Palmeiras descarta Mala Branca para escapar do Rebaixamento





Caso o Bahia e a Portuguesa vençam seus jogos na próxima rodada, o Palmeiras estará matematicamente rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Apesar de o Alviverde Paulista não depender somente de si para escapar da degola, a diretoria palmeirense descarta pagar qualquer incentivo financeiro para que outra as equipes vençam seus concorrentes diretos.




Segundo divulgação do clube, sua filosofia é evitar qualquer influência externa antes da partida contra o Flamengo, no domingo, às 17 horas no Rio. Segundo o diretor de futebol do Palmeiras, César Sampaio, oferecer dinheiro para que as outras equipes vençam seus adversários diretos seria comprovar da incompetência do clube paulista em conseguir alcançar seus próprios objetivos.

Diante dos vários protestos realizados pela torcida palmeirense contra elenco e diretoria, o pedido feito internamente é que todos se unam a favor do clube, independente da queda ou não para a segunda divisão do torneio nacional.


Após a derrota para o Fluminense, o técnico Gilson Kleina busca blindar os atletas, divulgando o mínimo possível de informações sobre o provável time que entrará em campo em Volta Redonda, com o intuito de preservar os atletas que estarão em campo no possível rebaixamento da equipe.

Além do Fla, o clube paulista irá enfrentar o Atlético-GO (no Pacaembu) e o Santos (na Vila Belmiro).

Por Renato Benevenuto



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *