O clima entre o técnico do Barcelona Luis Enrique e a prata da casa Lionel Messi nunca foi lá grandes coisas, só que agora o convívio entre eles no clube, ao que tudo indica, foi para o buraco de vez. A diretoria também anda pressionando o técnico e os jogadores para que o time vença e convença na Copa do Rei, já que o time anda passando algumas dificuldades no campeonato.

A crise entre Luis Enrique e Messi aprofundou quando o craque não foi ao treino do time na última segunda-feira, em que justificou ter tido uma gastroenterite. Mesmo assim, o técnico não acreditou no atleta e resolveu buscar alguma medida para puni-lo. Messi não gostou nada da atitude do técnico e jogadores mais experientes do clube tiveram que esfriar o clima entre os dois, como Iniesta, Xavi e Busquets. Os atletas pediram para que Luis Enrique repensasse na punição, já que uma decisão dessas poderia prejudicar ainda mais o Barcelona, que não anda em uma boa fase.

Ao que tudo indica, a gota d'água do convívio entre eles foi a escolha de Luis Enrique deixar o craque no banco de reservas. Além dele ficaram Neymar, Daniel Alves e Piqué. Nesse jogo o Barcelona perdeu para o Real Sociedad por 1 a 0. Messi já deixou bem claro para todos que a diretoria vai ter que fazer uma escolha entre ele ou o técnico. E caso o craque saia, o time inglês Chelsea disse que paga a multa rescisória do atleta, que é de 250 milhões de euros.

A imprensa espanhola, juntamente com Messi, anda fazendo críticas pesadas a Luis Enrique sobre seus esquemas táticos de jogo. E isso talvez seja o ponto chave para que o presidente do Barça, Josep Bartomeu escolha ficar mesmo com o camisa 10. Mesmo assim, nada ainda está resolvido, o jeito é aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Por Carolina Costa

Luis Enrique e Messi

Foto: Divulgação


Nessa terça-feira, dia 25 de novembro de 2014, o Barcelona visitou a casa do Apoel em uma partida válida pela Liga dos Campeões, competição mais importante do futebol europeu. Essa foi a partida de volta contra o time e, além de ter sido uma goleada, foi bastante histórica.

Antes do jogo, que aconteceu no GSP Stadium, em Nicósia, era grande a expectativa para que Lionel Messi marcasse um gol e então superasse o recorde de maior goleador da história da Liga dos Campeões, que até então pertencia ao espanhol Raúl González. Não satisfeito apenas com um gol, o argentino marcou 3, ficando então com 74 gols no total. O brasileiro Neymar foi poupado nesse jogo, porém a partida teve o brilho de seus companheiros de equipe sul-americanos.

A partida também foi marcante para o uruguaio Luis Suárez, contratado recentemente, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Barcelona.

O jogo começou com tentativas de gol pelo Barça, até que aos 27 minutos do primeiro tempo, Suárez inaugurou a rede, após um drible muito bonito sobre o zagueiro do Apoel, chutando na saída do goleiro.

Ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, foi a vez de Messi entrar para a história. O jogador estava na área quando Rafinha chutou para o gol, então deu apenas um toque na bola, tirando o goleiro totalmente da jogada; 2 x 0 para o Barcelona.

Na volta do intervalo, o time visitante continuou pressionando. Aos 12 do segundo tempo, Messi amplia o placar após uma assistência do brasileiro Daniel Alves.

Para completar a festa, Messi ainda marcou mais um, cravando o recorde de 74 gols dele na competição. Talvez o gol mais inteligente da partida, Messi estava na área, impedido, então a bola veio em sua direção, ele a deixa passar, então recebe o toque de seu companheiro Pedro, que o deixa em posição legal para fechar o placar de 4 x 0 para o Barcelona.

Com esse resultado, o Barça já tem sua classificação para a próxima fase garantida, porém a posição no grupo será definida na última rodada deste ano, contra o PSG, que no momento ocupa o primeiro lugar na tabela.

Por Rannier Ferreira Mendes

Barcelona x Apoel

Jogo Apoel x Barcelona

Fotos: Divulgação


Lionel Messi, consagrado jogador argentino que atua no Barcelona, acaba de quebrar mais um recorde em um jogo contra o Sevilla, no sábado (22/11), em uma partida válida pelo Campeonato Espanhol. Tal recorde já estava sendo esperado e trata-se de ter superado o maior goleador da história do torneio, Telmo Zarra, que fez 251 jogos em toda sua carreira nos jogos válidos pelo Espanhol.

Messi conseguiu ultrapassar o artilheiro por 2 gols, agora com 253. Esse recorde durava desde a temporada de 1954-1955, quando Zarra atuou pela última vez pelo campeonato.

Além desse recorde, a carreira do argentino é cheia de conquistas, como:

– único jogador do Barça que ganhou quatro Bolas de Ouro, foi o jogador mais novo a receber uma e teve a maior porcentagem de votos nessa eleição, a de 2009, com 98,54% das indicações;

– Messi também superou Phillip Cocu como o jogador não espanhol que jogou mais partidas pelo Barcelona;

– foi artilheiro em quatro edições seguidas da Liga dos Campeões;

– ainda na Liga dos Campeões, Lionel foi o primeiro jogador a marcar 5 gols em apenas 1 jogo na competição;

 – no ano de 2012, Messi marcou 91 gols, feito que entrou para o Guinness Book;

– ainda na artilharia, o argentino superou o recorde de Paulino Alcántara que possui 371 gols com a camisa do Barcelona;

– em partidas contra o seu grande rival, o Real Madrid, Messi é o maior goleador do clássico, com 21 gols;

– na temporada de 2011-2012, Lionel fez gol em todas as competições que participou: Mundial de Clubes, Supercopa da UEFA, Supercopa da Espanha, Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e Copa del Rey;

– recentemente, o argentino igualou-se ao Raúl, com 71 gols marcados na Liga dos Campeões, com possibilidade de aumentar o número ainda neste ano, já que ainda disputará duas partidas válidas pela competição;

Vale lembrar que Messi ainda está em plena atividade no futebol e que ainda poderá quebrar muitos outros recordes, inclusive seus próprios feitos. Nessa briga por recordes, Messi tem um grande concorrente, o português Cristiano Ronaldo, que recentemente tem revezado com o argentino a Bola de Ouro e possui apenas um gol a menos que ele na Liga dos Campeões.

Por Rannier

Lionel Messi

Foto: Divulgação


É, amigo, está chegando a hora! Nesse fim de semana acontece o clássico Real Madrid e Barcelona, Barcelona e Real Madrid.

É bem verdade que nos últimos dois jogos entre as equipes na Liga, o time catalão saiu vitorioso, tanto no Camp Nou, quanto no Santiago Bernabeu. Entretanto, os merengues venceram a final da Copa del Rey sobre o grande rival, com um belo gol, no finalzinho, de Gareth Bale. Logo, podemos dizer que, nos últimos confrontos, a disputa está empatada, levando em conta a “margem de erro”.

Além dos atributos usuais de um jogo deste porte entre duas grandes equipes, o clássico vai marcar o retorno de Luisito Suarez aos campos, após cumprir suspensão por morder o zagueiro Chiellini no jogo entre Uruguai e Itália.

Foto: divulgação

A partida deste sábado (25) vai ser a primeira da temporada entre os gigantes espanhóis, e pode dizer muito sobre o que esses times vão apresentar durante o ano. O Barcelona, que ao final da temporada 13/14 vinha sofrendo muitas críticas, parece ter vindo pra provar que ainda é o grande Barcelona de títulos em sequência e domínio na Europa. No momento, graças a sua dupla de ouro, Neymar e Messi, ocupa a primeira posição na La Liga.

Já o Real Madrid tem como objetivo da temporada se reafirmar. O atual campeão europeu de clubes vem pra mostrar que ainda é ele quem manda na Europa e que é merecedor do título de campeão. Apesar de ter passado por alguns apertos no começo do campeonato, o time parece ter se acertado com as novas peças e tem feito bons jogos.

Mas o grande causador da boa fase do time só podia ser um: o melhor jogador do mundo da temporada de 2013, Cristiano Ronaldo, que está simplesmente destruindo o campeonato nacional. O gajo já marcou 15 gols em oito rodadas. Mais gols que muitos grandes times da europa em seus respectivos campeonatos. 

Para citar alguns exemplos: Arsenal e Borussia Dortmund, James Rodríguez e Toni Kroos já se sentem em casa no meio campo e prometem partir pra cima da defesa catalã.

O jogo promete, os jogadores prometem, tudo em torno desse clássico só pode nos fazer pensar que grande jogo está por vir. E como é bom ver esses craques fazendo história a nossa frente.

Por Pedro Bartras


Barcelona x SantosBarcelona e Santos fazem na tarde desta sexta-feira (dia 2 de agosto) um jogo amistoso. A partida, que faz parte da negociação entre entre as equipes, marcará o reencontro de Neymar com o Peixe.

O duelo entre as equipes acontecerá às 16:30, em Barcelona (Espanha), no estádio Camp Nou, casa da equipe catalã. É importante lembrar que a renda deste jogo será toda do Barcelona, já o Santos não teve nenhum gasto com a viagem, uma vez que os espanhóis ficaram encarregados de providenciar as passagens e a acomodação do clube brasileiro.

Além do reencontro de Neymar com seu ex-clube, a partida também marcará o primeiro jogo da dupla Neymar e Messi.

O Barcelona deve começar a partida com os seguintes atletas: Pinto; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Adriano; Busquets, Xavi e Iniesta; Sanchéz, Messi e Neymar.

Já o Santos deverá entrar em campo com Aranha; Rafael Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Cícero, Leandrinho e Montillo; Neílton e Thiago Ribeiro.

Quem quiser acompanhar a partida pela TV terá duas opções, assistir pela Rede Globo ou então pelo canal Sportv. O site do GloboEsporte.com também irá acompanhar a partida.

A partida terminou agora a pouco e o placar foi de 8 a 0 para o Barcelona.


Para Neymar não vai ser nada fácil ter que jogar contra o Santos.

Após a sua partida de estreia pelo Barça, o atleta disse que está muito feliz por esta nova etapa que começa. O jogador falou ainda que está realizado com os últimos acontecimentos, entretanto, o atleta fala que será estranho e diferente jogar contra o seu ex-time nesta sexta-feira.

Mesmo com as dificuldades de enfrentar seus antigos companheiros, Neymar disse que fará de tudo pelo novo clube e afirmou que defenderá ao máximo a camisa da equipe catalã.

Na entrevista pós-jogo, Neymar falou sobre Messi. O jogador brasileiro elogiou o colega de equipe e foi mais além, disse que é seu fã. Sobre o atleta argentino longe dos gramados, o mais novo atacante do Barcelona apontou que é uma grande pessoa e confirmou que está muito feliz por jogar ao seu lado.

Sobre a curta passagem pela partida, Neymar declarou que precisa de mais tempo dentro de campo para poder chegar a sua melhor forma e assim mostrar o melhor do seu futebol.

Por Melina Menezes


Uma das primeiras atitudes a ser tomadas pelo novo comandante do time do Barcelona, é colocar os jogadores Neymar e Messi em campo. Isto é, Gerardo Martino acredita que seria um fracasso se ambos os reconhecidos jogadores não pudessem jogar juntos e diz que a ideia é montar uma equipe com a colaboração dos dois. Falou que caso não consiga haver um entendimento em campo entre eles, não será falha dos atletas e sim do treinador.

O argentino não se intimida com os jornalistas nem com as perguntas, muitas vezes, parecidas, e nem com o fato de que a torcida o desconheça. É o primeiro trabalho de Martino no comando de um time europeu. O seu último time foi o Newell’s Old Boys da Argentina.

Ele reconhece que é normal que os torcedores do clube catalão não o conheçam, visto que ele nunca saiu da América do Sul para comandar times de fora. Conseguir driblar bem as questões referentes aos problemas sociais e políticos que envolvem a Catalunha. Os catalães desejam a separação da sua terra do restante do solo espanhol.

Por Melina Menezes.


O argentino Messi negou envolvimento na negociação que trouxe o técnico Gerardo Martino para o time do Barcelona. Após o amistoso do Barça contra o Bayern o qual terminou em derrota para o time espanhol, o atleta foi questionado acerca de Martino, o jogador afirmou que ele nunca conheceu pessoalmente o treinador e disse que não tem que dar nenhuma explicação.

Diz que a decisão de contratar Martino foi do presidente do clube. Quando a dietoria pediu a sua opinião sobre o técnico ele apontou que era um bom treinador, mas diz que esta afirmação não influenciou a decisão dos dirigentes.

Gerardo Martino chegou ao Barcelona com contrato assinado por duas temporadas. O último time do treinador foi o Newell’s Old Boys. Ele se transforma no quarto técnico argentino da equipe inglesa, por ela já passaram Roque Olsen, César Luis Menotti e Helenio Herrera.

O treinador teve o apogeu da sua carreira de jogador no Newell’s, ele jogou como Professional entre os anos 80 e 90. Como treinador atuou pela Seleção Paraguaia entre 2006 e 2011, voltando ao time do coração, Newell’s em 2012.

Por Melina Menezes.


A temporada na Europa ainda não começou de forma oficial, mas os grandes clubes já voltaram aos treinamentos e na quarta-feira, dia 24, dois dos maiores clubes do continente europeu, Bayern de Munique e Barcelona, se enfrentaram em um amistoso. E com um time espanhol sem suas principais estrelas, deu o atual campeão da Liga dos Campeões por 2 a 0.

O amistoso foi realizado em Munique, na moderna Allianz Arena, e o vencedor teve direito à taça Uli Hoeness (em homenagem ao presidente do Bayern de Munique). Sob o comando do treinador Pep Guardiola, o time da casa tocou a bola no melhor estilo espanhol e fez a alegria dos torcedores presentes.

Diferentemente dos jogos da semifinal da Liga dos Campeões, quando o Bayern de Munique ficou com a vaga na final após fazer 7 a 0 (no placar agregado), na partida amistosa os dois times fizeram muitas substituições, apesar do Barça ter contado com a presença de Messi em campo.

Ainda sobre o Barcelona, no próximo dia 29 os jogadores que disputaram a Copa das Confederações voltam a treinar com o restante do grupo e entre eles está o brasileiro Neymar. No dia 30, um dia após a apresentação do craque brasileiro, o time da Catalunha faz um amistoso na Polônia contra o Lechia Gdansk. Para esta partida, a imprensa polonesa dá como certa a estreia do craque brasileiro com a camisa do Barcelona.

Por Vinicius Cunha


Mal chegou ao Barça, Gerardo Martino já está preocupado em contratar reforços para o seu time. O argentino Vergini, pode ser o primeiro indicado do técnico. Martino teria recomendado a contratação do seu ex-jogador no Newell’s para a direção do time espanhol.

Tata Martino conhece bem o zagueiro e para ele existem diversas razões pelas quais seria uma boa opção contratar o jogador. Além de boa saída de bola e uma defesa efetiva, ele tem boas condições físicas e está rescindindo contrato com os Leprosos desta forma o clube catalão não precisaria pagar pela transferência de time.

O setor de zaga do Barcelona está desfalcado, visto que dos três jogadores que podem ser escolhidos para a posição Puyol já está perdendo a força e energia devido a que já não é mais um garoto, Batra é ao contrario, muito jovem e despreparado aos olhos do clube, o único para assumir a zaga é Piqué, por isso a necessidade de contratar outros jogadores que atuem como zagueiros.

Para conseguir completar a equipe, o Barcelona vem improvisando, trazendo meio-campistas e laterais para o setor carente de atletas.

Por Melina Menezes.


Neymar é um grande jogador da Seleção Brasileira que agora terá o início de sua carreira no time do Barcelona. Com certeza essa é a oportunidade que faltava para o jogador amadurecer ainda mais o seu talento nato de fazer gols e conquistar títulos.

O primeiro campeonato que Neymar vai participar é a Supercopa da Espanha, sendo a possível primeira conquista do jogador internacionalmente, pois até o presente momento ele não é muito conhecido fora de nosso país.

Mas o que é mais interessante é o reencontro que vai acontecer nesse campeonato entre Neymar e seu amigo de infância, que hoje atua no Atlético de Madrid.

O amigo em questão é Léo Baptistão, jogador que se destacou na última temporada vestindo a camisa do Rayo Vallecano.

Os dois jogadores se conheceram na Portuguesa Santista, onde Neymar permaneceu até o ano de 2003.

O reencontro da dupla vai acontecer em um confronto entre Barcelona e Atlético de Madrid na Supercopa da Espanha. Porém, dessa vez os jogadores vão jogar como grandes adversários. Vamos aguardar o resultado dessa grande disputa.

Por Josiane Fernandes de Jesus


O Barcelona parece estar disposto a contratar o atacante Rooney para atuar com Messi e Neymar. O jogador brasileiro, por sua vez, disse que seria uma honra jogar ao lado do craque inglês e que este combina com os estio de jogo da equipe catalã. ''Sport'', um jornal  de esportes da catalunha, noticiou que o Barça deve oferecer R$ 72 milhões pelo passe do jogador.

E a proposta não termina por aí. o atacante Villa pode ser incluído nessa negociação. Assim ,uma vez que David Villa não vem sendo aproveitado,o time espanhol pode,além do valor mencionado, ceder o jogador espanhol para o Manchester United.

O fato é que  Wayne Rooney não anda nada satisfeito  com sua atual situação nos Diabos Vermehos. Ele não se relaciona bem com o Técnico do Manchester, David Moyes, com quem já trabalhou no Everton, e não está feliz com sua posição em campo.

O problema para fechar a negociação bate na questão do orçamento. Seja como for, Piqué, zagueiro do Barcelona, foi outro que se pronunciou a favor da vinda do inglês:''Ele se encaixaria muito bem aqui''.

Por Madson Lima de Oliveira


A transferência de Neymar para o Barcelona rendeu muita grana ao Santos, mas em contrapartida, o time espanhol ganhou prioridade na aquisição de três jovens santistas: os atacantes Gabriel, mais conhecido como Gabigol; e Victor Andrade, ambos com multa rescisória prevista em 50 milhões de euros. O terceiro nome não foi revelado.

A citada prioridade renderá alguns milhões de euros ao Peixe, mas também com quantia mantida em sigilo. O acordo prevê que se o Santos receber alguma oferta por um dos jogadores citados, e concordar com o valor, o Barça terá o direito de cobrir a oferta e ficar com o jogador envolvido.

Quem confirmou o acordo com o Barcelona foi o próprio presidente do Santos, Luís Álvaro Rodrigues, no entanto revelou que até o momento nada foi passado para o papel, já que a DIS, que também tem porcentagem dos direitos econômicos dos supracitados jogadores, espera receber parte do valor acordado, e o Santos promete brigar na justiça para ficar com o valor por inteiro.

Duas partidas entre Santos e Barcelona ainda acontecerão, como forma de acerto da negociação do craque Neymar; a primeira partida já tem data para acontecer: 2 de agosto, no Camp Nou; e a segunda será no Brasil, sem data definida.

Por Vinicius Cunha


Thiago Silva não é apenas um desejo do Barcelona, o zagueiro se tornou em um sonho que consome os diretores, e para apimentar mais ainda as especulações, o diário esportivo espanhol "Sport" publicou que a primeira oferta oficial pelo zagueiro chegará ao PSG dentro de poucos dias, e seria na casa dos 32 milhões de euros, o equivalente a R$ 93,2 milhões; a informação também foi dada por uma rádio da Catalunha, a "Catalunya Radio".

Um encontro entre a diretoria do Barcelona e representantes do jogador já teria acontecido, mas nenhuma decisão ainda foi tomada, apenas a certeza de que o PSG avaliará a proposta com cuidado, mesmo sendo a mesma inferior em 10 milhões de euros àquilo que o clube pagou ao Milan, em 2012.

Pesa a favor do Barcelona o fato de que Thiago Silva deseja a transferência, ainda mais depois que Carlo Ancelotti deixou o PSG, sem falar na oportunidade de jogar ao lado Lionel Messi, e também do atacante brasileiro Neymar, contratado junto ao Santos, e que fará sua estreia no futebol europeu.

Um dos maiores empecilhos é o alto salário de Thiago, que teria que reduzir e muito os seus ganhos para se enquadrar na realidade do Barcelona.

Por Vinicius Cunha


Já não é mais segredo, e está exposto aos simpatizantes do futebol: o Barcelona está mesmo interessado em Thiago Silva, zagueiro do PSG, e capitão da seleção brasileira. Tito Vilanova, treinador do clube da Catalunha, explicou que com o reforço de Neymar, o elenco precisa apenas de um zagueiro.

Vilanova reiterou que caso a diretoria consiga contratar Thiago Silva, o elenco estará completo, e não será preciso mais nenhum reforço. A contratação do zagueiro não é uma das tarefas mais fáceis, já que o projeto do PSG é contar com o brasileiro até 2017.

Thiago chegaria para jogar como zagueiro pelo lado esquerdo, e o nome do capitão do Brasil é unanimidade, e que apesar de outros nomes terem sido sondados, como os de Hummels, David Luiz e Marquinhos, da Roma, estes não agradariam a toda comissão técnica do Barça.

Se por um lado o Barcelona "corre" atrás de Thiago Silva, o jornal "Sport" cita uma das possíveis perdas que o time pode ter na próxima temporada: Thiago Alcântara, que está em negociação com o Manchester United, e o clube inglês estaria disposto a pagar 20 milhões de euros pelo filho do ex-jogador Mazinho.

Por Vinicius Cunha


Na Copa das Confederações o jogador Neymar está brilhando. Em três jogos, foram três gols e três vitórias da Seleção Brasileira, nesse retrospecto fica claro que o jogador é o atacante principal da Seleção.

Mesmo depois de passar nove jogos sem fazer gols, tanto pela Seleção quanto pelo Santos, o técnico Luiz Felipe Scolari continuou acreditando e defendendo o jogador, é por isso que agora ele projeta bons frutos no Barcelona.

Embora Neymar ainda não tenha estreado no time catalão, fica visível que com o fim das negociações, Neymar voltou a jogar bem e a balançar as redes. Não é só o Felipão que vê o jogador radiante no Barcelona, os espanhóis estão de olho, tanto é que os feitos do craque na Copa das Confederações estão ganhando destaque nos jornais e sites da Espanha.

Segundo Felipão, para Neymar é importante ter atuação de destaque, pois ele sempre jogou bem, mas era muito cobrado por não fazer gols com a camisa da Seleção. Ainda segundo o técnico, o jogador é um ídolo para os amantes de futebol devido a sua genialidade.

Por Jéssica Posenato


Atual titular da seleção espanhola, Victor Valdés é alvo de diversas especulações sobre sua saída do Barcelona, mas de acordo com seu agente, Zubizarreta, o goleiro cumprirá seu contrato com o time, que termina nos meados de 2014. Quem confirmou a informação foi Sandro Rosell, presidente do clube.

Valdés está no "Barça" há doze anos, e ele mesmo teria afirmado à imprensa que estaria de saída do time, e que poderia jogar a próxima temporada com outra camisa; o maior interessado na contratação de Valdés é o Monaco, que voltará a disputar a primeira divisão do Campeonato Francês, e está investindo pesado.

Sandro Rosell ainda reiterou que na próxima temporada o atual titular da seleção espanhola continuará defendendo a meta do Barcelona, mas disse estar ciente que no fim do contrato, o goleiro vai jogar para outro clube, e assim sairá de graça. Nenhum nome de possível substituto foi ventilado.

Rosell ainda comentou sobre a situação de Thiago Alcântara, que vem sendo desejado por inúmeros clubes, mas afirmou que espera que o meia-atacante siga os passos de Xavi e Iniesta, que tiveram paciência para esperar a oportunidade de assumir a titularidade.

Por Vinicius Cunha


Após uma longa negociação, Neymar finalmente escolheu o clube europeu que quer atuar pelos próximos anos: o Barcelona. A disputa pelo craque estava nas mãos dos dois principais rivais espanhois, Barcelona e Real Madrid. Mas o time catalão levou a melhor em mais uma disputa e conseguiu o contrato com o craque brasileiro pelas próximas cinco temporadas.

A negociação terminou na última sexta-feira (24/05), e o comunicado oficial só seria dado nesta segunda (27/05), mas ex-jogador do Santos não se conteve e anunciou nas redes sociais o seu futuro profissional.

A venda do jogador brasileiro já movimentou cerca de R$ 273 milhões (103 milhões de euros), mas esse valor pode ser ainda maior já que ainda faltam incluir algumas receitas, como a dos amistosos que Santos e Barcelona farão, e que ainda não possui data definida. Com esses dois jogos, os times esperam lucrar pelo menos mais 2 milhões de euros (aproximadamente R$ 5,3 milhões) com publicidade, patrocínio, ingressos e direito de transmissão das partidas.

No Barcelona, Neymar receberá um salário de cerca de R$ 18,6 milhões (€ 7 milhões) por ano, o que totalizará em R$ 92,8 milhões (€ 35 milhões) ao final dos cinco anos de contrato. Dependendo dos seus rendimentos no clube, o valor pode aumentar. O jogador ainda vai receber uma boa parte do dinheiro da negociação – 40 milhões de euros (R$ 106,3 milhões) – ao longo dos cinco anos que deverá ficar no clube.

O contrato de Neymar com o Barcelona foi assinado nessa segunda-feira (27/05).

Por Camilla Quesada Tavares


Depois de vencer a partida de ida por 4 a 0, o Bayern de Munique voltou a "arrasar" novamente o Barcelona, no jogo de volta das oitavas de final da Champions League, e desta vez na casa do time catalão, o Camp Nou, que estava lotado.

Está certo que os bávaros não chegaram a repetir a goleada, mas fizeram 3 a 0 e se classificaram para a final da competição, dia 25 de maio, em Wembley, quando enfrentará o também alemão Borussia Dortmund, em final inédita. Três brasileiros estiveram presentes na partida: Dante e Luiz Gustavo para o Bayern e Daniel Alves defendendo o Barcelona.

O francês Franck Ribery foi o principal destaque da partida, ditando o ritmo durantes os 90 minutos; Arjen Robben e Thomas Muller deixaram suas marcas, além de Piqué que fez gol contra. Messi ficou no banco de reservas, e nem entrou em campo, talvez por não estar 100% e correr algum risco de lesão.

A torcida do Bayern esteve presente no Camp Nou, e em vários momentos era audível os gritos de "olé" e também de "Super Bayern"; antes da finalíssima da Champions contra o Borussia, o confronto acontecerá também pelo Campeonato Alemão, que já está definido e tem o Bayern como campeão.

Para a final da Champions, não há jogadores suspensos em nenhuma das duas equipes, porém Gotze, meia do Borussia, ainda é dúvida, por estar machucado.

Por Vinicius Cunha


A goleada de 4 a 0 aplicada pelo Bayern de Munique sobre o Barcelona, no primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões da UEFA 2013, evidenciou a diferença técnica atual entre as equipes europeias.

O Barcelona, que possuía um jogo muito claro de posse de bola, marcação sob pressão na saída do time adversário e muita objetividade quando encontrava os espaços, hoje ainda mantém a posse de bola, mas com pouquíssima objetividade e nenhuma marcação para pressionar a saída de jogo adversária. Embora possua o melhor jogador do mundo, a equipe não possui um técnico a altura, que faça o time apresentar o melhor futebol.

Enquanto isso, o Bayern de Munique, tetracampeão da liga dos campeões da UEFA, atualmente tem construído a base da seleção alemã com jogadores jovens de boa técnica, com bom toque de bola, marcação forte e ótimo entrosamento.

Hoje (dia 1º de maio), o Bayern de Munique venceu a segunda partida contra o Barcelona por 3 a 0 e segue para o provável pentacampeonato europeu.

A partir da próxima temporada, com Pep Guardiola, a equipe promete liderar uma nova era de vitórias, semelhante ao que o próprio Pep fez com o Barcelona nos últimos tempos. A passagem de bastão no futebol europeu está feita, cabe ao clube alemão aproveitar este momento ao máximo. 

Por BCC


Comemoração dos jogadores do Bayern de MuniqueNa terça-feira, 23/04, o Bayern de Munique recebeu o Barcelona no Allianz Arena, pela primeira partida de uma das semifinas da Champions League. O estádio estava lotado e quem compareceu ao mesmo viu uma grande partida de futebol.

O time catalão é a grande sensação do futebol mundial nos últimos anos, porém a partida contra o Bayern é para Messi e companhia esquecerem, pois o time alemão foi superior durante os 90 minutos e goleou o "Barça" por 4 a 0.

Para variar, o Barcelona teve mais posse de bola, porém pouco chegou na área do clube alemão, que quando tinha a pelota, era objetivo e levava muito perigo ao gol de Víctor Valdés, que não consegui evitar a goleada.

Os gols do B.Munique foram marcados pelos seguintes jogadores: Muller (dois), Mario Gomez e Robben; Gomez estava impedido no momento de seu gol, porém o árbitro não marcou um pênalti cometido por Piqué, na primeira etapa.

A próxima partida entre Barcelona e Bayern de Munique será na quarta-feira, 1º/05, em Barcelona, no estádio Camp Nou. Para se classificar o Barcelona precisa vencer por uma diferença superior a 5 gols, se o placar de 4 a 0 se repetir, mas em favor do Barcelona, a decisão vai para a prorrogação, e se necessário para os pênaltis.

Por Vinicius Cunha


O Barcelona enfrentou o Levante pela 32ª rodada do Campeonato Espanhol, e apesar de não construir uma vitória convincente, conquistou os três pontos com o placar mínimo de 1 a 0 e se aproximou ainda mais do título.

A partida foi realizada no Camp Nou, e o "Barça" não pôde contar com sua principal estrela, Lionel Messi, que se recupera de lesão e está sendo preservado para a semifinal da Liga dos Campeões, quando o Barcelona vai encarar a forte equipe do Bayern de Munique.

Na primeira etapa o Barcelona desperdiçou um pênalti, que o aŕbitro assinalou erroneamente, com David Villa; e logo no início do segundo tempo o juiz voltou a errar, quando Acquafresca dominou a bola na mesma linha dos defensores e assinalou para os visitantes, porém foi marcado impedimento.

Após os seguidos erros da arbitragem, o Barcelona reagiu e aos 38 minutos da segunda etapa, quando Fábregas recebeu a bola próximo à grande área e chutou, sem chances para o goleiro adversário, decretou a vitória.

Com os três pontos assegurados, o time catalão chegou aos 84 pontos na competição e se manteve a 13 do Real Madrid, que também venceu na rodada, e continua com chances de conquistar o título; porém faltam apenas seis rodadas para o término do Campeonato Espanhol e apenas mais uma vitória dá o "caneco" ao Barcelona.

Por Vinicius Cunha


Ficou definido nesta quarta-feira mais um semifinalista da Champions League. No jogo de volta, em casa no estádio Camp Nou, o Barcelona empatou com o time do Paris Saint-Germain em 1×1 e conquistou a vaga nas semifinais da competição mais importante do velho continente.

No primeiro tempo, sem o seu maior ídolo Messi, o Barcelona parecia acuado e apesar da posse de bola na maioria esmagadora do tempo, não conseguia converter essa vantagem em boas chances de gol. Jogando no contra ataque o time do PSG até teve boas chances mais não saiu do 0x0 contra a equipe da casa. 

No segundo tempo o jogo iniciou tenso e o PSG conseguiu impor seu jogo e logo no início chegou ao primeiro gol. O panorama da partida mudou e o PSG passou a dominar as ações enquanto o Barcelona se tornava nervoso e acuado em sua própria casa. A entrada de Messi mudou o panorama do jogo, em poucos minutos ele iniciou uma jogada que resultou no gol de empate feito por Pedro e que daria a classificação para o time espanhol.

O restante da partida foi tenso, o PSG mostrou nervosismo e o Barcelona passou a dominar as ações, administrou o resultado mais não ampliou o placar. Como marcou dois gols fora de casa, empatando com o PSG no jogo de ida em Paris, o Barcelona é mais um semifinalista da Champions League junto com o Bayern de Munique, Real Madrid e Borussia Dortmund.

Por Bruno Hardt


Na tarde desta terça-feira se realizou um dos confrontos mais esperados do ano pela Liga dos Campeões da Europa. O poderoso Barcelona, de Lionel Messi, viajou a Paris para enfrentar o time local, Paris Saint-Germain, responsável pelo maior investimento em elenco feito nesta temporada.

O jogo começou com Barcelona pressionando e não se intimidando com a torcida do time francês. Entretanto, eram poucas as chances de gol para os dois lados. Até que aos 38 minutos, apareceu a estrela do craque. Daniel Alves fez um lindo lançamento de trivela para Messi, que chutou de primeira para abrir o placar em Paris: 1 a 0.

Vendo o domínio rival, o treinador Carlo Ancelotti ousou e fez três substituições em dez minutos para tentar mudar o rumo do jogo. E conseguiu: aos 32’ do segundo tempo, Thiago Silva cabeceia bola na trave e, no rebote, Ibrahimovic completa (em posição irregular) para o gol: 1×1.

Mas o jogo ainda prometia. Aos 44’ do segundo tempo, Fabregas deu lindo passe, de calcanhar, para Sanchez na entrada da área. O chileno driblou o goleiro e foi derrubado: pênalti. Xavi foi para a cobrança e converteu. O Barça passava à frente e conseguia grande vantagem para o segundo confronto.

Entretanto, aos 48’, o PSG mostrou que estava vivo. Em rápida jogada de contra-ataque, Ibrahimovic recebeu cruzamento e ajeitou de cabeça para o chute de Matuidi na entrada da área: 2×2. Era o empate para o time parisiense, que ainda vê esperanças na classificação para a próxima fase.

Por Euclides Cesar Junior


Neymar é a opção 1 da maioria dos brasileiros no quesito melhor do Brasil, e isso já vem há cerca de três anos, desde quando assumiu a titularidade no Santos.

Desde que vem se destacando na equipe paulista, o craque brasileiro virou desejo de consumo de grandes clubes europeus, entre eles o Barcelona, que a cada dia dá indícios de uma possível negociação envolvendo a joia brasileira.

Desta vez foi o presidente do próprio time espanhol que deu declarações a respeito, dizendo que Neymar é jogador do Santos até 2014, que admira o futebol do santista, dando mostras que em breve este pode aparecer como atleta do time catalão.

O próprio craque brasileiro já declarou em várias oportunidades que fica no Peixe até o fim da Copa de 2014, porém vários periódicos espanhóis afirmam que existe entre o Barcelona e o jogador um acordo firmado, não confirmado por nenhuma das partes.

Como o que clubes e atletas declaram nem sempre é confiável, resta aos interessados na "novela" esperar e ver o que os próximos capítulos mostrarão: um Neymar no Brasil até a Copa de 2014 ou jogando ao lado de Messi pós-Copa das Confederações.

Por Vinicius Cunha


O PSG não perdeu tempo e entrou com recurso junto a UEFA para que Ibrahimovic seja julgado novamente, devido a sua expulsão na partida conta o Valência, e com isso seja liberado para enfrentar o Barcelona no jogo de ida.

A entidade desportiva aceitou o recurso do clube francês, e afirmou que o mesmo será analisado terça-feira, 26/03; caso acate a defesa do time de Paris, a pena será diminuída, já que a pena inicial prevê dois jogos de suspensão, sendo um deles já cumprindo, mas a UEFA também pode ampliá-la, já que acontecerá novo julgamento, sem vínculo com o primeiro.

Os jogos de ida das quartas de final da Champions League acontecem nos dias 2 e 3 de abril. Caso seja liberado para poder jogar contra o Barcelona, Ibrahimovic terá a oportunidade de mostrar à diretoria e torcedores do time espanhol que a decisão de liberá-lo para o PSG foi errada.

Serão dois jogos com a participação de atletas renomados e que fazem a diferença em campo.Estarão presentes nada mais nada menos do que: Messi; Ibrahimovic (no mínimo em um deles); Xavi; Iniesta; Lucas; Lavezzi e outros grandes do futebol.

Está lançada a "sorte", e que vença o melhor.

Por Vinicius Cunha


O ano de 2013 não está sendo tão brilhante, como de costume, para o Barça, pois o clube já perdeu dois jogos para o maior rival e ainda tem uma batalha super difícil de ser vencida pelo Champions League: reverter o placar adverso de 2 a 0 contra o Milan, pelas oitavas de final da competição.

O que era comentado apenas entre a mídia, agora já sai da boca de alguns jogadores, entre eles o brasileiro Daniel Alves, que disse ver o clube sem "tesão" pela vitória, diferente da situação e fome de vitórias vivida no ano passado.

Messi não tem sido decisivo nos últimos jogos do Barcelona, porém, nada melhor do que uma vitória e classificação em cima do Milan, que seja acima de dois gols de diferença, para levantar o moral do time e do argentino, quatro vezes melhor do mundo de forma seguida.

Mesmo a fase não sendo tão boa, o clube catalão lidera o campeonato espanhol e é o favorito a adquirir o brasileiro Neymar, que caso vá mesmo para o Barça, pode ser uma espécie de injeção de ânimo no plantel.

A partida com o time italiano acontece às 16h45min desta terça-feira (horário de Brasília). Certeza de bom jogo e de Camp Nou lotado. Ao final dos 90 minutos se verá um gigante ressurgido ou a decretação de fim da era mágica dos "filhos" do Guardiola.

Por Vinicius Cunha


Sábado, 09/03, foi de vitória do Barcelona. A equipe da Catalunha, que vinha de alguns tropeços nos últimos jogos, poupou alguns titulares, visando a partida contra o Milan pela Champions League, mas mesmo assim venceu o La Coruña.

A partida foi realizada no Camp Nou e serviu para que o treinador do Barça analisasse as opções que tem no time em caso de possíveis necessidades no decorrer das partidas e para que o clube chegasse aos 71 pontos na competição; campanha incontestável.

Os gols da partida foram marcados por Alexis Sanchez e, para variar, pelo melhor do mundo, Messi. Este foi um dos poupados, ao lado de Piqué, Jordi Alba, Iniesta e Pedro, e só entrou na partida no segundo tempo, o suficiente para dar vários dribles e marcar um gol através de sua registrada cavadinha.

O "Barça" tem sido alvo de críticas recentes, inclusive algumas delas dizendo que a "máquina parou" e que acabou a boa fase. Messi e cia terão a oportunidade de dar uma resposta às mesmas, na quarta-feira, quando enfrenta o Milan pelas oitavas de final da UEFA Champions League.

Na primeira partida, que foi disputada na Itália, a equipe rossonera venceu o Barcelona por 2 a 0 e agora joga com o regulamento "debaixo dos braços", podendo até perder por um gol de diferença. Missão difícil para os espanhóis, mas deles não se pode duvidar.

Por Vinicius Cunha


Em uma semana o Real Madrid venceu o Barcelona, seu maior rival, duas vezes, uma pela Copa do Rei e outra pelo Campeonato Espanhol, esta última por 2 x 1.

Desta vez, o astro CR7 não marcou, pois foi poupado e começou a partida no banco de reservas, só entrando em campo no final do 1/3 do segundo tempo. Já o brasileiro Kaká começu a partida e continua com sua labuta de ganhar a confiança de Mourinho.

Para o Real, marcaram os gols o atacante Benzema e o defensor Sergio Ramos, para o Barça, pra variar, o autor do gol foi o argentino Messi.

Apesar da derrota, o time da Catalunha continua na liderança do Campeonato Espanhol e tem 13 pontos de vantagem para o time merengue.

É incrível como no futebol os pensamentos e críticas mudam dentro de pouco tempo, pois até antes da derrota para o Real Madrid pela Copa do Rei, o Barça era favorito a ganhar tudo na temporada, porém, as opiniões estão mudando e alguns já decretaram até o fim do Barça mágico e imbatível.

É cedo para afirmar, contudo o que se vê é que os Galáticos voltaram e a temporada pode ser cheia de surpresas positivas para a torcida madrilenha.

Por Vinicius Cunha


Na casa de Messi, quem brilhou foi Cristiano Ronaldo. No dia em que o argentino poderia quebrar o recorde de Alfredo Di Stéfano e se tornar o maior artilheiro do principal clássico espanhol, o camisa 7 merengue foi o protagonista e com dois gols ajudou o Real Madrid a se classificar para a final da Copa do Rei, após superar o arquirrival Barcelona em pleno Camp Nou, por 3 a 1.

No jogo de ida, as equipes empataram em 1 a 1. O adversário do Real Madrid sairá do duelo entre Atlético de Madrid e Sevilla.

Primeiro Tempo do Jogo:

Com o tradicional toque de bola, o Barcelona logo assumiu o controle do jogo e antes dos 10 minutos Pedro já havia perdido uma ótima chance após cruzamento de Messi.

Mas a pressão durou pouco. Em um rápido contra-ataque, Cristiano Ronaldo entrou na área e cara a cara com Piqué fintou o defensor, que vendido derrubou o camisa 7 na grande área. O português cobrou o pênalti e colocou o Real Madrid na frente.

Após sofrer o gol, o Barcelona manteve a mesma postura, mas sem criatividade e com Messi praticamente anulado por Varane, o time do interino Jordi Roura pouco assustava. A melhor chance catalã veio somente aos 38 minutos, após Messi cobrar falta rasteira, que passou rente a trave direita do gol de Diego López.

Segundo Tempo do Jogo:

Em desvantagem no placar, o Barça tentou manter a pressão em busca do gol de empate, mas quem marcou novamente foram os merengues. Após bobeira do Barcelona, o Real roubou a bola e frente a frente com o gol, Di Maria chutou e o goleiro Pinto espalmou. No rebote, Cristiano Ronaldo completou para o gol e aumentou o placar.

Aos 22 minutos, Varane ainda fez o terceiro. Após cobrança de escanteio, o zagueiro subiu mais do que todo mundo e ampliou a vantagem.

Mesmo atrás do marcador, o Barcelona continuou com maior posse de bola e aos 44 minutos, Jordi Alba recebeu belo passe de Iniesta e diminuiu, mas já era tarde e a festa merengue já estava garantida.

Por Ramon Raleandro


Messi chega ao gol de numero 90 no ano e Barcelona goleia o Atlético de Madrid por 4×1 no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol. O argentino foi decisivo para a vitória do time catalão.

O Barcelona com tranquilidade se mantem na liderança, subiu para 46 pontos e abriu 9 pontos de vantagem sobre o Atlético de Madrid que esta na segunda posição.

Mesmo jogando no Camp Nou, o jogo começou difícil para o Barcelona. O Atlético Madrid, começou melhor com o colombiano Falcão Garcia acertando uma bola na trave. Aos 30 minutos ele ganha da zaga do Barcelona e marca um gol de cobertura.

O time catalão deu uma resposta rápida e aos 35 minutos o jogador brasileiro Adriano, bate de perna esquerda acertando o ângulo do goleiro Victor Valdés. E com um gol de Busquets nos minutos finais da primeira etapa o Barcelona vira o jogo.

Messi não brilhou no primeiro tempo, mas no segundo tempo aos 13 minutos ele marca de canhota no canto do goleiro Courtois. Com bobeada do zagueiro Godin, o argentino rouba a bola e com um toque sutil de gênio marca o gol de numero 90 no ano e mantém recorde absoluto pelo Guiness Book.

Por Viviane Nascimento


E o jogador Lionel Messi tornou-se o maior goleador em um único ano. O argentino quebrou o recorde que era do jogador alemão Gerd Müller, que marcou 85 gols em 1972 pelo Bayer de Munique.

No último domingo, o Barcelona jogou contra o Betis pelo Campeonato Espanhol. O time catalão venceu o jogo por 2×1, com os dois gols marcados por Messi.

O camisa 10 do Barcelona marcou o primeiro gol aos 15 minutos do primeiro tempo, com uma jogada ao seu estilo. Messi veio da intermediária pela direita, foi avançando para esquerda se livrando dos marcadores e com um chute cruzado e rasteiro marcou seu gol de número 85 neste ano.

O segundo gol veio aos 24 minutos, quando Iniesta tocou de calcanhar para Messi, que bate de esquerda e se consagrou como o maior artilheiro do ano.

O time do Betis marcou um gol aos 38 minutos, quando Rubens Castro recebeu dentro da área sem marcação e finalizou no canto esquerdo de Victor Valdés.

O argentino Messi vem quebrando recordes e fazendo história. Ele ainda tem mais 2 jogos para disputar no Campeonato Espanhol e um jogo pela Copa do Rei. Esse recorde pode ficar ainda mais difícil de ser quebrado.

Por Viviane Nascimento





CONTINUE NAVEGANDO: