Foi sofrido, suado, chorado, mas enfim, o Atlético Mineiro ganhou a Libertadores da América.

A competição, vista como mais importante do hemisfério sul, chegou ao fim com uma partida memorável. De um lado, o Olimpia do Paraguai, que jogava com resultado favorável obtido em casa na primeira partida no Defensores Del Chaco, em Assunção. Do outro, o Galo, que contava com a massa atleticana a seu favor para pressionar o adversário, mas que teve que jogar, por medida da Conmebol, no Mineirão e não no Estádio Independência, como feito nas etapas anteriores.

O Olimpia veio com uma proposta de jogo defensivo, a fim de manter o resultado, aliado a catimba sul-americana, já de início. O contra-ataque era visto como ameaça, até por que a equipe mineira demonstrou um certo nervosismo. O primeiro gol, de Jô, fez com que os ânimos ficassem ainda mais acirrados.

O tempo foi passando e quase no fim da etapa complementar, Leonardo Silva fez o que parecia impossível: um belo gol que encobriu o goleiro paraguaio. A partida se encaminhava para a prorrogação e mais tarde para os pênaltis.  Na primeira chance que teve, Victor, goleiro atleticano, agigantou-se e mostrou porque é um dos melhores goleiros na atualidade, defendendo a primeira cobrança. No final, com o chute para fora, Victor correu para o abraço de seus companheiros. Era o fim de um ciclo e o início de um legado.

O time, montado por jogadores vistos como problemas extracampo, era motivo de desconfiança, com nomes como Pierre, dispensado pelo Palmeiras depois de sérias lesões, e Richarlyson, que saiu do São Paulo sem mágoas; dois volantes que se mostraram indispensáveis ao esquema de jogo. Rever ganhou o reforço de Leonardo Silva, oriundo do rival Cruzeiro, e que logo de cara sofreu sérias lesões, mas juntos atuaram como cães de guarda da defesa mineira. Bernard e Ronaldinho Gaúcho também mostraram entrosamento incrível: o primeiro quase foi dispensado pelo seu porte físico, franzino, e o segundo veio sob forte desconfiança após sua saída conturbada do Flamengo. Diego Tardelli, atacante, deu ótimas opções no ataque, atuando como pivô que chamava a marcação adversária e ao mesmo tempo dava velocidade nas investidas mineiras. No gol, Victor, jogador de alta performance e que hoje é visto como um dos grandes ídolos da massa mineira. No comando, Cuca, técnico que saiu do São Paulo  e que chegou a acumular 6 derrotas iniciais, mas com aval da diretoria, teve tempo e tranquilidade para montar o time. De renegados a heróis.

Cuca quebrou a fama de azarado, Bernard foi gênio, e Ronaldinho entrou para o rol seleto de poucos jogadores que ganharam a UEFA Champions League e Libertadores, mas com uma diferença: o único jogador detentor do título de Melhor do Mundo. Talvez, todas as adversidades serviram para motivar o time em busca de vitórias e rompimento com que era apontado como lógico, afinal, teve tudo para ser um fiasco se for levado em conta  o que passou. Mas o que para muitos era motivo de tristeza, para o Galo era a certeza de superação. Essa é uma das lições mais importantes do futebol, saber superar as adversidades e transformar limão em limonada.  

Agora o time volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro, sem tirar o olho do Mundial de Clubes Fifa, que será disputado no Marrocos, com a presença do gigante Bayern de Munique, da Alemanha, comandado por ninguém menos que Pep Guardiola. Se a quebra de paradigmas continuar, eis mais um motivo para que o Atlético Mineiro possa obter o título de Campeão do Mundo e cantar de galo.

Por Junior Almeida


O Atlético-MG fez o dever de casa e venceu o Olimpia do Paraguai por 2 a 0 no tempo regulamentar e por 4 a 3 nos pênaltis. A final da Copa Libertadores foi acompanhada por 56 mil torcedores aflitos que gritaram, choraram e sorriram em noite histórica no Mineirão. A conquista veio em ótima hora, já que o time não ganha um campeonato de expressão desde 1971, quando venceu o Brasileirão daquele ano.

O jogo começou tenso para o Galo, que buscou o ataque em vários momentos. Antes dos 10 minutos, Diego Tardeli e Bernard já haviam tentando, mas a bola não entrou em nenhuma das vezes. Sentindo a pressão, o Olimpia se fechou, fazendo com que o Atlético tentasse sempre jogadas aéreas, que também não davam sucesso a equipe.

A aflição dos torcedores diminuiu um pouco logo nos primeiros 57 segundos da etapa complementar. aproveitou cruzamento de Bernard e marcou para o time da casa: 1 a 0 para o Atlético e mais surpresas na final. Mazur foi expulso aos 40 minutos, mas o resultado ainda dava o título ao time visitante.

O gol do empate veio aos 41 minutos com Leonardo Silva, após cruzamento. O jogador se esquivou todo e marcou no canto direito, nesse momento a torcida foi à loucura. O placar de 2 a 0 levou a decisão para a prorrogação e logo em seguida para os pênaltis. O goleiro Victor defendeu a primeira e a quinta cobrança e foi um dos heróis do título inédito. Parabéns ao Galo pela conquista da Copa Libertadores da América 2013.

Por Robson Quirino de Moraes


A taça da Copa Libertadores ficou em terras canarinhas. O time do Atlético Mineiro venceu a partida contra o Olimpia do Paraguai e se consagrou Campeão da Libertadores por primeira vez.

No jogo de volta disputado no Mineirão, os times duelaram até a fase dos pênaltis onde o time mineiro levou a melhor, por 4 a 3 para os brasileiros.  No tempo normal de jogo os atleticanos marcaram 2 a 0, porém o time de Ronaldinho Gaucho perdeu no jogo de ida realizado no estádio Defensores Del Chaco pela mesma diferença, então prosseguiram até os pênaltis.

Os gols da partida foram feitos por Jô e por Leonardo Silva. O time chileno sofreu com a expulsão de Manzur, logo após veio o segundo gol atleticano. O fôlego estava aguentando na prorrogação, entretanto a equipe não conseguiu um bom desempenho nos pênaltis e acabou sendo derrotada.

Durante o primeiro tempo, o Olimpia conseguiu deter o setor de ataque atleticano, pois sabia que os brasileiros tentariam marcar já nos primeiros minutos como fizeram com o Newell’s da Argentina. O ídolo do Atlético-MG, Ronaldinho, não pode desenvolver bem o seu jogo devido ao preparo da equipe do Olimpia para conter a ofensiva mineira.

O primeiro tempo foi vazio, não houveram gols. Mas a equipe voltou rápida para o segundo tempo, e Jô aos 2 minutos aproveitou uma distração do golero e marcou, abrindo o placar a favor do Atlético. A partir daí a confiança voltou a reinar no time brasileiro e começaram a botar pressão sobre os chilenos tanto que aos 41 minutos ocorreu o segundo gol pelo chute de Leonardo Silva.

Ainda na prorrogação o time manteve o nível de jogo e não se deixou abater pelo cansaço.

Foi uma grande partida em que todos os brasileiros estavam torcendo para que a Libertadores ficasse com o time do Atlético-MG.

Por Melina Menezes.


O Atlético Mineiro conquistou a Taça Libertadores, cravou seu nome na história do futebol mundial e colocou Minas Gerais novamente na rota das Américas. Em jogo duro diante do Olimpia, do Paraguai, o galo vingador venceu por 2 a 0 no tempo normal e levou a decisão para os pênaltis, onde brilhou o goleiro Victor.

O Atlético Mineiro mostrou ao Brasil e ao mundo como ser campeão de corpo, alma e coração. Em situações complicadas durante a fase final da Libertadores, o Galo venceu as adversidades apoiado em seu paredão Victor e não facilitou para os paraguaios do Olimpia, que haviam vencido o jogo ode ida por 2 a 0.

O clima era tenso no Mineiro lotado e a tensão se transformou em euforia quando Jô girou sobre o zagueiro e marcou o primeiro, 1 a 0 Galo. O Olimpia pouco criou, mas se postou em campo com firmeza e certa frieza.

Cuca teve 45 minutos para marcar só mais um gol e o zagueiro Leonardo Silva compreendeu o recado, tento em cabeçada salvadora após subir 2,30m.

Após a prorrogação, pênaltis na decisão, que teve o Galo vingador de luvas. Victor pegou o primeiro pênalti e esperou o Olimpia perder o ultimo para soltar o grito de campeão no Mineirão.

Por Marcos Junior


Neste último sábado o Atlético-MG treinou pesado para o jogo desta quarta-feira contra o Olimpia. Como o comandante do time atleticano não poderá contar com os titulares Richarlyson e Marcos Rocha, colocou no treino técnico os jogadores Julio César e Michel. Michel se queixou de dores no tornozelo, porém foi medicado em campo e melhorou.

Para a alegria do treinador, Bernard estará de volta para o jogo de quarta-feira, já que ele cumpriu suspensão e agora está livre para defender a camisa do time.

A atuação de Leandro Donizete ainda não é certa. Os médicos não liberaram ainda o jogador. Se ele não voltar, Josué permanecerá no elenco escalado para enfrentar o Atlético-MG. A decisão do técnico será tomada na última hora, pois ele ainda espera pelo retorno do titular.

Segundo as presenças confirmadas no treino deste sábado, o grupo de titulares que entrará em campo está formado por: Vitor, Réver e Junior Cesar, Leonardo Silva, Bernard, Ronaldinho e Diego Tardelli, Pierre, Michel, Jô, Josué.

O confronto destes dois times será nesta quarta-feira, no Estádio Mineirão pela decisão da Copa Libertadores da América.

Por Melina Menezes.


O Atlético-MG, para ser campeão da Taça Libertadores da América de 2013, vai ter de se superar mais uma vez. A equipe comandada por Cuca não jogou bem e perdeu para o Olimpia por dois tentos a zero.

Mais uma vez o Galo perde fora de casa, de modo que terá de buscar a virada em território mineiro para levantar o troféu de melhor time das Américas. Assim, para vencer a competição Sul-Americana, o Atlético precisa derrotar os paraguaios por dois gols de diferença para levar a decisão aos pênaltis ou então vencer por três ou mais gols de vantagem para garantir esse inédito título para a história do clube alvinegro. 

O primeiro gol do jogo foi marcado pelo zagueiro Alejandro Silva. O jogador da equipe paraguaia foi costurando a defesa mineira e num chute que foi no cantinho, abriu o marcador no estádio Defensores Del Chaco. Seja como for, o Atlético Mineiro não conseguia entrar na partida e quando as chances apareciam, o time acabava desperdiçando. Assim, quando parecia que o duelo terminaria com a vantagem de apenas um gol, Wilson Pitonni, meio-campista do Olimpia que já atuou pelo Figueirense, bateu falta no ângulo e fechou o Placar.

Para a próxima partida da final, o Atlético-MG terá dois desfalques: Marcos Rocha (que levou o terceiro cartão amarelo) e Richarlyson (que foi expulso).

Por Madson Lima de Oliveira


Atletico-MG x OlimpiaAtlético-MG e Olimpia irão realizar nesta quarta-feira (dia 17 de julho) a Final da Copa Libertadores 2013. A partida será disputada no Estádio Defensores del Chaco, às 21:50.

O Atlético-MG chega à Final motivado depois de uma classificação história contra o Newells Old Boys. Não bastasse isso, no último final de semana o Galo venceu o Corinthians com a equipe reserva, o que deixou os jogadores ainda mais animados para a partida de hoje. Embora não jogue em casa, o Atlético-MG espera fazer uma boa partida e sair do Paraguai com pelo menos um bom resultado.

Do lado do Olimpia, a classificação sobre o Santa Fé foi um pouco mais tranquila. Apesar disso, não podemos esquecer que a equipe perdeu o último jogo e só se classificou devido ao critério de gols marcados.

No jogo de hoje, o Galo terá uma grande baixa. É que Bernard, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última partida, está suspenso e não poderá ajudar o Atlético-MG neste confronto.

Com um de seus principais jogadores fora da partida e tendo toda a torcida contra, tudo indica que o jogo de hoje será complicadíssimo para o Atlético-MG. Apesar disso, se mostrar a mesma determinação do último jogo, com certeza a equipe pode sair do Paraguai com um ótimo resultado.

Os interessados em assistir a partida tem várias opções, pois o jogo será transmitido por várias emissoras, entre elas estão: Globo, Sportv e Fox Sports. Pela internet, também será possível acompanhar o lance a lance da partida em sites como UOL, Terra e G1.


Todos nós sabemos que a taça Libertadores da América é o principal torneio de futebol do continente sul-americano. Essa competição, no entanto, foi fundada no ano de 1958 e leva esse nome como uma forma de homenagear todos aqueles que lutaram pela independência e liberdade dos países da região.

Vale ressaltar que a libertadores é tão emocioante e disputada que, até aqui, mais de 20 times diferentes das mais variadas nações já levantaram o troféu de campeão desta liga. Na sua primeira edição, contudo, o Peñarol, do Uruguai, foi quem levou o caneco.

Outra curiosidade é que, embora o Brasil seja o maior vencedor de copas do mundo e considerado o país do futebol, são os os argentinos os maiores campeões da Liberatdores da América. O Independente, da Argentina, foi a equipe que mais conquistou esse título.

Eles possuem sete estatutetas de melhor clube das américas. No Brasil,com efeito, os maiores campeões são o Santos e o São Paulo, cada um com três títulos.  Os argentinos possuem 22 conquistas de Libertadores contra 16 dos brasileiros. O Atlético- MG,que está na fianl desse ano, pode melhorar os números a favor do futebol canarinho.

Por Madson Lima de Oliveira


O Atlético-MG obteve a classificação para final da Taça Libertadores após um jogo sofrido com o Newell’s Old Boys. O Galo, como é conhecido o time mineiro, só obteve a classificação nos pênaltis contra os argentinos, que lutaram bravamente, mas como só um time pode se classificar, a vaga ficou com o time brasileiro.

O Galo já chegou ao Paraguai, onde fará o primeiro jogo da final contra o Olimpia, no estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, Capital do Paraguai. O jogo será na quarta-feira (dia 17 de julho de 2013) e a torcida do Olimpia promete lotar o estádio, contudo, os jogadores brasileiros estão confiantes, pois venceram o Corinthians no fim de semana pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O time mineiro sofreu para chegar até a final da competição. A equipe foi prejudicada pela arbitragem em alguns jogos, teve um pênalti defendido pelo goleiro Victor contra o Tijuana e o gol de Guilherme, que levou a decisão da vaga para a final nos pênaltis. A torcida espera por uma boa partida, já que o título da Libertadores ainda é inédito para equipe, que possui 105 anos de história.

O jogo de volta será no Mineirão, porém, um bom resultado na casa dos adversários pode deixar as coisas mais fáceis para o Galo.

Por Robson Quirino de Moraes


O que parecia ser impossível aconteceu: o Atlético Mineiro venceu o Newells Old Boys da Argentina por 2 a 0. A equipe mineira havia perdido o primeiro jogo na Argentina por 2 a 0 e precisava de um resultado igual para levar a decisão para os pênaltis. E foi isso que ocorreu no jogo, já que o time do Atlético pressionou o time adversário, que somente contra atacava, mas levava perigo ao gol do Atlético.

A torcida também fez a sua parte, gritando e vaiando o time visitante. O Atlético Mineiro abriu o placar logo aos 3 minutos. No lance, Ronaldinho Gaúcho tocou para Bernard, que tocou por baixo das pernas do goleiro, que aceitou. Parecia que seria uma goleada, mas o Newells não se abateu e adiantou a marcação para dificultar a vida dos jogadores atleticanos.

No segundo tempo, ambas as equipes estavam muito focadas na vitória, mas parecia que a vaga iria ficar com o time argentino, até que aos 33 minutos a luz do estádio acabou e o jogo foi interrompido por alguns minutos. O que deu um novo ânimo a equipe brasileira. Guilherme, que entrou no lugar de Bernard, achou uma brecha depois da sobra de bola e fez o segundo gol do Atlético.

Nos pênaltis, a equipe brasileira teve mais sorte e converteu com Alecssandro, Guilherme e Ronaldinho Gaúcho. O goleiro Victor pegou a cobrança final e deu a vitória ao Atlético Mineiro, que irá disputar a final da Libertadores da América pela primeira vez.

Por Robson Quirino de Moraes


O Atlético Mineiro está em busca de uma final inédita pela Taça Libertadores da América. E para que isso aconteça, a equipe mineira terá de passar pelo time do Newell’s Old Boys, clube argentino que possui uma vantagem de dois gols, por ter vencido o primeiro jogo por 2 x 0.

Como uma ajuda nunca é demais, os atleticanos se apoiam também em orações e superstições para passar dessa semifinal.

Na última terça-feira, durante um jantar, o Pastor Welberte Martins compareceu à Cidade do Galo para fortalecer a parte espiritual dos atletas do clube. Foi feito um culto religioso seguido de uma conversa com os jogadores.

A forma de exercer a fé é com certeza algo muito particular, tanto que Diego Tardelli, uma das estrelas do time mineiro, levou as chuteiras que utilizará na semifinal para serem ungidas por um pastor, além de fazer uma promessa em caso de classificação da equipe.

Cuca (técnico do Atlético Mineiro), também tratou de tomar suas providências e levará para o vestiário do estádio um pequeno altar que servirá para uma oração, feita antes da partida e junto a seus atletas. A fé acompanhará o técnico mesmo dentro de campo, pois ele leva consigo uma camisa de Nossa Senhora Aparecida e um terço guardado no bolso da calça.

O Galo levará para campo nessa quarta-feira, além de um bom futebol, suas crenças. Assim, a equipe espera reverter o resultado negativo conseguido em Rosário, na Argentina. O clube precisa vencer por mais de gols de diferença, lembrando que um gol sofrido pode dificultar a situação (gol fora de casa é critério de desempate). Se devolver o placar de 2 x 0, o jogo vai para decisão nos pênaltis.

Por Natália Mayrink De Lazzari


Jogo do Atlético-MGNesta quarta-feira (3 de julho) teremos a realização do primeiro jogo da Semifinal da Libertadores 2013. A partida, entre Atlético-MG e Newells Old Boys, acontecerá na Argentina, na cidade de Rosário, às 21:50.

O Atlético-MG chega à Semifinal após se classificar com folga em cima do Tijuana. Já o Newells Old Boys sofreu mas conseguiu eliminar nos pênaltis o Boca Juniors.

Para o jogo de hoje, o trio de arbitragem será formado por Enrique Osses, Carlos Astroza e Sergio Román.

O técnico Gerardo Martino deve escalar o Newell’s Old Boys com os seguintes jogadores: Guzmán, Cáceres, Vergini, Heinze, Casco, Mateo, Pérez, Bernardi ou Tonso, Figueroa, Scocco e Maxi Rodríguez.

Já o técnico Cuca deverá escalar o Atlético-MG com os seguintes atletas: Victor, Marcos Rocha, Rafael Marques, Gilberto Silva, Richarlyson, Pierre, Josué, Diego Tardelli, Ronaldinho Gaúcho, Bernard e Jô.

Para acompanhar a partida, o interessado terá duas opções. Assistir o jogo pela TV (nos canais Sportv e Fox Sports) ou acompanhar a partida pela internet (no site do GloboEsporte.com, onde também é possível ouvir a narração da partida).


O Atlético-MG vive uma ótima fase dentro de campo, tanto é que faturou o Campeonato Mineiro, em cima do Cruzeiro, e é semifinalista da Copa Libertadores, competição que terá como adversário o Newell's Old Boys, mas nem tudo são "flores" para o time mineiro, já que a Conmebol suspendeu o zagueiro Réver por duas partidas, e assim o jogador estará impedido de pegar o time argentino nos confrontos de mata-mata.

A suspensão é em razão de Réver ter se desentendido com o árbitro Patricio Polic, que apitou a partida do Galo contra o Tijuana, no Independência, que terminou empatada em 1 a 1. Não há possibilidade de recurso para a sansão, que já foi diminuída de 4 jogos para 2.

De acordo com o chefe do departamento jurídico do Atlético-MG, Lásaro Brandão, Réver foi "indiciado" em um artigo que dava a pena mínima de suspensão em 4 partidas, e que com a defesa é que conseguiu a diminuição da mesma. O advogado reiterou que nas esferas formais não há mais jeito para o caso, mas disse que o regulamento da competição é cheio de brechas, e que estuda o caso.

Como Réver muito provavelmente não irá jogar, Cuca, mais uma vez, terá que mexer no "miolo" de zaga, e a opção mais usada na temporada tem sido a entrada do veterano Gilberto Silva, que jogaria ao lado de Leonardo. Rafael Marques também surge como opção.

Por Vinicius Cunha


Mais uma vez na história, Luxemburgo foi eliminado da Copa Libertadores, desta vez no comando do Grêmio, que apesar de ter vencido a partida de ida das oitavas de final da competição, por 2 a 1, perdeu o jogo da volta por 1 a 0, para o Santa Fé da Colômbia, e deu adeus à Libertadores.

Antes da partida, o polêmico atacante do Santa Fé, Medina, afirmou que iria "comer" o Grêmio, e na prática foi justamente isso que aconteceu; o time brasileiro jogou mal, e apesar de ter passado o primeiro tempo sem tomar gol, só resistiu à pressão colombiana até aos 34 minutos do segundo tempo, quando Medina tabelou com Pérez, deixou dois zagueiros para trás e bateu sem chances para Dida, definindo o placar do jogo: 1 a 0 Santa Fé.

Dos gremistas, quem mais se destacou foi o goleiro Dida, que se não fosse o gol tomado, certamente sairia de campo como herói da partida, mas como o "se" nem sempre ajuda, sua atuação será pouco lembrada. Aos 47 minutos do segundo tempo o Grêmio teve a chance de empatar o jogo, porém o chileno Vargas, cara a cara com o gol, mandou a bola para fora.

Resta ao Grêmio, agora, a disputa do Brasileirão, com estreia marcada para o próximo dia 26, contra o Náutico; e a Copa do Brasil, competição que o tricolor Gaúcho já tem vaga garantida nas oitavas de final.

Por Vinicius Cunha


 “Caiu no Horto ‘tá’ morto!”. A frase dos torcedores atleticanos é cada dia mais real. Na noite de quarta-feira, 8 de maio, o Atlético-MG recebeu o São Paulo no Independência, pela partida de volta do confronto das oitavas de final da Copa Libertadores, e não só passou as quartas de final da competição, como também deu uma aula de futebol aos jogadores são-paulinos.

O Galo fez 4 a 1 no Tricolor Paulista, e com a soma do placar do jogo no Morumbi, 2 a 1, classificou-se as quartas de final com um agregado de 6 gols a 2. Na próxima fase o Atlético-MG enfrentará o Palmeiras ou o Tijuana do México, que decidirão a vaga na próxima terça-feira.

Ronaldinho foi o grande destaque da partida, lembrando suas atuações pelo Barcelona, driblando com facilidade, dando assistências, só faltando o gol; Jô fez três, Diego Tardelli um, e Luís Fabiano descontou para o time paulista.

Antes da primeira partida pelas quartas de final da competição, o Galo fará os dois jogos da final do Campeonato Mineiro, nos dias 12 e 19 de maio, contra o rival Cruzeiro. A primeira partida será no Independência e a segunda no Mineirão.

Por Vinicius Cunha


Fluminense x EmelecFluminense e Emelec realizam hoje uma partida decisiva para a pretensão de ambos na Libertadores 2013. A partida, que acontece às 22:00 no estádio de São Januário, será válida pelas Oitavas de Final da Libertadores 2013.

Na primeira partida entre as equipes, o Emelec acabou vencendo em casa por 2 a 1. Com este resultado, agora o Fluminense precisa vencer por 1 a 0 para se classificar. Caso o Emelec marque gols, o Tricolor Carioca precisará vencer por 2 gols de diferença.

Para a partida de hoje, o Fluminense irá contar com o retorno de Fred, que se recuperou de uma lesão na panturrilha.

O Emelec também terá o retorno de alguns jogadores. Nasuti e Achilier, que ficaram de fora da primeira partida entre as duas equipes, estão recuperados das lesões e serão titulares na partida.

O trio de arbitragem desta partida será peruano. Ele será composto por Victor Hugo Carrillo, Jonny Bossio e César Escano.

O Fluminense deve ser escalado com os seguintes jogadores: Diego Cavalieri, Digão, Bruno, Thiago Neves, Leandro Euzébio, Edinho, Carlinhos, Jean, Wágner, Wellington Nem e Fred.

Já o Emelec deve atuar com os seguintes jogadores: Dreer, Nasuti, Vera, Achilier, Pedro Quiñonez, Bagüi, Valencia, Corozo, Jimenez, Mondaini e De Jesus.

O jogo terá transmissão ao vivo pelos canais Globo e Sportv. Quem quiser também pode acompanhar o lance a lance no site do GloboEsporte.com (onde também será possível ouvir a narração da partida).


Após derrotar o Atlético-MG de forma convincente na última rodada da fase de grupos da Libertadores, o São Paulo acabou derrotado pela equipe do Galo nessa quinta-feira, dia 2 de maio, em jogo válido pelas Oitavas de Final da competição.

O jogo começou quente, com a equipe do São Paulo pressionando e abrindo o placar com Jadson. No entanto, logo aos 34 minutos do primeiro tempo, o juiz acabou expulsando um dos principais zagueiros do Tricolor, Lúcio, que deixou o campo e custou a derrota são paulina. O juiz uruguaio, na hora da expulsão, aplicou primeiro o cartão amarelo e logo em seguida o vermelho, acreditando que o zagueiro já havia sido penalizado, resultando em mais uma polêmica futebolística.

O Galo começou atrás na partida, sendo avassalado pelo enfático ataque tático Tricolor. Ganso foi o maior artífice do time anfitrião, ligando as jogadas com Ademílson, que acabou substituindo Aloísio após este ter sentido dores na virilha.

O gol de empate do Atlético-MG saiu depois de uma cabeçada de Ronaldinho, que deslocou o goleiro Rogério Ceni.

No segundo tempo, o centroavante Diego Tardelli sacramentou o desempate e garantiu a vantagem do time mineiro no jogo da volta.

A equipe do São Paulo encontra-se numa situação delicada, precisando vencer o jogo fora de casa, no Independência, por mais de um gol de diferença. Caso não consiga este resultado, a equipe deixará a edição 2013 da Copa Libertadores bem mais cedo do que deveria.   

Por Thomas De Wit 


Na noite de quinta-feira, 2 de maio, o Fluminense foi até Guayaquil, Equador, onde enfrentou o Emelec pela partida de ida da Copa Libertadores, e apesar da derrota por 2 a 1, com muita polêmica, trouxe para o Brasil um bom resultado, pois agora precisa apenas de uma vitória simples por 1 a 0 para se classificar, pelo fato de ter feito um gol fora de casa.

A história da competição mostra que o "Fluzão" não dá muita sorte nos jogos disputados no Equador, tendo em vista que em 2008 disputou a final da competição contra a LDU, e também perdeu no país vizinho, por 4 a 2. 

O gol do "Tricolor Carioca" foi marcado pela meia Wagner, após belo chute de fora da área, sem chances para o goleiro adversário. Para o Emelec, o autor do primeiro gol foi o zagueiro Leandro Euzébio, que tentou cortar cruzamento de Vera, e acabou jogando contra o próprio patrimônio, já o que consolidou a vitória veio no final da partida, quando Gaibor converteu pênalti polêmico, após Carlinhos mal encostar no adversário, que desabou.

A próxima partida entre as equipes será no dia 8 de maio, quarta-feira, no Rio de Janeiro, porém em estádio a ser definido. O classificado do confronto enfrenta o vencedor entre Tigre e Olímpia do Paraguai.

Por Vinicius Cunha


O Tribunal Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu o técnico do Grêmio, Vanderlei Luxemburgo, por seis partidas por conta da confusão envolvendo a sua equipe e o Huachipato pelo último jogo da fase de grupos da Copa Libertadores. Luxa também terá de pagar uma multa no valor de US$ 25 mil.

Na ocasião, Luxa teria provocado a comissão técnica e os jogadores do Huachipato, o que teria causado uma briga generalizada. Irritados, os adversários partiram para cima do treinador e dos atletas gremistas, distribuindo socos e pontapés até serem contidos pela polícia. Por essa razão, muitos jogadores do Huachipato também foram punidos pelo Tribunal Disciplinar, embora já estejam eliminados da competição.

Além de Luxemburgo, o auxiliar técnico do Grêmio (Emerson da Rosa) foi suspenso por oito jogos e o zagueiro Douglas Grolli por outros cinco. Com isso, é provável que o auxiliar Roger Machado comande a equipe gaúcha no jogo contra o Santa Fé, na próxima quarta-feira, em jogo válido pelas oitavas de final da Libertadores.

Insatisfeito com a punição, o Grêmio entrará com uma representação à Conmebol pedindo absolvição da pena.

Por Júlio Abreu


Após se classificar somente na última rodada da fase de grupos, depois de vencer o Atlético-MG por 2 a 0, no Morumbi; nesta quinta-feira, 2 de maio, o Tricolor Paulista voltará a enfrentar o Galo, desta vez pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

Dono de três títulos da competição sul-americana, as últimas cinco eliminações do clube na Libertadores foram para times brasileiros, o que se tornou em uma espécie de "fantasma", e para piorar a situação, o adversário da vez é dono da melhor campanha do campeonato até o momento.

Curiosamente, o último título do São Paulo na Copa Libertadores foi contra uma equipe brasileira, contra o Atlético Paranaense, em 2005. De lá para cá a sorte "fugiu" do Morumbi e o que se viu foi a "manifestação de vários fantasmas".

Primeiramente foi o Internacional, que venceu a competição em 2006 em cima do São Paulo; depois o Grêmio em 2007, em confronto válido pelas oitavas de final; em 2008 o algoz foi o Fluminense, nas quartas de final; em 2009 o Cruzeiro foi quem aprontou contra o Tricolor, também nas quartas de final; e na última das eliminações, em 2010, o Internacional voltou a aprontar, eliminando o clube paulista das semifinais.

Por Vinicius Cunha


Na noite desta quarta-feira, o São Paulo entrou em campo contra o time Atlético Mineiro pela última rodada da fase de grupo da Taça Libertadores da América. O time paulista precisava de uma vitória sobre o Galo, já classificado para a próxima fase, e ainda dependia do resultado do confronto entre Arsenal e Strongest.

A missão era difícil, pois o São Paulo precisava não só garantir a sua vitória dentro do Morumbi, mas ainda torcer para a vitória do Arsenal na Argentina. Com muita raça, o time da capital paulista bateu o Galo por 2 a 0 e o Arsenal garantiu a vitória diante do Strongest por 2 a 1. Com esses resultados, ambos os times empataram em número de pontos – sete para cada, mas o time brasileiro levou a vantagem pelo saldo de gols.

O primeiro gol do São Paulo saiu de uma cobrança de pênalti feita por Rogério Ceni. O gol da vitória foi marcado por Ademílson, conversão feita graças à assistência de Osvaldo.

Assim, Atlético Mineiro, primeiro do grupo, e São Paulo avançam para as oitavas de final, e se enfrentam novamente por uma vaga nas quartas. O jogo de ida acontece no Morumbi e a de volta em Belo Horizonte. A Conmebol ainda não divulgou as datas dos próximos jogos.

Por Camilla Quesada Tavares


Palmeiras e Sporting CristalPalmeiras e Sporting Cristal irão jogar nesta quinta-feira pela Copa Libertadores 2013. A partida, que acontece às 19:45 em Lima (Peru), será a última pela fase de grupos.

Já classificado para as oitavas de final do torneio, o Palmeiras espera vencer hoje para garantir a primeira colocação do grupo, assim teria o benefício de jogar a segunda partida da nova fase em casa.

O Sporting Cristal, em contrapartida, já está eliminado da competição e apenas compre tabela. Apesar disso, a equipe espera se despedir do torneio com uma bela apresentação diante de sua torcida.

No primeiro confronto entre os dois clubes, que aconteceu no Pacaembu, o Palmeiras venceu o jogo por 2 a 1.

A partida terá o trio de arbitragem chileno, composto por: Enrique Osses, Carlos Astroza e Sergio Román.

O Sporting Cristal deverá ter a seguinte escalação: Diego Penny; Revoredo, Álvarez, Nicolás Ayr e Quina; Cazulo, Valverde, Sheput e Lobatón; Rengifo e Avila.

Já o Palmeiras deverá ser escalado com os seguintes jogadores: Fernando Prass; Ayrton, Vilson, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles, Ronny, Souza e Juninho; Caio.


São Paulo x Atletico MineiroPela Copa Libertadores 2013, teremos hoje uma partida decisiva entre São Paulo e Atlético-MG. A partida, que acontecerá no estádio do Morumbi às 22:00, irá traçar o destino do Tricolor Paulista na Competição.

Em situação delicadíssima no Torneio, o São Paulo precisa vencer hoje de qualquer maneira para tentar a classificação para a próxima fase. Para complicar ainda mais a vida da equipe paulista, ela ainda dependerá de um tropeço do The Strongest para aí sim conseguir a tão sonhada classificação.

Caso se classifique, o São Paulo deverá enfrentar novamente o Atlético-MG pela fase de mata-mata da Libertadores. Para aqueles que não lembram, a primeira partida entre as duas equipes na Libertadores acabou com vitória do Atlético-MG por 2 a 1.

O Atlético-MG, que lidera o Grupo 3, já está classificado para a próxima fase da competição. Não bastasse isso, a equipe mineira também possui uma das melhores campanhas entre todas as equipes da Libertadores.

Nos últimos jogos das equipes, pelos campeonatos estaduais, ambas acabaram tropeçando em equipes de menor expressividade. O São Paulo saiu derrotado na partida contra o XV de Piracicaba. Já o Atlético-MG perdeu para a Caldense.

A formação do São Paulo para esta partida será: Rogério Ceni, Paulo Miranda ou Rodrigo Caio, Lúcio, Rafael Toloi e Carleto; Wellington, Denilson, Douglas e Ganso; Osvaldo e Aloísio.

Já o Atlético-MG deverá jogar com a seguinte formação: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Diego Tardelli, Ronaldinho Gaúcho; Luan e Jô.


Atualmente jogador do PSG, Lucas, ex-atleta do São Paulo, deu sua opinião a respeito da difícil situação vivida pelo time na Copa Libertadores 2013, demonstrando confiança na classificação do clube as oitavas de final da competição.

Para obter êxito na Libertadores, o Tricolor Paulista precisa vencer o Atlético-MG, time de melhor campanha na competição até o momento e com 100% de aproveitamento, e ainda torcer para que o The Strongest não vença o Arsenal; caso a partida entre estes termine empatada, o São Paulo terá que vencer o Galo por um placar superior a dois gols.

Se não bastasse Ney Franco não poder contar mais com os dribles, gols e assistências de Lucas, dois de seus principais jogadores estão suspensos e impossibilitados de atuar: Luís Fabiano e Jadson

Como profissional, o único título que Lucas ganhou pelo São Paulo foi a Copa Sul-Americana 2012, quando o capitão Rogério Ceni passou o direito de levantar a taça àquele, após o jogo final contra o Tigre.

Desde a saída para o futebol francês, o Tricolor não achou ninguém que o substituísse, e nem mesmo Ganso, que joga em posição diferente, mas tem o mesmo poder de desequilíbrio, tem conseguido ter boas atuações e suprir a saudade que Lucas deixou.

Por Vinicius Cunha


Vivemos um fenômeno nesta edição da Taça Libertadores da América. Os grandes clubes da Argentina e do Brasil, que sempre são os favoritos da competição continental, já há algum tempo vêm tropeçando em times de menor expressão e com muito menos recursos financeiros para realizar grandes investimentos. A expressão “não existe mais bobo no futebol”, vem ganhando força quando tais equipes ditas “modestas” aprontam das suas dentro ou fora de casa.

Clubes tradicionais como Peñarol e Cerro Porteño, já sem chances de classificação, decepcionaram na competição dando lugar a clubes até então desconhecidos no continente, como Santa Fé e Real Garcilaso. Além disso, o São Paulo, Tricampeão, está com imensas dificuldades em seu grupo e terá que ganhar do líder Atlético Mineiro na última rodada e ainda torcer por um tropeço do The Strongest.

Já no grupo 8, o que ocorre é uma espécie de corrida maluca, afinal, antes de iniciar a fase de grupos todos apostariam que Grêmio e Fluminense passariam com sobras dos modestos Huachipato e Caracas. Mas, com 5 rodadas disputadas, ainda está tudo embolado e com todas as equipes do grupo ainda com chances de classificação.

Foi-se o tempo em que no futebol se ganhava pelo investimento, camisa ou escalação. Hoje, o 11 contra 11 está cada vez mais em alta, o poder de superação das equipes “menores” está igualando as forças e os saudosos “bobos” do futebol começam a assumir papéis de protagonistas. 

Por Fernando Crizel Portelinha


O Palmeiras enfrentou o Libertad do Paraguai pela 5ª  rodada do grupo 2 da Copa Libertadores, jogou para o gasto, com o apoio da torcida, venceu o adversário por 1 a 0 e garantiu a classificação às oitavas de final da competição.

Depois de ser motivo de chacotas dos críticos e adverśarios, o Palmeiras, enfim, engatou uma boa sequência de vitórias (4 no total) e vem colhendo frutos, como a classificação no Paulistão e, agora, na Libertadores.

Com a vitória a equipe brasileira chegou aos nove pontos e agora é líder da chave, à frente de Libertad e Tigre, que se enfrentam na última rodada. O gol palmeirense foi marcado pelo volante Charles, depois que Wesley errou um chute e a bola sobrou livre para o "predestinado" jogador marcar.

Ainda resta mais uma partida para o Palmeiras jogar na primeira fase, porém, será fora de casa contra o lanterninha do grupo, Sporting Cristal. Mesmo que o time peruano vença, não há mais possibilidades de classificação.

Se a primeira fase da competição terminasse hoje, o time de Gilson Kleina enfrentaria o Real Garcilaso do Peru, no entanto, até o término daquela, muita coisa pode mudar.

Por Vinicius Cunha


Com o Pacaembu lotado, o Palmeiras venceu o Libertad, do Paraguai, por 1 a 0, e com isso garantiu a tão sonhada classificação antecipada para as oitavas de final da Copa Libertadores. O gol da vitória foi marcado por Charles. O Libertad, apesar da derrota, continua com chances de avançar à próxima fase.

Em clima de paz com a torcida, a equipe desde o início do jogo pressionou o Libertad, na raça, e mostrou quem mandava. A jogada do gol da vitória nasceu com Wesley, ao chutar de fora da área. A finalização, que parecia ruim, sobrou para Charles, que tocou na saída do goleiro e marcou o gol do jogo: 1 a 0.

Com nove pontos conquistados e na liderança do Grupo 2, Tigre e Libertad, ambos com oito pontos, enfrentam-se na próxima rodada para decidir quem assumirá a outra vaga. O Palmeiras, por sua vez, vai a Lima, no Peru, medir forças com o já eliminado Sporting Cristal.

Neste domingo, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Guarani, em jogo válido pela penúltima rodada do Campeonato Paulista. O Alviverde já está classificado para as quartas de final da competição.

Por Julio Abreu


O Corinthians lutou muito, goleou o San José por 3 a 0 e foi recompensado: ultrapassou o Velez Sarsfield no saldo de gols e encerrou a rodada na liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores. Os gols foram marcados por Romarinho, Guerrero e Edenilson.

Pouco antes de a bola rolar, o San José entrou em campo homenageando o garoto Kevin Espada, morto após ser atingido por um sinalizador disparado pela torcida do Corinthians, na Bolívia. Quando a bola rolou, o Timão assumiu logo o controle do jogo e não demorou para abrir o placar. Aos 23 minutos, Sheik cruzou e Romarinho mandou para o fundo do gol: 1 a 0.

Guerrero ampliou após bela jogada de Sheik, matando no peito e finalizando de canhota: 2 a 0. Por fim, nos acréscimos, Edenilson marcou mais um e fechou o placar.

Com a classificação antecipada para as oitavas de final garantida, o Corinthians agora briga para ficar na melhor posição possível no ranking geral. Isso porque os times com melhor campanha poderão usufruir do mando de campo em casa no segundo jogo do mata-mata.

O próximo compromisso do Corinthians será no Campeonato Paulista. Neste domingo, a equipe do técnico Tite mede forças com o Linense, no interior.

Por Júlio Abreu


Os torcedores parecem estar voltando às pazes com o Palmeiras. Após a trágica queda para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, poucos ainda se animavam em ir ao estádio prestigiar o time. Mas o quadro tem sido alterado. Prova disso é a venda de 28 mil ingressos para a partida contra o Libertad, que acontece na quinta-feira (11/04), pela Libertadores, no estádio do Pacaembu.

Até a noite de segunda-feira (08/04), três setores encontravam-se esgotados: Cadeira Laranja, arquibancada amarela e verde. E os dirigentes do Palmeiras estão confiantes de que mais áreas sejam totalizadas até um dia antes da partida.

Foram colocados à venda 37.153 ingressos, com preços entre R$ 40 e R$ 200. Ainda há lugares no Tobogã (R$ 40), Arquibancada Visitante Lilás (R$ 50), Cadeira Descoberta (R$ 80) e Cadeira Coberta Azul (R$ 200).

As entradas ainda podem ser compradas nas bilheterias do Estádio Palestra Itália até quarta-feira (10/04), entre as 10h e as 17h.

No dia em que o Palmeiras entrar em campo, os ingressos estarão à venda somente no Pacaembu e no Palestra, no mesmo horário. Durante o jogo, as vendas acontecem até o fim do primeiro tempo.

Por Gabriel Perline


Com uma goleada de 5 a 2 contra o Arsenal de Sarandí, o Atlético-MG manteve os 100% de aproveitamento na Libertadores. A partida foi realizada na noite de quarta-feira (dia 3 de abril) e acabou marcada por muitas confusões em campo.

Quando o placar marcava 2 a 1 para o Galo, aos 39 minutos do primeiro tempo, os jogadores dos dois times intensificaram as provocações, ao ponto de o árbitro Enrique Cáceres não conseguir controlar os ânimos. Troca de empurrões e socos se estenderam até o intervalo. A polícia foi acionada para acabar com a pancadaria.

Na segunda etapa, os mineiros se mantiveram na ofensiva e ampliaram a vantagem. Ronaldinho Gaúcho fez dois gols. Os demais foram feitos por Diego Tardelli, Luan e Alecsandro. No Arsenal, os marcadores foram Braghieri e Benedetto.

O resultado favoreceu o São Paulo, que com uma vitória sobre o The Strongest, nesta quinta (dia 4 de abril), ficará bem próximo da classificação para as oitavas de final. Caso o saldo seja positivo, terá três pontos a mais que o Arsenal, que pode ter inúmeros desfalques na última rodada desta etapa se a Conmebol for tão rígida com o clube como no episódio que rendeu a suspensão de Luis Fabiano por quatro partidas no campeonato.

Por Gabriel Perline


O jogo esteve longe de ser um grande espetáculo, mas o Corinthians cumpriu seu papel: foi a Bogotá e venceu o Millonarios por 1 a 0, com gol de Danilo, na penúltima partida do time na fase de grupos da Libertadores da América.

O gol aconteceu somente no segundo tempo, após a saída de Pato para a entrada de Jorge Henrique, que mal entrou e logo passou a bola para Danilo, que deu um chute rasteiro e certeiro contra a defesa de Zapata.

Nesta partida, o Corinthians entrou em campo com o desfalque de Guerrero, que acabou vetado pela equipe médica do time por sentir fortes dores na coxa.

A vitória simples garantiu ao Corinthians uma vaga nas oitavas de final. Com 10 pontos conquistados na fase de grupos, a equipe brasileira está na liderança em sua chave. O Tijuana encerrou a rodada com a mesma pontuação, mas está em segundo por ter um saldo de gols menor.

A próxima partida do Corinthians será contra o San José, no Pacaembu, na quarta-feira (dia 10 de abril). Para terminar a fase na ponta do grupo 5, a equipe brasileira precisará ter um resultado igual ou superior ao Tijuana, que receberá o Millonarios.

Por Gabriel Perline


Uma bela vitória para espantar a crise e os críticos. Com um futebol guerreiro, envolvente e soberano, o Palmeiras venceu o Tigre por 2 a 0 e assumiu a vice-liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores, com seis pontos, dois a menos que o Libertad. Os gols foram marcados por Caio e Charles.

Com o apoio de um público de mais de 19 mil pessoas, o Palmeiras controlou as principais ações durante quase toda a partida e não deixou o adversário se agigantar.

Aos 20 minutos, Vinícius, que tinha acabado de entrar no lugar de Patrick Oliveira, cruzou para Caio desviar, mandando para o fundo do gol: 1 a 0.

Com o jogo nas mãos, o Palmeiras ampliou aos 7 minutos do segundo tempo, desta vez com Charles, que chutou forte de fora da área: 2 a 0.

O próximo compromisso do Palmeiras na Libertadores será contra o Libertad, no dia 11 de abril, também no Pacaembu. Se vencer, o Alviverde avança para as oitavas de final da competição como primeiro colocado do grupo. Já o Tigre mede forças na última rodada com o Arsenal de Sarandí.

Por Júlio Abreu


Durante a partida contra o São Paulo, na tarde de domingo, 31/03, o peruano Guerrero, atacante do Corinthians, que foi substituído por Pato, voltou a sentir dores na coxa direita e desfalcará o Timão contra o Millonarios, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O atacante que é considerado o herói do título da Copa do Mundo de Clubes, vive grande fase e tem marcado gols em quase todas as partidas disputadas, sendo ídolo da torcida corintiana e dos peruanos.

Em contrapartida, apesar de Guerrero não poder atuar na próxima partida, Pato que voltou ao time no clássico contra o São Paulo, inclusive marcando o gol da vitória, deverá substituir o peruano e iniciar a partida como titular.

O Corinthians tem 7 pontos na Copa Libertadores, ocupando a segunda colocação do grupo 5, dois pontos atrás do mexicano Tijuana e três à frente do San José da Bolívia. Uma nova vitória do time brasileiro praticamente garante a classificação para as oitavas de final da competição, porém na partida contra o Millonarios, o Timão não poderá contar com o apoio de sua torcida, devido à punição imposta pela Conmebol, em virtude da morte do garoto boliviano, Kevin.

Por Vinicius Cunha


Apesar de ter marcado gol contra o Bragantino na noite de sábado (23/03), Luís Fabiano não comemorou. Sequer saiu radiante do campo por se manter líder na competição estadual. O clube superou, em casa, seu adversário por 2 a 0, mas as comemorações ficaram de lado.

O grande motivo para a apatia de Luis Fabiano é a má fase do time na Copa Libertadores da América e a decisão da Conmebol, que o puniu com suspensão de quatro jogos após ser expulso da partida contra o Arsenal de Sarandí, realizada no dia 7 de março, que acabou empatada em 1 a 1.

A suspensão foi aplicada pelo fato de o jogador ter ofendido o árbitro da partida. Em entrevista ao jornal “O Estado de São Paulo”, ele negou e disse que não merecia a condenação, apontando a punição como a responsável por sua tristeza no duelo contra o Bragantino.

Se no Paulistão a campanha do São Paulo é motivo de aplausos, o mesmo não se pode dizer da atuação na Libertadores. O empate e a derrota para o time argentino Arsenal de Sarandí complicaram a situação do clube paulistano, que tem remotas chances de se manter na competição.

Por Gabriel Perline


O Timão vinha de derrota na Copa Libertadores para o Tijuana, em jogo disputado no México, e na noite de quarta-feira, 14/03, precisava somar os três pontos para diminuir a vantagem que o time mexicano tinha e para facilitar a classificação à segunda fase.

Com o Pacaembu podendo receber torcedores do Corinthians, depois que a punição foi efetivada para somente jogos fora, a fiel torcida compareceu em peso e lotou o estádio.

Os gols corintianos foram marcados por Alexandre Pato, Guerrero e Paulinho. A única baixa foi o fato de Pato ter sido substituído ainda no primeiro tempo, devido a um incômodo muscular.

Depois de uma maratona de jogos envolvendo a competição sulamericana e o Paulistão, o Timão só voltará a campo pela Copa Libertadores no dia 03/04, contra o Milionários/COL, fora de casa, porém, enfrenta já no sábado o União Barbarense pelo Campeonato Paulista.

Com a vitória o time de Tite chegou aos 7 pontos, 2 a menos que o líder Tijuana e manteve a segunda colocação do grupo.

Aos poucos o Corinthians vai crescendo na competição e não deverá ter muitas dificuldades para avançar até as oitavas de final.

Por Vinicius Cunha


Corinthians e Atlético-MG fizeram seus jogos na noite desta quarta-feira na Libertadores e obtiveram bons resultados para suas equipes.

O Atlético saiu de casa e subiu a montanha na Bolívia, jogando contra o The Strongest, na altitude de La Paz. Mesmo com as dificuldades, o Galo mineiro venceu e mostrou autoridade. O placar foi 2×1 para a equipe alvinegra, com gols de Diego Tardelli, após boa jogada de Jô, Méndez (contra), que sozinho no lance se atrapalhou e mandou para o próprio gol, e Reina, no final do primeiro tempo, aproveitou bobeira de Victor, e marcou para o The Strongest.

O resultado coloca o Atlético na primeira posição geral da Libertadores e a única equipe invicta e com 1000% de aproveitamento.

Já o Corinthians recebeu o mexicano Tijuana, que o havia derrotado na partida de ida. E mostrou que deve-se respeitar o atual campeão: O placar de 3×0 ficou barato tamanho o domínio do time paulista sobre o mexicano.

Os gols saíram todos em jogadas trabalhadas pelo meia Renato Augusto: o primeiro, de Pato, saiu em rebote de seu chute, que pegou três vezes na trave. O segundo, de Guerrero, saiu após bom cruzamento de Alessandro após receber um bom passe de Renato na entrada da área. E o terceiro, de Paulinho, saiu de jogada ensaiada em cobrança de falta batida pelo camisa 25.

Agora o Corinthians chega aos 7 pontos na competição, mirando a liderança do grupo. Seu próximo jogo é dia 3 de abril, contra o Millonarios.

Por Euclides Cesar Junior


Pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores 2013, o Corinthians irá jogar fora contra o Millonarios.

O jogo será realizado no dia 3 de abril, às 22h no estádio EL Campín, localizado em Bogotá.

O alvinegro paulista apresenta a seguinte campanha: sete pontos acumulados em quatro partidas, com aproveitamento de 58,3%. O clube, que venceu o Tijuana na última rodada pelo placar de 3 a 0, quer voltar para o Brasil com três pontos e tentar ultrapassar o clube mexicano, um dos melhores da primeira fase do torneio sulamericano.

O técnico Tite, campeão da competição internacional em 2012, pretende manter a mesma equipe que ganhou na última série de jogos e provavelmente, irá entrar em campo com Cássio, Alessandro, Gil, Paulo André, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo, Renato Augusto, Alexandre Pato e Paolo Guerrero.

Pelo lado do Millonarios, a aposta é se favorecer com o fator casa para conseguir os três pontos e melhorar sua classificação, aumentando as chances de passar para a fase de mata-mata da competição.

Este grupo, considerado forte, ainda conta com San José, equipe da Bolívia.

Por Marcelo Araújo


O Atlético-MG venceu mais uma na Libertadores e é o time de melhor campanha até agora, além de estar 100% na competição, tendo quatro vitórias em quatro jogos.

O Galo, que ainda não tem nem um título da Libertadores, foi até a Bolívia em busca de no mínimo um ponto, o que praticamente garantiria a classificação da equipe a segunda fase, oitavas de final.

Com a vitória, o time de Cuca chega aos doze pontos e segue firme em busca da primeira colocação geral, pois aí poderia jogar todos os jogos de volta, a partir da segunda fase, em casa.

A pressão boliviana e a altitude não foram suficientes para derrubar o Atlético-MG, pois logo aos nove minutos Diego Tardelli, depois de jogada de Jô, abriu o placar; Harol Reina empatou para o Strongest, mas depois, logo após cruzamento de Serginho, Luis Mendéz apavorou-se e acabou colocando a bola nas redes do próprio time, gol contra.

A próxima partida do Atlético será em casa contra o Arsenal da Argentina, no Horto, e lá o Galo é praticamente imbatível.

Será que pintou o campeão? O tempo dirá!

Por Vinicius Cunha


Após a derrota fora de casa para o Caracas, o Grêmio irá receber o Fluminense pela quinta rodada da fase de classificação da Copa Libertadores da América 2013.

O principal desfalque do Tricolor Gaúcho será Elano, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última partida e como punição não poderá atuar neste jogo.

Com seis pontos somados em quatro jogos, o Grêmio precisa da vitória para se classificar para a etapa do mata-mata da competição. 

Na última rodada, a equipe foi criticada pela fraca atuação no segundo tempo, o que resultou na virada do Caracas.

A partida contra o Fluminense será realizada no dia 10 de abril, às 22:00 horas, na Arena do Grêmio.

O Fluminense vem de um empate em casa contra o Huachipato e precisa da vitória para avançar para a segunda fase da Libertadores.

O Tricolor Carioca conseguiu 7 pontos em quatro rodadas e apresenta um aproveitamento de 58,3%.

Para a partida, o técnico Abel Braga poderá contar com todos os seus principais atletas. Por isso, o objetivo do técnico para esta partida é voltar de Porto Alegre com a vitória.

Por Marcelo Araújo


Mais uma atuação frustrante do São Paulo na Copa Bridgestone Libertadores. A equipe paulista apenas empatou com o Arsenal de Sarandí, da Argentina, em 1 a 1, no Pacaembu, e viu a sua situação na competição ficar complicada.

Jadson marcou o gol tricolor na partida. Darío Benedetto descontou, de pênalti, em lance polêmico. Com o resultado, o São Paulo soma quatro pontos, em três jogos, e está a cinco pontos do Atlético-MG, líder do Grupo 3.

Revoltado com a atuação do árbitro, Luis Fabiano reclamou muito e acabou expulso. Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta o mesmo adversário, no dia 14 de março, na Argentina. E o time fecha a sua participação na competição contra o The Strongest, da Bolívia, na altitude de La Paz.

O primeiro tempo foi marcado por atuações abaixo da crítica de lado a lado. Muitos erros de passe e de posicionamento comprometiam o espetáculo. A torcida só respirou aliviada aos 47 minutos, quando Jadson recebeu passe de Aloisio e bateu forte, abrindo o placar.

Mal a equipe entrou em campo na etapa complementar, o adversário empatou. Após um lance polêmico em que a bola tocou no braço do lateral Cortez, o árbitro assinalou pênalti, bem convertido por Darío Benedetto: 1 a 1. E foi esse o resultado que durou até o apito final.

Por Julio Abreu


No dia 13 de março, o Corinthians recebe o Tijuna no Pacaembu pela quarta série de jogos da fase classificatória da Copa Libertadores da América 2013. Na última rodada do torneio, estas duas equipes se enfrentaram e o Tijuana (México) ganhou da equipe alvinegra pelo placar de 1 a 0 com gol que foi bastante contestado pela torcida corintiana.

Para o jogo em casa, o Corinthians quer dar o troco, vencendo a equipe mexicana para não deixá-la se afastar na tabela de classificação. Surpresa na competição sul-americana, o Tijuana tem feito a melhor campanha, conseguindo nove pontos em seis rodadas e com aproveitamento de 100 por cento. O time paulista conquistou apenas quatro pontos em três rodadas, está na segunda posição e apresenta 44,4% de aproveitamento.

Provavelmente, o técnico Tite irá repetir a mesma escalação da última partida da Libertadores, que contou com Cássio, Alessandro, Gil, Paulo André, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Renato Augusto, Danilo; Pato e Guerrero. A situação do Timão ainda não se complicou na fase de grupos, pois o time depende apenas de si para conseguir a classificação em segundo lugar e ir para o mata-mata.

Por Marcelo Araújo


No dia 2 de abril, o Palmeiras receberá o Tigre (Argentina) pela quarta rodada da fase de classificação da Copa Libertadores da América 2013. O jogo será realizado no estádio do Pacaembu, às 21:30.

Na última rodada do torneio sul-americano, o alviverde paulista perdeu para o mesmo Tigre, mas na Argentina, pelo placar de 1 x 0 com gol dos hermanos nos últimos minutos da partida. Jogando no Pacaembu, o Palestra quer reverter a situação e dar o troco em casa. Após a última derrota, a situação do Palmeiras ficou complicada na classificação, o clube, que começou com vitória na competição, tem apenas três pontos em três rodadas que jogou.

Pelo lado do Tigre, a expectativa é conseguir somar mais três pontos fora de casa ou ao menos um empate. Na mesma situação que o Palmeiras, o clube de origem argentina conseguiu somar apenas 3 pontos nas três séries de jogos do torneio.

É provável que entre em campo com um time defensivo e explorando os contra-ataques contra o Verdão. O grupo de Tigre e Palmeiras ainda conta com o Libertad e o Sporting Cristal, os dois primeiros colocados. 

Por Marcelo Araújo


O Atlético Mineiro segue imbatível no estádio Independência e na Copa Libertadores. Na noite desta quinta-feira, dia 07 de março, a equipe mineira pode comemorar mais uma vitória. Quem sofreu com a pressão da torcida e a genialidade de Ronaldinho Gaúcho foi o The Strongest, da Bolívia.

Foi com o placar de 2 a 1 que a equipe mineira chegou à sua terceira vitória consecutiva na competição. Com o resultado, o Galo abriu 5 pontos de vantagem para o São Paulo, segundo colocado do Grupo 3. Não bastasse isso, o Atlético Mineiro ostenta a melhor campanha da fase de grupos até então.

Quem achou que o Atlético Mineiro teria uma vitória recheada de gols, porém, acabou se surpreendendo. A equipe boliviana mostrou novamente uma notável consistência no sistema defensivo, o que acabou atrapalhando as pretensões dos brasileiros.

O primeiro gol da partida saiu apenas na etapa complementar, aos 11 minutos. Jô aproveitou a bobeada da zaga e livre de marcação chutou para o gol e abriu o placar: 1 a 0.

Aos 26 minutos do segundo tempo, o Atlético ampliou com Ronaldinho Gaúcho, de pênalti.

Quando o placar parecia já estar definido, Melgar descontou para os bolivianos. Mas não havia tempo para mais nada, o gol foi aos 45 minutos.

Por Júlio Abreu


Nesta última terça-feira, 05/03, o Grêmio venceu o Caracas por 4 a 1, no estádio Grêmio Arena, assumindo a liderança da chave 8 da competição, porém, nem tudo são flores para o tricolor gaúcho.

Sua apaixonada torcida, durante comemorações dos gols marcados, acabou se extrapolando e veio a danificar o patrimônio do clube, mais precisamente 15 assentos.

Em jogo realizado pela Pré-Libertadores, em janeiro deste ano, contra a LDU, a torcida também exagerou nas comemorações e um incidente com vítimas não fatais acabou acontecendo (devido a comemoração do tipo "avalanche").

Na época, a Conmembol advertiu o clube sulista, caso ocorresse situação similar, poderia haver punições, mas o comportamento se repetiu e agora a diretoria teme "represálias" por parte da Confederação.

Nesta Libertadores, alguns clubes já foram punidos: o Corinthians, devido ao comprtamento de sua torcida na Bolívia, em que um adolescente boliviano veio a óbito, vítima de um sinalizador; e também o Vélez da Argentina, por cenas de violência que a torcida  hermana provocou em jogo realizado no Uruguai, contra o Peñarol. O clube brasileiro com punição cautelar de sessenta dias sem apoio da torcida em jogos sulamericanos; o argentino com a punição de um jogo com portões fechados e multa.

Oxalá as punições supracitadas surtam efeitos e nos estádios desapareçam cenas de vandalismo.

Por Vinicius Cunha


O Grêmio entrou em campo, na última terça-feira, 05/03, e venceu o Caracas da Venezuela por 4 a 1, assumindo a liderança da chave 8 da Copa Libertadores. A partida foi realizada na arena do clube, em Porto Alegre.

Foi a terceira partida do clube no campeonato; antes o time do "professor" Luxemburgo perdera em casa para o Huachipato do Chile e venceu o Fluminense, no Engenhão, por 3 a 0.

Os gols gremistas foram marcados por Werley, zagueiro artilheiro; pelo "pirata" Barcos; e pelo camisa 10 do time, Zé Roberto, destaque da partida e autor de dois gols. Para o caracas, marcou o gol o defensor Andrés Sânchez.

O estádio, apesar de não contar com um gramado a sua altura, contou com a presença de mais de 30 mil torcedores e estes apoiaram a equipe do início ao fim.

A equipe de Porto Alegre volta a enfrentar o mesmo Caracas pela próxima rodada da Libertadores, desta vez na Venezuela. A derrota do time venezuelano coincindiu com a data da morte de Hugo Chávez, vítima de câncer. Data para os torcedores da equipe vizinha do Brasil esquecer. Perda dupla, guardada às devidas proporções.

Por Vinicius Cunha


O Fluminense “pintou e bordou” em cima do Huachipato na noite desta quarta-feira (06/03), no Engenhão, na antepenúltima rodada do Grupo 8 da Copa Bridesgtone Libertadores, mas por capricho do destino a equipe não conseguiu converter as dezenas de oportunidades em gols. Dessa forma, não conseguiu mais do que um frustrante empate de 1 a 1 com a equipe chilena. Fred, de pênalti, marcou o gol tricolor. Núnez descontou.

A equipe tricolor entrou em campo e logo tomou as rédeas da partida. Veloz e envolvente, o time criou diversas oportunidades, principalmente com Thiago Neves, Jean e Fred, que estavam em noite inspirada. O Huachipato, por sua vez, errou muitos passes e não conseguiu criar jogadas ofensivas, virando praticamente um jogo de ataque contra defesa.

De tentar pressionar o rival, aos 30 minutos veio a recompensa. Deco sofreu pênalti e Fred, com a categoria habitual, abriu o placar: 1 a 0.

Na etapa complementar, quando se esperava um passeio tricolor, foi o Huachipato, no entanto, que roubou a cena. Aos 25 minutos, Arrué fez grande jogada e cruzou. A bola sobrou para Núnez, que chutou forte e empatou: 1 a 1, placar final.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Grêmio, na Arena.

Por Julio Abreu


Pela quarta rodada da fase classificatória da Copa Libertadores da América 2013, o Grêmio vai até a Venezuela para enfrentar o Caracas. A equipe gaúcha, que figura na tabela em segundo lugar com seis pontos ganhos e 66,7% de aproveitamento, pretende somar mais três pontos fora de casa para continuar perseguindo o Fluminense, primeiro colocado do Grupo 8. O jogo será realizado no dia 12 de março, às 21:30, no estádio Olímpico de la UCV.

Pelo lado do Caracas, equipe com pior classificação do grupo com 3 pontos e aproveitamento de 33,3%, o intuito é ganhar dentro de casa para começar uma reação na Copa Libertadores. O grupo, considerado um dos mais difíceis da competição pela presença de duas grandes equipes brasileiras, ainda conta com o Huachipato, equipe do Chile que tem quatro pontos e ocupa o terceiro lugar.

O técnico Vanderlei Luxemburgo armará uma equipe ofensiva, mas com o devido cuidado na defesa. Um dos destaques do Grêmio na competição tem sido Eduardo Vargas, meia-atacante com bom drible e ótimo chute de longa distância. Outro contratado recentemente é o atacante Barcos, que já deixou sua marca na competição. 

Por Marcelo Araújo


A Copa Libertadores da América 2013 já está em sua terceira rodada da fase de grupos. As posições começam a ser definidas e um bom exemplo disso é o jogo entre Atlético Mineiro e The Strongest, da Bolívia.

O time de Minas Gerais tem um aproveitamento de 100% e ganhou os seis pontos possíveis nas duas partidas que disputou, venceu o São Paulo e o Arsenal da Argentina. Para o próximo embate, a equipe mineira pretender repetir a boa atuação em casa e ganhar mais 3 pontos.

O técnico da equipe mineira, Cuca, conta com a boa fase do marcador Pierre, que afirmou estar com tranquilidade e ousadia para impor seu ritmo de jogo.

Entre outros atletas, Ronaldinho Gaúcho, Bernard, Diego Tardelli e Leandro Donizete têm sido os destaques do Galo na competição.

Na última rodada, a equipe goleou o Arsenal da Argentina pelo placar de 5 x 2, jogando fora de casa.

O jogo contra o The Strongest será realizado na quinta-feira, às 21:30, no estádio Independência (MG).

A equipe boliviana, que já chegou à Capital Mineira, realizou ontem treinamentos e verificou as condições do gramado antes da partida.

Por Marcelo Araújo


Em uma noite apoteótica na Copa Bridgestone Libertadores, o Grêmio venceu o Caracas, por 4 a 1, na Arena, e alcançou a liderança do Grupo 8.

Zé Roberto (duas vezes), Barcos e Werley marcaram os gols da equipe gremista. Andrés Sánchez descontou para os venezuelanos. Na próxima rodada, no dia 12 de março, o Tricolor enfrenta o mesmo adversário, só que desta vez fora de casa.

De volta ao seu estádio depois da derrota para o Huachipato na rodada de estreia, o Grêmio entrou em campo com o intuito de apagar a primeira impressão. Sob os olhares de um público de mais de 30 mil pessoas, o Tricolor logo aos 16 minutos de jogo mostrou que não estava para brincadeiras. Oportunista, Barcos aproveitou o rebote do goleiro Baroja e abriu o placar.

Aos 37 minutos, foi a vez de Werley deixar a sua marca. Zé Roberto cobrou escanteio e o jogador desviou, ampliando a vantagem do time gaúcho.

No início da etapa complementar, Barcos viu Zé Roberto em boa posição e lançou. Com muita habilidade, o jogador driblou o goleiro e marcou mais: 3 a 0.

Quando a vitória parecia estar sacramentada, Andrés Sanchez descontou para os venezuelanos. Mas aos 27, Zé Roberto aproveitou cruzamento de Pará e fechou o placar.

Por Julio Abreu


Após a vitória sofrida contra o The Strongest (Bolívia) no Morumbi, o São Paulo irá jogar novamente em casa. A equipe paulista receberá o Arsenal da Argentina, pela terceira rodada da fase de classificação da Copa Libertadores da América 2013.

O clima no Centro de Treinamento do Tricolor (Barra Funda) é de cuidado e apreensão. Para não repetir as mesmas falhas apresentadas no último jogo do torneio, o São Paulo treinou bolas áreas, jogadas ensaiadas e aprimorou o sistema de marcação. Um dos desfalques do Tricolor para a partida é o volante Denílson, que teve problemas no joelho e será substituído pelo experiente Fabrício.

O São Paulo deve enfrentar o clube argentino com os seguintes jogadores: Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Tolói, Cortez, Wellington, Fabrício, Jadson, Aloísio, Osvaldo e Luis Fabiano.

A partida será realizada na próxima quinta-feira, às 19:15, no estádio do Pacaembu.

Com três pontos conquistados na fase de grupos, o São Paulo pretender vencer o time argentino para se aproximar do Atlético Mineiro, que lidera o grupo.

Mais uma vez, o treinador Ney Franco optou pela escalação de Aloísio, atacante, no lugar de Paulo Henrique Ganso, meia de criação. 

Por Marcelo Araújo


O vice presidente do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, disse à Radio Bandeirantes que, apesar da vitória do tricolor paulista sobre o The Strongest, pela Copa Libertadores, a atuação foi vergonhosa.

O técnico Ney Franco, ao ser comunicado sobre a crítica, demonstrou não gostar nem um pouco da declaração, pois segundo o mesmo, críticas com esse teor devem ser manifestas de forma interna. É aquele velho ditado: "roupa suja se lava em casa".

O treinador do São Paulo não tem razão para temer uma possível queda, pois o clube faz bela campanha no Paulistão e na Libertadores. Não há motivos de preoucupações e alerta, pois perdeu fora de casa,mas venceu no Morumbi. Tudo dentro da normalidade.

O diretor, autor das críticas, teve uma atitude impensada, pois o mesmo está no cargo já a um certo tempo e já deveria ter adquirido experiência o bastante para saber o que pode ser falado à imprensa.

O São Paulo voltou ao campo no domingo, 03/02, às 18h30min, em Penápolis, contra a Penapolense. João Paulo de Jesus Lopes, até o momento, não se manifestou; talvez esteja calado com o intuito de por panos quentes sobre o assunto.

Por Vinicius Cunha


Depois de estrear com derrota para o Atlético-MG na Copa Libertadores 2013, o São Paulo, um dos maiores vencedores da competição entre os brasileiros, ao lado do Santos, venceu o boliviano The Strongest e respirou aliviado no Campeonato.

O jogo não foi fácil, porém na competição sulamericana o que mais importa são os três pontos e o tricolor paulista saiu de campo com a vitória por 2 a 1, de virada.

O gol do Strongest foi marcado por Barrera e para o São Paulo marcaram Osvaldo e o oportunista Luís Fabiano. Com a soma dos três pontos o São Paulo divide a segunda colocação da chave com o time boliviano, enquanto o Galo lidera e o Arsenal da Argentina segue na última colocação.

Compareceram ao Morumbi cerca de 31 mil torcedores, os quais não viram um show de Rogério Ceni e cia, no entanto saíram satisfeitos, pois sabem que o time é especialista na competição e esta só está começando. A próxima partida do São Paulo pela Libertadores será na próxima quinta-feira, às 19h15, no Pacaembu, contra o Arsenal da Argentina.

A primeira fase da competição tem suas dificuldades, porém o que as torcidas dos grandes clubes anseiam é que chegue logo o mata-mata, e uma coisa é certa, o São Paulo dará trabalho.

Por Vinicius Cunha


O Verdão, que estreou com vitória na Copa Libertadores 2013, não se saiu bem na primeira partida fora de casa e perdeu para o Libertad do Paraguai.

O clube paulista vinha de uma série de sete jogos sem derrota, mas na noite de quinta-feira, 28/02, o time de Gilson Kleina foi totalmente dominado e não suportou a pressão. No fim do jogo deu Libertad com 2 tentos a 0, gols de Pablo Velásquez e depois Pedro Benítez.

Os anfitriões chegaram aos seis pontos na competição, assumindo a liderança do grupo, enquanto o Palmeiras continua com três e agora é o terceiro colocado da chave.

Libertadores é assim mesmo, o mais importante é vencer em casa e se possível for, "beliscar" alguma pontuação fora. No fim de semana o Palmeiras não jogará pelo Campeonato Paulista, pois teve o jogo contra o Paulista de Jundiaí adiado. Oportunidade para o time descansar e treinar para enfrentar o Tigre da Argentina na próxima quarta-feira, 06/03, mais uma vez fora de casa. 

Se quiser se classificar para as oitavas de final, o próximo compromisso pela competição sulamericana requer pontos e será crucial. Mas que a torcida palmeirense não se iluda, pois o principal objetivo do time na temporada é voltar à primeira divisão do Brasileirão.

Por Vinicius Cunha


Os clubes brasileiros, mais uma vez, fizeram um bom papel na Copa Bridgestone Libertadores 2013.

Pelo grupo em que só ganham os visitantes, o Huachipato, do Peru, recebeu o Fluminense. E a escrita se confirmou: o Tricolor das Laranjeiras saiu perdendo, mas mostrou superioridade durante toda a partida e virou o placar, vencendo por 2 a 1.

O Huachipato, jogando em casa, teve maior posse de bola, dando impressão de domínio. Entretanto, o Fluminense era mais incisivo nas suas investidas ao ataque, chegando a colocar uma bola incrível na trave com Wellington Nem. Apesar disso, o Huachipato chegou ao primeiro gol aos 45 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Fluminense mostrou para que veio e virou o jogo com belos gols de Wellington Nem e Wágner, aos 21 e 31 do segundo tempo, respectivamente. O resultado ainda saiu barato para o time peruano, que viu seu gol ser ameaçado várias vezes.

O destaque da rodada vai para a atuação da dupla Pato e Guerrero na vitória importante, mas silenciosa, do Corinthians. Jogando no Pacaembu com a presença de 4 torcedores, o atacante de R$ 40 milhões foi a principal arma ofensiva do alvinegro no ataque, mostrando bom entrosamento com o centroavante Guerrero.

Os dois deixaram sua marca na vitória por 2 a 0, que demonstrou grande superioridade do Corinthians. O Millonarios não mostrou, em momento algum, força para incomodar o goleiro Cássio, que deixou o gramado de uniforme praticamente limpo.

Por Euclides Cesar Junior


A Copa Libertadores da América 2013 já começou e os times brasileiros entram em campo pela segunda rodada da fase de grupos. Um dos times da capital paulista, o Palmeiras, viaja para enfrentar o Libertad.

A partida será realizada no dia 28 de fevereiro, às 19h15 no estádio Nicolás Leoz. O Palmeiras, que venceu a primeira partida e obteve 3 pontos, irá com força total para conseguir uma vitória fora de casa.

Embora esteja na segunda divisão do Campeonato Brasileiro, a equipe alviverde enfrenta com Libertad com força total e a escalação deve ser a seguinte: Prass, Weldinho, Mauricio Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Vilson, Márcio Araújo, Souza (ou Valdivia), Wesley e Patrick Vieira e Vinícius.

No grupo do Palmeiras ainda se encontram as seguintes equipes: Tigre e Sporting Cristal. O técnico da equipe alviverde conta com a boa fase do goleiro Fernando Prass e do atacante Patrick Vieira, autor de gol no primeiro jogo da Libertadores 2013, para fazer uma boa partida fora de casa.

Na classificação, o Palmeiras tem 3 pontos e o Libertad tem a mesma quantidade. Desta forma, o time vencedor assumirá o primeiro lugar no grupo.

Por Marcelo Araújo


Pela segunda rodada da fase de classificação da Copa Libertadores da América 2013, o Grêmio irá receber o Caracas.

No grupo do Tricolor Gaúcho, todos os times possuem 3 pontos. Desta forma, a vitória é de extrema importância devido à grande competitividade das equipes.

O jogo será realizado na Arena do Grêmio, estádio em que recentemente houve um acidente devido à avalanche gremista. A partida acontecerá no dia 5 de março, às 21:30.

Provavelmente o Grêmio jogará com a seguinte escalação: Dida; Pará, Werley, Cris e André Santos; Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto; Vargas e Barcos.

Jogador recentemente contratado após polêmica com o São Paulo, Eduardo Vargas tem sido o destaque da equipe tricolor nos últimos jogos. Com força física, bom passe e arremate, o atleta protagoniza as melhores jogadas do ataque tricolor.

Outra contratação de peso foi Barcos, que veio do Palmeiras e já demonstrou grande vontade de ser titular e vencer a Libertadores da América.

O grupo do Grêmio, além do Caracas, tem o Fluminense e o Huachipato, que fizeram boas partidas na fase de classificação.

Por Marcelo Araújo


Pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América 2013, o Corinthians enfrenta o Millonarios.

O jogo será realizado com portões fechados devido à morte de um torcedor no último jogo do time alvinegro na Bolívia.

O horário da partida é 22h no estádio do Pacaembu.

O time da capital paulista entrará em campo com a seguinte formação: Cássio; Alessandro, Gil, Felipe e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Renato Augusto; Pato e Guerrero. Um dos principais reforços do Timão para a temporada deste ano terá sua primeira chance de atuar como titular da equipe na Libertadores, Alexandre Pato, que marcou um gol logo em sua estreia com a camisa alvinegra.

O objetivo do Millionarios, time colombiano, é conseguir ao menos um empate fora de casa e não complicar sua situação na fase de grupos.

O juiz da partida será Nestor Pitana, que será auxiliado por Hernan Maidana.

A provável escalação do Millonarios será: Delgado; Ochoa, Franco, Ithurralde e Martínez; Robayo, Blanco, Otálvaro e Candelo; Montero e Rentería.

O grupo do Corinthians ainda conta com San José, da Bolívia, e Tijuana. 

Por Marcelo Araújo


O Corinthians ainda sente os efeitos da morte do menino Kevin, de 14 anos, em Oruro, na Bolívia, no empate em 1 a 1 com a equipe do San José.

A Conmebol, confederação sul-americana de futebol, condenou imediatamente o clube a jogar de portões fechados, sem a presença da torcida. A punição é preventiva e foi aplicada sem ouvir o Corinthians, motivo pelo qual foi apresentado recurso.

Apesar do alegado otimismo do clube paulista, a Conmebol não aceitou o recurso interposto pelo Corinthians, mantendo a decisão pelo prazo de até 60 dias – prazo válido para ser realizado o julgamento definitivo da questão. Assim, o limbo do atual campeão mundial durará, na melhor das hipóteses, toda a primeira fase da Copa Libertadores, podendo a decisão ser mantida ou revogada.

Com isso, a partida desta quarta-feira (27/02), entre Corinthians e Millonarios, da Colômbia, será realizada com os acessos vedados à torcida.

Ensaiou-se um movimento entre as organizadas para comparecer à Praça Charles Muller, em frente ao estádio. Entretanto, o próprio clube pediu para que a torcida não se aglomerasse no local, procurando evitar novas punições da Conmebol.

Agora, resta ao atual campeão pedir a antecipação do julgamento e ao técnico Tite procurar lidar com o grande desafio que é jogar em casa, porém longe da torcida.

Por Euclides Cesar Junior


Existe a possibilidade do Timão abandonar a Copa Libertadores 2013 e isso aconteceria caso o pedido de reversão da pena (a Conmembol decidiu que a torcida corintiana não poderá frequentar os estádios no campeonato atual) não for atendido

Para a diretoria corintiana, a morte do garoto boliviano de 14 anos está sendo supervalorizada, não que o óbito não represente nada, mas para os diretores corintianos o fato está muito exposto na mídia e tem manchado drasticamente a imagem do atual campeão mundial.

O abandono da competição não seria nada lucrativa, mas pessoas dentro do Parque São Jorge tem pressionado o presidente Mário Gobbi a tomar tal decisão, que traria consequências de fazer com que o clube fique impedido de participar das próximas três edições do campeonato e indenize os clubes do seu grupo e também a confederação.

Tal atitude é passível de um ônus pesado, e uma decisão tomada no calor da situação mostraria imaturidade e impaciência da diretoria do clube paulista. O ideal é que os diretores do Timão espere a poeira baixar e não tomem decisões agora,pois o Corinthians é uma nação dentro de um Estado, e com o povo não se brinca.

Por Vinicius da Cunha


Na última quarta-feira (20/02), o jogo entre Corinthians e San José, pela Libertadores da América, terminou em tragédia. Durante o primeiro tempo da partida, realizada na Bolívia, um torcedor do time alvinegro disparou um sinalizador de maneira errada, matando um jovem torcedor do San José, Kevin Beltran, de 14 anos.

A polícia boliviana prendeu 12 suspeitos em meio à confusão na torcida do Corinthians. Todos os rapazes presos portavam sinalizadores idênticos ao disparado. Os suspeitos foram interrogados pela polícia, e o resultado para os testes que comprovam a presença de pólvora nas mãos dos presos deve sair em poucos dias.

A tragédia em Oruro remete a outro triste caso ocorrido no futebol sul-americano. Em 1983, durante uma partida entre Boca Juniors e Racing pelo Campeonato Metropolitano na Argentina. Um torcedor do Boca Juniors disparou um sinalizador igual ao dos torcedores corintianos, matando um torcedor do Racing. Foi descoberto alguns anos depois que o disparo teria sido premeditado por um ex-líder de uma torcida organizada da Boca Juniors, como resposta a uma emboscada sofrida meses antes pelo grupo adversário. Os culpados foram presos por três anos e meio, sendo libertados sob a alegação de homicídio culposo.

No caso Oruro, seguindo o novo regulamento da Conmebol, o Corinthians corre o risco de expulso do torneio. Contudo, foi aplicada a proibição da entrada da torcida corintiana durante os próximos jogos do clube paulista na primeira fase da Libertadores da América. Os dirigentes do clube irão recorrer da decisão, assim que os resultados das investigações estiverem concluídos.

Por Willian Gonçalves


O confronto na aconteceu na noite desse último sábado (10). Bruno Mendes mais uma vez mostra ter o faro de artilheiro e ajuda o alvinegro carioca a chegar em mais uma vitória. Vitória essa deu um pingo de esperança aos torcedores do Fogão, que ainda sonham com uma vaga na Copa Libertadores 2013.

O placar por 3×0, com grande atuação de Bruno Mendes, mostra que o clube carioca está realmente em eminente evolução. Com a vitória, o alvinegro chegou a 5ª colocação com 54 pontos, cinco a menos que o São Paulo, primeiro clube na faixa que leva a competição mais importante do continente Sul-americano.

Conseguiu uma vitória tranquila e fácil em cima da equipe de São Paulo e mostra que ainda está almejando algo na competição.

Se a equipe foi mais equilibrada, com certeza estaria brigando por maiores expressões. 

Após a boa vitória, com os gols de Vitor Junior, Bruno Mendes e Fellype Gabriel, o Botafogo mostra que está vivo e em evolução e na briga para encerrar bem o seu campeonato de altos e baixos.

Para a próxima temporada, o torcedor da estrela solitária espera mais planejamento, para que o time volte às glórias de outroras.

Por Renato Benevenuto


Depois de um início arrasador, o Vasco caiu na tabela do Campeonato Brasileiro e corre riscos até de sair da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2013.

Nos últimos onze jogos, a equipe conquistou apenas 10 dos 33 pontos possíveis e saiu vencedor apenas de dois confrontos (contra Sport e Portuguesa).   Os resultados negativos, somados a goleada do último fim de semana contra o Bahia (4 a 0 em pleno São Januário), levaram o técnico Cristovão Borges a pedir demissão, nesta segunda-feira (10/09).  

A equipe que disputou durante boa parte do primeiro turno a liderança da competição, vê os dois líderes (Fluminense e Atlético Mineiro) arrancarem no campeonato, enquanto Botafogo, Internacional e São Paulo, ameaçam a quarta posição do time carioca.  

Desde a derrota para o Atlético Mineiro, na 16ª rodada, a equipe começou a perder espaço e conseguiu perder cinco dos últimos oito jogos.    Para tentar se reequilibrar no campeonato e defender a quarta posição, o Vasco enfrenta o Palmeiras, que também vive momento difícil e vem de derrota por 3 a 0 para o vice-líder Atlético Mineiro. 

O jogo contra o alviverde é nesta quarta-feira (12/09) e o time cruzmaltino terá o comando interino do auxiliar técnico Gaúcho. 

Por Paulo B.





CONTINUE NAVEGANDO: