Copa do Mundo Feminina 2019 – Seleção Ganhadora EUA





Informações sobre a campeã da Copa do Mundo Feminina de Futebol 2019.

No último dia 07 de Julho (Domingo) ocorreu a final da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019. A partida aconteceu na cidade de Lyon, na França, e a seleção americana confirmou o seu favoritismo ganhando da seleção holandesa por 2 x 0.

A eletrizante partida foi recheada de bons lances e coroou o desempenho das duas melhores seleções no torneio, à seleção holandesa como atual campeã europeia e à seleção americana, detentora do último título mundial e à melhor do mundo atualmente.




Como foi a campanha vitoriosa das americanas

A seleção americana encabeçou a Chave F do Mundial, em um grupo que contava com mais 3 seleções (Suécia, Chile e Tailândia), dos três jogos que disputou ela ganhou todos acumulando 9 pontos no total e passando invicta para a segunda fase.

  • Na Fase de Grupos os jogos foram:

Estados Unidos x Tailândia: 13 x 0;


Estados Unidos x Chile: 3 x 0;

Suécia x Estados Unidos: 0 x 2.

  • Nas Oitavas de Final, a seleção americana enfrentou a Espanha e ganhou por 2 x 1;
  • Nas Quartas de Final, a seleção americana enfrentou a França e também ganhou por 2 x 1;
  • Na Semifinal, a seleção americana enfrentou a Inglaterra e manteve o placar de 2 x 1;
  • Por fim, a final foi disputada com seleção da Holanda, aonde ganhou por 2 x 0 e sagrou-se Campeã Mundial.

Todas as jogadoras

O time feminino americano foi composto por 23 jogadoras mais a técnica:

  • Alex Morgan, idade 30 anos, posição de jogo: atacante
  • Carli Lloyd, idade 36 anos, posição de jogo: atacante;
  • Megan Rapinoe, idade 30 anos, posição de jogo: atacante;
  • Christen Press, idade 30 anos, posição de jogo: atacante;
  • Rose Lavelle, idade 24 anos, posição de jogo: meia;
  • Tobin Heath, idade 31 anos, posição de jogo: atacante;
  • Julie Ertz, idade 27 anos, posição de jogo: meia;
  • Ali Krieger, idade 34 anos, posição de jogo: defensor;
  • Mallory Pugh, idade 21 anos, posição de jogo: atacante;
  • Abby Dahlkemper, idade 26 anos, posição de jogo: defensor;
  • Ashlyn Harris, idade 33 anos, posição de jogo: goleira;
  • Alyssa Naeher, idade 31 anos, posição de jogo: goleira;
  • Crystal Dunn, idade 27 anos, posição do jogo: defensora;
  • Kelley O’Hara, idade 30 anos, posição do jogo: defensora;
  • Lindsey Horan, idade 25 anos, posição do jogo: meia;
  • Becky Sauerbrunn, idade 34 anos, posição do jogo: defensora;
  • Allie Long, idade 31 anos, posição do jogo: meia;
  • Morgan Brian, idade 26 anos, posição do jogo: meia;
  • Sam Mewis, idade 26 anos, posição do jogo: meia;
  • Tierna Davidson, idade 20 anos, posição do jogo: defensor;
  • Adriana Franch, idade 28 anos, posição do jogo: goleira;
  • Jessica McDonald, idade 31 anos, posição do jogo: atacante;
  • Emily Sonnett, idade 25 anos, posição do jogo: defensor;
  • Jill Ellis, idade 52 anos, técnica da equipe.

Os prêmios conquistados no torneio

Não foi só o título de melhor do mundo que a seleção americana levou, a atacante Megan Rapinoe também levou os prêmios da Bola de Ouro como melhor jogadora do torneio e também como melhor artilheira ganhou a Chuteira de Ouro, pelos 6 gols marcados ao longo de toda competição.

As razões pelas quais a seleção dos Estados Unidos ser a melhor

As universidades americanas levam a sério a questão do esporte, sempre associando um ótimo desempenho acadêmico com a boa prática esportiva, com isso os times formados são sempre dos melhores estudantes.

O resultado de todo este esforço é um contingente de mais de 1 milhão de jogadoras nas bases do futebol feminino e cerca de 80 mil atletas jogando futebol em times.

Além disso, a renovação é constante, pois as atletas universitárias se formam em suas faculdades e vão jogar nas ligas profissionais estimulando a qualidade do esporte no país.

Por Carlos B.

Copa do Mundo Feminina 2019

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *