Umbro e Vasco fecham contrato de R$ 56 milhões



  

A Umbro já foi a fornecedora de material esportivo do Clube de Regatas Vasco da Gama, entre os anos de 2003 a 2005; e agora a marca volta com tudo, tanto é que estampará seu logo na camisa cruzmaltina por um período de três anos e meio, num valor de contrato que pode chegar à casa dos R$ 56 milhões.

Quanto ao valor, não é que o Vasco colocará a mão em toda a grana, já que no montante inclui-se o fornecimento de materiais esportivos para a agremiação, desde as categorias de base até o time profissional, e também o prêmio por conquistas dentro de campo, como o acesso à série A do Brasileirão, a conquista de títulos, etc.

Em dinheiro vivo, a garantia de royalties (que podem aumentar com a venda de produtos oficiais) e o patrocínio, é um total de R$ 8 milhões por ano, que em 42 meses chega a R$ 28 milhões; já em material esportivo, a conta é de que o Vasco receberá cerca de R$ 16 milhões durante o período do contrato, o que equivale a um total de 45 mil peças esportivas por ano, incluindo nestas calção, camisas, meias, etc.

Quanto às premiações, durante os três anos e meio de contrato, o Vasco pode faturar pouco mais que o montante de R$ 11 milhões, nada mais que R$ 3,4 milhões ao ano. Na soma de tudo, chega-se ao valor de R$ 56 milhões divulgado pelo clube e pela fornecedora de material esportivo.

Extra aos R$ 56 milhões, outros números podem aparecer na conta do clube, já que existe a previsão de um jogo amigável com um clube brasileiro que também seja patrocinado pela Umbro; essa partida seria realizada em um estádio que foi sede da Copa do Mundo de 2014, no Nordeste ou no Norte. De acordo com levantamentos, a possibilidade de receita chegaria a R$ 1 milhão.





A Umbro pertence ao Grupo Dass, que tinha a receber do Vasco o valor de R$ 3,5 milhões, mas com o contrato a dívida cessou. Outras fornecedoras de material esportivo também chegaram a conversar com o clube, mas propostas oficiais, além da Umbro, vieram somente da Kappa e da Puma, contudo nada que agradasse aos dirigentes cruzmaltinos.

Por Vinicius Cunha

Vasco e Umbro

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *