Grêmio – Vanderlei Luxemburgo foi demitido



  

No Grêmio há 18 meses, Vanderlei Luxemburgo poderia se tornar o técnico com maior longevidade no comando do time gaúcho. Porém, esse recorde não foi quebrado. Na manhã de sábado, o técnico foi demitido, antes mesmo de seu contrato ser encerrado. No ano passado o contrato de Luxemburgo foi renovado, onde o técnico do Grêmio passaria a permanecer no clube por 2 anos e 10 meses, caso que não ocorreu.

Mesmo desse modo, Vanderlei fica atrás apenas de dois treinadores em tempo de permanência no cargo: Tite e Mano Menezes. O ex-técnico da seleção brasileira, Mano Menezes é o recordista dos últimos anos, pois permaneceu dois anos e sete meses no Olímpico. O fato ocorreu entre 2005 e 2007, sendo bicampeão gaúcho, campeão da Série B e vice da Libertadores.

Já o técnico Tite, trabalhou por dois anos e seis meses. Com um histórico surpreendente no Corinthians, Tite também teve suas conquistas no time gaúcho e permaneceu em Porto Alegre até 2003.





Segundo o site do Globo Esporte, Luxemburgo se despediu de Porto Alegre neste sábado deixando em seu histórico um aproveitamento de 64,8%, com 52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas em 91 jogos.

Além disso, não conquistou, por sua vez, nenhum título ao longo dos 495 dias em que esteve no comando do Grêmio. Vanderlei Luxemburgo foi apresentado em 23 de fevereiro de 2012 e seu maior presente foi manter o terceiro lugar no Brasileirão, que lhe rendeu uma vaga na Libertadores da América.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *