Paysandu espera receber parte do valor pago pela transferência de Paulo Henrique Ganso



  

Não foi só o São Paulo que se demonstrou feliz em contratar Paulo Henrique Ganso, em 2012. O clube paraense Paysandu também se alegrou em saber que o Tricolor Paulista contrataria o jogador. A felicidade do time paraense se resumiu em uma quantia em que o time Santista teria que oferecer ao Paysandu por conta do jogador. Porém, de acordo com a diretoria do time, a porcentagem que o time devia receber ainda não foi paga.

E essa notícia voltou a ser assunto em Belém nesta terça-feira. Por ser um dos clubes formadores do jogador, o Paysandu cobra uma porcentagem sobre o valor da transferência, que em 2012, o time paulista pagou cerca de R$ 23 milhões ao clube santista.





O valor cobrado pelo Papão é de R$ 492 mil. Dependendo do Presidente do Papão, Vandick Lima, o montante já tem rumo certo, as obras do Centro de Treinamento do clube.

‘’A nossa ideia é usar todo o valor que vamos receber pela venda do Paulo Henrique Ganso, como clube formador do atleta, e investir no CT. Já estamos viabilizando as licenças com a Prefeitura de Benevides para não ter problemas com algumas árvores que precisam ser derrubadas. Assim que entrar o dinheiro nós vamos iniciar as obras. Mas R$ 40 mil vão ficar com o advogado do clube, responsável pelos cálculos’’, esclareceu Vandick ao Globo Esporte.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *