Cruzeiro e Minas Arena – Conflito, Justiça



  

O Presidente do clube Cruzeiro ficou irritado com a série de benefícios concedidos pela mantenedora do estádio Mineirão, Minas Arena, para o Atlético Mineiro na partida final da Copa Libertadores contra o Olimpia do Paraguai.

O mandatário da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, questionou acerca do não pagamento de taxas pelo atual campeão da Libertadores.

Ele que é parceiro da gestora do Mineirão, demostrou certa irritação perante essa situação, visto que conforme contrato firmado entre a mantenedora e o clube Cruzeiro, este tem os mesmos benefícios que qualquer outro time que atue nesse estádio.





O Presidente que não está nada satisfeito com essas diferentes condições para os times, disse que se precisar vai buscar os direitos do clube na justiça e afirmou que a partir deste domingo não pagará nenhuma taxa de luz, segurança, água, etc.

Quando foi falar com os representantes da gestora, disseram-lhe que o Atlético não pagou nenhuma taxa porque a partida tinha sido solicitada pelo Estado, porém pelo que o Presidente afrmou isso é uma desculpa visto que todos os times precisam permissão do Estado para jogar.

Por Melina Menezes.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *