Times brasileiros não tiveram um bom ano em competições internacionais



  

O ano de 2014 não foi muito bom para o futebol brasileiro em competições internacionais, já que o país primeiramente viu sua Seleção cair diante da Alemanha em um vexame de 7×1 na semifinal da Copa do Mundo realizada em casa.

A expectativa para a Copa era muito grande e, mesmo em meio a protestos, milhares de brasileiros vibraram com a Seleção desde o início da competição, já que essa era a chance de reescrever a história, que contava com derrota para o Uruguai na “grande final” da Copa do Mundo de 1950, que ainda não possuía o formato das Copas atuais, mas coincidentemente o vencedor da partida seria o campeão do mundo.

Na mais tradicional competição das Américas, a Copa Libertadores, o time brasileiro que foi mais longe neste ano foi o Cruzeiro, que chegou até as quartas de final e perdeu para o San Lorenzo, que acabou se consagrando campeão do torneio.

Os outros representantes eram o Atlético-MG, que no momento era o atual campeão, e o Grêmio, que ficaram nas oitavas de final. O Botafogo, o Flamengo e o Atlético-PR não chegaram a passar da fase de grupos.

Ainda ocorrendo, a outra competição internacional que incluiu clubes brasileiros foi a Copa Sul-Americana, com apenas um clube nacional chegando até a semifinal, o São Paulo, que infelizmente perdeu em uma decisão de pênaltis contra o Atlético Nacional da Colômbia. O primeiro jogo da final, que aconteceu entre o clube colombiano e o argentino River Plate acabou em 1×1, o que deixou o placar tudo igual para a grande final no dia 10 de dezembro.





Apesar de internacionalmente o futebol não ter brilhado, a Copa do Mundo reviveu o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. As decisões aconteceram até as últimas rodadas, com times altamente competitivos, o que deixa uma boa esperança para 2015.

No ano que vem, o Brasil contará com 5 clubes na Libertadores, além da possibilidade de redenção da Seleção Brasileira na Copa América, que começará em junho de 2015. O brilho dos boleiros do Brasil ainda não está perdido, aliás, está longe disso, pois não é à toa que somos considerados o “país do futebol”.

Por Rannier Ferreira Mendes

Bola



1 comentário em “Times brasileiros não tiveram um bom ano em competições internacionais

  • · Editar

    Sugestão de Hilton Fraboni = Ou a CBF toma as rédeas do futebol e refaz os calendários estaduais, nacional e internacional para que todos os clubes se tornem economicamente viáveis o ano inteiro ou o futebol brasileiro vai para o fundo do poço.
    Sugiro que tenhamos os campeonatos estaduais de janeiro a março e que estes sejam classificatórios para o campeonato brasileiro de todas as séries (A,B,C e D) – de Abril a Agosto ocorra o campeonato brasileiro – setembro a novembro campeonatos internacionais, torneios inter estaduais, copa dos campeões estaduais, torneios de intercâmbios internacionais, excursões – que 60% dos jogos treinos da seleção brasileira seja contra times nacionais e as rendas revertidas para saneamento das dívidas dos clubes com o governo e parte para financiar os clubes das séries C e D.

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *