A próxima temporada na Europa ainda não se iniciou, e se por um lado o Chelsea ainda não finalizou suas contratações, por outro já definiu que não contará com quatro atletas: Florent Malouda, Paulo Ferreira, Ross Turnbull e Yossi Benayoun; ambos teriam seus contratos terminando, e os "Blues" optaram por não renovar.

O português Paulo Ferreira, lateral-direito, tem 34 anos, e estava no Chelsea desde o ano de 2004, época que Mourinho começou sua primeira trajetória no time inglês, e jogou 217 partidas com a camisa dos "Blues, marcando dois gols; além do Chelsea, Paulo Ferreira ainda jogou pelo Vitória de Setúbal e Estoril Praia.

Malouda também já estava no Chelsea a um bom tempo, mais precisamente a seis anos, e jogou mais partidas que Paulo Ferreira, um total de 229 jogos, marcando 45 gols; um de seus títulos mais importantes foi a conquista da Liga dos Campeões da Europa, na temporada 2011/2012.

Ross não teve muitas oportunidades, e nos últimos quatro anos vem sendo, no máximo, um dos goleiros reservas do elenco; já Benayoun chegou ao time londrino em 2010, mas não se firmou, e chegou até a ser emprestado para outros clubes.

Por Vinicius Cunha


A temporada 12/13 está sendo cheia de altos e baixos no Chelsea, que após ser eliminado na primeira fase da Champions League e perder a final do Mundial de Clubes para o Corinthians, respira mais aliviado, graças à vagal na final da Liga Europa, contra o Benfica, e de está a uma vitória para se classificar à Champions 13/14.

Extra-campo, o assunto mais comentado é a volta do treinador José Mourinho, que atualmente está no Real Madrid; em entrevista coletiva, o treinador "interino" Rafa Benítez afirmou que não permanecerá no comando da equipe após o término da temporada.

Não contando com a simpatia de boa parte da torcida dos "Blues", Benítez não se mostrou muito preocupado com as especulações, reiterando sua concentração em conquistar o título da Liga Europa e uma das vagas para a próxima Champions League; um dos motivo do descontentamento é o fato de Rafa já ter comandado o Liverpool.

Benítez não quis citar nomes, mas disse aos repórteres que todos eles sabem quem será seu substituto, fazendo alusão a "Mou", que esteve no comando da equipe entre os anos de 2004 a 2007, onde ganhou o Campeonato Inglês duas vezes, além de outros títulos.


Chelsea e Rubin Kazan se enfrentaram pelo jogo de volta de umas das quartas de final da Liga Europa, a partida foi realizada no estádio Luzhniki, na cidade de Moscou, e mesmo com a derrota por 3 a 2, o time inglês avançou às semifinais da competição.

O jogo foi muito equilibrado, apesar de ter sido realizado em um gramado artificial. O time russo esteve duas vezes atrás do placar, porém mostrou a força do futebol do país e deu muito trabalho ao Chelsea, no entanto a vitória não foi suficiente, já que na primeira partida, disputada em Londres, os "Blues" venceram por 3 a 1.

No jogo de quinta, 11/04, quem saiu na frente foi o Chelsea, com o espanhol Fernando Torres; o Rubin só conseguiu empatar na etapa complementar, quando aos seis minutos, Ívan Marcano trouxe a esperança novamente ao time do leste europeu.

Depois do empate as duas equipes se soltaram e após quatro minutos o nigeriano Moses colocou os ingleses na frente novamente, jogando "um balde de água fria" nos adversários, que não se abateram e continuaram lutando, até que aos 17 minutos do segundo tempo empataram outra vez, com o turco Karadeniz, virando a partida aos 30’, com o israelita Natkho, o que não foi o bastante.

Após vencer a Champios League em 2012, o Chelsea corre atrás do primeiro título da Liga Europa, que cairia como uma luva, já que a atual temporada não foi muito boa para o time de Londres.

Por Vinicius Cunha


E a tão esperada final do Mundial de Clubes entre Chelsea e Corinthians se tornou realidade. O time inglês venceu os mexicanos do Monterrey por 3 a 1 no Nissan Stadium, em Yokohama (Japão).

O Chelsea venceu com facilidade e foi o dono do jogo do início ao fim. Aos 17 minutos do primeiro tempo, Juan Mata marcou o primeiro gol em jogada coletiva com Oscar e Ashley Cole. O Chelsea teve controle de jogo e o Monterrey não assustou o goleiro Petr Cech.

Incrivelmente aos 18 segundos do segundo tempo, Torres marcou o segundo gol do Chelsea.

O terceiro gol da equipe inglesa aconteceu dois minutos depois. Em um cruzamento do jogador Mata, o mexicano Chavez acabou marcando contra.

Já nos acréscimos da partida, o atacante De Nigris marcou o gol de honra para os mexicanos.

Toda a equipe técnica e alguns jogadores do Corinthians assistiram ao jogo nas tribunas do estádio.

O Mundial de Clubes deste ano será decidido no estádio de Yokohama, no domingo, às 08:30 (horário de Brasília). De um lado teremos o Corinthians, que jogará pelo segundo título da FIFA. Do outro lado teremos o Chelsea, que joga pelo seu primeiro título como melhor do mundo.

Por Viviane Nasciment





CONTINUE NAVEGANDO: