O Botafogo é o mandante do clássico que acontecerá no domingo contra o Fluminense, na Arena Pernambuco. Embora seja o mandante, o Botafogo, junto com os administradores do estádio e com o Fluminense, entrou em acordo para dividir igualmente a renda do jogo. A venda dos ingressos irá começar no dia 3, quarta-feira.

As despesas com hospedagem e com a viagem serão pagas pelos clubes. Para realizar a disputa em Recife, foi necessário que os times entrassem em acordo com a Federação do Estado do Rio de Janeiro para que a federação entendesse a dificuldade de encontrar um estádio adequado para a realização do jogo.

O acordo foi feito seguindo os moldes dos anos anteriores e já visando ao jogo do segundo turno, quando o mandante será o Fluminense. Dependendo do acordo com os administradores, o próximo clássico será realizado no Maracanã.

Além de ter negociado com a Arena Pernambuco, o Botafogo segue em negociação com mais dois estádios. A expectativa é disputar 10 jogos no Maracanã e 5 jogos no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Antes de jogar contra o Fluminense, o Botafogo enfrenta o Figueirense no dia 3 de julho, em Volta Redonda pela Copa Brasil.

Por Jéssica Posenato


Afundado no pântano da crise financeira, o Botafogo deve optar por enfrentar o Fluminense, dia 7 de julho, no novo Estádio Mané garrincha, em Brasília (DF). O Governo Federal convidou Botafogo e Fluminense para jogara a rodada do Campeonato Brasileiro na nova arena, que leva o nome do maior ídolo da história do Alvinegro.

A diretoria tricolor vê a ideia de atuar em Brasília de forma positiva, mas deixou nas mãos do clube de General Severiano a decisão final, já que o mando de campo é botafoguense. Sem muita alternativa com a interdição do Engenhão, o Glorioso pretende aceitar e até se animou devido ao grande número de torcedores alvinegros em Brasília.

Perdido em uma situação financeira que piora a cada dia, o Botafogo pode encontrar em Brasília o carinho do torcedor, que pode até não pagar as contas, mas ameniza o clima tenso nos bastidores de General Severiano. O Botafogo já esteve em Brasília em 2013, onde empatou em 0 a 0 com o Sobradinho pela Copa do Brasil.

O clube segue com o atraso de dois meses nos salários do elenco principal e já inicia uma reestruturação em seus departamentos, onde funcionários poderão ser dispensados.

Por Marcos Junior





CONTINUE NAVEGANDO: