Sem a presença de vários titulares, o Palmeiras visitou o Mirassol e somente no primeiro tempo, levou seis gols, marcou dois e saiu humilhado de campo, em mais um vexame.

Acumulando dois rebaixamentos em sua existência e algumas derrotas inaceitáveis, como a perante o Vitória da Bahia, por 7 a 2, o Mirassol cravou mais uma página escura na história do "ex-Verdão".

O time do interior faz campanha bem irregular no Paulistão, passando todo o campeonato, até o momento, lutando contra o descenço, porém nem esta situação fez com que o Palmeiras obtivesse um resultado melhor.

Os gols do Mirassol foram marcados pelos seguintes jogadores: Marcos Vinícius (contra), Caion (dois), Leomir, Medina e Camilo; para o Palmeiras descontaram Caio e o jovem Ronny.

Com a derrota, a "cabeça" de Gilson Kleina virou uma espécie de prêmio para alguns diretores, sendo grande a instabilidade do treinador.

Na próxima rodada o Palmeiras recebe a Linense e terá a oportunidade de dar a volta por cima. O time de Gilson Kleina é o sétimo colocado com 25 pontos e o próximo adversário é rival direto para a classificação, somando 21 pontos.

Por Vinicius Cunha


Na noite de quinta-feira, 21/03, o Santos, sem Neymar, que está na Europa com a seleção brasileira, enfrentou o Mirassol e saiu com a vitória, chegando à vice-liderança com 27 pontos.

Como o astro do time não estava presente, coube ao garoto Giva, 20 anos, usar a camisa 11, e esta não pesou, pois o atacante fez dois gols, um de forma irregular, dando a vitória ao Santos, de virada, sobre o time do interior.

A partida foi muito truncada e tumultuada, com o aŕbitro distribuindo três cartões amarelos e dois vermelhos, estes para Pato Rodríguez e Felipe Anderson, jogadores do Santos.

A sina de revelar bons valores segue pelos lados da Vila Belmiro, pois no jogo contra o Mirassol cinco jogadores dos que atuaram pelo peixe foram revelados em casa.

Com a vitória o time praiano praticamente garantiu sua classificação nas quartas de final da competição, porém espera alcançar a primeira colocação e poder jogar os jogos da próxima fase em casa, já que não há outro tipo de vantagem.

No final de semana tanto o Mirassol quanto o Peixe voltam a campo, este fazendo o clássico da rodada contra o Palmeiras, no Pacaembu, e aquele visitando o Mogi Mirim.

Por Vinicius Cunha





CONTINUE NAVEGANDO: