Pra “Porco” não cantar de “Galo” – Palmeiras campeão, será?



  

Palmeiras campeão. Será? Chapecoense, quem sabe? Não sei! Fato é que querem empurrar um campeão antes da hora.

Uma vez me ensinaram que não dá pra cantar vitória antes do tempo. A vida nos surpreende, as pessoas nos surpreendem, e o que poderia ser impossível pode virar possível, de acordo com a conjuntura de alguns fatos. Já diriam os ilustres Galvão Bueno e Arnaldo César Coelho: “O futebol é uma caixinha de surpresas”.

Por que estou dizendo isso? Porque o Palmeiras está falando de título da série B faz uns 5 jogos, e até agora não conseguiu encaçapar de uma vez por todas esse título. Mas está fácil, não está? Será? Vamos fazer alguns pequenos cálculos…

O Palmeiras tem 73 pontos; Chapecoense tem 65 pontos. Apenas 8 pontos separam as duas equipes. Pois bem. Se o Palmeiras perder as próximas 3 partidas e a Chapecoense vencer as 3 partidas, quem será campeão? A Chapecoense. Não é tão improvável assim, haja vista que muitos times estão loucos para entrar no G4 e outros a fim de sair da zona de rebaixamento. Foi o caso do Paysandu, que comandou o jogo e arrancou uma vitória contra o Palmeiras por 1 a zero lá no Pará.





bola-dentes

Se olharmos só as derrotas no campeonato, as duas equipes estão absolutamente empatadas, com 6 derrotas para cada lado. O que realmente muda é que a Chapecoense empatou mais, porém, não tira os méritos da equipe catarinense. Perder só 6 partidas em 35 jogos é pra poucos. Assim, não vamos desmerecer.

Na série A estamos vendo absolutamente o mesmo, com a diferença que ainda faltam 4 jogos. Se o Atlético vencer todas e o Cruzeiro perder todas, o Furacão será campeão. Impossível? Eu diria improvável, mas não impossível. Jogador brasileiro fala demais. Querem empurrar o grito de campeão antes da hora. Mania de apressadinho.

Alguém aí quer comer o peru de Natal em novembro? Por enquanto, sirva-nos um porco à milanesa.



1 comentário em “Pra “Porco” não cantar de “Galo” – Palmeiras campeão, será?

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *