Copa do Mundo de 2022 – Joseph Blatter, país sede, Catar



  

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, parece ter conseguido uma forma de fazer com que o Catar não seja a sede da Copa do Mundo de 2022. O grande chefe colocou em questão a possibilidade dos jogos acontecerem no inverno do hemisfério norte (entre dezembro e fevereiro), evitando assim as altas temperaturas do verão no Catar – afinal elas podem chegar a 50° c. Isso, em teoria, desagradaria muitos dos grandes clubes, que por pressão podem fazer com que a FIFA mude o país sede.

A realização do evento neste país tem sido tumultuada desde sua escolha. Acredita-se que na eleição pode ter havido corrupção. Além de que, um de seus principais apoiadores, Mohamed Bin Hammam, foi afastado da FIFA justamente pela acusação de corrupção. Ele tentou comprar votos para se eleger presidente da instituição.

Crê-se que a principal entidade a causar um alvoroço, caso seja confirmada a mudança, será a ECA (European Clubs Association). Dentro dessa associação estão os maiores clubes da Europa, sendo que esta já possui força política no continente, podendo ser capaz de fazer com a mudança de sede aconteça. Imaginando que a Copa do Mundo de 2022 seja realizada no inverno.





Se Blatter conseguir, dentro de seus argumentos, mudar a sede com o apoio dos poderosos clubes europeus, sua força política aumentará de forma imensurável. Isso sem contar a enorme gratidão que trará para si pela próxima nação a ser escolhida.

Por Natália Mayrink De Lazzari



1 comentário em “Copa do Mundo de 2022 – Joseph Blatter, país sede, Catar

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *