Lionel Messi, consagrado jogador argentino que atua no Barcelona, acaba de quebrar mais um recorde em um jogo contra o Sevilla, no sábado (22/11), em uma partida válida pelo Campeonato Espanhol. Tal recorde já estava sendo esperado e trata-se de ter superado o maior goleador da história do torneio, Telmo Zarra, que fez 251 jogos em toda sua carreira nos jogos válidos pelo Espanhol.

Messi conseguiu ultrapassar o artilheiro por 2 gols, agora com 253. Esse recorde durava desde a temporada de 1954-1955, quando Zarra atuou pela última vez pelo campeonato.

Além desse recorde, a carreira do argentino é cheia de conquistas, como:

– único jogador do Barça que ganhou quatro Bolas de Ouro, foi o jogador mais novo a receber uma e teve a maior porcentagem de votos nessa eleição, a de 2009, com 98,54% das indicações;

– Messi também superou Phillip Cocu como o jogador não espanhol que jogou mais partidas pelo Barcelona;

– foi artilheiro em quatro edições seguidas da Liga dos Campeões;

– ainda na Liga dos Campeões, Lionel foi o primeiro jogador a marcar 5 gols em apenas 1 jogo na competição;

 – no ano de 2012, Messi marcou 91 gols, feito que entrou para o Guinness Book;

– ainda na artilharia, o argentino superou o recorde de Paulino Alcántara que possui 371 gols com a camisa do Barcelona;

– em partidas contra o seu grande rival, o Real Madrid, Messi é o maior goleador do clássico, com 21 gols;

– na temporada de 2011-2012, Lionel fez gol em todas as competições que participou: Mundial de Clubes, Supercopa da UEFA, Supercopa da Espanha, Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e Copa del Rey;

– recentemente, o argentino igualou-se ao Raúl, com 71 gols marcados na Liga dos Campeões, com possibilidade de aumentar o número ainda neste ano, já que ainda disputará duas partidas válidas pela competição;

Vale lembrar que Messi ainda está em plena atividade no futebol e que ainda poderá quebrar muitos outros recordes, inclusive seus próprios feitos. Nessa briga por recordes, Messi tem um grande concorrente, o português Cristiano Ronaldo, que recentemente tem revezado com o argentino a Bola de Ouro e possui apenas um gol a menos que ele na Liga dos Campeões.

Por Rannier

Lionel Messi

Foto: Divulgação


Para se livrar das acusações de fraude, Messi terá que desembolsar R$ 42,5 milhões. O jogador está sendo acusado de sonegação de impostos entre os anos 2007 e 2009, totalizando mais de R$ 11 milhões. A acusação também está sobre seu pai, Jorge Messi.

Segundo o jornal “Mundo Deportivo”, pai e filho conseguiram um acordo com a agência tributária espanhola e juntos terão que pagar o equivalente a R$ 42,5 milhões para que a acusação de fraude fiscal seja retirada. Os advogados do jogador não confirmaram de forma oficial a acusação, porém, pessoas próximas ao argentino declararam que a informação é verídica.

Lionel Messi foi convocado para prestar explicações à Justiça da Espanha no ano passado, mas só agora apresentou as declarações que comprovam o pagamento de mais de R$ 28 milhões em impostos, referente aos anos de 2010 e 2011. Ao que tudo indica, os advogados de Messi estão trabalhando para regularizar os anos de 2007, 2008 e 2009.

De acordo com a acusação, Messi e seu pai desviavam o valor para paraísos fiscais e depois realizavam contratos de prestação de serviços para que o dinheiro voltasse à Espanha livre de impostos.

Por Jéssica Posenato


E o jogador Lionel Messi tornou-se o maior goleador em um único ano. O argentino quebrou o recorde que era do jogador alemão Gerd Müller, que marcou 85 gols em 1972 pelo Bayer de Munique.

No último domingo, o Barcelona jogou contra o Betis pelo Campeonato Espanhol. O time catalão venceu o jogo por 2×1, com os dois gols marcados por Messi.

O camisa 10 do Barcelona marcou o primeiro gol aos 15 minutos do primeiro tempo, com uma jogada ao seu estilo. Messi veio da intermediária pela direita, foi avançando para esquerda se livrando dos marcadores e com um chute cruzado e rasteiro marcou seu gol de número 85 neste ano.

O segundo gol veio aos 24 minutos, quando Iniesta tocou de calcanhar para Messi, que bate de esquerda e se consagrou como o maior artilheiro do ano.

O time do Betis marcou um gol aos 38 minutos, quando Rubens Castro recebeu dentro da área sem marcação e finalizou no canto esquerdo de Victor Valdés.

O argentino Messi vem quebrando recordes e fazendo história. Ele ainda tem mais 2 jogos para disputar no Campeonato Espanhol e um jogo pela Copa do Rei. Esse recorde pode ficar ainda mais difícil de ser quebrado.

Por Viviane Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: