Confira aqui os requisitos mínimos e recomendados para jogar Dishonored 2 no PC.

Dishonored 2, jogo de ação-aventura e stealth desenvolvido pela Arkane Studios e publicado pela Bethesda Softworks, famosa por franquias como Fallout e The Elder Scrolls, teve seus requisitos mínimos e recomendados divulgados no começo do mês de novembro, na página oficial do jogo na Steam. Exigindo um PC relativamente modesto, o jogo pede:

Requisitos Mínimos:

  • Sistema Operacional: Windows 7 ou posterior, versão de 64 bits
  • Processador: Intel Core i5-2400/AMD-FX-8320 ou melhor
  • RAM: 8 GB
  • VGA: NVIDIA GTX 660 2GB/AMD Radeon HD 7970 3GB ou melhor
  • Armazenamento: 60 GB de espaço disponível

Requisitos Recomendados:

  • Sistema Operacional: Windows 10, versão de 64 bits
  • Processador: Intel Core i7-4770/AMD-FX-8350
  • RAM: 16 GB
  • VGA: NVIDIA GTX 1060 6GB/AMD Radeon RX 480 8GB ou melhor
  • Armazenamento: 60 GB de espaço disponível

Dishonored 2 se passa quinze anos depois do primeiro título e tem como protagonistas Corvo Attano, que também foi protagonista do Dishonered original, e Emily Kaldwin, filha da rainha assassinada no começo do primeiro jogo da franquia e resgatada por Corvo, que a criou como filha.

O jogo se passará principalmente na cidade de Karnaca, onde os protagonistas tentarão combater uma conspiração que afetará fortemente o futuro das duas cidades e devolver o trono para Emily, sua herdeira por direito. Além disso, ainda haverá missões em Dunwall, onde foi ambientado o primeiro jogo da série.

O visual do jogo é bastante parecido com o do original, ainda com forte inspiração da Inglaterra vitoriana, contando com gráficos estonteantes e mantendo o estilo sombrio característico da franquia. Muita violência e muito sangue continuam presentes nesta versão do game.

Quanto à jogabilidade, Dishonored 2 mantém a liberdade do primeiro jogo, dando oportunidade para o jogador escolher por um estilo mais furtivo ou utilizar todo o poder e violência que suas habilidades permitirem. Além disso, as escolhas do jogador continuam a exercer grande impacto sobre o mundo e sobre a relação das personagens com os NPCs.

Disponível desde a madrugada do dia 10 de novembro para os jogadores que efetuaram a pré-reserva, como incentivo dado pela produtora aos jogadores, Dishonored 2 será lançado no dia 11 de novembro de 2016 para PC, Xbox One e PlayStation 4.

Gabriel Nunes.


Alto preço para a versão para PCs causa revolta dos gamers.

Se você espera pelo Battlefield 1, pode ficar de olho nos preços que foram divulgados pela Electronic Arts para os gamers no Brasil. Os consoles, Playstation 4 e Xbox One, ficarão com um custo pelo jogo de R$ 250. Porém, para o PC é que a coisa ficou polêmica, uma vez que o custo ficará com R$ 200. Os fãs de jogos em computador ficaram descontentes com a notícia, uma vez que os games geralmente são mais baratos para essa plataforma.

Nas redes sociais, principalmente na página da Warner Games, a empresa que distribui o jogo da EA em nosso país, muitas pessoas ficaram irritadas e contestaram o preço de Battlefield 1. Houve também a comparação entre o BF1 e o Mirror’s Edge – Catalyst, sendo que os dois são comercializados nos Estados Unidos pelo custo de US$ 60. No Brasil, o primeiro sai pelos R$ 200 e o segundo com um preço menos salgado de R$ 120.

Tudo ficou ainda pior quando os moderadores da página apagaram os comentários que apresentavam as críticas sobre o preço. A Electronic Arts não se pronunciou sobre o assunto, o que deixa os fãs ainda mais irritados.

Por outro lado, o preço não deve ser empecilho para o sucesso nas vendas, uma vez que o BF1 apresentou o seu trailer no Youtube e foi o mais curtido deste segmento no site. A ambientação do jogo acontecerá na Primeira Guerra Mundial e isso fez com que muitos gostassem da temática, muito mais que a do próximo Call of Duty, rival no estilo, que teve muitos deslikes no trailer.

Os fãs de Battlefield 1 terão a opção de comprar a edição convencional do game, além de também uma versão Deluxe com o preço de R$ 290. Ela vai contar com alguns itens cosméticos, pack de armas extras no game e a possibilidade de que os consumidores comecem a jogar três dias antes do jogo ter o seu lançamento oficial em todo o mundo. As vantagens são boas, mas o preço é ainda mais salgado para o bolso do gamer brasileiro.

O BF1 terá o seu lançamento com versões para o Playstation 4, Xbox One e para PCs. Ele estará disponível para os jogadores apreciarem em um primeiro momento na E3 2016. O evento ocorrerá em Los Anges, nos Estados Unidos, entre os dias 12 e 14 deste mês de junho.


Jogo surpreende e é considerado o melhor da série. Game está disponível para PS4, Xbox One e PC.

Dark Souls III foi alvo de muita propaganda e esperanças dos fãs. E agora que finalmente chegou, ele não deixa a desejar. A From Software está com mais um grande game em mãos, que inclusive foi indicado para o prêmio de melhor jogo do ano na BAFTA Awards, premiação britânica de televisão e vídeo.

Ficha Técnica:

Em questões técnicas, o terceiro jogo da série Dark Souls certamente supera todos seus antecessores. O jogo foi lançado para Playstation 4, Xbox One e também para PC, então quase qualquer um terá a oportunidade de testa-lo.

O estilo de jogo continua a ser RPG em terceira pessoa, seguindo o estilo da franquia. Isso garante muita ação para o jogador e também uma alta possibilidade de customização do personagem, que pode ser escolhido logo no começo do game.

Detalhes e Gameplay:

Dark Souls III abre com uma cena inicial impressionante. Abusando dos gráficos e da trilha sonora. A narrativa parece até parte de algum filme épico. O jogador é cativado desde o primeiro momento. Logo depois é possível escolher detalhes do personagem como gênero, classe (o jogo possui a maioria das classes comuns em RPGs desse tipo, como guerreiro, ladrão e feiticeiro).

Quanto ao gameplay, esse também agradou tanto fãs quanto novatos na série. Além de fluído e intuitivo, o jogador descobrirá que o novo Dark Souls é cheio de detalhes a serem experimentados. A batalha não fica somente no hack & slash costumeiro de RPGs de ação, é possível criar estratégias e utiliza-las contra inimigos fortes ou grupos grandes como atrai-los para um território perigoso ou para o confronto com outro grupo de inimigos.

Uma vantagem (ou desvantagem, depende da opinião do jogador) é como Dark Souls III não é limitador, apesar de ser um RPG com as classes usuais. Apesar de decidir a classe no começo do jogo, é possível aprender técnicas que são características de outras classes conforme a história se desenvolve.

Visual e Gráficos:

O design tanto dos personagens quanto das criaturas de Dark Souls III é bem puxado para o grotesco, algo que já é costume da série. Os cenários são bastante detalhados e bem animados, assim como as reações dos personagens e movimentos nas batalhas. Quem for jogar pode se preparar para ser impressionado pelo jogo com o melhor visual já visto na série Dark Souls.

Por Gizele Gavazzi


Novo game da Ubisoft possui excelente jogabilidade e envolve com sua trama criativa e próxima da realidade.

Neste novo jogo da Ubisoft em parceria com a Massive Entertainment, a aposta é em um estilo de jogo de tiro em terceira pessoa em um mundo aberto, onde o jogador pode tomar as decisões e seguir o caminho que achar melhor.

A história gira em torno de um soldado que com sua equipe (que dá nome ao jogo, "The Division"), precisa enfrentar os inimigos e desafios de Manhattan (Nova York). A cidade foi devastada por um ataque biológico, onde uma arma foi desenvolvida a partir da fusão dos vírus mais letais do mundo e a sua missão é encontrar amostras biológica dos vírus contidos na arma, para que se possa desenvolver uma vacina e também o antídoto para essa nova ameaça.

O jogo conta com uma boa história, mas falta um pouco de enriquecimento no desenrolar da trama. O personagem e sua trama encontra no caminho de sua aventura alguns sobreviventes que buscam por suprimentos na tentativa de sobreviver neste cenário caótico. O ponto forte do jogo é sua ligação com a realidade, a possibilidade de um ataque biológico é cada dia mais próxima e a trama que trata deste possível cenário nos aproxima mais do jogo e dos personagens. A ideia de criar uma cidade em estado pós-apocalíptico funcionou muito bem e faz com que o jogador fique envolvido nos cenários e reações dos elementos neles contidos, o jogador deverá coletar itens durante o jogo, itens que vão desde bilhetes e memorando até celulares e imagens de drones, contando como tudo aconteceu antes da Divisão chegar, estes itens irão ajuda-lo a acumular pontos de experiência e aumentar seu nível, podendo achegar até o limite máximo do nível 30.

Alguns ficaram um pouco decepcionados com os gráficos do jogo, desde que foi anunciado em 2013, o jogo teve alguns cortes na questão gráfica, o que sinceramente não o deixou ruim, mas a amostra anterior gerou expectativas que para muitos foram frustradas.

The Division se apropriou de elementos dos estilos RPG, Shotter e Survivor  para criar a jogabilidade que podemos acompanhar durante a trama. Os inimigos que os personagens acertam com tiros têm barras que medem sua “life” e como os tradicionais fãs de jogos do estilo Shotter estranharam, alguns inimigos não morrem com um tiro na cabeça ou uma bomba, por exemplo. Para que o inimigo morra é necessário que a sua barra de “life” chegue até o fim. Para cada inimigo morto, itens como munição, armas, gravações e os mais variados itens para seu desenvolvimento no jogo são deixados no chão. Também é importante informar que mesmo que um item pareça uma coisa inútil naquele momento, a equipe poderá precisar muito deste item no decorrer do jogo, para combinação ou para desvendar algum mistério.

Em geral, o jogo agrada e muito pela jogabilidade, criatividade e liberdade de ações e movimentações proporcionadas pelo universo aberto, deixa um pouco a desejar pela expectativa gerada, mas nada que comprometa a experiência desse jogo incrível, vale a pena mergulhar nessa trama.

Por Davy Beiral


Nintendo pretende lançar jogos para smartphones em 2017.

Não é segredo para ninguém que a Nintendo pretende investir fortemente no mercado de jogos Mobile, visto o fracasso que tem sido os últimos lançamentos da empresa nos consoles de mesa, que estão perdendo a disputa para os consoles da Microsoft e da Sony.

Outras empresas que não vêm obtendo bons resultados no mercado de consoles de mesa ou computador, também devem investir mais no mercado Mobile, o que é ótimo para os usuários de smartphone, como a Konami e agora a Nintendo, que em um programa de perguntas e respostas com investidores da empresa, afirmou que pretender lançar jogos para smartphones no próximo ano, 2017 e lançar também, um novo console.

As palavras são do próprio presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishima, que afirmou que a empresa vive um momento de transição, entre diferentes fontes de lucro para a empresa, deixando de trás o Wii U e 3DS, para investir nos jogos para celular e no Nintendo NX, próximo console da empresa.

O lançamento do novo console e o investimento forte em jogos mobiles, são motivados principalmente, pelo fracasso do Wii U, que já teve o fim de seu ciclo no último trimestre, após números decepcionantes e pouquíssimos lançamentos para o console.

A empresa vê no mercado Mobile, uma excelente forma de investimento, visto que é um mercado que cresce cada vez mais, apostando, possivelmente, em jogos free-to-play.

Aliás, mesmo o novo console da Nintendo deve ter uma integração com o mercado de jogos Mobiles bem como os jogos lançados para smartphones, buscando unir os dois mercados de investimento da empresa, inclusive as equipes da Nintendo que trabalhavam com tecnologia portátil da empresa e para consoles de mesa se uniram recentemente.

O presidente Kimishima, ainda disse que a Nintendo mudou a forma de comunicação interna entre os diversos setores da empresa e que a expectativa é que isso melhore a lucratividade da empresa e ajude no desenvolvimento da Nintendo nos seus novos investimentos em um mercado novo para a empresa, na expectativa de recuperar os recentes prejuízos que a empresa vem tendo com seus últimos lançamentos, já de certo tempo. Um dos motivos apontados pelo fracasso da empresa nos Games é o fato da marca não ter acompanhado o mercado e seguir apostando em consoles que não possuem um hardware potente.

Por Isis Genari

Jogos da Nintendo para smartphone

Foto: Divulgação


Empresa divulgou vários jogos e pacotes que o Xbox One disponibilizará aos gamers no final do ano.

A Microsoft, empresa detentora do Xbox, fez várias revelações no evento Brasil Game Show 2015 que aconteceu nos últimos dias.

A empresa mostrou que entende de novidades e Phil Spencer, Chefe da Divisão do Xbox na Microsoft, esteve presente e revelou os jogos que marcarão o fim de ano e os pacotes que o Xbox One possibilitará. O diretor também demonstrou entusiasmo e reconheceu o espírito positivo dos gamers brasileiros.

No momento de anunciar os lançamentos da empresa, alguns famosos desenvolvedores de jogos subiram no palco, incluindo Emerson Fittipaldi, figura de peso na Fórmula 1 e que revelou uma campanha de Forza 6, a deia promete reunir os melhores jogadores mundiais de games de corrida (incluindo os brasileiros) e coloca-los em uma espécie de reality show que pretende utilizar carros reais na competição.

Desenvolvedores de Halo 5, Rise of the Tomb Raider, Quantum Break puderam exibir amostras dos gameplays e explicar um pouco sobre jogabilidade, gráficos, cenários e novidades.

A Microsoft confirmou também a informação de que disponibilizará 8 pacotes de Xbox One para o final do ano, com características e singularidades que pretendem atender diversos perfis de gamers. Os preços não foram revelados.

Outro momento de destaque ficou com o ID@Xbox, programa instaurado com foco nos desenvolvedores brasileiros independentes que obteram ótima aceitação por parte do público. Persis Duaik, responsável pelo lançamento de Aritana e a Pena de Harpia recebeu um troféu de Phil Spencer e Eduardo Giordano que reconheceram a qualidade e criatividade do trabalho.

A comunidade brasileira de gamers finalmente está alcançando reconhecimento internacional e sendo vista como um mercado lucrativo por centenas de investidores ao redor do mundo. Eventos como a Brasil Game Show são de extrema importância para a categoria, para os gamers, para os fãs, para os profissionais da área, para divulgação e também para a nossa economia, que precisa encontrar novos caminhos de sair do vermelho.

Por Beatriz 

Xbox

Foto: Divulgação


Com nova atualização do PS3 é possível usar o controle do PS4 para jogos que só existem para o PS3.

Muita gente esperava pelo dia em que poderia usar o controle do PS4 no PS3, isso porque muitos usuários compraram o Playstation 4 mas não se desfizeram do PS3. Existem jogos no PS3 que não sairão para a nova plataforma ou então que serão remasterizados daqui a muito tempo apenas, e a solução então é manter em casa o PS3 e o PS4 e ir alternando de console conforme o jogo.

Antes era possível realizar a compatibilidade apenas através do cabo USB, ou seja, era preciso colocar o cabo USB no Dualshock 4 e ligar na entrada do PS3, convenhamos que apesar de simples, jogar no cabo é chato, nenhum fio é infinito, a distância precisava ser curta e os movimentos ficavam bastante limitados.

Como funciona a atualização?

Apesar de ser uma atualização do sistema PS3, não é plug and play, ou seja, não é automática, não reconhece sozinho, é necessário acessar as configurações do sistema.

Aprenda passo a passo:

1.    Vá na Aba Configurações;

2.    Selecione Configurações de Acessórios (o mesmo usado para configurar H7);

3.    Selecione Gerenciar dispositivo Bluetooth – se você já houver adicionado algum dispositivo Bluetooth, uma listagem aparecerá;

4.    Selecione Registrar Novo Dispositivo;

5.    Selecione Iniciar Busca;

6.    Pegue o controle do PS4 e segure os botões Share e PS ao mesmo tempo durante alguns segundos até que a luz se acenda;

7.    Uma lista aparecerá contendo os dispositivos que foram encontrados na busca, selecione o Dualshock 4 e aproveite.

Vale lembrar que este esquema de sincronização faz com que o Dualshock 4 perca a compatibilidade com o PS4, mas é bem simples recuperá-la, basta ligar no cabo USB e pronto.

O Dualshock 4 possui a função do Toucscreen, aquela tela que fica na parte superior do controle e que é sensível ao toque, essa função fica desabilitada quando o controle é usado no PS3, pois a plataforma do sistema não foi criada para reconhecê-la, fora esse detalhe, as funções são as mesmas.

Aproveite a atualização e utilize seu Dualshock 4 no PS3 sem cabo USB.

Por Beatriz Duarte

Controle do PS4 no PS3


Técnico Dunga irá revelar os jogadores convocados para os amistosos da Seleção Brasileira contra as seleções de Costa Rica e Estados Unidos no dia 13 de agosto.

O técnico Dunga anuncia, nesta quinta-feira (13), os jogadores escalados para integrar a Seleção Brasileira, para a participação de jogos amistosos contra as seleções de Costa Rica e Estados Unidos, respectivamente. As partidas contra os times acontecem no mês de setembro.

O anúncio será feito na sede da CBF, localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.  A entidade afirma em sua página oficial na web que a convocação será transmitida ao vivo pela CBF TV, que trará cobertura exclusiva sobre o evento, além de entrevistas com a comissão técnica.

Tudo indica que o jogador Neymar será escalado, ao menos foi o que sugeriu Gilmar Rinaldi, coordenador técnico da seleção, em entrevista à agência Reuters, no dia 5 de agosto. Na ocasião, ele afirmou que jogadores com “a qualidade técnica de Neymar devem ser convocados”, quando é possível integrá-los ao time.

Seleção feminina:

A seleção feminina já está em ritmo de preparação para as próximas partidas do time, como o amistoso contra a França, no dia 19 de setembro. As jogadoras estão treinando na cidade de Itu, no interior de São Paulo. Segundo informações da CBF, elas tiveram dez dias de folga após conquistarem o ouro no Pan-Americano que ocorreu em Toronto, no Canadá. Os treinos desta semana são focados apenas na parte física e, posteriormente, as jogadoras passarão por treinamento com bola, de acordo com a CBF.

O jogo contra as jogadoras francesas acontece na cidade de Le Havre, que fica cerca de 196 km de Paris. O jogo será realizado no Stade Océanee está marcado para as 19h no horário local (14h – no horário de Brasília).  As jogadoras também vão enfrentar a seleção norte-americana em dois amistosos que acontecem nos dias 21 e 25 de outubro. O primeiro jogo deste clássico mundial está previsto para ser realizado na cidade de Seattle e a segunda partida deve ocorrer em Orlando. 

Por Letícia Veloso

Seleção Brasileira


Novo jogo terá um pacote complementar que transformou 3 personagens populares em heróis brasileiros.

Mortal Kombat Xfoi lançado há pouco mais de dois meses e já traz inúmeras novidades. Entre elas se destaca o pacote complementar chamado Brazil Costume Pack. O novo DLC tem como intuito homenagear os fãs brasileiros da série, transformando três personagens populares em heróis brasileiros.

Os personagens Johnny Cage Futebol, Liu Kang e Kung Lao receberam novas roupas e seus nomes foram modificados. Johnny Cage Futebol veste um uniforme verde e amarelo da equipe brasileira; o personagem principal Liu Kang Capoeira recebeu roupas em verde e amarelo com a bandeira brasileira estampada no centro de sua camisa; já Kung Lao Gaúcho deixou de lado as roupas tradicionais para aderir a um visual típico do Rio Grande do Sul, com bigode e até mesmo um lenço no pescoço.

A notícia foi divulgada em um vídeo no Facebook pelo próprio diretor criativo da Interactive Entertainment e cocriador da série Mortal Kombat. No vídeo, Ed Boon agradece ao público brasileiro por fazer do Mortal Kombat X o maior lançamento da franquia.

O game Mortal Kombat X e o DLC Brazil Costume Pack está disponível para as plataformas Playstation 4, Xbox One  e PC. A versão do jogo para a geração anterior – Playstation 3 e Xbox 360 – deverá chegar às prateleiras no terceiro trimestre de 2015. O preço do pacote Brasil Costume Pack é de R$ 8,99.

Segundo Ed Boon, Mortal Kombat X contará também com adição de um novo personagem do Predator. Quem  adquirir o pacote terá direito a skin de Jax. Infelizmente, o personagem principal não possui outro tipo de skin além da original. Já o personagem Jax terá uma opção de skin baseada no Major George Dillon, um dos personagens do primeiro filme da série.

A data de lançamento para a DLC Predator ainda não foi confirmada, mas estima-se que chegue em julho de 2015. O pacote deverá ser disponibilizado primeiro para quem adquiriu o Season Pass de MKX.

Por Wendel George Peripato

Mortal Kombat X


Jogo ganhou nova versão com partidas online para comemorar seus 35 anos de existência.

Você provavelmente conhece e já jogou o clássico PacMan, um dos jogos mais famosos de todos os tempos. Pois saiba que ele está comemorando 35 anos em 2015 e uma versão com partidas online foi lançada para comemorar o aniversário.

O novo jogo ganhou novas interfaces e uma série de novidades, além da já citada possibilidade de se jogar online. O jogo, que está em formato de aplicativo para dispositivos iOS, custa US$ 4,99 em sua versão completa, porém também está disponível a versão Lite, com menos recursos, mas que sai de graça.

Mas essa não é a única homenagem feita ao jogo pelos seus 35 anos, o filme Pixels, com Adam Sandler e seu fiel elenco, também faz uma homenagem ao jogo, em um enredo onde personagens saem dos videogames e vêm para o mundo real, PacMan aparece como um dos principais personagens.

Sobre o Pac-Man:

A bolinha amarela mais famosa dos videogames foi criada em 1980 pela empresa Tohru Iwatan e seu jogo é desenvolvido pela empresa Bandai Namco. Na época de seu lançamento, era uma aposta despretensiosa da empresa que nem imaginava o tamanho do sucesso que iria atingir. Muitos jogos derivados de seu sucesso surgiram depois, como Pacman Jr. e Mrs. Pacman, além de outros que não seguem a mesma linha de jogabilidade, mas fazem o uso dos famosos personagens. Desde então já foram criadas inúmeras versões com o personagem e os famosos fantasminhas, além de animações para a TV, além de inúmeras referências em símbolos da cultura pop, como em Os Simpsons, por exemplo.

Além de ser considerado um ícone dos anos 80, hoje em dia PacMan é um dos jogos mais populares no mundo inteiro, reconhecido tanto pelos seus personagens quanto por sua característica e única jogabilidade.

Ficou com vontade de jogar? É só baixar e se divertir, mesmo se você não tem um smartphone com a plataforma iOS, também existem outras versões disponíveis para todos os sistemas operacionais.

Por Tom Vitor de Freitas

PacMan





CONTINUE NAVEGANDO: