogo com Almer, Klein, Dragovic, Hinteregger, Fuchs, Ilsanker, Kavlak, Harnik, Junuzovic , Arnautovic  e Okotie.

Por Rannier Ferreira Mendes

Brasil x ?ustria

Foto: Divulgação


A Seleção Brasileira de futebol entrou em campo nessa quarta-feira, dia 12 de novembro de 2014, em um amistoso internacional contra a Seleção da Turquia.

O jogo ocorreu em Istambul, no Estádio Sukru Saracoglu, casa do Fenerbahçe. Esse foi o primeiro jogo desde que o técnico Dunga assumiu novamente a seleção que ocorreu na casa de um adversário.

A seleção da Turquia não passa por um bom momento, já que está com dificuldades em seu grupo de Eliminatórias da Eurocopa e não vence em casa há dois anos. O jogo terminou em 4 x 0 para o Brasil, repetindo o placar do último amistoso contra o Japão.

O primeiro tempo começou com bastante movimentação, com ambos os times marcando bem. Neymar esteve bem marcado, mas em um belo lançamento vindo de trás, teve a oportunidade de abrir o placar para a Seleção Brasileira aos 19 minutos do primeiro tempo. A pressão do Brasil desestabilizou a zaga da Turquia, que acabou fazendo um gol contra aos 24 minutos, marcado por Kaya. Logo antes do final do primeiro tempo, aos 43 minutos, Neymar driblou os zagueiros e deixou William na cara da gol, para fazer 3 x 0 para o Brasil. Após voltar do intervalo, a seleção da Turquia tentou impor pressão, ganhando alguns escanteios, mas o gol não saiu. Aos 19 minutos do segundo tempo, Neymar marca mais um gol, fechando o placar do jogo com 4 x 0.

O Brasil, comandado pelo técnico Dunga, entrou em campo com Matheus Inácio no gol, com os zagueiros Miranda e David Luiz, os laterais Danilo e Filipe Luís, os volantes Luiz Gustavo e Fernandinho, no meio de campo Oscar e no ataque Neymar, William e Luiz Adriano como centroavante

A seleção da casa contou com Volkan Demirel como goleiro, Köybasi e Bekir Irtegün na zaga, os laterais Kaya e Mehmet Topal, Kisa como volantes, Hamit Altintop, Arda Turan e Mevlut Erdinç no meio de campo e os atacantes Tufan e Umut Bulut. O time é comandado pelo técnico Fatih Terim.

A Seleção Brasileira enfrentará na próxima semana, terça-feira, dia 18 de novembro, a Seleção da Áustria. Será o último jogo do Brasil neste ano e acontecerá em Viena, a partir das 16h30 (horário de Brasília).

Por Rannier

Brasil x Turquia

Foto: Divulgação


Está marcado para a próxima segunda- feira, 13 de outubro, o jogo da Seleção Brasileira sub-21 contra a equipe sub-23 dos Estados Unidos. A partida acontecerá no Estádio Mané Garrincha.

A partir desta terça-feira, 7 de outubro, foi liberada a venda de ingressos, sendo que estão sendo comercializadas unicamente entradas para a parte inferior do estádio. O total de bilhetes que foram disponibilizados gira em torno de 22 mil. O valor da entrada inteira (sem descontos) é de R$ 60.

Conforme o cronograma, esta será a segunda partida do técnico Alexandre Gallo no comando da seleção, a primeira será disputada nesta sexta-feira contra a seleção boliviana.

Estas partidas estão sendo realizadas como atividades preparatórias para as Olimpíadas de 2016.

Quem quiser comprar ingressos para o jogo do Brasil x Estados Unidos, poderá achar as entradas em seis pontos de venda. Se preferir, o torcedor poderá comprar as entradas pela internet através do endereço eletrônico www.bilheteriadigital.com. As entradas estão sendo vendidas nas lojas Free Corner da Gilberto Salomão, do 304 Sul, no Brasília Shopping e no Conjunto Nacional. Também há ingressos sendo comercializados na Loja do Torcedor e na Grandes Torcidas.

O jogo da seleção sub-21 do Brasil contra a seleção sub-23 dos Estados Unidos será realizado no estádio Mané Garrincha em Brasília na próxima segunda-feira, 13 de outubro às 19h.

Antes desse encontro, a seleção Brasileira enfrentará a Bolívia, o jogo será realizado na Arena Pantanal. Segundo o técnico Gallo, a seleção terá de enfrentar adversários mais perigosos no próximo ano, visto que o atraso para formar e definir a seleção sub-21 comprometeu a escolha de seleções mais poderosas ainda neste ano. A maior parte das seleções dos outros países já tinham assumido compromissos. Ainda de acordo com o técnico, para o ano de 2015 o Brasil enfrentará as seleções vencedoras de todos os continentes.

A ideia de Gallo é dar dificuldade a seleção do Brasil, justamente para desenvolver a equipe com uma considerável antecedência prévia às Olimpíadas do Rio de Janeiro.  

Por Melina Menezes

Jogo Brasil x EUA

Foto: Divulgação


Imaginar uma segunda fase com Brasil enfrentando espanhóis, italianos, franceses e argentinos até a conquista do hexacampeonato é algo para quem gosta de adrenalina e pouca facilidade. Interessante notar que tal sequência poderia acontecer, o que sem dúvidas traria caminho difícil à seleção em busca do sexto campeonato mundial.

Se o Brasil passar em primeiro lugar no Grupo A e os espanhóis na segunda posição do Grupo B, então haverá confronto entre os dois países nas oitavas de final. Interessante notar que brasileiros enfrentaram Espanha na final da Copa das Confederações, vencendo a partida por 4X1. Por outro lado, vale ressaltar que seleção espanhola é a última campeã mundial, conquista na África do Sul, em 2010.

Na sequência os brasileiros têm a chance de enfrentar os italianos, antiga rivalidade de Copa do Mundo que sempre se demonstra como adversários difíceis de serem batidos. Itália e Brasil são rivais equilibrados, com vitórias e derrotas importantes na história para ambos os lados, como nos feitos de Paolo Rossi em 1982 ou nas defesas brilhantes de Taffarel no ano de 1994.

Para brasileiros enfrentarem italianos nas quartas de final da Copa do Mundo existe a necessidade da Itália passar em segundo lugar e ganhar do primeiro colocado no Grupo C, na partida das oitavas de final. Azurra é tetra campeã do mundo, com conquistas em: 1934, 1938, 1982 e 2006, segunda seleção com maior número de mundiais, atrás apenas do Brasil pentacampeão.

Ao seguir tal caminho, brasileiros podem enfrentar a França na semifinal da Copa do Mundo 2014. Os franceses são principais vilões brasileiros, conhecidos por eliminar Brasil em três mundiais: 1986, 1998 e 2006. A seleção verde e amarela também pode enfrentar os alemães no último jogo que antecede a final.

Na finalíssima o Brasil acarreta chances de cruzar com ingleses ou argentinos. No caso de confronto contra a Argentina seria o tipo de final dos sonhos de toda a história da Copa do Mundo.

Por Renato Duarte Plantier

Brasil e Argentina

Foto: Divulgação


Sim, pode ocorrer outra final entre Brasil e Uruguai na Copa do Mundo. Nos termos práticos os brasileiros temem uma reedição do que aconteceu em 1958, quando uruguaios viraram a partida final em 2X1 e se consagraram bicampeões do mundo, em pleno Maracanã, com milhares de pessoas.

Para que Brasil e Uruguai decidam outra Copa do Mundo no Maracanã existe a necessidade de brasileiros e uruguaios passarem na primeira posição das chaves. A missão da azul celeste não é nada fácil, visto que no caminho tem Inglaterra, Itália e Costa Rica, no Grupo D, considerado como o “grupo da morte”.

Os uruguaios contam com desfalques importantes, como o caso de Luis Suárez, principal atacante do Uruguai que brilhou na temporada europeia com a camisa do Liverpool, da Inglaterra. Ele realizou cirurgia de emergência no joelho esquerdo e representa dúvida para o mundial.

Suárez indica que sente poucas dores durante o treino. Porém, a federação uruguaia indicou nota no site oficial se demonstrando preocupada com a recuperação do jogador até começar o mundial. De forma provável, Suárez entra em campo com condições físicas apenas no segundo jogo da primeira fase, quando uruguaios enfrentam ingleses na Arena Corinthians.

Lugano, um dos líderes e zagueiros da azul celeste para a Copa do Mundo disse de forma pública que, Suárez, ao Uruguai, tem maior valor do que Neymar para o Brasil, fato que demonstra a esperança que uruguaios depositam no atacante que se recupera de lesão no joelho.       

Uruguaios devem treinar em casa até domingo (6). Na segunda (7) seguem para Belo Horizonte, quando começam os treinos no país onde acontece a Copa do Mundo 2014.

O Uruguai estreia no mundial enfrentando a Costa Rica, em Fortaleza, no sábado (14).

O segundo jogo é contra a Inglaterra na arena Corinthians, quinta-feira (19).

A terceira partida ocorre em Natal contra os italianos, terça-feira (24).

Por Renato Duarte Plantier

Copa do Mundo 2014

Foto: Divulgação


De acordo com estudo da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), foram gerados R$ 20,7 bilhões na economia nacional durante a Copa das Confederações 2013, evento que serve como teste a Copa do Mundo. Os números funcionam de subterfúgios aos defensores da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014.

A nota publicada na página oficial do Ministério do Turismo demonstra os impactos que eventos da FIFA geram no país em termos econômicos. Aumentam as reservas cambiais, número de turistas, cresce o consumo do comércio, entre outras benfeitorias.

Poder público indica que R$ 11 bilhões da quantia gerada se refere de forma direta aos gastos dos turistas, eventos do COL (Comitê Organizador) e investimentos dos setores públicos ou privados. O resto do valor se equivale à renda acrescida ao PIB nacional.

Não se pode ignorar o fato de que as cidades sedes da Copa do Mundo receberam a maior parte da renda, o que se equivale em 58% do total. Em contrapartida, a quantia restante segue ao resto do país, um exemplo prático de como o evento influencia a economia em termos gerais.

Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Salvador foram cidades sedes que receberam a maior parte da renda gerada na Copa das Confederações, que aconteceu no ano passado e teve o Brasil como campeão.

O PIB no Rio de Janeiro aumentou em quase R$ 2 bilhões por causa do evento. Movimento financeiro no Estado esteve na faixa dos R$ 6 bilhões. Turistas brasileiros ou estrangeiros gastaram quase R$ 120 milhões, indica o Ministério do Turismo.

O COL contribui com valor pouco além do que R$ 500 milhões dos R$ 20 bilhões gerados na Copa das Confederações. O Comitê gastou R$ 300 milhões nos eventos, valores que não chegam perto dos R$ 9,7 bilhões da renda que o evento gerou aos cofres públicos.

Por Renato Duarte Plantier

Copa das Confedera?es

Foto: Divulgação


Um ranking elaborado com base nos resultados que cada clube brasileiro obteve nos últimos seis anos, aponta que o Corinthians é o melhor time do Brasil, com Internacional em segundo e Santos em Terceiro.

O Corinthians foi o clube que obteve os melhores resultados nestes últimos seis anos. A pesquisa é da Pluri Consultoria, que elaborou tal ranking com base no desempenho dos clubes no Brasileirão, Estaduais e torneios Internacionais, sendo atribuído um número de pontos consoante a importância de cada prova.

Desde o ano de 2008, o Corinthians somou 976 pontos nestes jogos. Confira como ficaram os outros clubes –

Internacional de Porto Alegre (756 pontos), Santos (729), Fluminense (681), Cruzeiro (573), São Paulo (549), Flamengo (513), Atlético Mineiro (500), Grémio de Porto Alegre (450) e Vasco da Gama (284).

Neste período, o Corinthians venceu títulos em todas as provas, que são os estaduais, nacionais, continentais e o Mundial de Clubes de 2012.

Futebol.

Reforços do Palmeiras para a temporada

Nesta sexta, dia 03 de janeiro, o Palmeiras anunciou 03 jogadores para o seu centenário. São eles, os atacantes Rodolfo, do Rio Claro, e Diogo, da Portuguesa, e o volante França, do Hannover (ALE).

Eles já estão treinando com o grupo do Palmeiras. Outro que deve chegar nos próximos dias é o zagueiro Lúcio, que rescindiu o contrato com o São Paulo. Além dele, mais quatro jogadores também chegam ao Porco no começo deste ano.

"Anuncio oficialmente o França, o Diogo e o Rodolfo porque são três situações já acertadas. Não falamos em nomes que estão em negociação. Não vamos nos pronunciar até ter definição", comentou José Carlos Brunoro.

Mesmo com tantas contratações, o plantel ainda não está fechado, pois a diretoria ainda não fez o tradicional discurso para os atletas no começo da temporada. O técnico Gilson Kleina também não esteve presente na reapresentação do elenco nesta sexta pela manhã.

Entre os outros reforços que estão esperados, estão Marquinhos, William Matheus e Gabriel, todos que ficaram sem contrato no último dia 31 de dezembro. O meia Bruno César está dependendo apenas da definição do valor do empréstimo e o lateral Moreira do Libertad (PAR), deve ser comprado pelo valor de R$ 3 milhões. 


O Sorteio dos Grupos de seleções que participarão da Copa do Mundo 2014 no Brasil será realizado na sexta-feira, dia 6 de dezembro de 2013, às 14h (horário de Brasília). As 32 seleções serão divididas em 8 grupos, cada qual com 4 participantes. A transmissão será realizada ao vivo pela TV aberta. Fique ligado!

O evento ocorrerá no Costão do Sauípe, localizado no litoral baiano, no município de Mata de São João. O evento custou o equivalente a R$ 20 milhões e será transmitido para 193 países. Os apresentadores oficiais do sorteio serão Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima.

Antes do sorteio só se sabe que o Brasil fará parte do Grupo A, por ser o país-sede, e será o cabeça de chave. Aliás, a partida de estreia do Brasil na Copa será no dia 12 de julho de 2014, contra o time que será sorteado para ocupar a posição “2” do Grupo A.

Os 8 grupos serão reunidos de A a H (A, B, C, D, E, F, G, H), e serão utilizados 4 potes, em que os cabeças de chave serão inseridos no pote de número 1. São ao todo 8 cabeças de chave, sendo que 7 ainda não conhecem os seus grupos. Nos potes 2, 3 e 4, entrarão todas as demais Seleções que participam da competição.

Uma regra importante é que dois times de mesma localização continental, por exemplo, não podem ficar na mesmo grupo.

Sorteio dos Grupos da Copa do Mundo Brasil 2014

Seleções classificadas para a Copa 2014

Brasil (país sede), Argélia, Costa do Marfim, Nigéria, Camarões, Gana, Bélgica, Croácia, Espanha, Alemanha, Holanda, Portugal, Suíça, Bósnia e Herzegovina, Inglaterra, França, Grécia, Itália, Rússia, Costa Rica, Honduras, Estados Unidos, México, Japão, Coreia do Sul, Irã, Austrália, Argentina, Chile, Equador, Uruguai e Colômbia.


Entre os dias 25 e 29 de outubro de 2013, será realizada em São Paulo a nova edição da feira Brasil Game Show. A grande novidade é que a empresa Nintendo não participará do evento.

Segundo o gerente geral da Nintendo na América Latina, Bill Van Zyll, a empresa não estará presente na feira porque o foco atual da Nintendo é lançar o Wii U no nosso país até o final do ano. O anúncio foi feito pelo executivo na última quinta-feira (03).

Na edição 2012 da feira BGS, a Nintendo apresentou aos brasileiros o Wii U e diversos jogos em primeiríssima mão. Na ocasião, houve muita interação e diversão, aumentando ainda mais as expectativas dos consumidores em torno da chegada do Wii U no mercado.

Mesmo sendo essa a versão dada pela empresa para justificar a ausência da Nintendo na BGS, tudo indica que a falta de títulos novos para o console e as vendas inexpressivas de famosos jogos como "Mario Kart 8" e "Super Mario 3D World", fizeram com que a Nintendo não tivesse muito o que mostrar na feira este ano.

Mesmo confirmado o lançamento do Wii U no Brasil até dezembro de 2013, maiores detalhes como o preço de venda, ainda não foram definidos.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Para o amistoso entre Brasil e Suíça, o Técnico Luiz Felipe Scolari deve convocar 18 ou 19 jogadores. A partida acontecerá no dia 14 de agosto, às 15:45 (horário de Brasília), em Basel.

A lista dos convocados será divulgada no dia 30 de julho, provavelmente, às 12:30, no site da CBF. Contra Felipão, pesa o fato de que os principais jogadores que participaram da Copa das Confederações estarão em final de férias na época em que irá ocorrer o amistoso.

O técnico afirmou que irá conversar com alguns jogadores, como fez com Luiz Gustavo e Dante, jogadores que estão se reapresentando. Ele também afirmou que vai avaliar quem está apto para jogar e vai levar em consideração determinados aspectos para formar a lista, que terá 18 ou no máximo 19 atletas.

Os integrantes da comissão técnica, Murtosa (auxiliar técnico), Carlos Alberto Parreira (coordenador técnico) e Thiago Larghi (analista de desempenho), fizeram estudos sobre as estatísticas da Seleção Brasileira no período da Copa das Confederações. O estudo, que levou em consideração a quantidade de passes errados e o número de faltas sofridas e cometidas, servirá como guia para as partidas que virão.

O amistoso será mais um teste para a Seleção encontrar o entrosamento ideal para competir na Copa do Mundo de 2014.

Por Robson Quirino de Moraes


A vitória do Brasil na Copa das Confederações fez com que os jogadores se dividissem para comemorar o resultado. O jogador Neymar, que fez um gol na partida, foi festejar a vitória com a família. O craque da seleção brasileira, que garantiu seu primeiro título na Copa das Confederações, onde o Brasil venceu a Espanha por 3 a 0, participou de uma confraternização no hotel, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Além da família, a festa teve a presença de sua namorada, a atriz Bruna Marquezine. Por lá, estiveram presentes a irmã de Neymar, Rafaella Santos, o pai do jogador e amigos. Por volta das 2h da manhã, o jogador deixou o local em uma van. O craque tem motivos até demais para comemorar, além do gol, ele também recebeu o prêmio de melhor jogador da competição.

Antes de ir embora, Neymar foi muito assediado por torcedores, onde atendeu a pedidos para dar autógrafos e tirar fotografias. Como sempre, a van teve dificuldade para sair do local. Um grupo fãs que esperavam o craque na porta do hotel foram os culpados.

Com muita educação, um segurança precisou pedir que todos abrissem caminho para que pudessem ir embora com segurança.


O Brasil sofreu, mas está garantido na final da Copa das Confederações. O jogo foi truncado, preso em marcações, um legítimo Brasil x Uruguai. No primeiro tempo, ainda no começo da partida, a equipe uruguaia teve uma penalida a seu favor. Diego Fórlan, camisa dez da celeste, foi para a cobrança e… Julio César!!!

O goleiro brasileiro fez linda defesa e salvou o time de Felipão. No fim da primeira etapa, Paulinho lançou Neymar que chutou em cima de Muslera. A bola sobrou para Fred que, batendo de canela e tudo. abriu o marcador.

No segundo tempo, porém, Cavani, aproveitando a bobeira da seleção brasileira, empatou num chute cruzado. O jogo passou a ficar catimbado, com faltas, lances duros e provocações. A torcida mineira estava tensa, até que o jovem Bernard, revelação do Atlético Mineiro, entrou em campo e levantou os torcedores.

A disputa parecia ir para a prorrogação, mas aos 40 minutos, Paulinho subiu mais que a zaga adversária em escanteio cobrado por Neymar e, numa cabeça certeira, colocou o Brasil na decisão da competição.

Julio César foi eleito o melhor jogador do confroto. A final acontecerá no Maracanã, no dia 30 de junho.

Por Madson Lima de Oliveira


Esta vem sendo a estratégia da Seleção Brasileira, confirmada pelo técnico Luiz Felipe Scolari: Definir o jogo logo nos primeiros minutos da partida. Nos três primeiros jogos da Seleção Brasileira na Copa das Confederações, o time foi totalmente invasor durante os primeiros 15 minutos. A Seleção marcou, fez falta quando a bola ameaçava ser perdida e fez gol (pelo menos contra o Japão e contra o México).

De acordo com o técnico Felipão, jogar em casa e ter a torcida totalmente a favor é mais um atributo chave. Tal animação deixa os jogadores ainda mais empolgados, com muita energia e vontade de enfrentar os adversários.

A estratégia vem funcionando bem. Contra o México, o primeiro gol saiu aos 9 minutos do primeiro tempo. Já contra o Japão, a rede balançou à apenas 3 minutos do início da partida.

Quando questionado sobre a durabilidade da estratégia dentro de campo, Felipão é direto: “Não dá para jogar 45 minutos assim", afirmou Scolari. "Num ritmo acelerado assim conseguimos jogar no máximo 15, talvez 20 minutos. E depois, por uma questão de estratégia, o adversário joga com nove atrás e dificulta demais para a gente. Temos de trazer o rival para o nosso campo para ver se encontramos espaço”.

Por Tatiane Andrade


Brasile Itália entraram em campo de olho na liderança do Grupo A da Copa das Confederações. A partida, que aconteceu na Fonte Nova, foi bastante movimentada e com muitas faltas cometidas por ambas as equipes.

O time de Felipão começou com tudo e, no primeiro minuto de jogo, Hulk já dava a primeira finalização do duelo. Os Italianos pareciam perdidos e assustados, pois erravam muitos passes. O primeiro tempo terminou com vantagem brasileira. O zagueiro Dante entrou no lugar de David Luiz machucado e, aproveitando o rebote do goleiro Buffon, fez 1×0.

A segunda etapa iniciou com equilíbrio e, em jogada rápida com passe lindo de Balotelli, a Azzura empatou com Giaccherini. Dois minutos depois Neymar, ao cobrar falta com perfeição, colocou o Brasil na frente de novo. A Itália diminuiu num lance inusitado onde, apesar de ter  marcado um pênalti em Balotelli, o árbitro deixou o lance rolar. Bonucci marcou. Antes Fred havia feito um gol para o Brasil num chute forte. O atacante ainda fez mais um, dessa vez pegando a rebatida do goleiro.

O Brasil disputará as semifinais em Belo Horizonte contra o segundo colocado do Grupo B.

Por Madson Lima de Oliveira


Foi com uma bela vitória de 3 a 0, com gols de Oscar, Hernanes e Lucas, que o Brasil venceu o amistoso contra a França e encerrou um jejum de mais de 20 anos sem triunfos sobre o rival. Este foi o último teste do técnico Luiz Felipe Scolari antes do início da Copa das Confederações, que começa no próximo sábado.

Desde que a bola rolou, o Brasil se deparou com a França se apresentando de forma bem traiçoeira: fechada e com velocidade nos contra-ataques. O primeiro tempo foi marcado por forte equilíbrio, com boas chances para ambos os lados, mas por ligeira vantagem técnica da seleção francesa.

Na etapa complementar, o Brasil voltou mais focado em busca da vitória. Não demorou para Fred cruzar e Oscar, bem colocado, chutar forte para o gol: 1 a 0.

Na reta final do jogo, a seleção brasileira ampliou. Lucas lançou para Neymar que, com categoria, acionou Hernanes. O jogador só teve o trabalho de chutar de canhota para o fundo do gol. Lucas, em cobrança de pênalti, fechou o placar em 3 a 0.

Após uma série de experiências na equipe nos últimos meses, contra o Japão, no próximo sábado, será para valer. Felipão espera conquistar com autoridade a Copa das Confederações para chegar com moral na Copa do Mundo de 2014. 

Por Júlio Abreu


Saiu nesta terça-feira, dia 14 de maio, a lista de convocados para a Copa das Confederações de 2013, que acontecerá no mês de junho em nosso país. Antes de iniciar a competição, a Seleção Brasileira ainda realizará dois amistosos com estes jogadores. Os jogos serão disputados contra a Inglaterra e a França.

Confira abaixo a lista de jogadores convocados:

  • Goleiros: Júlio César (Queens Park Rangers), Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo);
  • Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Jean (Fluminense), Marcelo (Real Madrid) e Filipe Luis (Atlético de Madrid);
  • Zagueiros: Thiago Silva (Paris Saint Germain), Réver (Atlético-MG), David Luiz (Chelsea) e Dante (Bayern de Munique);
  • Volantes: Fernando (Grêmio), Hernanes (Lazio), Luiz Gustavo (Bayern de Munique) e Paulinho (Corinthians);
  • Meias: Jadson (São Paulo) e Oscar (Chelsea);
  • Atacantes: Bernard (Atlético-MG), Neymar (Santos), Lucas (Paris Saint Germain), Hulk (Zenit), Leandro Damião (Internacional) e Fred (Fluminense).

Em relação à lista, Felipão confirmou as apostas nos goleiros, laterais e zagueiros, sem nenhuma surpresa. Mas dos volantes até o ataque, o treinador trouxe alguns nomes não muito cotados. Com respeito aos volantes, deixou Ramires fora da lista, preferiu levar Hernanes e Luiz Gustavo, provavelmente devido a maior capacidade de marcação deles. No meio, deixou de convocar Ronaldinho Gaúcho e Kaká, preferiu escalar Jadson e Bernard, dando uma cara mais jovem à Seleção Brasileira.

Por BCC


Na quarta-feira, 24/04, a seleção brasileira entrou em campo pela quarta rodada do Hexagonal final do Sul-Americano sub-17, e mesmo sem demonstrar o futebol esperado, venceu o Peru por 2 a 1 e vai para última rodada do campeonato com chances de título.

Os gols brasileiros foram marcados por Kenedy e Evandro, e de quebra o Brasil praticamente garantiu a vaga no mundial da categoria. Com a vitória o Brasil chegou aos oito pontos e é vice-líder da competição, com o mesmo número de pontos da Venezuela, porém com saldo de gols menor.

A próxima partida do Brasil será contra o Paraguai, no próximo domingo, mesmo dia em que Argentina e Venezuela se enfrentam. Com exceção ao Paraguai, estas outras três seleções citadas têm chances de título. O outro jogo da rodada será entre Uruguai e Peru, já sem chances de títulos no Sul-Americano sub-17 de 2013.

O Sul-Americano sub-17 é disputado desde 1985, e com a edição de 2013 já foram realizados 15 campeonatos. O Brasil é o maior ganhador, com um total de 10 títulos, seguido pela Argentina com 2, e Paraguai e Colômbia, com 1 "caneco" cada um.

Por Vinicius Cunha


Jogo Brasil x Argentina - Sul-Americano sub-17Brasil e Argentina se enfrentaram pela terceira rodada do hexagonal final do Sul-Americano sub-17. A partida foi muito movimentada, com chances de gols para ambas as seleções, porém ninguém conseguiu tirar o 0 do placar.

Nos primeiros 45 minutos a Argentina dominou a partida, enquanto na segunda etapa a seleção canarinho mudou a postura e teve mais chances de encontrar a vitória.

Com o empate o Brasil chegou aos 5 pontos e ocupa a terceira colocação do Hexagonal; a Argentina tem a mesma quantidade de pontos, porém tem um gol de saldo superior e é a segunda colocada.

A líder do campeonato é a Venezuela, que venceu o Peru e chegou aos 7 pontos; Uruguai com 4, Peru com 3, e Paraguai com 0 completam a classificação. O Sul-Americano sub-17 dá quatro vagas para o Mundial da categoria.

Na próxima rodada os brasileiros enfrentarão os peruanos, na quarta-feira, 24/04. Os outros dois jogos da competição serão os seguintes: Argentina x Paraguai, e Venezuela x Uruguai. Argentinos e brasileiros secam os venezuelanos.

O Brasil é o país que mais tem títulos da competição, num total de 10, a Argentina tem 2, e Colômbia e Bolívia têm 1 cada.

Por Vinicius Cunha


Felipão convocou os jogadores que defenderão a seleção brasileira em um dos últimos amistosos antes do início da Copa das Confederações; o adversário será o Chile.

A partida será realizada no dia 24 de abril, no Mineirão, em Belo Horizonte, e apenas jogadores que atuam no futebol brasileiro poderão envergar a amarelinha, pois a data não é específica para amistosos, de acordo com a FIFA.

O treinador brasileiro convocou 18 jogadores, e basicamente, Felipão chamou os mesmos jogadores que atuaram contra a Bolívia, quando o Brasil goleu o adversário por 4 a 0.

A lista, com suas poucas novidades é a seguintes:

– Goleiros: Jefferson (Botafogo) e Diego Cavalieri (Fluminense);

– Laterais: Marcos Rocha (Atlético-MG) e André Santos (Grêmio);

– Zagueiros: Dedé (Vasco), Réver (Atlético/MG) e Henrique (Palmeiras);

– Volantes: Ralf (Corinthians), Paulinho (Corinthians), Jean (Fluminense) e Fernando (Grêmio);

– Meias: Jadson (São Paulo) e Ronaldinho (Atlético-MG);

– Atacantes: Alexandre Pato (Corinthians), Leandro (Palmeiras), Leandro Damião (Internacional), Osvaldo (São Paulo) e Neymar (Santos).

A lista com os 23 convocados para a Copa das Confederações sai na primeira quinzena de maio. Os chilenos serão o quinto adversário da seleção sob o comando de Felipão, depois que este reassumiu o comando; até agora foram quatro jogos: 1 derrota, 2 empates e 1 vitória.

Por Vinicius Cunha


A seleção brasileira sub-17 entrou em campo na quinta-feira, 11/04, pela quarta vez no Sul-Americano sub-17, o adversário foi o Peru, e os comandados de Alexandre Gallo não tomaram conhecimento do adversário, fazendo 3 gols a 0, mesmo não contando com a presença de todos os titulares.

O jogo foi disputado no estádio Malvinas Argentinas, na cidade de Mendoza; com a vitória, o Brasil chegou aos 10 pontos na competição e garantiu o primeiro lugar do grupo B. As outras seleções classificadas do grupo são o Uruguai e o próprio Peru; pelo grupo A, classificaram-se o Paraguai, Argentina e Venezuela.

Os gols brasileiros foram marcados pelos seguintes jogadores: Lincoln e Caio (jogadores do Flamengo), e Kenedy (atleta do Fluminense). Curiosamente, Flamengo e Fluminense se enfrentam no próximo domingo, pela 6ª rodada da Taça Rio.

Com a classificação, o Brasil se juntará a outras 5 seleções classificadas, e todos formarão um hexagonal, onde jogarão entre si e o maior pontuador será considerado campeão.

As quatro seleções mais bem colocadas terão o direito de disputar o Mundial da categoria, que será realizado no Emirados Árabes Unidos, a partir do dia 18 de junho.

Por Vinicius Cunha


A seleção brasileira fez a penúltima apresentação antes da disputa da Copa das Confederações; venceu a Bolívia por 4 a 0, em amistoso realizado em Santa Cruz de la Sierra, que contou apenas com jogadores que atuam no futebol brasileiro.

O jogo serviu para terminar com dois jejuns: o de Felipão, que não tinha vencido desde a sua volta ao comando da seleção; e o de Neymar, que já não marcava a quatro jogos.

A partida seria em homenagem ao jovem Kevin Espada, morto durante partida da Libertadores entre Corinthians e San José, porém não houve nenhuma menção à vítima, e nem mesmo a família do jovem compareceu ao estádio.

Os gols brasileiros foram marcados por Leandro Damião, Neymar (dois) e Leandro, que estreou com a amarelinha e representou bem o Palmeiras, clube que o atacante defende. Além dos jogadores que fizeram gols, mais alguns se destacaram e podem ter garantido uma das vagas no grupo de Felipão, entre tais, os seguintes: Réver, Ralf, Paulinho e Ronaldinho Gaúcho.

No próximo dia 24 de abril, o Brasil terá a última oportunidade para definir os atletas que representarão o país no Copa das Confederações, quando enfrentará a seleção chilena, mais uma vez com apenas atletas que atuam no futebol nacional.

Por Vinicius Cunha


O técnico Luiz Felipe Scolari anunciou  a relação dos jogadores convocados para o amistoso contra a Bolívia, neste sábado, em Santa Cruz de La Sierra.

Felipão selecionou para a partida apenas jogadores que atuam no futebol brasileiro. Dentre eles, destaque para o atacante Alexandre Pato, que retorna após oito meses afastado, e Jefferson, goleiro do Botafogo que costumava ser convocado por Mano Menezes.

Osvaldo(São Paulo), Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG), Matheus Vidotto (Corinthians), Dória (Botafogo) e Douglas Santos (Náutico) são as outras novidades da convocação. As ausências notadas foram Fred, poupado pelo treinador, e Paulo Henrique Ganso, que vem tendo bom desempenho no São Paulo.

O amistoso contra a Bolívia não estava previsto no calendário de jogos da seleção brasileira, mas ocorreu para homenagear o jovem Kevin Spada, que morreu vítima de um sinalizador disparado pela torcida do Corinthians no jogo contra o San José. Parte da renda do jogo será doada à família do garoto.

No último jogo da seleção brasileira, a equipe apenas empatou com a Rússia, em 1 a 1, com gol salvador de Fred nos últimos minutos. Vencer no jogo contra a Bolívia pode trazer a tranquilidade que Felipão precisa.

Por Julio Abreu


Em jogo realizado quinta-feira, 21/03, no Estádio de Genebra, na Suíça, enfrentaram-se os países que mais venceram Copas do Mundo, Brasil e Itália, esta com quatro títulos, aquele com cinco.

A partida foi disputadíssima do início ao fim, com ambas as equipes desperdiçando várias chances de gols, porém nem só de desperdícios foi o jogo, pois cada seleção marcou dois gols e no final deu empate; para o Brasil marcaram Fred e Oscar, para a Itália os autores foram De Rossi e Balotelli.

Foi a segunda partida de Luís Felipe Scolari no comando da seleção, depois que a reassumiu, porém até o momento a vitória não veio, sendo uma derrota para a Inglaterra e o empate com os italianos.

Desde a era Mano Menezes que o Brasil não vence uma grande seleção do mundo, já totalizando seis jogos. Contra a Itália o jejum dava pintas que seria quebrado, porém mesmo abrindo dois gols de diferença no primeiro tempo, na segunda etapa a seleção canarinho não suportou a pressão e acabou cedendo o empate, quase levando a virada em várias oportunidades, que Júlio César defendeu.

Dia 25/03 o time de Felipão volta a campo mais uma vez, na oportunidade o adversário será a Rússia, em jogo a ser realizado em Londres. É mais uma chance para o treinador brasileiro observar os jogadores que têm à disposição e preparar a equipe para a disputa da Copa das Confederações.

Por Vinicius Cunha


A novela entre Santos e Cruzeiro continua. O time paulista quer o meia Montillo e está oferecendo 6 milhões de euros pelo jogador e um pacote de outros jogadores para o Cruzeiro.

De acordo com o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, os valores da negociação estão altos e o clube irá fechar o negócio dentro de suas possibilidades econômicas.

No entanto, tudo indica que as conversas entre Cruzeiro e Santos estariam adiantadas com o time mineiro desejando jogadores como o atacante Miralles, zagueiro David Braz, meia João Pedro e os volantes Henrique e Adriano.

Apesar desta sinalização, não houve a concordância do Santos com nenhum dos nomes pré-selecionados pelo Cruzeiro; além disso, é preciso ainda a definição de detalhes com Montillo sobre seus direitos econômicos com fatias pertencentes à EMS e ao banco BMG.

Por Ana Camila Neves Morais


O São Paulo Futebol Clube informou que irá assinar no início de 2013 um contrato com a Penalty que terá validade de 3 anos e irá render ao clube paulista cerca de R$33,3 milhões por ano.

Este patrocínio fica atrás apenas do contrato da Adidas com o Flamengo que possui um valor de R$38 milhões por ano.

Além deste montante de recursos para o time de futebol profissional, a Penalty irá investir a quantia de 4,5 milhões de reais em um time de futsal do São Paulo durante o período de vigência do contrato.

O novo uniforme do São Paulo contendo o nome do mais recente patrocinador do time irá aparecer pela primeira vez no dia 19 de janeiro de 2013 na partida do São Paulo contra o Mirassol pelo Campeonato Paulista.

Por Ana Camila Neves Morais


Nesta semana, Dana White – presidente do UFC 155 – divulgou que Anderson Silva irá firmar em pouco tempo mais um contrato com o evento que irá contar com um total de 10 lutas que vão acontecer durante três anos.

Dentre os adversários que Spider irá enfrentar no UFC 155 estão os lutadores Jon Jones e Georges St-Pierre.

Mas a primeira luta de Silva deve realmente ser contra o inglês Michael Bisping que, para enfrentar Anderson, deverá antes vencer Vítor Belfort pelo UFC São Paulo.

Por Ana Camila Neves Morais


Nesta semana uma notícia movimentou o clube de futebol Atlético Mineiro. A novidade do momento seria a ida do atacante Neto Berola para o Vasco em troca da vinda de Éder Luís para o Galo.

No entanto, Neto Berola disse em entrevista à Rádio Globo que ficou sabendo da história pela internet e que seu empresário não o informou sobre nada de concreto a respeito deste assunto.

Apesar de não saber de nada, o atacante do time mineiro informou que seria um prazer jogar no Vasco que é um grande time do futebol brasileiro.

Sobre o assunto o presidente do Atlético Mineiro, Alexandre Kalil, informou que está procurando a “cereja do bolo” para finalizar as contratações do time para a temporada de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


O mercado da bola no Brasil ficou bastante agitado nesta última semana, pois o presidente do Milan Adriano Galliani veio ao Brasil para resolver detalhes sobre a volta aos times brasileiros de duas estrelas de sua equipe: Robinho e Alexandre Pato.

De acordo com o dirigente, os dois jogadores pediram para sair do clube e agora Pato está próximo de vir para o Corinthians enquanto Robinho está sendo disputado por times como Santos e Atlético Mineiro depois que o Flamengo desistiu de sua contratação por achar o valor pedido pelo Milan para o passe do jogador muito elevado.

Por Ana Camila Neves Morais


O São Paulo Futebol Clube terá mais uma camisa em seu rol de uniformes. Desta vez a novidade é uma camisa toda vermelha para homenagear o estádio do Morumbi.

A sua estréia será em um jogo do Tricolor durante o Campeonato Paulista de 2013 em março do próximo ano.

Segundo Rui Branquinho, diretor de Marketing do time, esta não é uma terceira camisa oficial, mas sim uma camisa toda vermelha que será usada uma única vez quando as cadeiras do Morumbi forem trocadas.

Por Ana Camila Neves Morais


Nesta terça-feira, dia 18 de dezembro de 2012, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) realizou a premiação dos melhores atletas nacionais no ano de 2012.

O evento ocorreu no Rio de Janeiro no Teatro Municipal com um grande enfoque aos jogos olímpicos que irão ocorrer em 2016 na cidade maravilhosa.

Os grandes vencedores da festa com o título de melhores do ano foram à jogadora de vôlei Sheila e o ginasta Arthur Zanetti que ganharam o “Oscar do Esporte Nacional.”.

Por Ana Camila Neves Morais


Neste mês de dezembro começaram a ser realizadas entregas dos primeiros estádios prontos para a Copa do Mundo de 2014, mas um deles provavelmente irá atrasar os prazos definidos para este evento.

Esta situação diz respeito ao estádio do Corinthians – o Itaquerão – que vem enfrentando problemas para obter os recursos financeiros necessários para as obras.

Isto acontece porque a Odebrecht e o Banco do Brasil – empresas responsáveis pela reforma do estádio – estão com diversos impasses junto ao BNDES para conseguir os empréstimos necessários.

O grande impasse se refere às garantias dadas para a liberação do financiamento, pois a Odebrecht quer oferecer as receitas futuras do estádio e o Banco do Brasil – que está intermediando a negociação – não aceita projeção de receitas futuras como garantia que iria contra as práticas bancárias vigentes.

Em troca, a entidade bancária quer que seja dado como garantia algo físico ou uma fiança para suportar o empréstimo no valor total de R$400 milhões ou então que a Odebrecht se torne a controladora do fundo monetário com direitos sobre o estádio.

Deste modo a questão estaria resolvida, certo? Não, errado! Porque a Odebrecht não aceita nenhuma das opções disponibilizadas pelo Banco do Brasil já que é responsável apenas pela construção do estádio e que o Corinthians não abre mão de controlar o fundo monetário de seu estádio.

Diante desta situação, a Odebrecht já solicitou prorrogação do prazo para que o BNDES conceda o financiamento até 2013, sendo que a possível solução para esta história seriam os chamados naming rights do Itaquerão.

Agora é preciso aguardar e torcer para um desfecho feliz e rápido desta pendência envolvendo a reforma do estádio do Corinthians.

Por Ana Camila Neves Morais


Nesta semana, a Fifa divulgou a lista atualizada do ranking da organização para as seleções de todo o mundo.

E a seleção brasileira caiu para o 18º lugar que é considerada a pior posição do país desde o início desta avaliação em 1993.

Esta posição reflete o conturbado momento da equipe chefiada por Luiz Felipe Scolari que acumula empates e derrotas com apresentações pouco interessantes para o país pentacampeão mundial de futebol.

Nesta relação da Fifa, o primeiro lugar ficou com a Espanha seguida pela Alemanha, Argentina, Itália e Colômbia.

Por Ana Camila Neves Morais


Os problemas ocasionados pela vinda da Copa do Mundo de 2014 ao Brasil começam a surgir e a notícia preocupante da vez vem de Minas Gerais, pois nesta sexta-feira, dia 14 de dezembro de 2012, o prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda entrou com uma ação cautelar no STF (Supremo Tribunal Federal) para diminuir o orçamento da educação e destinar este recurso para as obras do evento esportivo.

Com isso, o prefeito solicita a redução do valor de 30% do orçamento municipal para a educação e pede o cumprimento da Constituição Federal que exige apenas 25%.

Se o STF aprovar a ação cautelar de Belo Horizonte, a área da educação – valorizada pela presidente com os royalties do petróleo – terá cerca de 500 milhões de reais a menos para o ano de 2013.

Fonte: Valor Online

Por Ana Camila Neves Morais


O Grêmio realizou neste último sábado, dia 08 de dezembro de 2012, a inauguração do novo estádio Arena em um jogo festivo contra o Hamburgo.

Para esta ocasião o time do sul usou uma camisa especial com detalhes em dourado nos nomes e números dos atletas.

Além disso, a nova camisa possui no peito a logomarca da OAS (empresa parceira na construção do estádio) e da Arena.

A festa de inauguração contou além do jogo com shows e apresentações teatrais.

A nova camisa do Grêmio poderá ser comprada pelos seus torcedores por valores entre R$190,00 e R$200,00.

Por Ana Camila Neves Morais


O novo técnico da seleção brasileira de futebol é Luiz Felipe Scolari o qual irá usar a Copa das Confederações que vai acontecer no ano de 2013 para decidir o time que vai integrar a seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2014.

Apesar disso, Felipão falou em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, dia 30 de novembro de 2012, que pode chamar atletas de um ano para o outro.

O técnico considera, ainda, que a Copa das confederação será importante para avaliar o comportamento dos jogadores em partidas com adversários fortes semelhantes aos que vão acontecer no Mundial de 2014.

Fonte: Reuters

Por Ana Camila Neves Morais


O Autódromo Internacional de Curvelo em Minas Gerais teve o seu projeto apresentado de forma oficial nesta semana no dia 28 de novembro de 2012.

Este novo local para a prática de esportes de velocidade já foi aprovado pela FIA (Federação Internacional do Automobilismo) e pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo), sendo que o seu trajeto também está homologado nestas federações esportivas.

Ao todo, este autódromo tem uma pista com 4,2 quilômetros com 16 curvas e uma longa reta além de uma pista para a prática de motocross.

O local deve ser entregue apenas em Dezembro de 2014 e poderá receber competições internacionais como o Mundial de Velocidade, Mundial de Motocross, superbike bem como provas de automobilismo.

Após a apresentação do projeto, o próximo passo era a realização dos estudos ambientais e o início das obras que devem ocorrer a partir de Junho de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


O mercado da bola no Brasil está se movimentando bastante neste final de ano e a última notícia vem do Internacional.

O time procurou Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, nesta última segunda-feira para iniciar o processo de contratação do mesmo como técnico do time sulista para o ano de 2013.

O contrato oferecido pelo Internacional a Dunga é de um ano podendo ser renovado por mais uma temporada.

A decisão de Dunga deve ser informada ao time ainda durante esta semana já que ele tem ainda uma oferta para trabalhar em um clube de futebol na China.

Por Ana Camila Neves Morais


Os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 estão a todo vapor e a novidade do momento é o mascote da competição.

O Tatu-Bola foi batizado com o nome de Fuleco e informado para todo o país durante o programa Fantástico da Rede Globo.

Fonte: Copa 2014

A escolha do nome foi feita por meio de uma votação iniciada no dia 16 de setembro de 2012 com três opções de nomes: Fuleco (união das palavras futebol e ecologia), Zuzeco (união das palavras azul e ecologia) ou Amijubi (mistura das palavras júbilo e amizade).

Além do nome do mascote foi divulgada ainda a música tema do mascote da Copa do Mundo de 2014 com o nome “Tatu Bom de Bola” interpretada por Arlindo Cruz e com mixagem de Mister Jam.

Por Ana Camila Neves Morais


Na noite dessa quarta-feira, a Seleção Brasileira entrou em campo para jogar sua partida de número mil, contra a seleção da Colômbia, que atualmente ocupa a terceira colocação nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014.

Como era esperado pelos atletas e comissão técnica da seleção brasileira, a Colômbia pressionou e deu espaços também. A partida terminou com o empate de 1×1, que de qualquer forma manteve o bom momento da seleção canarinho.

A seleção do Brasil iniciou a partida com bom toque de bola e foi pra cima da seleção colombiana. O adversário, porém, usou o entrosamento a seu favor, dando trabalho na saída para os contra-ataques. E foi de um contra-ataque que saiu o gol da Colômbia, aos 43 minutos do primeiro tempo, com bela enfiada de Rodriguez para Cuadrado, que bateu cruzado, sem dar chances de defesa a Diego Alves, goleiro do Brasil. 

Na segunda etapa, o time brasileiro voltou para o jogo com vontade de empatar e logo partiu pra cima do adversário. E aos 18 minutos conseguiu chegar ao gol de igualdade. Neymar pegou a bola, driblou dois marcadores colombianos e bateu colocado, deixando a seleção brasileira viva no jogo.

Após o gol de empate, o Brasil continuou apertando a seleção colombiana e conseguiu um pênalti aos 33 minutos. Neymar pegou a bola e foi para a cobrança. Aos 35 minutos, o craque brasileiro tomou distância, correu em direção da bola e… isolou a bola. 

Foi o último lance de perigo da partida, que terminou no empate. 

O próximo jogo da seleção brasileira é na quarta-feira, contra a Argentina. Para esse confronto, só poderão ser convocados jogadores que atuam em ambos os países.

Por Renato Benevenuto


A vitória por 2 a 1 da Seleção Brasileira sobre a Argentina teve um sabor de decepção para um jogador em especial. Depois de dois anos, o atacante Luis Fabiano voltou a vestir a camisa verde amarela. Um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, o fabuloso não conseguiu arrematar muitas vezes no gol argentino e passou em branco na noite desta quarta-feira, no estádio Serra Dourada, no Superclássico das Américas.

A última vez que havia disputado um jogo pela seleção, foi ainda na Copa de 2010, na África do Sul, na eliminação para a Holanda.

Agora, ele espera que na Argentina as coisas sejam diferentes e que ele contribua mais para a equipe do técnico Mano Menezes. E o atacante tem razão de se cobrar. Ele jogou ao lado de Lucas e Neymar, mas o ataque não conseguiu transpor a eficiente defesa dos argentinos. Os gols brasileiros saíram com Paulinho (de cabeça) e Neymar (cobrando pênalti perto do fim do jogo).

Luis Fabiano volta ao São Paulo para disputar o jogo contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro. Mas ele espera ser lembrado novamente para a partida marcada para o dia 3 de outubro, na casa dos hermanos.

"Sei da minha capacidade e sei que nas próximas a coisa vai ser bem diferente", afirmou o jogador na saída do gramado.

Por Paulo B.


Quatro grandes times brasileiros tiveram jogadores argentinos convocados para a seleção. No domingo, o site da AFA (Associação de Futebol Argentino) publicou que o volante Guiñazu (Internacional), o meia Montillo (Cruzeiro), o atacante Martínez (Corinthians) e o centroavante Barcos (Palmeiras) deveriam estar à disposição do técnico Alejandro Sabella para o amistoso contra o Brasil, que ocorre na quarta-feira, na cidade de Goiânia (Goiás).

Os quatro convocados que atuam no futebol brasileiro vão se juntar aos outros 19 jogadores selecionados, formando um grupo de 23 atletas.

O técnico da seleção argentina está priorizando o sistema defensivo durante os treinamentos, sendo assim, o volante Guiñazu tem grandes chances de iniciar jogando. Ele e o atacante Barcos marcaram presença no elenco que disputou os dois últimos jogos pelo torneio eliminatório para a Copa do Mundo de 2014, contra os times do Peru e do Paraguai.

De acordo com informações da AFA, a seleção argentina sai às 18:00 do Aeroporto de Ezeiza, rumo à Goiânia. A primeira atividade em grupo será feita na terça-feira.

Por Marcelo Araújo


A noite desta quarta-feira terá um grande evento. Um dos maiores clássicos mundiais entre seleções está marcado para às 22h. Brasil e Argentina entram em campo para se enfrentarem no "Superclássico das Américas", ostentando uma rivalidade histórica e incomparável.

Podendo utilizar apenas jogadores que atuam em algum desses dois países, o Brasil é franco favorito para a partida. Isso porque várias estrelas da seleção principal continuam a jogar por aqui.

Dedé, Paulinho, Lucas, Damião e Neymar são grandes exemplos disso. Esse último, inclusive, é o principal jogador em atividade no país. Além disso, outros novos jogadores convocados vêm em boa fase e podem brilhar na seleção, como por exemplo os meias Bernard e Wellington Nem. Luís Fabiano, veterano de seleção, é outro que pode jogar esta partida. O artilheiro foi convocado após um tempo afastado da seleção e espera poder formar uma boa dupla com Neymar.

Já a Argentina, com certeza sentirá falta de suas estrelas. Jogadores como Dí Maria, Higuaín, Aguero e Mascherano, não jogarão por atuarem fora. Mas, sem dúvidas, a maior ausência sentida será de Messi.

Melhor jogador do mundo, o argentino atua na Europa e, assim como os já citados, não pode ser convocado. Para o clássico, o treinador Alejandro Sabella convocou 4 argentinos bem conhecidos do torcedor brasileiro: Guinazu, Montillo, Martínez e Barcos, que podem ser ameaças para o time de Mano Menezes.

Com a expectativa de casa cheia, o Serra Dourada será o palco desse grande duelo, que promete dar alegrias ao torcedor brasileiro. 

Por Augusto Cesar


Logo depois da goleada contra a China, o treinador Mano Menezes esteve na sala de imprensa para anunciar a lista de atletas convocados para o confronto contra a Argentina, dia 19 de setembro

Podendo utilizar somente jogadores que atuam no Brasil, o treinador fez uma lista sem grandes anormalidades. Talvez a única ausência que possa vir a ser cobrada seja a do goleiro Diego Cavalieri, que vem em ótima fase no Fluminense.

Nas outras posições, os destaques vão para a convocação de Bernard, revelação do Atlético-MG e Luís Fabiano, que volta a seleção depois de um período ausente. Fred, que havia dito que não esperava chances com Mano Menezes, não foi convocado. Outro jogador que foi deixado de lado foi Ronaldinho, que mesmo em boa fase, não foi chamado pelo técnico.

Com um time jovem, o Brasil é muito favorito para essa partida, pois as principais estrelas argentinas atuam fora de seu país.

Confira a lista completa de relacionados:

Goleiros: Cássio (Corinthians) e Jefferson (Botafogo)

Laterais: Carlinhos (Fluminense); Marcos Rocha (Atlético-MG); Lucas (Botafogo) e Fábio Santos (Corinthians)

Zagueiros: Dedé (Vasco); Rodolfo (São Paulo) e Réver (Atlético-MG)

Volantes: Ralf e Paulinho (Corinthians); Arouca (Santos) e Fernando (Grêmio)

Meias: Lucas e Jádson (São Paulo); Thiago Neves (Fluminense) e Bernard (Atlético-MG)

Atacantes: Neymar (Santos); Leandro Damião (São Paulo); Welington Nem (Fluminense) e Luis Fabiano (São Paulo).

Por Augusto Cesar


Depois de cinco anos, a Seleção Brasileira volta a jogar no estádio do Morumbi, em São Paulo. O amistoso contra a África do Sul será o primeiro em território nacional, após a derrota na final das Olimpíadas de Londres (2 a 0 para o México).

A medalha de prata não deixou satisfeito muitos torcedores que pediram a saída do técnico Mano Menezes.

O jogo causa apreensão por conta do público da capital paulista ser exigente ao assistir a Seleção. Em 2007, a última partida no estádio pertencente ao São Paulo F.C. foi contra a seleção uruguaia. Vitória suada, de virada, por 2 a 1. Contudo, até o momento da reação, as vaias tomavam conta das arquibancadas.

Quanto à cidade de São Paulo, o Brasil jogou contra a Romênia no ano passado, na partida de despedida de Ronaldo. O confronto ocorreu no estádio do Pacaembu e, apesar do clima de festa, a torcida vaiou em boa parte do jogo os brasileiros que sofreram e conseguiram apenas um magro 1 a 0.

O amistoso entre Brasil e Africa do Sul acontece nesta sexta-feira, no feriado da Independência, às 15h45.

Por Paulo B.


A equipe brasileira masculina de vôlei passou tranquilamente pelos argentinos nesta quarta-feira, no estádio Earls Court, em Londres. O jogo, que durou pouco mais de uma hora, valia uma vaga na semifinal na competição. Foram 3 sets a zero. Depois do susto de ontem com a equipe brasileira feminina de vôlei, um alívio para os torcedores.

A vitória no primeiro set foi por 25 a 19. Já o segundo foi mais fácil: 24 a 17. Os argentinos mantiveram o jogo equilibrado até os 13 pontos, mas depois a equipe brasileira conseguiu deslanchar. No terceiro set, o equilíbrio se manteve por mais tempo, até os 19 pontos. Depois, a equipe argentina cometeu alguns erros, como de saque e de dois toques, facilitando para a equipe brasileira, que fechou em 25 a 20.

A notícia ruim é que, por causa de uma lesão, o jogador Leandro Vissoto foi substituído e é dúvida nos próximos jogos.

O vencedor do jogo entre a equipe americana e a italiana vai disputar a semifinal com os brasileiros.

Mas o duelo contra a Argentina ainda não terminou. Os brasileiros do basquete encaram a equipe argentina nesta quarta-feira, a partir das 16h.

Por Christiane Suplicy Curioni


Maurren Maggi, o principal nome feminino do atletismo brasileiro, está fora da final do salto em distância e, portanto, não disputará o segundo ouro olímpico – o primeiro foi nas Olimpíadas de Pequim, nos jogos de 2008.

A atleta não atingiu a distância mínima para passar automaticamente para a próxima fase e também não conseguiu manter-se entre as doze primeiras colocadas, outro pré-requisito para a classificação.

Para se classificar automaticamente, as atletas tinham que saltar mais que 6,70 metros. No entanto, a primeira e melhor das três tentativas de Maurren chegou somente a 6,37 metros. Essa marca só foi suficiente para colocá-la na 15ª posição. Vale ressaltar que não se tratava de um grande desfio para Maggi, visto que sua melhor marca nesta temporada foi de 6,85 metros, isto é, 15 centímetros acima do mínimo para a classificação.

A festa ficou para a britânica Shara Proctor, que saltou 6,83 metros, para delírio da torcida. A última vaga foi conquistada por Veronika Shutkova, da Bielorrússia, que saltou 6,40 metros.

A luta por um lugar no pódio acontece amanhã, dia 8 de agosto, a partir das 16h05.

Por Christiane Suplicy Curioni


Na quarta-feira (08/08), Londres será o cenário de uma das maiores rivalidades esportivas do mundo. A partir das 16h (horário de Brasília), Brasil e Argentina se enfrentarão no basquete em jogo pelas quartas de final nas Olimpíadas.

Ambas as seleções entram em quadra com seus times  titulares. O Brasil conta com a direção do experiente técnico argentino Rubén Magnano, além de grandes nomes atuantes na  NBA, dentre eles Tiago Splitter, Leandrinho, Nenê e  Anderson Varejão.

O time brasileiro entrou sem grandes favoritismos  na competição, mas segundo Magnano, o Brasil pode estar na luta por medalhas. O maior rival no próximo jogo, de acordo com o técnico, é vencer a fome de vitória e experiência da Argentina, pois para ele é difícil lutar contra um time assim.

Amanhã, as duas seleções podem sofrer desfalques importantes. A dúvida do lado brasileiro é a presença do pivô Nenê Hilário, que ainda não está totalmente recuperado de dores no pé. Em contrapartida, na Argentina, o importante armador Pablo Prigioni pode não atuar, devido à lesão sofrida no penúltimo jogo.

Vale destacar que quem vencer o confronto sul-americano passará para as semifinais e continuará na disputa por medalhas.

Por Larissa Mendes de Oliveira


The Elder Scrolls V: Skyrim chega ao Brasil, na próxima semana, anunciou a ZeniMax® Media. Recebido com entusiasmo por players do mundo todo, o game atingiu 7 milhões de unidades em caixa para Xbox 360, Playstation 3 e PC. Estima-se que o jogo gere mais de US$ 450 milhões em vendas mundiais.

À meia-noite de 11 de novembro, milhares de fãs fizeram filas nas lojas para adquirir o game. Mantendo recorde de ótimas vendagens pós-lançamento com mais da metade das unidades vendidas nas primeiras 48 horas. Diante do fato as principais lojas da América do Norte, Europa e Austrália aumentaram o número de encomendas do game para a Bethesda Softworks.

Nas primeiras 24 horas após o lançamento a atividade online estabeleceu um recorde de 280 mil jogadores simultâneos, segundo a comunidade de games Steam, número superior a todos os outros títulos, na história da ZeniMax® Media.

Robert Altman, presidente da empresa afirma, “estamos satisfeitos que as vendas e críticas refletiram a qualidade e as horas de incrível gameplay que ele oferece”. The Elder Scrolls V: Skyrim atingiu mais de 50 notas de crítica perfeitas, recebendo aplausos de alguns dos críticos mais influentes e respeitados. G4TV descreveu Skyrim como “um dos melhores jogos já criados” e Eurogamer foi um dos grandes veículos a chamá-lo de “obra-prima”.

Desenvolvido por Bethesda Game Studios, Skyrim reimagina e revoluciona a fantasia épica de mundo aberto, trazendo à vida um mundo virtual completo para ser explorado. The Elder Scrolls V: Skyrim é classificado para maiores de 18 anos.

Por Aline Gomes


Um jogo que é sensação no mundo, o Xbox 360, chegará ao Brasil com preço atrativo. Segundo o UOL Jogos, embora a Microsoft não confirme, o console será produzido no Brasil e sairá para o consumidor final a um custo de apenas R$ 699. Isso mesmo: R$ 699.

De acordo com distribuidora responsável pela comercialização do game, a Incomp, a redução chega a ser de R$ 300, algo que vai fazê-lo bater de frente com um outro console, tão popular quanto: o Playstation 3, que está custando em média R$ 1.399. O modelo com esse preço, até módico, virá com 4GB de memória interna, enquanto que o modelo com 250 GB será vendido por R$ 999, bem melhor do que o valor anterior, que era de R$ 1.599.

Uma razão para ser vendido por esse preço é justamente pelo fato de existir a possibilidade concreta de o Xbox 360 ser fabricado no nosso país, conforme ficou dito acima. 

Boatos à parte, o fato é que ainda não há nada confirmado, pois a própria Incomp, segundo investigação do IDG Now!, não noticiou nada de oficial a respeito. Ou seja,  se nem a fabricante (Microsoft) e nem o distribuidor autorizado se pronunciam oficialmente, continuaremos a sonhar com o dia em que essas especulações ultrapassem o seu atual status, que é o de simples especulação.

Por Alberto Vicente Silva


O novo e reformulado “Mortal Kombat” é aguardado pelos fãs do mundo todo. Ele desembarca nos Estados Unidos no dia 19 de abril, mas só chega às prateleiras brasileiras, na data de 28 de abril deste ano.

Porém, um jogador brasileiro já conta com uma unidade do game para o PS3. Trata-se do jovem Kaleb Kette, de 26 anos, que nesta última semana divulgou no Youtube vídeos inéditos da saga, que eram guardados a sete chaves. Tal fato provocou o descontentamento do produtor do jogo, Hector Sanchez.

Depois que certo alvoroço foi criado por Kaleb em sua página no Twitter, Hector ficou a par da situação e falou estar decepcionado do fato ter ocorrido em terras brasileiras e até chamou de ladrão quem praticou tal ato.  Kaleb se explicou, abordando o fato que mora perto da fábrica da Sony, na Zona Franca de Manaus, e que conseguiu uma cópia dentro das instalações. O jovem ainda comentou que não houve vazamento do game.

Outros boatos ainda dão conta que Kaleb pode ter vendido algumas cópias do game em fóruns especializados. Parece que o assunto ainda vai render muito.

Veja o vídeo no site www.youtube.com.

Por Oscar Ariel


Jogos eletrônicos estão em alta no país e no mundo. No último dia 25, uma série de palestras realizadas na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio) debateu as principais dificuldades enfrentadas pelo setor e o que é necessário ser feito para melhorar os atuais números de modo a posicionar o país entre os principais do ramo.

Atualmente, existem inúmeros consoles disponíveis para compra, cada qual com suas particularidades. Existem alguns que oferecem possibilidade de jogo à distância, inclusive por meio de acessórios que remetem a antiga pistola do velho Master System. Um dos videogames mais procurados por crianças e jovens é o PlayStation Portable, ou simplesmente PSP.

A Divisão PlayStation da Sony Brasil anunciou a diminuição do valor do portátil já neste mês. Segundo Ana Alfaia, gerente de produtos de consoles e acessórios da marca, o preço na rede oficial de revendedores chega a R$ 969, custo que assegura garantia de um ano e assistência técnica aos donos dos consoles.

Um dos principais adversários do console ainda é o preço dos games, que em alguns casos ultrapassa a casa de R$ 139, para não citar mais. Ricardo Filó, gerente de produto de jogos PlayStation, assinala que em breve uma linha de jogos para essa plataforma será comercializada com preços atraentes.

Conforme relacionado na série de palestras da Fecomercio, a alta tributação no setor é uma pedra no caminho. O governo, realmente, precisa se atentar ao ramo e observar o potencial de crescimento que ele pode desenvolver, não apenas no sentido financeiro, mas também no empregatício.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


As brincadeiras mais procuradas pelas crianças de alguns anos atrás eram aquelas que envolviam o próximo, ou seja, jogos de tabuleiro, o “três dentro, três fora”, a queimada, o taco, a barra manteiga, entre outras. Com o passar dos tempos e com o aumento da periculosidade nas ruas, os mais jovens, em especial, passaram a se divertir dentro de casa. Prova parcial disto é a indústria de jogos eletrônicos, que a cada dia lança novidades para os ensandecidos pelas mais avançadas tecnologias.

Pesquisa citada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) ressalta que de cada dez brasileiros, quatro possuem o costume de jogar games eletrônicos em aparelhos celulares, videogames ou computadores. Segundo Adolfo Melito, presidente do Conselho de Economia Criativa da federação, esse segmento tem potencial de movimentar cerca de R$ 3 bilhões por ano.

O ramo, porém, esbarra em alguns problemas longe de serem erradicados, como é o caso da alta tributação. De acordo com Emiliano de Castro, vice-presidente de relações institucionais da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames), um jogo custa, em média, R$ 200 no Brasil, valor que deveria ser praticado num console. Em sua visão, o montante está além da realidade.

Para André Forastieri, diretor editorial da Tambor Digital, o governo precisa mudar sua maneira de encarar o segmento ao focar investimentos para a criação de jogos e tornar possível a competitividade do país com outros mercados referenciais – coreano, japonês e norte-americano.

Por outro lado, os especialistas da área são unânimes ao afirmar que há muitos jovens com enorme capacidade para desenvolver aplicativos, porém, ainda falta mão de obra qualificada para melhor explorar as potencialidades de jogos eletrônicos.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Fecomercio


A Sony Brasil apresentou em terras brasileiras o controle para PS3, o PlayStation Move. Ele é muito semelhante ao do Nintendo Wii. O kit completo acompanha, além deste aparelho, o PlayStation Eye que é uma câmera, um jogo completo e outros demos.

O acessório é certificado pela ANATEL, sua grande diferença com o controle do Wii é sua maior precisão, pois conta com uns sistemas a mais, como a esfera no controle, que quando combinada com a câmera faz com que a capitação de movimento fique muito melhor.

O PS Move também conta com acelerômetros e giroscópio. O Preço do kit no Brasil será de R$ 800, e já está disponível para compras. O natal para os games promete ser bem gordo neste 2010.

Por Oscar Ariel


O Wii inaugurou a era dos vídeo-games dotados de controles com sensores de movimento. No Brasil, o seu reinado sozinho durou até a chegada do Microsoft Kinect este mês. O acessório dispensa até mesmo o controle e permite que os usuários do Xbox 360 joguem utilizando o próprio corpo. E agora é a vez da Sony, que acaba de anunciar o desembarque do Move no Brasil nos próximos dias.

O Move, que utiliza um sistema parecido com o do Wii chega ao país custando 799 reais. Ele será vendido num kit e se integrará ao Playstation através de um controle com sensor de movimento, além da câmera Playstation Eye. De quebra, o conjunto trará o jogo Sport Champion e também demos de outros títulos da Sony.

Assim o leque de opções nessa área para os consumidores brasileiros fica completo para o Natal.

Confira o vídeo do aparelho:

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: