Uma das maiores e mais vibrantes torcidas do Centro-Oeste brasileiro, torcedores fanáticos, tão fanáticos que muitos já perderam a vida em confrontos entre torcidas organizadas, principalmente em confrontos com as torcidas do Goiás. Mas os últimos anos têm sido de sofrimento para os torcedores do Vila Nova. Amargaram o rebaixamento no campeonato goiano. Vergonhoso para um clube de tanta tradição e com tantos títulos goianos como o Vila Nova.

Como qualquer empresa, tem de mudar, tem que se reinventar. Precisa de uma administração séria, com foco voltado para estabilizar o clube e depois pensar em alguma coisa maior. Quem se lembra que no começo do ano a vinheta de chamada do clube para o campeonato Brasileiro da série B era: Vila Nova – Rumo a série A? Uma vergonha iludir o torcedor desse jeito. Logo no início do ano, queda no goianão, uma tragédia para o clube e para a torcida. E o clube também está à beira da falência, moral e financeira. Ninguém quer colocar dinheiro no clube, os salários estão atrasados, despesas de rotina em atraso, patrocinadores fogem. O Vila Nova terá que ter muita sorte para não amargar mais desastres em 2015. Uma queda para a série D, analisando a atual conjuntura do clube não está descartada. Uma queda é possível, assim como não retornar a elite do futebol goiano. Não há dinheiro. Não há confiança. O público desapareceu dos estádios, ninguém quer estampar sua marca numa camisa que só despenca.

Mas vale a pena insistir. O Vila Nova tem uma torcida apaixonada, que sofre com os desmandos praticados no clube. É uma torcida que toda vez comparece, que espera um bom resultado. Só que vai indo, os campeonatos vão avançando e nada muda. Qualquer um desanima. Mas 2015 vamos acreditar numa diretoria mais séria, mais comprometida, com um clube de tantas glórias como o Vila Nova goiano.

Retorna a amargar a série C. Não tem dinheiro. Nem ninguém disposto a investir. Será o fim? Só 2015 nos dirá.

Por Luciana Viturino

Vila Nova GO

Jogo Vila Nova-GO

Fotos: Divulgação


Domingo (16), foi um dia  inesquecível para Paulão. O zagueiro do Internacional em uma bela atuação deixou sua marca.

Pela 34ª rodada do Brasileirão, o Colorado enfrentou o Goiás no Beira Rio. Um jogo de casa cheia com sua torcida a espera de um resultado positivo.

O Inter, que  teve  uma  rodada  antecipada contra o São Paulo, em que empataram em 1 a 1, precisava de  uma  vitória para  ficar no G4.

Já o Goiás vem em busca de uma  vitória, pois sua campanha não é das piores no campeonato e ocupa a 11º posição.

O jogo é  disputado, os dois times já se conhecem  bem, então partem para o ataque. O Colorado precisa da vitória, precisa e  muito desses 3 pontos para se manter vivo na disputa pela vaga para a Libertadores 2015, já que esse passa a ser o título do ano.

O Internacional é ofensivo, ataca o adversário, bolas são levantadas na área, mas o gol parece não sair.

Segundo tempo e mais pressão. Com desfalques de Alex e Nilmar, o Inter  tenta o gol  e acha com Paulão.

Em uma cobrança de escanteio a bola sobra para Paulão que dá uma linda bicicleta e marca aos 33 minutos do  segundo tempo.

Festa  no Beira  Rio, choro de D’Alessandro, o  time parece mesmo estar unido.

E Paulão, o zagueiro que foi muito criticado pela torcida assim como Rafael Moura, era titular do time e  foi para a  reserva. Agora em campo, marca um gol importantíssimo, já  havia  marcado no meio da  semana contra o São Paulo, para delírio da  torcida colorada o  Inter entra novamente  na zona de classificação para a Libertadores.

Como o  futebol é impressionante, os renegados  muitas vezes são quem salvam o time.

Mas  o que  podemos dizer dessa vitória?

Foi uma vitória digna de grupo, onde todos participaram e lutaram para que esses pontos viessem ajudar o time.

E Paulão? Esse  foi  sim o nome  do jogo, pois lutou contra tudo e contra todos com o objetivo de mostrar ao torcedor que podemos sim passar por momentos de baixa, mas também podemos nos superar e de  forma guerreira mostrar aos torcedores que podem contar com ele.

Por Andre Escobar

Gol de Paul?o

Foto: Wesley Santos / Gazeta Press


Jogo entre Goiás x Santos foi realizado neste domingo no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO) às 17h (horário de Brasília).

Quem se deu bem foi o Santos, que arregaçou o Goiás por 3 a zero, em partida realizada fora de casa.

Melhores momentos de Goiás x Santos

Esta foi a última partida para Claudinei Oliveira como técnico do Santos. Em seu lugar entrará Oswaldo de Oliveira, atual técnico do Botafogo. Desde 2007, esta edição de 2013 foi a melhor campanha pelo Brasileirão do Santos.

Ao Vivo Jogo Goiás x Santos Brasileirao 2013 série A

Escalação da equipe do Goiás

Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Dudu Cearense, Eduardo Sasha, Hugo e Renan Oliveira; Walter (Léo Bonatini).

Escalação da equipe do Santos

Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Durval e Eugenio Mena; Alison, Arouca, Cícero e Montillo; Geuvânio e Thiago Ribeiro.


Grêmio x Goiás fazem jogo na noite deste domingo pela trigésima sétima (e penúltima) rodada do Campeonato Brasileiro da série A. Trata-se de um jogo bem importante para ambas as equipes, já que está em jogo a soma de 3 pontinhos que serão úteis na briga pelo G4.

Com 61 pontos, o Grêmio está a praticamente uma vitória que conseguir se manter no G4. Tendo 64 pontos, é praticamente certa a sua presença na Libertadores da América em 2014. A vantagem do Grêmio é estar jogando em casa, com o apoio irrestrito de sua torcida, dentro da Arena Grêmio.

O Goiás não está muito atrás não. Tem 59 pontos, e com uma vitória, ultrapassará o Grêmio da tabela de classificação. O destaque para o Goiás é que Walter retorna ao time, e poderá ser decisivo no jogo desta noite.

No Grêmio, o atacante e craque Kleber deve retornar ao time. Rhodolfo, recuperado de problemas físicos, retorna também ao grupo no jogo deste domingo, dia 01/12.

A partida começará 19h30, e será apitada pelo experiente árbitro paranaense Heber Roberto Lopes, com assistência dos bandeiras Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse.

Jogo Grêmio x Goiás ao vivo Série A Brasileirão 2013 37ª rodada

Escalação do Grêmio

Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro e Zé Roberto; Kleber, Barcos e Vargas.

Escalação do Goiás

Renan; Vítor, Valmir Lucas, Ernando e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Eduardo Sasha, Renan Oliveira e Hugo; Walter.


O time do Goiás está em clima de preparação para a próxima partida contra o Vasco.

No treino realizado nesta terça-feira, no CT Edmo Pinheiro, o técnico Enderson Moreira não pôde incluir três dos seus atuais titulares. Thiago Mendes sentiu dores durante o aquecimento prévio ao treino, Rodrigo foi poupado por estar com uma contratura muscular e Araújo foi liberado visto que está com um início de virose.

Em caso de desfalque para o jogo desta semana, os possíveis substitutos dos jogadores poderão ser: Valmir Lucas (no lugar de Rodrigo), Dudu (no lugar de Thiago Mendes) e Tartá (no lugar de Araújo).

O atleta Vítor, da lateral direita, voltará ao time na vaga que era de Claiton Salles.

A próxima disputa da equipe do Goiás será na próxima quinta-feira, no Estádio Serra Dourada, às 21:00.

Na partida, o time tentará melhorar sua atuação, já que no último jogo disputado acabou em derrota para o clube.

Por Melina Menezes


Goiás e ABC se enfrentaram pela primeira partida da terceira rodada da Copa do Brasil. O jogo aconteceu no estádio Serra Dourada, casa do Goiás, e terminou com o placar de 3 a 0 para o time da casa. O Esmeraldino impôs seu ritmo de jogo e não deixou que o ABC surpreendesse.

A partida começou com o Goiás indo para cima do time visitante. Clayton e Erik estavam bem entrosados pelo lado direito, além de Walter e Clayton que fizeram boa partida. Logo aos quatro minutos, a equipe já havia levado perigo ao gol adversário por duas vezes. Depois do susto, o ABC até demonstrou alguma reação, mas não se encontrou.

O placar só mudou no fim do primeiro tempo quando Amaral acertou um chute e marcou para o Goiás. No início do segundo tempo, o goleiro não encaixou a bola após chute de Clayton Sales e a bola sobrou nos pés de Renan. O meia não hesitou e ampliou para o Goiás: 2 a 0.

Depois do segundo jogo, o Goiás jogou mais tranquilamente, apenas mantendo o ritmo de jogo, contudo a equipe marcou o terceiro com Walter de pênalti.

O resultado de 3 a 0 dá boa vantagem ao Goiás, que pode perder até por 2 gols que leva a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Por Robson Quirino de Moraes


Depois de empatarem a primeira partida da final do Campeonato Goiano em 0 a 0, Goiás e Atlético Goianiense voltaram a se enfrentar, desta vez pelo jogo de volta da finalíssima. O Serra Dourada foi o palco mais uma vez, e depois de um novo empate, 2 a 2, o Verdão ganhou o título regional pela 24ª vez.

O Goiás tinha a vantagem de jogar por dois empates, e por isso o Dragão foi para cima do adversário, abrindo 2 a 0, gols Ednei e William Matheus (contra), o que dava o título para a equipe comandada por Enderson Moreira.

A derrota já parecia certa, mas o Goiás encontrou forças e conseguiu chegar ao empate; o primeiro gol saiu dos pés do atacante Walter, e a garantia de título veio no finalzinho da partida, aos 40 minutos, com Neto Baiano. Cerca de 35 mil torcedores compareceram ao estádio.

As duas equipes voltam a jogar no final de semana: o Goiás, no domingo, contra o Cruzeiro, pela Série A do Brasileirão; já o Atlético, no sábado, contra o Palmeiras, em partida válida pela Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Por Vinicius Cunha


Após grande temporada, com um título do Campeonato Goiano e prestes a conquistar o título da série B, o técnico do Goiás, Enderson Moreira, já começa a planejar a temporada 2013, a qual o clube esmeraldino disputará a Série A do campeonato nacional.

Seu contrato com o clube de Goiás já foi renovado, tendo validade até o final da temporada de 2013. O treinador garante que quer ficar no Goiás, apesar das ofertas que vem sendo feitas por diversos clubes. 

Com a volta para a série A, o Goiás terá que se reforçar se quiser almejar voos mais altos. E isso não foge da mente de Enderson Moreira. O técnico afirma que segue de olho nas oportunidades do mercado de transferências e garante que vai em busca de bons nomes, apesar de saber que será difícil concorrer com as grandes equipes, com orçamentos exorbitantes.

Mas a visão do treinador se volta principalmente para a base da equipe que conseguiu fazer boa campanha na Série B. Renovar com os jovens jogadores que se destacaram é a meta do treinador e da diretoria esmeraldina. E Ricardo Goulart se encaixa nessa política. O jovem de apenas 21 anos vem sendo assediado por vários times. Enderson acha que é possível sim manter o atleta no clube para 2013, apostando em sua grande fase com a camisa esmeraldina.

O clube goiano estará de olho nas novidades e vai em busca de objetivos melhores na próxima temporada.

Por Renato Benevenuto


Com a vitória sobre o Barueri, no sábado, dia 10, clube atinge os 74 pontos, garantindo assim, sua volta à elite da competição nacional.

Com o Serra Dourada lotado, após a diretoria esmeraldina fazer uma grande promoção de ingressos, o Goiás garante sua volta a elite brasileira. 

Com gols de Walter, Egídio e Dudu Cearense, o Gigante goiano faz valer sua força. Diante de mais de 38 mil expectadores, o time goiano venceu o Barueri com facilidade e volta a primeirona. Com a festa da torcida, que gritava emocionada "Ah, eu estou na série A". Agora a equipe verde corre atrás para tentar conquistar o título da segundona do Brasileirão.

Já ao Barueri, resta pegar os estilhaços da péssima temporada e planejar o ano de 2013, quando terá a série C pela frente.

O jogo: com o objetivo de não deixar a ansiedade tomar conta, o Goiás foi logo pra cima. Com velocidade e boas bolas no ataque, a equipe se mostrava calma, diante de uma retranca de um time sem compromisso e já rebaixado, que no entanto queria estragar a grande festa da torcida.

Aos 17 minutos da primeira etapa, quem ameaçou foi o lanterna da competição, com Marcelinho, que chutou à queima roupa. Mas o melhor estava por vir: em uma de suas principais características, o contra-ataque, o Goiás abriu o placar em grande estilo, com Egídio. Porém, com erros da defesa, o time goiano teve dificuldade no resto do primeiro tempo, porém o poder de fogo da equipe paulista era nulo.

No segundo tempo, a história foi bem diferente. Com o resultado nas mãos e com tranquilidade, o Goiás buscava os espaços e foi assim que saiu o segundo gol. Após ótimo cruzamento do lateral Vítor, Walter, de cabeça amplia o placar: 2×0. E para fechar, Dudu Cearense, em seu segundo jogo, mandou na saída do goleiro adversário em cruzamento também do lateral Vítor.

Após o apito final, era só alegria dos torcedores que sentiam falta de ver seu time na elite. O Goiá está novamente no lugar onde jamais deveria ter saído. Pode comemorar torcedor Esmeraldino!

Por Renato Benevenuto


Desde que o Campeonato Brasileiro começou a ser disputado em pontos corridos, o Estado de Goiás possui ao menos um representante na Série A. Na atual edição, o Atlético-GO é o time da vez, sendo que devido à pífia campanha, com apenas 23 pontos em 34 jogos, o Dragão já está rebaixado à Segundona do próximo ano. Agora, a esperança é que o Goiás carimbe o acesso à elite. Com isso, a região Centro-Oeste continuará tendo visibilidade entre as maiores agremiações do país.

A equipe Esmeraldina vem fazendo uma excelente campanha na Série B deste ano. Com 70 pontos, a equipe lidera a competição, estando a nove pontos do São Caetano, o primeiro fora da zona de classificação para a Série A do próximo ano. Nos últimos cinco jogos disputados, o Goiás conquistou quatro vitórias e apenas uma derrota, marcando 19 vezes e sofrendo apenas 4 tentos.

Neste novo formato de pontos corridos, a temporada atual marca o sétimo ano seguido com a mesma fórmula. Tirando o ano de 2010, quando Atlético-GO e Goiás estiveram juntos na elite, nos outros anos apenas um deles defendeu suas cores entre os melhores esquadrões do Brasil.

De 2006 a 2009, o Goiás conseguiu dois oitavos lugares, um nono e um 16º lugar. Por sua vez, sucumbiu em 2010, quando ficou na 19ª colocação e acabou rebaixado. Já o Atlético-GO vivenciou a elite entre 2010 e 2012, conseguindo ser 16º, 13º e atualmente o último colocado.

Por: Thiago Viana


Em busca de retomar a reabilitação no Campeonato Brasileiro da Série B, o Guaratinguetá tem uma difícil missão na noite desta sexta-feira, 28/09, no estádio Martins Pereira.

A equipe, que vinha de duas vitórias seguidas e estava próximo de sair da zona de rebaixamento, foi derrotada para o Avaí, ficando com 25 pontos, na 17ª colocação. Agora, o adversário será nada mais nada menos que o Goiás, um dos melhores times da competição.

E os goianos também buscam se recuperar de um resultado negativo. Na última rodada, no confronto entre os times que disputam o título da Série B, o Goiás foi derrotado por 3 a 1 para o líder Vitória, que ampliou a liderança e chegou aos 57 pontos. Já a equipe esmeraldina permanece em terceiro, com 49, empatado com o quarto colocado, São Caetano.

Além disso, a distância entre o Goiás e o quinto colocado, Atlético Paranaense,  é de apenas três pontos, sendo assim, é fundamental vencer para se manter entre os quatro que garantem a vaga para a Série A.

No primeiro turno, no estádio Serra Dourada, Goiás e Guaratinguetá não passaram de um empate em 1 a 1.

Por Paulo B.


O destaque da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B é o confronto entre o líder Vitória, com 54 pontos, e terceiro colocado Goiás, 49, que se enfrentam neste sábado (22/09), no estádio do Barradão, em Salvador.

Equipes que já fizeram bonito na elite do futebol, hoje tentam retomar o caminho das glórias no futebol nacional.

Os baianos vêm de empate sem gols contra o Guarani, em jogo disputado em Campinas. Mesmo assim, a diferença para o segundo e terceiro colocado ainda é de seis pontos, e ninguém duvida que o time deve ser um dos quatro a subir para a primeira divisão.

Boa campanha e fruto também de dez  jogos de invencibilidade. A última derrota foi ainda no primeiro turno, na 15ª rodada para o Bragantino.

Mas os goianos também vivem grande fase. São três vitórias seguidas e cinco jogos sem perder. A última partida, contra o Atlético Paranaense, a equipe esmeraldina conseguiu se impôr e vencer por 3 a 2.

Mas o confronto promete. Se depender, ao menos da primeira fase, teremos muitos gols. Na partida disputada em Goiania, o Goiás levou a melhor, em grande jogo. 4 a 3.

Por Paulo B.


Em confronto direto contra o Criciúma, o Goiás conseguiu empatar na pontuação com o segundo colocado, ao vencer por 1 a 0 os catarinenses, em partida disputada ontem (11/09), no estádio Serra Dourada, pelo Campeonato Brasileiro da Série B.   

Apesar de ser a apresentação de duas das melhores equipes do campeonato, o clima dos clubes era distinto. Enquanto o clube esmeraldino vinha de vitória fora de casa contra o CRB, o Criciúma amargava uma goleada em pleno Heriberto Hulse (foi derrotado por 4 a 0 para o América Mineiro, com direito a uma falha do goleiro Michel Alves). E os goianos conseguiram se aproveitar.

O time do técnico Enderson Moreira marcou logo aos três minutos, com Ramon. O tento fez com que o time do técnico Paulo Comelli tentasse reagir, mas bem postada, a defesa goiana não dava muitas chances. Mas para algo a partida serviu ao Críciuma. O goleiro Michel Alves se reabilitou e fez grandes defesas durante toda a partida.  

No entanto, não houve mudanças no placar. Agora, o Goiás encara outro confronto direto. Recebe o embalado Atlético Paranaense, que não perde há nove jogos e que goleou as duas últimas partidas. Os paranaenses estão três pontos atrás do clube esmeraldino. Já o Criciúma tem uma boa chance de se reabilitar: enfrenta o Asa, em Santa Catarina.

Por Paulo B.





CONTINUE NAVEGANDO: