Libertadores 2013 – Corinthians jogará sem a presença da torcida



  

O Corinthians ainda sente os efeitos da morte do menino Kevin, de 14 anos, em Oruro, na Bolívia, no empate em 1 a 1 com a equipe do San José.

A Conmebol, confederação sul-americana de futebol, condenou imediatamente o clube a jogar de portões fechados, sem a presença da torcida. A punição é preventiva e foi aplicada sem ouvir o Corinthians, motivo pelo qual foi apresentado recurso.

Apesar do alegado otimismo do clube paulista, a Conmebol não aceitou o recurso interposto pelo Corinthians, mantendo a decisão pelo prazo de até 60 dias – prazo válido para ser realizado o julgamento definitivo da questão. Assim, o limbo do atual campeão mundial durará, na melhor das hipóteses, toda a primeira fase da Copa Libertadores, podendo a decisão ser mantida ou revogada.

Com isso, a partida desta quarta-feira (27/02), entre Corinthians e Millonarios, da Colômbia, será realizada com os acessos vedados à torcida.





Ensaiou-se um movimento entre as organizadas para comparecer à Praça Charles Muller, em frente ao estádio. Entretanto, o próprio clube pediu para que a torcida não se aglomerasse no local, procurando evitar novas punições da Conmebol.

Agora, resta ao atual campeão pedir a antecipação do julgamento e ao técnico Tite procurar lidar com o grande desafio que é jogar em casa, porém longe da torcida.

Por Euclides Cesar Junior



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *