Vanderlei Luxemburgo poderá ter sigilo fiscal quebrado



  

A situação não está nada agradável para o técnico Vanderlei Luxemburgo. Após ter a demissão decretada no último fim de semana, o treinador deve ter seu sigilo fiscal quebrado pela Justiça de São Paulo. O advogado de Luxemburgo afirmou que nada disso será necessário, pois o saldo será quitado. 

Para quem não sabe, o ex-técnico do Grêmio tem uma dívida de pouco mais de R$ 135 mil com o árbitro de futebol Rodrigo Martins Cintra, desde o ano passado. O ocorrido foi em abril de 2006, onde Vanderlei Luxemburgo afirmou que não tinha gostado do fato de ter sido "paquerado" pelo árbitro durante a partida entre São Paulo e Santos





Com essas palavras ditas por Vanderlei: "A única coisa que eu não gostei do árbitro é que ele ficou me paquerando. Ele não parou de me olhar. Não sou veado para ele ficar me olhando", o árbitro Rodrigo Martins Cintra se sentiu ofendido e decidiu processá-lo por danos morais. 

Após duas condenações, em primeira e segunda instância, em maio de 2011, o valor da causa foi estabelecido em R$ 50 mil. Já em abril de 2012, iniciou-se o processo de execução, onde se calculava os juros e demais custos adicionados ao valor da causa. Três meses depois, a importância determinada para se paga era de R$ 105.453,20. Porém, o saldo ainda não foi liquidado.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *