Nessa quinta feira, no estádio do Castelão, os brasileiros presenciarão um duelo entre grandes seleções europeis, quais sejam, Itália e Espanha. A fúria suge como favorita, afinal é considerada a melhor seleção do planeta. Os italianos, por sua vez, estão mais fracos, já que  Mário Balotelli deixou a competição contundido.

Com relação ao time espanhol, não se deve ter grandes mudanças na equipe, a novidade pode ser a confirmação de Fernando Torresno no time titular. O estilo de jogo espanhol que conquistou o mundo, faz com que o adversário seja amplamente dominado. A própria seleção italiana foi vítima do estilo de jogo espanhol, na final da eurocopa, ao perder por 4 x0.

A seleção italiana, desde a chegada de César Prandelli, tem adotado uma postura mais ofensiva, entretanto, há quem diha que a azurra irá voltar ao tradicional futebol defensivo. Isto porque os italianos sabem marcar como ninguém, o que poderá anular o meio campo armado por Xavi, Iniesta e Fábregas.

Caso esses três jogadores sejam anulados, é certo que a fúria poderá deixar a desejar, afinal quase todos os gols passam pelo pé de um três. Essa tarefa ingrata de marcar os melhores  jogadores do mundo ficará para o trio de ferro da juventus: Barzagli, Chiellini e Bonucci.

Vicente Del Bosque é conhecido por seu estilo discreto e enigmático, por isso, ele mantém um discurso de respeito ao adversário, diferentemente da imprensa espanhola, que põe os espanhóis amplamente como favoritos. 

Por Renan Valmeida do Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: