Angry Birds Epic – Novo Jogo de RPG



  

O novo lançamento da marca Rovio é o Angry Birds Epic. Os pássaros mais conhecidos dos smartphones agora chegam a uma versão estilo de RPG. O primeiro jogo da linha foi lançado em 2009, quando a Rovio ainda investia em uma jogabilidade parecida com os outros oito jogos dos pássaros que estão no mercado até hoje. O Angry Birds Epic é nono da linha.

O jogo, em geral, é bem simples, nada de mistério. Ele mantém a estratégia de atender os vários públicos que as outras versões atendem. O jogo avisa que chegou a vez do jogador e indica o que ele deve fazer. Toca-se então no pássaro e aí arrasta-se o dedo até o porco. Cada pássaro tem uma habilidade e pode usá-la, normalmente através de uma pimenta, que só tem disponibilidade quando a barra do usuário está preenchida.

O jogo não tem tutorial e por isso, nas três primeiras fases, o jogador será ensinado de como proceder. Nos menus do game o usuário terá a oportunidade de realizar algumas operações como comprar itens e forjar novas armas.

Normalmente os jogos de RPG possuem combates diferentes e vários gráficos para levar novidade ao jogador, contudo, não é o que acontece com o Angry Birds Epic. As cenas são muito repetidas, além dos combates.





Os games gratuitos, em sua maioria, são limitados. Para dar continuidade, avanços e aprofundar melhor no jogo, a Rovio testou o uso de monetização para a compra de novos poderes e situações. 

O jogo é bem projetado em sua jogabilidade e bem feita para a edição de RPGs, mas os amantes do segmento não irão procurar o Angry Birds Epic com o intuito de jogar profundas situações de RPG. O game dos pássaros também diminuiu a narração da história e não mudou o desenlaço do game, que são os porcos roubando os ovinhos dos pássaros. É um jogo simples e não é muito indicado para quem quer combates mais difíceis e intensos.

Por Carolina Miranda



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *