Mauro Galvão é o Novo Coordenador das Divisões de Base do Vasco



  

Dentro de campo, o zagueiro Mauro Galvão transparecia classe em todos os momentos. Agregador, líder e companheiro, em 24 anos de carreira atuou em apenas seis clubes, sendo ídolo em todos estes: Internacional, Bangu, Botafogo, Lugano (da Suíça), Grêmio e Vasco.

Ao se aposentar, decidiu seguir no mundo do futebol. Como técnico, o ex-jogador teve no Vasco a sua primeira chance, ainda tentou encorpar experiência com rápidas passagens por Botafogo e Naútico, mas não vingou.

Obstinado, entretanto, o ex-atleta optou por uma nova função sem deixar o futebol como objetivo. Ao passar a ser diretor-executivo, primeiro o Grêmio e depois o Avaí arriscaram ao nomear Mauro Galvão para tal oportunidade.

Fora do cenário nacional desde agosto de 2011, eis que aos 50 anos agora surge o início de uma nova história. Campeão Brasileiro (97 e 2000), Carioca (98), da Copa Libertadores (98), do Torneio Rio-São Paulo (99) e da Copa Mercosul (2000), o ex-craque está de volta a São Januário, casa do time ao qual ajudou em todos estes títulos: o Vasco.





O ensejo agora é ser o coordenador das divisões de base do clube carioca. O cargo segue vago desde a última quinta-feira, após o pedido de demissão de Humberto Rocha. Como novidade, vale salientar que em breve (ainda em setembro) a transferência das categorias inferiores do clube para o CT de Itaguaí será concluída.

"Acertaremos as mudanças de forma oficial na segunda ou terça-feira", revela Antônio Peralta, vice-presidente geral em entrevista ao Jornal Extra.

Por Thiago Viana



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *