Às vésperas das Olimpíadas Rio 2016, já se discute a cidade candidata aos Jogos Olímpicos de 2024. Paris, um dos principais pontos turísticos do mundo, surge como forte concorrente à disputa. Entretanto, a prefeita da cidade, Anne Hidalgo, informou que é necessário avaliar a situação com calma, pois um estudo sobre o assunto previu um custo de 6,2 bilhões de euros (ou 20 bilhões de dólares) para a realização do maior evento esportivo do planeta.

Paris também chegou a entrar na disputa para sediar os Jogos de 2012, mas perdeu para Londres. Para 2024, a cidade francesa pode ter como novos rivais outras cidades europeias, como Budapeste, na Hungria, Instambul, na Turquia, Belim e Hamburgo, na Alemanha, e Roma, na Itália. Fora da Europa, apenas Boston, nos Estados Unidos.

De todas essas cidades candidatas, apenas Roma e Boston já formalizaram as suas candidaturas.

Por já ser uma cidade bastante evoluída em termos de qualidade no transporte de instalações esportivas, Paris já teria meio caminho andado para aprovação dos financiamentos. Entretanto, segundo Bernard LaPasset, que é o presidente do Comitê Francês para o Esporte Internacional, a candidatura de Paris depende da própria capacidade da cidade de gerar financiamentos e da chance de vencer as concorrentes na disputa.

De toda a verba empenhada no custo de operação, estima-se que 97% será financiado por fundo privados, sendo 1,85 bilhão saindo direto do caixa do COI (Comitê Olímpico Internacional).

Caso a sua candidatura evolua e Paris seja eleita a sede, não será a primeira vez que a cidade luz sediará os Jogos Olímpicos. Isso já aconteceu em 1924. Além do Rio de Janeiro, em 2016, Tóquio também sediará as Olimpíadas de 2020.

Paris possui uma população de mais de dois milhões de pessoas e foi incluída, em 1991, na lista do Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas (ONU) para Educação, Cultura e Ciência.

Por Julio Abreu

Foto: divulgação


O ex-diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, chegou ao Palmeiras mostrando trabalho.

Mattos chegou há apenas seis dias em São Paulo e já trouxe um grande reforço para o time: Dudu. São Paulo e Corinthians estavam sofrendo para conseguirem o garoto, mas foi o Verdão que saiu na frente. A negociação foi fechada em dois dias e o atacante de 23 anos fez exames nesta segunda-feira (12) para assinar um contrato de quatro anos.

O São Paulo conseguiu até um acerto com o Dínamo de Kiev (UCR), time que tem os maiores direitos econômicos do jogador, mas não conseguiu um acordo com Dudu. O Corinthians fez o caminho contrário, e também não conseguiu fechar a negociação. O time Alviverde tomou um caminho diferente de seus rivais e decidiu comprar 100% do passe do atleta, o que está avaliado em 3 milhões de euros, o que seria R$ 9,5 milhões por metade do valor, os outros 50% está programado para ser pago no futuro.

Muitos devem estar pensando: mas como o Palmeiras conseguiu esse dinheiro todo? Já que o time ainda passa por dificuldades financeiras e futebolísticas. Graças ao Avanti, o time conseguiu o dinheiro para fechar a contratação do ano. No ano passado, o Verdão lucrou em torno de R$ 12 milhões com o programa de sócio-torcedor e com isso vai pagar a primeira parcela de Dudu. A esperança do Clube é que o Avanti continue em crescimento e o time consiga bancar o restante do jogador com o programa. O projeto de Paulo Nobre é gastar todo o dinheiro do Avanti para comprar mais reforços. Só no ano passado o programa teve cerca de 30 mil adesões para ajudar o time.

Dudu é o nono reforço do Clube para a temporada 2015. Já estão no time treinando o lateral-esquerdo João Paulo, o meia Zé Roberto, o atacante Leandro, o lateral-direito Lucas, o zagueiro Vitor Hugo e os volantes Amaral, Andrei e Gabriel. O próximo acerto que o Palmeiras quer fazer é com Rafael Marques.

O Palmeiras quer fazer uma diferente temporada este ano. Os últimos anos foram de sofrimento para a torcida e o time quer montar um novo elenco para a conquista de títulos. O Alviverde ainda quer contar com o atacante da Ponte Preta, Cafu para um contrato de três anos, Robinho, que é meia do Coritiba, e ainda dar um lance por Guerrero, do Corinthians, que é um desejo da diretoria tê-lo no Clube.

Por Carolina Costa

Dudu vai jogar no Palmeiras

Foto: Divulgação


O Botafogo declarou no último sábado (13/12) que pretende contar mesmo com o técnico René Simões para o comando do time Alvinegro no ano de 2015, inclusive na série B do Brasileirão, em que o clube aposta no treinador para levar o Glorioso de volta para a elite do futebol brasileiro.

O próprio presidente Carlos Eduardo Pereira já deu como certa a contratação de René Simões dizendo que faltam apenas alguns detalhes para concretizar a negociação. "Deve ser ele mesmo. Tudo está caminhando para que ocorra um acerto com o René sim. O departamento de futebol ainda tem alguns detalhes para serem definidos e só estamos aguardando por isso", afirmou Carlos Eduardo Pereira.

O futuro técnico do clube carioca tem a rejeição de uma parte da diretoria, porém, é visto também como um profissional com experiência e motivador dos atletas em momentos de incertezas e reformulação, como é o caso do Botafogo, atualmente. Além disso, René Simões tem o apoio de Carlos Alberto Torres, que é um consultor da nova diretoria Alvinegra e um tipo de embaixador do clube.

O treinador também tem passagens pela segunda divisão nacional onde, inclusive, conquistou o título e o acesso com o Coritiba, em 2007. Ele também tem como destaques no seu currículo a classificação da Seleção Jamaicana para a Copa do Mundo de 1998 e a conquista de uma medalha de prata com a Seleção Brasileira feminina nas Olimpíadas de Sidney, em 2000. Além de uma passagem como técnico do Fluminense, entre 2008 e 2009, e como diretor de futebol do Vasco, em 2013, entre os clubes do Rio de Janeiro. Inicialmente, René Simões só acertaria com o Botafogo depois de ser anunciado o novo diretor de futebol, mas a negociação começou antes mesmo do anúncio do novo dirigente que será responsável pelo departamento de futebol. O favorito que vem sendo mais indicado pela nova diretoria é Anderson Barros, que estava no Coritiba, mas ainda não tem nada confirmado com o Glorioso.

A seguir tem a nota divulgada pelo Botafogo em seu site oficial, confirmando que a negociação com René Simões está bastante adiantada: "O Botafogo de Futebol e Regatas comunica que está em negociação com o técnico René Simões, que foi indicado pelo Ministro do Futebol Carlos Alberto Torres. René Simões tem uma experiência vitoriosa na Série B (do Campeonato Brasileiro) e o seu salário está compatível com a atual realidade financeira do clube. Será realizada uma coletiva de imprensa para a apresentação do novo treinador, após o contrato ser assinado".

Por João Calvet

Botafogo


No final do ano acontecem as especulações e transações no futebol, algumas são novas e outras mais antigas. É comum, pois os campeonatos acabaram e fecha-se um ciclo. No caso do Cruzeiro, campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol, o técnico Marcelo não conseguirá manter a mesma equipe para 2015.

Alguns saem, outros entram, há jogadores que foram emprestados ao clube e vice-versa, por isso é comum que as mudanças ocorram. É um período de indefinições e de transição para alguns jogadores. Claro que o clube desejaria manter o seu elenco, pois foram campeões e exibiram um belo futebol, elevando Minas Gerais ao cenário nacional.

Mas as mudanças ocorrem e são necessárias, faz parte da renovação no futebol, pois novas forças e novas energias devem ser manejadas.

O Cruzeiro fará reformulações para 2015, alguns jogadores deixarão o clube. Confira:

Borges: o contrato do jogador acaba no final do ano, mas a diretoria não irá renovar, pois o que pesou foi a parte física ele jogou pouco na temporada, apenas 19 partidas dentre as 75, e ficou muito tempo no departamento médico.

Dagoberto: está insatisfeito pois é reserva e, apesar do seu contrato ir até 2015, ele quer sair, pois deseja jogar em uma equipe do exterior pela primeira vez

Marcelo Moreno: o Grêmio é o dono dos direitos econômicos do atacante, mas, para renovar, está pedindo um alto valor e o Cruzeiro achou inviável para o clube. Moreno é muito querido pela torcida cruzeirense, mas o clube descartou a hipótese de permanecer com ele, só no caso do clube Gaúcho baixar o valor.

Júlio Batista: também poderá deixar o clube. Tem contrato até julho de 2015, mas ele é um jogador caro e não rendeu o esperado para o Cruzeiro. Em 75 jogos, esteve atuando em 42.

Lucas Silva: há especulações em torno do jogador que foi revelação da equipe. O clube Real Madrid e o Arsenal tem interesse no jogador, como informou a imprensa, mas o Cruzeiro diz ainda não ter recebido nenhuma proposta oficial pelo volante.

Foto: espnfc.com

E assim seguem as especulações do mercado da bola. O desenrolar de alguns é como novela, tem que se esperar para se ver o desfecho. Mas fica a gratidão dos torcedores pelos jogadores que se empenharam, dedicaram e mostraram o seu melhor futebol.

E, sem dúvida, foi um espelho para o Basil e para o mundo, pois os olheiros estavam atentos e eles mostraram as habilidades, a garra, e foi importante a entrega e a dedicação, pois no final colheram os frutos e o resultado apareceu: foram campeões do Campeonato Brasileiro de Futebol 2014.

Por Marisa Costa Torres


O Campeonato Brasileiro mal acabou e os times já estão se preparando para a próxima temporada, uma prova disso é o Grêmio, que já tem Douglas como reforço, meia que disputou a série B pelo Vasco da Gama este ano. O técnico Luiz Felipe Scolari quer um articulador mais experiente para poder mesclar com os jovens jogadores que subirão das categorias de base em 2015.

Douglas já tem experiência com o tricolor gaúcho, atuou pelo Grêmio entre 2010 e 2012 e conhece boa parte dos jogadores que lá estão. O contrato do meia com o Corinthians vai até o final de 2014, importante para a direção tricolor fazer uma negociação, sem dinheiro para grandes investimentos, eles declaram que precisam usar criatividade para reforçar a equipe para o próximo ano.

Essa não é a única mudança pela qual o Grêmio passará, Dudu se despediu da equipe através de uma postagem no Instagram. O atacante era contratado por empréstimo junto ao Dínamo de Kiev e, para ficar em definitivo em terras gaúchas, o Grêmio teria que desembolsar 6 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões).

Barcostambém pode deixar o time, cogitado por times brasileiros e mexicanos, o centroavante argentino foi o artilheiro da equipe neste Campeonato Brasileiro, com 14 gols, 4 a menos do que Fred, o artilheiro da competição. O técnico Luiz Felipe Scolari já conta com Marcelo Moreno como reforço, jogador emprestado que junto ao Cruzeiro foi campeão este ano. “Quem disse que não serve? Me serve sim. Ele tem contrato com o Grêmio e deve se apresentar normalmente. Com vontade de jogar, encerrou o assunto, ele é do Grêmio. Se não tiver vontade de jogar ele será negociado, mas ele me serve”, declarou Felipão em entrevista.

O Grêmio terminou a competição em 7° lugar e mesmo com o 5° maior artilheiro ficou fora da Libertadores, que é meta para o time no ano que vem.    

Por Tom Vitor de Freitas

Gr?mio


O Palmeiras fez uma de suas piores campanhas da história no Campeonato Brasileiro, mas acabou se salvando de ter que disputar mais uma vez a tão temida segunda divisão.   O time alviverde poderia se salvar sozinho com uma vitória, mas foi graças à derrota do Vitória para o rival Santos, que os palmeirenses puderam respirar aliviados. No último domingo (7), o time empatou com o Atlético-PR por 1 a 1 em um jogo sofrido.

Dentro do Allianz Parque, um gol de Ricardo Silva logo no início da partida fez com que o coração dos palmeirenses batesse mais depressa na última rodada do campeonato, o Palmeiras chegou a ficar entre os quatro piores quando o Bahia também saiu na frente do Curitiba. Tudo estava se encaminhando para um fim trágico para o time da casa, mas um pênalti marcado por uma bola na mão de Dráusio ainda no primeiro tempo começou a mudar o rumo da partida, ou melhor, da tabela do campeonato, pois a partida não mudou quase nada desde então, mesmo com uma pressão maior do Palmeiras o gol da virada não aconteceu e o time segue sem nenhuma vitória dentro da nova casa.

O destaque do Palmeiras mais uma vez foi o goleiro Fernando Prass, que fez excelentes defesas, principalmente no primeiro tempo, entretanto os jovens revelados nas categorias de base do time se mostraram melhores que jogadores mais experientes, o que pode ser um bom sinal para um time quase sem esperança. Valdivia, muito criticado pela ausência em jogos decisivos, mesmo não marcando gols fez um bom jogo mesmo não estando em seu melhor estado de saúde, com bons passes e sempre pedindo a bola, infelizmente, a defesa não demonstrava a mesma segurança e mostrou o ponto mais fraco do time alviverde.

Após o final da partida os jogadores continuaram em campo, o pesadelo ainda não tinha acabado. Quando foi anunciado o gol de Thiago Ribeiro, do Santos, a torcida foi à loucura, como se fosse um gol do próprio time. O choro de alívio dentro do Allianz Parque não era só dos torcedores, Valdivia e Fernando Prass também foram às lágrimas.

Henrique, autor do gol e artilheiro da equipe no campeonato declarou que o Palmeiras merece títulos no ano que vem. "Representamos milhões de torcedores apaixonados, eles não merecem isso. Tivemos exemplos de times que brigaram até o último momento e no ano seguinte conseguiram títulos. Então a gente espera que o Palmeiras consiga títulos", disse ao Rádio Globo.

Por Tom Freitas

Palmeiras permanece na S?rie A

Foto: Divulgação


A equipe paulista tem jogo decisivo neste domingo, 07/12/2014, às 17h (horário de Brasília), pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2014. O jogo e contra o Atlético Paranaense e para o Palmeiras tem cara de final de campeonato, pois vale uma vaga na primeira divisão.

O jogo será na Arena Paulista (Allianz Parque), sendo árbitro da partida Leandro Pedro Vuaden (RS), e auxiliares Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS).

Para o Atlético Paranaense a vitória ou a derrota não faz diferença, pois o time não tem chance que se classificar para a Copa Libertadores da América e também está longe da zona de rebaixamento.

O time paranaense, aparentemente, não está dando muita atenção ao jogo, pois já até deu férias para alguns jogadores titulares, como é o caso Sueliton e Marcelo que já foram liberados nesta quinta feira. O Atlético também não poderá contar com o volante Hernani, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

No Palmeiras a apreensão é total. A pressão vem de todos os lados, principalmente da torcida que não quer passar por um senário de Série B pela terceira vez. No entanto, nos treinos que foram realizados, os jogadores passaram mensagens de otimismo.

Durante entrevista coletiva nesta quarta feira (04) o jogador Victor Luís incita a torcida a ter pensamento positivo “O futebol tem grandes surpresas, e, infelizmente, tivemos essa sequência de cinco derrotas, mas com a equipe atuando bem. Não tivemos sorte. Agora, com sorte ou sem sorte, nós temos de ganhar no domingo. O torcedor tem de ter o mesmo pensamento da gente, que é fazer um jogo bom e conquistarmos uma vitória”.

Os jogadores do verdão disseram estar contando com total apoio da torcida no próximo domingo, pois para que o time continue na primeira divisão precisa só dele. O jogador Victor Luís elogiou a postura que a torcida vem tendo e disse: “A torcida tem feito a parte dela fora de campo, e está esperando a nossa dentro de campo”.

Com isso, a torcida ficou convocada a comparecer ao estádio para empurrar o Palmeiras para uma vitória decisiva que garantirá sua permanência na Série A do futebol brasileiro.

Por Dalmo Rocha de Jesus

Foto: divulgação


Felipãodeu o último título de expressão do Palmeiras: Copa do Brasil de 2012. Mas não teve muito o que comemorar, pois no mesmo ano foi um dos acusados pelo rebaixamento do clube para a série B. Não chegou a ver a tragédia, pois saiu antes, mas mesmo assim foi responsabilizado. Mas o tempo passa e a torcida palmeirense tem grande afinidade com o treinador, que também deu ao clube o único título da Libertadores da América, conquistado em 1999.

Um torcedor foi questionado sobre a possível volta do treinador e disse: “Seria ótimo, é um vencedor!”. Muitos têm o mesmo pensamento e admiração pelo técnico, que hoje comanda o Grêmio e tenta beliscar uma vaguinha na Libertadores da América com o clube gaúcho.

Felipão se diz satisfeito com o trabalho no Grêmio e não cogita mudanças para 2015. Sempre quando questionado sobre o Palmeiras, diz que tem profunda admiração e respeito pelo clube e que aprendeu a amar as cores alviverdes, tendo o clube, junto com o Grêmio, os clubes de coração.

A diretoria do Palmeiras não confirma, mas alguns conselheiros dizem que uma das soluções é trazer o Felipão de volta, pois estará com sede de títulos no clube paulista, por onde teve de sair pelas portas dos fundos da última vez. Outros são contra, em especial pelo treinador, além de responsável pela queda em 2012, ter levado a seleção ao maior vexame de sua história – derrota de 7×1 para a Alemanha, dentro de seus domínios.

A eleição presidencial do Palmeiras pode dar contornos novos a essa história do Felipão voltar ao clube. Caso Paulo Nobre saia derrotado, Pescarmona tem um perfil mais agressivo e segundo fontes próximas que não quiseram se identificar, dizem que pelo menos uma proposta será feita ao antigo treinador – o difícil será ele aceitar.

Outro nome que ventila nos bastidores é o de Vanderlei Luxemburgo.

Pois é, parece incrível, mas o Palmeiras moderno vive tendo que recorrer ao passado para tentar sorrir no futuro.

Por Luciana Viturino

Palmeiras

Felip?o no Palmeiras

Fotos: Divulgação


O contrato do goleiro Diego Cavalieri encerra no fim deste ano de 2014 com o time do Fluminense e já existe disputa para sua contratação em outros times como, por exemplo, o Palmeiras, o Flamengo e o São Paulo.

Em 2012 foi campeão brasileiro pelo Fluminense, clube no qual atua há quatro anos, são cerca de 200 jogos com a camisa, porém, após reunião com Luis Fronterotta, o goleiro demonstrou interesse em voltar para o Palmeiras. Caso retorne ao Palmeiras, o atual goleiro do time Fernando Prass, que já tem 36 anos, provavelmente não terá seu contrato renovado ao final de 2015.

Para permanecer no clube, Cavalieri que hoje recebe em torno de R$ 250 mil mensais, pediu o dobro do valor e ainda assim, é considerado um dos únicos membros com contrato a vencer pelo qual a diretoria pretende negociar. A intenção no momento é garantir a classificação na Libertadores de 2015 pelo clube atual. Embora esteja numa boa fase, após redução dos investimentos feitos pela Unimed ficará difícil renovar uma boa quantidade dos contratos a vencer, além de Cavalieri, Carlinhos, Gum, Valencia e Chiquinho. Lembrando que Carlinhos tem até segunda-feira, dia 3 de novembro, para definir com um novo clube caso não receba nenhuma proposta da diretoria. Em entrevista ao ESPN, Luizão diz “Se Fluminense e Unimed tivessem decidido antes o que seria feito em relação ao Carlinhos, se quisessem propor um novo contrato, acho que isso já teria sido feito”.

Infelizmente, com os gastos reduzidos fica difícil negociar com os altos salários destes membros. A revolta atinge a torcida que anseia por mais vitórias e estas discussões de “preferências” e “custos” acabam influenciando no desempenho de jogadores. Apesar do patrocínio da Unimed entrar em discussão no próximo ano, a solução será fazer escolhas para imediato e apostar firme no time formado que restará. O ano de 2015 será de grandes chances para o Fluminense.

Por Ricardo Laurentino da Silva

Fluminense

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: